OUTPUT TEAM DAYS EB Q1 - JANEIRO 2013
O Team Days do EB 2013 da AIESEC Criciúma referente ao Q1 aconteceu nos dias 26 e27 de Janeiro, no Farol de Santa Marta – ...
GTKEOFoi aplicada a seguinte dinâmica:TÉCNICA          AUTO-RETRATO DESENHADOFONTE            Projeto Memorial PirajáOBJET...
Conteúdos biográficos que estejam muito ligados à esfera da vida privada não devem ser                 estimulados. Caso o...
A partir disso pudemos conversar sobre liderança e gerenciamento de times, e qual adiferença de gerenciar uma área e ser E...
EB BuildingFoi definida a identidade e as regras do time, e estabelecidos horários para coachs individuais.Nome: EB 3D.Pal...
Network @Bazi + 2015 Vision        Relembramos os pilares da visão 2015 através de 2 vídeos e um handout e fomos paraa pra...
Q1 Building        O objetivo era definir três estratégias/ações relacionadas ao Q1 de todo o CL:challange, PSEL e fundrai...
Vision and Drivers Review     Revisamos se todos concordavam que a visão estava de acordo com o que o CL se     propõe e s...
LC Calendar     Vamos colar no CL um listão/calendário com as datas mais importantes (em negrito)     2/2 – PLAN          ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Output Team Days Q1

513 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
513
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
115
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Output Team Days Q1

  1. 1. OUTPUT TEAM DAYS EB Q1 - JANEIRO 2013
  2. 2. O Team Days do EB 2013 da AIESEC Criciúma referente ao Q1 aconteceu nos dias 26 e27 de Janeiro, no Farol de Santa Marta – SC, e tinha como principais objetivos: construção deidentidade de time, alinhamento de expectativas e planejamento estratégico do CL. Abaixo a agenda do evento. AGENDA TEAM DAYS EB 2013 Q1 DAY 2 DAY 306:30 07:00 06:30 07:00 Traveling and ZzZzZz...07:00 07:30 07:00 07:30 Arrival07:30 08:00 Wake up and 07:30 08:0008:00 08:30 breakfest 08:00 08:3008:30 09:00 Strategic 08:30 09:00 EB Moments <3 GTKEO09:00 09:30 Leadership 09:00 09:30 What to expect09:30 10:00 Network @Bazi 09:30 10:00 Ways to work10:00 10:30 Break + 2015 Vision 10:00 10:30 Building Something10:30 11:00 What is a Break 10:30 11:0011:00 11:30 team? What is 11:00 11:3011:30 12:00 a leader? Q1 Building 11:30 12:0012:00 12:30 12:00 12:3012:30 13:00 12:30 13:00 Picnic/lunch13:00 13:30 Picnic/lunch 13:00 13:3013:30 14:00 13:30 14:0014:00 14:30 Vision and 14:00 14:30 EB Living +14:30 15:00 Drivers Review 14:30 15:00 VP Living = ?15:00 15:30 Structure Based 15:00 15:3015:30 16:00 VPs and EB on Projects 15:30 16:0016:00 16:30 Legacy Goals Review 16:00 16:3016:30 17:00 Break and Build 16:30 17:0017:00 17:30 Corners 17:00 17:3017:30 18:00 17:30 18:00 LC Calendar18:00 18:30 EB Building 18:00 18:30 Building18:30 19:00 18:30 19:0019:00 19:30 Eat something 19:00 19:30 and say bye19:30 20:00 bye! 19:30 20:0020:00 20:30 Dinner, dress 20:00 20:30 up and have20:30 21:00 20:30 21:00 some fun! Going home21:00 21:30 21:00 21:3021:30 22:00 21:30 22:00
  3. 3. GTKEOFoi aplicada a seguinte dinâmica:TÉCNICA AUTO-RETRATO DESENHADOFONTE Projeto Memorial PirajáOBJETIVOS Aprofundar a percepção de si mesmo; Perceber as motivações que interferem nos pensamentos, sentimentos e ações.MATERIAIS Papel ofício; lápis, borracha e lápis de cor ou de cera.DESSENVOLVI 1. Grupo em círculo, sentado.MENTO 2. Solicitar que desenhem na folha de papel uma figura humana de frente, da cabeça aos pés. Ao terminar, colocar o desenho no chão à sua frente. Olhar para a figura, entrar em contato com ela, dar-lhe uma identidade, uma vida e um nome. 3. Pedir a todos que, juntos, cada um no seu desenho, respondam por escrito às solicitações que lhes serão feitas, descritas a seguir.  Saindo da cabeça do personagem, fazer um balão com três idéias que ninguém irá modificar;  Saindo da boca, fazer um balão com uma frase que foi dita e da qual se arrependeu e outra frase que precisa ser dita e ainda não o foi;  Do coração, sair uma seta, indicando três paixões que não vão se extinguir. Chamar a atenção do grupo para o fato de que o objeto da paixão não precisa necessariamente ser alguém, podendo tratar-se de uma idéia, uma atividade, etc.;  Na mão direita do personagem, escrever um sentimento que este tem disponível para oferecer;  Na mão esquerda, escrever uma meta que deseja alcançar;  No pé direito, escrever os passos que precisa dar em relação a essa meta.  No pé esquerdo, escrever os passos que precisa dar em relação a essa meta. 4. Quando todos terminarem o que foi solicitado, pedir que mantenham contato com o personagem desenhado, procurando os pontos semelhantes e diferentes entre ambos. Escrever no verso da folha as semelhanças e as diferenças encontradas. 5. Plenário:  Apresentar para o grupo o seu personagem na terceira pessoa;  Falar das semelhanças e das diferenças que o ligam a ele;  O facilitador pontua os aspectos importantes nas falas de cada participante.COMENTARIO Ao fazer o retrato solicitado e lhe dar vida, cada adolescente irá refletindo sobre si mesmo. É uma atividade rica, prazerosa, leve e descontraída. Contudo, algumas vezes, conteúdos pessoais mais profundos podem emergir, favorecendo a expressão de emoções intensas. Nesses momentos, o trabalho assume outra dimensão e o facilitador precisa estar preparado para não temer as emoções, para ser continente das mesmas, escutá-las, acreditando ser um canal que possibilita ao adolescente o encontro consigo mesmo.
  4. 4. Conteúdos biográficos que estejam muito ligados à esfera da vida privada não devem ser estimulados. Caso o grupo faça perguntas mais íntimas, o adolescente precisa ser informado de que tem o direito à privacidade, podendo silenciar sem que isto signifique desconfiança ou afastamento.(SERRÃO, M. e BALEEIRO, M. C. Aprendendo a Ser e a Conviver. São Paulo: Ed. FTD)WHAT IS A TEAM? WHAT IS A LEADER?Primeiramente foi aplicada a dinâmica “Palitos” descrita a seguir:Objetivos: Exercitar liderança, comunicação, incitar a criatividade, quebrar paradigmas.Material: Palitos de fósforos – equivalente a trinta unidades por subgruposProcedimentos: a) Dividir o grupo em subgrupos de cinco pessoas (foram feitos 2 grupos de 3 pessoas) b) Nomear cada participante de cada grupo com as seguintes designações: instrutor- líder, operativo e fiscal-auditor c) Distribuir vinte palitos para cada subgrupo d) Informar que só é permitido falar o instrutor-líder, o operativo apenas cumprirá as instruções (deverá estar de olhos vendados), e o fiscal auditor deverá ficar observando d.1) Os fiscais-auditores serão sempre de outros grupos (ou seja, estarão em grupos trocados) e) Estabelecer o tempo de dez minutos para cada participante exercer a sua função f) Informar que o instrutor-líder deverá orientar o operativo-cego na construção de uma “fogueira” (quatro palitos empilhados sobre outros quatro, cruzados e, assim, sucessivamente, até chegar ao topo e terem se esgotado os palitos ou o tempo de execução) g) Inverter os papéis e repetir os procedimentos h) Direcionar os comentários, observações e aprendizados. Referência: Miltão, Albigenor & Rose. Jogos, dinâmicas e vivências grupais. Rio de Janeiro: 2000. Pg. 74 Além disso, foi utilizado a apresentação de Power Point (em anexo no package) paraapresentar a dinâmica e a teoria de Jim Collins sobre líderes de nível 5, retirada do livro Goodto Great ou Empresas feitas para vencer, em português.
  5. 5. A partir disso pudemos conversar sobre liderança e gerenciamento de times, e qual adiferença de gerenciar uma área e ser EB, relacionando isso com o papel dos VPs para um bomfuncionamento do EB. Alguns pontos destacados foram:  A importância da humildade do líder diante de bons resultados e de assumir os erros e a culpa por maus resultados  Mínimos de time para a @ (integrantes, reuniões e eventos, etc)  Foco em resultados é mais importante que carismaEB LIVING + VP LIVING = ?Foram trabalhados pontos cruciais da vida dos VPs e EBs de forma lúdica com um Quizz.Alguns assuntos abordados:  Motivação (porque apliquei para estar aqui?)  Estrutura do EB  Participação em conferências nacionais  Documentos de leitura obrigatória (RI Nacional, RI Local, XPP)  Papel dos VPs em REBs e RGs  Estar preparado para lidar com o inesperado (trainee morreu, universidade faliu, etc.)  Importância do planejamento das áreas (Planning Tool)  Programas de ELD  Valores da @  Importância de checar e responder e-mails  Pró atividade no gerenciamento da área  Desligamento de membros x Energia demandadaVPs e EB Legacy Foi usada a apresentação em Power Point “My Legacy” da NPM 2012.2 e cada VPrefletiu sobre o legado que gostaria de entregar na sua área até o final da gestão a partir dasquestões levantadas na apresentação. Cada VP elaborará um legado do time por escrito com seus membros em Team Days eestes serão os oficiais, anexados em outputs futuros.
  6. 6. EB BuildingFoi definida a identidade e as regras do time, e estabelecidos horários para coachs individuais.Nome: EB 3D.Palavras-chave: inovação, ação, resolução, diferencial, multiplicar as possibilidades/dimensões.Visão: Mudar a forma linear de perceber e reagir à realidade através de inovações e açõesmultidimensionais.Conference Manager eleito: David – VP Fin.Job Description 1: Gerir o OC dos DDs, Replan, Handover, e quais outros eventos locaisacontecerem em 2013;Job Description 2: Cuidar da logística dos próximos Team Days do EB;Job Description 3: Trabalhar ao longo do ano para firmar parcerias para os eventos locais epatrocínios para a participação do EB em conferências regionais e nacionais.REB: Terça, 22h (dias letivos) – 20h (férias). Atrasos de até 15 min, membro paga R$1,00, apósisso R$2,00. O dinheiro será destinado para atividades do próprio EB.Coach individual LCP – VP: a cada 15 diasBruna: Quarta, 22h David: Terça, 11:30hAlex: Quinta, 22h Eduardo: Segunda, 11:30hLeonardo: Sábado, 16h Marcel: Sábado, 11:30hStrategic LeadershipFaci responsável: Leonardo Apresentou a teoria que trabalha com as fases que todo time passa: Forming,Storming, Norming, Performing and Adjourning. Identificamos que o EB se encontra na fase de Storming e discutimos soluções paraque passamos o quanto antes para a fase de Performing. Vimos ainda que trabalhando com estrutura de projetos os times dentro das áreasterão muito pouco tempo para viver todas as fases de forma completa, e por isso aresponsabilidade do VP de liderar o time para que ele gere resultados desde a sua formação, eantecipamos o que pode acontecer durante o Storming para que o VP evite ao máximo estassituações.
  7. 7. Network @Bazi + 2015 Vision Relembramos os pilares da visão 2015 através de 2 vídeos e um handout e fomos paraa praia pensar em estratégias para alcançar a visão 2015 localmente (o papel da @CR para arede da @BAZI).Vídeo oficial da Visão 2015: http://www.youtube.com/watch?v=1UqYz6zFgKkVídeo feito por um CL (Eddie Chaplin): http://www.youtube.com/watch?v=u3TAqzVEqs4 Estratégias pensadas pelo EB para implementação em 2013:  Realização de um YOUTH TO BUSINESS a nível local;  Palestra nas universidades da região: Araranguá (UFSC), Tubarão (Unisul), Laguna (UDESC), Lages (já é mercado de @FL ou @JV);  Engajar os Stakeholders a participar e patrocinar projetos sociais;  Criar vídeos institucionais, que mostrem a visão, os pilares e os valores da @ e @CR;  Criar uma cultura de que os próprios membros convidem colegas, amigo e conhecidos a se engajarem na organização;  Levar membros nas visitas de divulgação em outras cidades;  Abordar colégios de ensino médio (programa de embaixadores da @);  Apoiar investimentos para atingir a região sul;  Criar pontos operacionais nas regiões para disseminar os programas da @;  Mais eventos para apresentar a @;  Modelo de apresentação mais empresarial – profissionalismo no Ew@;  Desenvolver projetos com TN Takers que envolvam o máximo de pessoas da comunidade, e que estes projetos impactem positivamente ao ponto de que os envolvidos se engajem a impactar mais e mais pessoas;  Participação em eventos universitários como: Feira de Empregabilidade (SATC); Feira das Profissões (UNESC); Semana da Ciência e Tecnologia (UNESC), etc.;  Apresentar a @ para coordenadores e professores do curso para buscar acadêmicos com perfil e potencial;  Preparar os membros para serem promoters, e não só o EB.
  8. 8. Q1 Building O objetivo era definir três estratégias/ações relacionadas ao Q1 de todo o CL:challange, PSEL e fundraising para a CONADE; e estratégias especificas para as áreas deoperação para gerar os 16 intercâmbios Q4/Q1 para aplicarmos para mudança de status paraCL na CONADE. PSEL Perfil de membros a serem recrutados:GIPi: Horário comercial disponível, de preferência cursos como administração e engenhariasGCDPo: ComunicativoGCDPi: Horário comercial e inglês avançado, de preferência boa comunicaçãoGIPo: Disponibilidade de tempo e inglês (contatos com CA’s dos cursos foco)FIN: Confiável, comprometido e perfeccionista Fundraising CONADEResponsável: DavidSugestões:  Confecção de camisetas para vender na GM  Parcerias (empresas de formatura, turismo, CDL, autoviação, etc.)  Eventos  Palestras com temas diversos (promove a @ e cobra fee p/ entrar)  SATC – parceria para cobrar fee em palestras (2º semestre) ICX GCDP  Match CSU (espanhol) – 1 ou 2  Match Balão Mágico (trab. c/ crianças) - 2  Match AFIS (rever Job Description) - ?  Host OGX GCDP  Limpar Pipeline  Divulgação em cursinhos pré-vestibular  Federal de Araranguá Legalização Maiara: falar com o pai (contador) sobre fundar legalmente hoje Leonardo: falar com seu primo (advogado) sobre assinar ata e estatuto
  9. 9. Vision and Drivers Review Revisamos se todos concordavam que a visão estava de acordo com o que o CL se propõe e se os Drivers a atingem por completo. Após isso cada VP avaliou como cada Driver se conecta com a sua área e compartilhamos para o EB as constatações. Visão: “Ser a organização estudantil referencia em liderança, desenvolvimento pessoal e intercâmbios universitários na região Sul de Santa Catarina.” Drivers: #1 Consolidação da Cultura Organizacional #2 Crescimento e maturidade nos programas de ELD #3 Posicionamento Externo Obs: O que cada VP relacionou entre os drivers e a sua área será trabalhado nos Team Days dos times, e por isso não está neste output. Structure Based on Projects Trabalhamos com a apresentação de Power Point sobre Eficiência e Relevância da NPM 2012.2, quando foi apresentado pela 1ª vez o modelo de estrutura baseado em projetos, e a partir disso discutimos como iremos implementar isso a nível local. Foi definido que manteremos membros de times - como era feito - para permitir que os times desenvolvam identidade e passem pelas fases vistas na sessão de Strategic Leadership, porém esses membros terão Jobs claras dentro dos projetos, e metas mais concretas para atingir. Além disso a grande mudança será no tipo de Job, pois ao invés do membro só realizar uma única atividade como Sales ou Delivery, por exemplo, ele terá uma visão geral do projeto, sabendo exatamente o porque de desenvolver cada Job, além de passar por todo o processo e não ficar preso a apenas uma função, tendo uma experiência mais completa. Goals Review and Build Corners Não foi feita uma revisão a fundo de todas as metas como o planejado. Conversamos mais sobre as metas do Q1, principalmente no que diz respeito à entrega do mínimo de X para aplicação de mudança de status na CONADE, e a partir disso pensamos em estratégias para que isso ocorra.  GCDPi: MA das TNs available + novas TNs e fast MA  GCDPo: Limpa de Pipeline + Off-Peak Recruitment
  10. 10. LC Calendar Vamos colar no CL um listão/calendário com as datas mais importantes (em negrito) 2/2 – PLAN 8/7 – 1/8 – Recesso UNESC 6/2 – Aniversário Maiara 22 – 28/7 – CONADE 7/2 – DDL Inscrição GM 29/7 – Aniversário Alex 23/2 – EB Day 6/8 – Aniversário Bruna 18-22/2 – 1ª RG do ano! 22/8 – Aniversário Leonardo ?/2 – Recepção dos Calouros 26/8 – Aniversário Marcel UNESC ?/8 – Recepção de calouros UNESC 1, 2 e 3/3 – GM - Growth Mettings 3 e 4/8 – Team Days EB Q3 em Porto Alegre 10 e 11/8 – REPLAN 15, 16 e 17/3 – NPM 2013.1 21 e 22/9 – DD – Discovery Days 23 e 24/3 – Team Days EB Q2 5 e 6/10 – Team Days Q4 6 e 7/4 – DD - Discovery Days 11/10 – Aniversário Eduardo 20/5 – Aniversário do David 21 – 25/10 – Semana da Tecnologia 25/5 – EB Day UNESC 8 e 9/6 – DD Cidadão Global 9 e 10/10 – DD Cidadão Global 30/6 – EB Day

×