O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Desfralde

7.023 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Desfralde

  1. 1. Conselhos para lidar com o desfralde Será Será que a criança já está crianç já está O que não fazer? preparada para o desfralde? > Não devemos precipitar o processo. Se a criança > Não há uma idade certa para deixar a fralda. ainda não fala sobre o assunto, se não procura o > Há condições inerentes à própria criança, que devem estar asseguradas adulto ou se não se queixa quando tem a fralda antes de lhe tentarmos tirar as fraldas. No plano fisiológico, o sistema suja, é melhor deixar passar mais algum tempo. nervoso, que comanda o controlo dos esfíncteres deve estar maduro para > Não devemos deixar a criança sentada muito que a criança os consiga contrair e relaxar. tempo no pote. Ela pode não ter vontade naquele > No plano psicológico, a criança deve ter vontade de ser crescida e momento. Tentaremos mais tarde. independente. E deve ainda, ter a capacidade de verbalizar algumas Não devemos repreender, severamente, a criança palavras/frases relacionadas com a higiene pessoal (xixi, cocó, pote…). em caso de «acidente». Uma boa conversa e A criança que se sente desconfortável, quando tem xixi ou cocó na fralda e explicação bastam. chama o adulto, demonstra estar a ficar preparada para dar o grande > E depois de começar, não devemos facilitar e passo. colocar a fralda porque dá mais jeito. Todos os >Todas estas competências estão, normalmente, adquiridas pela criança esforços são válidos para uma rápida adaptação. entre os 18 e os 36 meses. começ E agora, como vamos começar? E na Escola ? > As crianças entre os 18 e os 36 meses querem ser reconhecidas como Assim que a criança demonstrar que está preparada vai escolher um pote grandes e por isso imitam os adultos. Assim, quando sentarmos a criança para si. no pote, sentamo-nos também na sanita, mostrando-lhe que é um gesto natural. Quando chegar à sala vamos perguntar-lhe se quer fazer xixi ou cocó. > Escolher um pote com a criança é também um factor de motivação, pois Depois vamos lembrá-la ao longo do dia, se ela se esquecer de pedir. fá-lo sentir como seu. > A primeira fase é conhecer o pote/sanita e habituar-se a sentar-se Na hora da sesta, inicialmente, usarão fralda e à medida que estiverem nele/nela. preparadas (acordarem com a fralda seca/acordarem a pedir para fazer > Nas primeiras vezes, a criança, provavelmente, não conseguirá fazer xixi) vão deixar de dormir com fralda. nada, mas com o tempo, o xixi e o cocó surgirão. E quando isso acontecer, elogiar a criança e fazê-la sentir-se crescida é um grande passo para a Ao nível do vestuário, provavelmente, vão sujar alguma roupa. É maturação do processo. aconselhável que os pais vistam roupa prática às crianças. De preferência > A segunda fase passa por dar à criança liberdade, independência e deviam usar apenas as cuecas, meias e umas calças de fato de treino ou responsabilidade. Podemos começar por tirar a fralda, durante o dia, e ir de outro tecido prático. lembrando se tem vontade de fazer xixi/cocó. Vesti-la com roupa prática Devem ter algumas calças, cuecas e meias suplentes (podem ser mesmo (fácil de baixar) e deixar o pote ao seu alcance também facilita a sua calças de pijama ou peças mais velhas), além de duas mudas de roupa autonomia. completas. Vamo-nos esforçar ao máximo, para sujar o mínimo. > Numa terceira fase, a criança já terá este processo bem amadurecido e poderemos partir à aventura de retirar a fralda durante a sesta e depois durante a noite. Resta- Resta-nos desejar a todos uma boa e rápida aventura rá pela fase do desfralde! Rua Quinta da Serra, 101, 4760-683 Lousado Tel: 252499010 > Email: mundosdevida@mundosdevida.pt

×