SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 41
Baixar para ler offline
Graffiti
Históriado Grafitti
• Surgiu em Nova York no ano de 1970.
• Até ser aceito como forma de arte, era tido
como vandalismo.
• Eram feito apenas em muros e paredes, até
entrar também para as galerias de arte
Características
• Servem para expressar ideias e sentimentos
ou apenas para deixar sua marca.
• Pode ser feito com pincel, rolo, Spray e
compressor.
Naantiguidade
• As primeiras formas de expressão
consideradas “Graffiti” foram as pinturas
rupestres, ou seja, as pinturas na caverna.
Ligação com o Hip Hop
• O Hip Hop e o Graffiti tem a mesma origem, ambos
surgiram nos bairros pobres do Estados Unidos como
reação aos conflitos sociais e violência sofridas pelas
classes menos favorecidas.
Artistas
Basquiat
• Nasceu em 1960 no
Brooklyn.
• Foi quem
popularizou o
graffiti pelo mundo.
• Graffitava nas ruas,
até sua arte ser
levada para as
galerias com a
ajuda de Andy
Warhol.
Basquiat
Andy Warhol
• Artista da Pop Art.
Bansky
• Banksy é o pseudônimo de um grafiteiro,
pintor, ativista político e diretor de cinema
inglês. Sua arte de rua satírica e subversiva
combina humor negro e graffiti feito com uma
distinta técnica de estêncil. Seus trabalhos de
comentários sociais e políticos podem ser
encontrados em ruas, muros e pontes de
cidades por todo o mundo.
Stencil
• Um estêncil (do inglês stencil) é uma técnica
usada para aplicar um desenho ou ilustração que
pode representar um número, letra, símbolo
tipográfico ou qualquer outra forma ou imagem
figurativa ou abstrata, através da aplicação de
tinta, aerossol ou não, através do corte ou
perfuração em papel ou acetato. Resultando em
uma prancha com o preenchimento do desenho
vazado por onde passará a tinta. O estêncil
obtido é usado para imprimir imagens sobre
inúmeras superfícies, do cimento ao tecido de
uma roupa.
GrafiteirosBrasileiros
• OsGemeos
• Nina Pandolfo
• Mateu Velasco
OsGemeos
Osgemeos por Ana Carolina Ralston
(1974 – São Paulo, Brasil)
Destas duas mentes transbordam todas as cores e sabores da imaginação. Lá tudo é
possível e qualquer sonho se torna realidade. A inspiração para tantos desenhos e
fábulas mágicas vem da forma com que a dupla Gustavo e Otávio Pandolfo,
conhecidos como OSGEMEOS,refletem em seu interior a realidade e a fantasia que
lhes rodeiam. Cada pequeno detalhe, porque são através deles que suas obras
assumem esta forma já tão reconhecível, são componentes importantes na criação do
mundo fantástico, cheio de histórias cotidianas em forma de poesia. O mundo
encantado em que vivem todos os seus personagens e que funciona como a janela da
alma única dos irmãos gêmeos é repleto de uma mistura harmoniosa entre realismo e
ficção. Suas histórias dançam entre dois importantes pilares. O olhar sonhador que
possibilita a materialização de um mundo cheio de fantasias e suas críticas incisivas
sobre as dificuldades enfrentadas por tantos cidadãos espalhados pelo mundo,vitimas
de um modelo socioeconômico que se encontra em grande transformação. Dessa
união nascem obras que invocam um universo lírico e criações que mesclam ambas
projeções, como se os próprios personagens mágicos criticassem com olhos inocentes
toda a discrepância que existe nesta sociedade.
NinaPandolfo
• Nascida no interior de SP, filha mais nova do
total de 5 meninas.
• Com traço suave e de personalidade suas
obras podem ser vistas nas ruas ou em
galerias.
• Um dos nomes femininos mais forte da arte
contemporânea brasileira.
Mateu Velasco
Mateu Velasco nasceu em 1980, em Nova Iorque, mas desde pequeno viveno Rio
de Janeiro. Em 2003 formou-se em desenho industrial pelo Departamento de
Artes & Design da PUC-Rio. Tendo realizado cursos degravura, ilustração, caligrafia
experimental e computação gráfica, Mateu desenvolveu um estilo próprio de
ilustração e grafite, que podem ser encontrados pelos muros e galerias do Rio de
Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Paris, Lisboa e EUA.
O trabalho de Mateu discute com um processo de democratização da arte, ao ir
além dos limites formais e culturais, convertendo o espaço público em opção de
espaço estético.
A arte de Mateu revela uma realidade que vivemos e não percebemos, ativando
nossa memória e sensibilidade através de sua poética crítica e conceitual. Repletos
de referências do cotidiano urbano, seus grafites sinalizam uma insistente
necessidade de humanização da cidade. Os tentáculos, quase sempre presentes
no trabalho de Mateu capturam o espectador e o transporta para um mundo de
superposições e signos gráficosrecortados de elementos do mundo real com
caráter lúdico: selos, cartas e manuscritos, gotas, nuvens, flores. O resultado é
uma colagem de pedaços de memórias que despertam nosso olhar, afirmando sua
qualidade etérea.
Pichação x Graffiti
História e artistas do graffiti
História e artistas do graffiti

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Aula arte realista
Aula   arte realistaAula   arte realista
Aula arte realista
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
Land Art
Land ArtLand Art
Land Art
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
Expressionismo
Expressionismo Expressionismo
Expressionismo
 
Arte urbana do grafite
Arte urbana do grafiteArte urbana do grafite
Arte urbana do grafite
 
Arte contemporanea
Arte contemporaneaArte contemporanea
Arte contemporanea
 
Arte - Realismo
Arte - RealismoArte - Realismo
Arte - Realismo
 
Artes Visuais
Artes VisuaisArtes Visuais
Artes Visuais
 
Op art
Op artOp art
Op art
 
Expressionismo slide
Expressionismo slideExpressionismo slide
Expressionismo slide
 
Impressionismo no Brasil
Impressionismo no BrasilImpressionismo no Brasil
Impressionismo no Brasil
 
Op Art
Op ArtOp Art
Op Art
 
Art Nouveau (Arte Nova)
Art Nouveau (Arte Nova)Art Nouveau (Arte Nova)
Art Nouveau (Arte Nova)
 
Neoclassicismo, romantismo e realismo
Neoclassicismo, romantismo e realismoNeoclassicismo, romantismo e realismo
Neoclassicismo, romantismo e realismo
 
Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
 
Grafite x pichação
Grafite x pichaçãoGrafite x pichação
Grafite x pichação
 
Arte e tecnologia
Arte e tecnologiaArte e tecnologia
Arte e tecnologia
 
Pop Art em Resumo
Pop Art em ResumoPop Art em Resumo
Pop Art em Resumo
 
Historia do desenho
Historia do desenhoHistoria do desenho
Historia do desenho
 

Semelhante a História e artistas do graffiti

Grafite etnografismo
Grafite etnografismoGrafite etnografismo
Grafite etnografismoNancihorta
 
Arte Urbana Grafite1.pdf
Arte Urbana Grafite1.pdfArte Urbana Grafite1.pdf
Arte Urbana Grafite1.pdfsolsol94
 
Arte rupestre, arte nos muros, grafite e pichação
Arte rupestre, arte nos muros, grafite e pichaçãoArte rupestre, arte nos muros, grafite e pichação
Arte rupestre, arte nos muros, grafite e pichaçãoAline Raposo
 
História da Arte: Pintura mural
História da Arte: Pintura muralHistória da Arte: Pintura mural
História da Arte: Pintura muralRaphael Lanzillotte
 
Arte 5 ano 2023.pptx
Arte 5 ano 2023.pptxArte 5 ano 2023.pptx
Arte 5 ano 2023.pptxAdemarCouto3
 
Graffit: Amor Ou Odio?
Graffit: Amor Ou Odio?Graffit: Amor Ou Odio?
Graffit: Amor Ou Odio?guest75153a
 
Pintura rupestre x arte mural x grafite x completo
Pintura rupestre x arte mural x grafite x completoPintura rupestre x arte mural x grafite x completo
Pintura rupestre x arte mural x grafite x completoCEF16
 
Grafite slides aula oitavas série
Grafite  slides aula oitavas sérieGrafite  slides aula oitavas série
Grafite slides aula oitavas sériecleorosa89
 
REPORTAGENS_Guache Marques
REPORTAGENS_Guache MarquesREPORTAGENS_Guache Marques
REPORTAGENS_Guache Marquesguachemarques
 
Graffiti à Brasileira n° 1, mar 2011
Graffiti à Brasileira n° 1, mar 2011Graffiti à Brasileira n° 1, mar 2011
Graffiti à Brasileira n° 1, mar 2011oficinativa
 
Representação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticasRepresentação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticasCEF16
 

Semelhante a História e artistas do graffiti (20)

Grafite etnografismo
Grafite etnografismoGrafite etnografismo
Grafite etnografismo
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
 
Gerchman, rubens
Gerchman, rubensGerchman, rubens
Gerchman, rubens
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
 
Arte Urbana Grafite1.pdf
Arte Urbana Grafite1.pdfArte Urbana Grafite1.pdf
Arte Urbana Grafite1.pdf
 
Dias, antonio
Dias, antonioDias, antonio
Dias, antonio
 
Nina
NinaNina
Nina
 
26 arte contemporanea 2020
26 arte contemporanea 202026 arte contemporanea 2020
26 arte contemporanea 2020
 
Arte rupestre, arte nos muros, grafite e pichação
Arte rupestre, arte nos muros, grafite e pichaçãoArte rupestre, arte nos muros, grafite e pichação
Arte rupestre, arte nos muros, grafite e pichação
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
 
História da Arte: Pintura mural
História da Arte: Pintura muralHistória da Arte: Pintura mural
História da Arte: Pintura mural
 
Arte 5 ano 2023.pptx
Arte 5 ano 2023.pptxArte 5 ano 2023.pptx
Arte 5 ano 2023.pptx
 
Arte
ArteArte
Arte
 
Graffit: Amor Ou Odio?
Graffit: Amor Ou Odio?Graffit: Amor Ou Odio?
Graffit: Amor Ou Odio?
 
Pintura rupestre x arte mural x grafite x completo
Pintura rupestre x arte mural x grafite x completoPintura rupestre x arte mural x grafite x completo
Pintura rupestre x arte mural x grafite x completo
 
Grafite slides aula oitavas série
Grafite  slides aula oitavas sérieGrafite  slides aula oitavas série
Grafite slides aula oitavas série
 
REPORTAGENS_Guache Marques
REPORTAGENS_Guache MarquesREPORTAGENS_Guache Marques
REPORTAGENS_Guache Marques
 
Graffiti à Brasileira n° 1, mar 2011
Graffiti à Brasileira n° 1, mar 2011Graffiti à Brasileira n° 1, mar 2011
Graffiti à Brasileira n° 1, mar 2011
 
Representação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticasRepresentação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticas
 
Pós modernismo
Pós modernismoPós modernismo
Pós modernismo
 

Mais de Martha Rodrigues

Mais de Martha Rodrigues (8)

Simple present
Simple presentSimple present
Simple present
 
Arte popular brasileira na arte contemporanea
Arte popular brasileira na arte contemporaneaArte popular brasileira na arte contemporanea
Arte popular brasileira na arte contemporanea
 
Ilustração ciêntífica
Ilustração ciêntíficaIlustração ciêntífica
Ilustração ciêntífica
 
O corpo da mulher ao longo dos séculos
O corpo da mulher ao longo dos séculosO corpo da mulher ao longo dos séculos
O corpo da mulher ao longo dos séculos
 
Paulo e estevão
Paulo e estevãoPaulo e estevão
Paulo e estevão
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Naturalismo
Naturalismo Naturalismo
Naturalismo
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 

História e artistas do graffiti

  • 2. Históriado Grafitti • Surgiu em Nova York no ano de 1970. • Até ser aceito como forma de arte, era tido como vandalismo. • Eram feito apenas em muros e paredes, até entrar também para as galerias de arte
  • 3. Características • Servem para expressar ideias e sentimentos ou apenas para deixar sua marca. • Pode ser feito com pincel, rolo, Spray e compressor.
  • 4. Naantiguidade • As primeiras formas de expressão consideradas “Graffiti” foram as pinturas rupestres, ou seja, as pinturas na caverna.
  • 5. Ligação com o Hip Hop • O Hip Hop e o Graffiti tem a mesma origem, ambos surgiram nos bairros pobres do Estados Unidos como reação aos conflitos sociais e violência sofridas pelas classes menos favorecidas.
  • 7. Basquiat • Nasceu em 1960 no Brooklyn. • Foi quem popularizou o graffiti pelo mundo. • Graffitava nas ruas, até sua arte ser levada para as galerias com a ajuda de Andy Warhol.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12. Andy Warhol • Artista da Pop Art.
  • 13. Bansky • Banksy é o pseudônimo de um grafiteiro, pintor, ativista político e diretor de cinema inglês. Sua arte de rua satírica e subversiva combina humor negro e graffiti feito com uma distinta técnica de estêncil. Seus trabalhos de comentários sociais e políticos podem ser encontrados em ruas, muros e pontes de cidades por todo o mundo.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20. Stencil • Um estêncil (do inglês stencil) é uma técnica usada para aplicar um desenho ou ilustração que pode representar um número, letra, símbolo tipográfico ou qualquer outra forma ou imagem figurativa ou abstrata, através da aplicação de tinta, aerossol ou não, através do corte ou perfuração em papel ou acetato. Resultando em uma prancha com o preenchimento do desenho vazado por onde passará a tinta. O estêncil obtido é usado para imprimir imagens sobre inúmeras superfícies, do cimento ao tecido de uma roupa.
  • 21. GrafiteirosBrasileiros • OsGemeos • Nina Pandolfo • Mateu Velasco
  • 22. OsGemeos Osgemeos por Ana Carolina Ralston (1974 – São Paulo, Brasil) Destas duas mentes transbordam todas as cores e sabores da imaginação. Lá tudo é possível e qualquer sonho se torna realidade. A inspiração para tantos desenhos e fábulas mágicas vem da forma com que a dupla Gustavo e Otávio Pandolfo, conhecidos como OSGEMEOS,refletem em seu interior a realidade e a fantasia que lhes rodeiam. Cada pequeno detalhe, porque são através deles que suas obras assumem esta forma já tão reconhecível, são componentes importantes na criação do mundo fantástico, cheio de histórias cotidianas em forma de poesia. O mundo encantado em que vivem todos os seus personagens e que funciona como a janela da alma única dos irmãos gêmeos é repleto de uma mistura harmoniosa entre realismo e ficção. Suas histórias dançam entre dois importantes pilares. O olhar sonhador que possibilita a materialização de um mundo cheio de fantasias e suas críticas incisivas sobre as dificuldades enfrentadas por tantos cidadãos espalhados pelo mundo,vitimas de um modelo socioeconômico que se encontra em grande transformação. Dessa união nascem obras que invocam um universo lírico e criações que mesclam ambas projeções, como se os próprios personagens mágicos criticassem com olhos inocentes toda a discrepância que existe nesta sociedade.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28. NinaPandolfo • Nascida no interior de SP, filha mais nova do total de 5 meninas. • Com traço suave e de personalidade suas obras podem ser vistas nas ruas ou em galerias. • Um dos nomes femininos mais forte da arte contemporânea brasileira.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34. Mateu Velasco Mateu Velasco nasceu em 1980, em Nova Iorque, mas desde pequeno viveno Rio de Janeiro. Em 2003 formou-se em desenho industrial pelo Departamento de Artes & Design da PUC-Rio. Tendo realizado cursos degravura, ilustração, caligrafia experimental e computação gráfica, Mateu desenvolveu um estilo próprio de ilustração e grafite, que podem ser encontrados pelos muros e galerias do Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Paris, Lisboa e EUA. O trabalho de Mateu discute com um processo de democratização da arte, ao ir além dos limites formais e culturais, convertendo o espaço público em opção de espaço estético. A arte de Mateu revela uma realidade que vivemos e não percebemos, ativando nossa memória e sensibilidade através de sua poética crítica e conceitual. Repletos de referências do cotidiano urbano, seus grafites sinalizam uma insistente necessidade de humanização da cidade. Os tentáculos, quase sempre presentes no trabalho de Mateu capturam o espectador e o transporta para um mundo de superposições e signos gráficosrecortados de elementos do mundo real com caráter lúdico: selos, cartas e manuscritos, gotas, nuvens, flores. O resultado é uma colagem de pedaços de memórias que despertam nosso olhar, afirmando sua qualidade etérea.
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38.