Reprodução e bioética

3.002 visualizações

Publicada em

Apresentação feita para a disciplina Biologia do Colégio Bolivar Santana orientado pela Profª Marta Cristina D. Durão Nunes.

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Reprodução e bioética

  1. 1. REPRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO BIOÉTICA E SAÚDE SEXUAL
  2. 2. Bioética e Saúde Sexual Índice  Equipe  Intodução  DST ( Doenças Sexualmente Transmissíveis)  AIDS: Direitos Humanos e Ética  Câncer de Mama  Câncer de Próstata  Câncer de Colo do Útero  Esterilidade  Contracepção  Laqueadura de Tubas Uterinas  Vasectomia  Conclusão
  3. 3. Bioética e Saúde Sexual Equipe  Ionarla Moreira  Jéssica Clarissa  Roberta Aiana
  4. 4. Bioética e Saúde Sexual Introdução Este trabalho irá relatar sobre alguns dos assuntos de grande importância, tratando de temas como a reprodução, a saúde sexual e a bioética. Esses são: as DST’s (como são adquiridas e o que fazer para não contraí-las); A AIDS (com os direitos das pessoas que têm a doença, tratando em Direitos Humanos e ética); cânceres com ligação nos aparelhos reprodutivos (de próstata e de colo do útero); problemas de esterilidade e alguns métodos para a contracepção (laqueadura de tubas uterinas e vasectomia).
  5. 5. Bioética e Saúde Sexual DST –Doenças Sexualmente Transmissíveis:  Definição: Doenças sexualmente transmissíveis são doenças que se contraem através de contato sexual .  Os tipos de doenças sexualmente transmissíveis: As doenças que são transmitidas por contacto sexual são: a hepatite B, a sífilis, a gonorréia, o herpes genital, a sida, a tricomoníase, a clamídia e os papilomas.  O agente causal das doenças sexualmente transmissíveis: Há doenças de transmissão sexual causadas por vírus (como a hepatite B, a sida, o herpes genital e os papilomas) e outras causadas por bactérias (como a sífilis e a gonorréia).
  6. 6. Bioética e Saúde Sexual DST –Doenças Sexualmente Transmissíveis: Formas de Prevenção: A única forma de prevenção 100 % eficaz é a abstinência sexual (não praticar sexo). No entanto o sexo é um componente importante da vida das pessoas e que pode contribuir para a sua saúde e bem estar, pelo que a prevenção se deve basear na vivência saudável da sexualidade, utilizando práticas de sexo seguro. As pessoas sexualmente ativa podem reduzir o risco de contrair estas doenças se tiverem um parceiro sexual único, se evitarem o contacto sexual com parceiros ocasionais e com passado sexual desconhecido e se usarem sempre o preservativo durante as relações sexuais.
  7. 7. Bioética e Saúde Sexual AIDS: direitos humanos e ética  A síndrome da imunodeficiência adquirida, conhecida popularmente como AIDS, é uma doença viral, até o presente momento incurável, que é transmitida pelo sangue, sêmen, leite materno, e fluidos vaginais de portadores da doença.  Tratamento: Os medicamentos para o controle da AIDS são chamados antirretrovirais. Eles impedem a multiplicação do HIV, melhorando o sistema imunitário do individuo.  Prevenção: Uso correto da camisinha em todas as modalidades sexuais; Não utilizar objetos perfuro cortantes de uso comum (seringa, agulha, alicate, etc.) ou esterilizá-los previamente, entre outros.
  8. 8. Bioética e Saúde Sexual AIDS: direitos humanos e ética  Direitos Fundamentais dos Portadores do HIV Pela Constituição brasileira, os portadores do HIV, assim como todo e qualquer cidadão brasileiro, têm obrigações e direitos garantidos. Entre eles: dignidade humana e acesso à saúde pública e, por isso, estão amparados pela lei.  Entre algumas das leis estão: Todas as pessoas, inclusive as portadoras de doenças do HIV/AIDS, têm o direito de ir e vir, assim como qualquer outra. De acordo com os Direitos Humanos é o que tem de ocorrer, porém, não é o que temos vivenciado.  As pessoas que possuem essa doença devem ser tratadas com respeito.
  9. 9. Bioética e Saúde Sexual Câncer de Mama  Definição: Câncer de mama é o desenvolvimento anormal das células do seio. Estas células crescem e substituem o tecido saudável.  Como ocorre: A causa do câncer de mama não é conhecida. Qualquer mulher pode desenvolver câncer de mama e apesar de muito menos comum, homens também podem. Algumas mulheres são mais propícias a desenvolver câncer do que outras se apresentarem os seguintes fatores :
  10. 10. Bioética e Saúde Sexual Câncer de Mama  Ter mãe ou irmã com câncer de mama  Nunca ter tido filhos  Histórico de exposição a radiação  Fumar  Uso excessivo de álcool  Ferimento no seio  Obesidade, entre outros...  Os sintomas: Na maior parte das vezes o primeiro sinal do câncer de mama é um pequeno nódulo no seio. O nódulo é geralmente indolor que pode crescer lentamente ou rapidamente.
  11. 11. Bioética e Saúde Sexual Câncer de Mama  Outros sintomas do câncer de mama incluem:  Mudança de cor, reentrâncias, enrugamentos, ou elevação da pele em uma área do seio  Uma mudança do tamanho ou formato do seio  Secreção no bico do seio  Um ou mais nódulos nas axilas.  Diagnostico: O melhor meio para diagnosticar o câncer de mama é a mamografia, que é capaz de detectar o tumor antes mesmo que ele se torne palpável. Quando o diagnóstico é feito dessa forma, ainda no início da formação do tumor, as chances de cura se tornam muito maiores, descartando a necessidade de retirada da mama para o tratamento.
  12. 12. Bioética e Saúde Sexual Câncer de Mama Apesar de ser um método eficaz, a mamografia não descarta o auto-exame e o exame feito pelo ginecologista ou mastologista, já que alguns nódulos, apesar de palpáveis, não são detectados pela mamografia.  Tratamento: Se um nódulo do seio é cancerígeno, a decisão para tratamento será feito por você, seu cirurgião, e seu oncologista. Estas decisões serão baseadas no tipo e no tamanho do câncer e se ele estendeu-se para o nódulo ou para outras partes do corpo. Os possíveis tratamentos cirúrgicos são lobectomia (remoção do tecido cancerígeno) ou mastectomia (remoção completa do seio ou a a radiação e a quimioterapia.
  13. 13. Bioética e Saúde Sexual Câncer de Próstata  Definição: O câncer de próstata é um tumor que ocorre na próstata, glândula que fica localizada na zona da bexiga, cercando a uretra. Normalmente o tumor tem um lento crescimento já que é formado por divisões de células que ainda se multiplicam desordenadamente e não apresenta sintomas até que tenha tamanho considerável.  Sintomas: Quando há o aparecimento dos sintomas pode-se perceber dor lombar, fluxo urinário lento, obstrução urinária, sangramento uretral, perda de peso, anemia, ínguas no pescoço entre outros. .
  14. 14. Bioética e Saúde Sexual Câncer de Próstata  Como se desenvolve: O câncer de próstata se desenvolve principalmente em homens com idade superior a 50 anos ou naqueles que possuem casos de tumor na família, mas esses são casos mais raros, atinge apenas 10%. Para detectar o tumor a pessoa deve se submeter ao exame de toque retal e PSA(dosagem do antígeno prostático específico).  Tratamento: O tratamento é feito de acordo com as características e local do tumor. Normalmente, utilizam-se cirurgias e radioterapias.
  15. 15. Bioética e Saúde Sexual Câncer de Colo do Útero  Definição: É o câncer que se forma no colo do útero. Ele é o mais comum entre as mulheres no Brasil, correspondendo a, aproximadamente, 24% de todos os cânceres.  Sintomas: Não apresenta sintomas até atingir nível mais avançado, a partir daí existe corrimento avermelhado com consistência aquosa e sangramento durante relação sexual.  Tratamento: O tratamento das pacientes portadoras desse câncer baseia-se na cirurgia, radioterapia e quimioterapia.
  16. 16. Bioética e Saúde Sexual Esterilidade  Definição: Esterilidade é a incapacidade de um casal de conseguir uma gravidez depois de repetidas relações sexuais sem tomar medidas de contracepção durante um ano.  Causas:  A esterilidade masculina e feminina pode ter várias causas, como por exemplo a impossibilidade de fecundação e de implantação do embrião.  Uma causa no homem pode ser a presença de numero reduzido de espermatozóides no sêmen, que recebe o nome deoligospermia. Algumas doenças infecciosas, como a caxumba, que ataca os testículos ou DSTs.  Na mulher as causas mais prováveis são o sistema genital mal formado , lesões uterinas decorrentes de tumores, disfunções hormonais e tumores ovarinos.
  17. 17. Bioética e Saúde Sexual Contracepção  Definição: A contracepção é o termo usado para a prevenção da gravidez. Existem muitas formas de prevenção à gravidez.  Métodos de contracepção:  Medicamentos Hormonais: Pílulas contraceptivas (preservativos orais), Norplant, e Depo-Provera contém formas sintéticas dos hormônios progesterona e/ou estrogênio que impedem os ovários de uma mulher de liberarem um óvulo todo mês. Eles também espessam o muco cervical, que então age como uma barreira para o espermatozóide.
  18. 18. Bioética e Saúde Sexual Contracepção  Dispositivos Anticoncepcionais: A maioria dos dispositivos anticoncepcionais formam barreiras físicas ou químicas que impedem que o espermatozóide adentre o útero da mulher. Exemplos de dispositivos anticoncepcionais:  O preservativo masculino  O preservativo feminino  Os espermicidas  O diafragma  O dispositivo intra-uterino (DIU)  O capuz cervical
  19. 19. Bioética e Saúde Sexual Laqueadura de Tubas Uterinas  Esterilização feminina: Esterilização feminina é uma forma de controle da natalidade na qual as trompas de falópio da mulher são fechadas por meio de cirurgia.  Quando é usada: Os médicos geralmente recomendam a esterilização nas seguintes situações:  Quando um casal tiver mais filhos do que queriam  A gravidez colocar a vida em risco  Houver um alto risco de transmitir uma doença hereditária grave.  Esterilização permanente é uma forma confiável de controle da natalidade.
  20. 20. Bioética e Saúde Sexual Vasectomia  Definição: A vasectomia é um procedimento cirúrgico pelo qual um homem pode tornar-se estéril. O médico retira um fragmento de cada um dos dois canais (ductos deferentes) que são responsáveis por levar os espermatozóides dos testículos ao pênis.  Quando é utilizada: A vasectomia é um dos meios mais eficientes e seguros para obter controle de natalidade e só deve ser realizada a pedido do homem. É importante assegurar-se de que este é um procedimento na maioria das vezes irreversível.
  21. 21. Bioética e Saúde Sexual Vasectomia  Quais são as vantagens da vasectomia?  Método seguro para evitar a gravidez.  Não é necessário que se tome nenhum tipo de pílulas ou outras substâncias.  Não é necessário que haja interrupção do ato sexual.  Quais são os riscos associados a este procedimento?  A anestesia local pode não fazer efeito totalmente e algum tipo de desconforto pode ocorrer.  Os tecidos ao redor do corte podem ficar inchados.  Pode haver sangramento na região da operação, dentre outros. .
  22. 22. Bioética e Saúde Sexual Conclusão Com todo o conhecimento adquirido com a produção deste trabalho e as informações passadas por meio de tal fonte, chegamos à conclusão de que devemos pensar ainda mais na saúde e no bem-estar de todos nós em relação à reprodução e sexualidade. Devido aos vários problemas que podemos adquirir com a falta de responsabilidade e informação para com nós mesmos e os outros, temos de renovar os conceitos e fazer de nossa vida e capacidades sexuais fontes de prazer e alegria e não de sofrimento e decepção. Com isso, todos devem ter a consciência de, ao menos, se importar consigo mesmo.

×