DESCONSTRUÇÃO     X                MARIANE COSTA MATOS
EZLNEXÉRCITO ZAPATISTA DE LIBERTAÇÃO           NACIONAL
1- FORMACOM GORROS PRETOS(PASAMONTAÑA)     ELENÇOS    VERMELHOS(PALIACATES),  ELESGRITAVAM “JÁ BASTA”CONTRA A HUMILHAÇÃOE ...
1- FORMA O GORRO SIMBOLIZAVA:• A não personificação de uma luta (todos como um, sem um determinado protagonist•   A subve...
2- ÍCONEMARCOS“...Marcos é um ser humano qualquerdeste mundo. Marcos simboliza todas asminorias      oprimidas,       resi...
 Marcos se tornou um instrumento de interlocução e  conexão entre dois mundos muito diferentes: o  indígena e o ocidental...
3- COR  “…utilizamos as cores vermelho e preto em nosso uniforme,  símbolos do povo trabalhador em suas lutas e mobilizaçõ...
4- NOME EZLN – EXÉRCITO ZAPATISTA DE LIBERTAÇÃO NACIONAL  O movimento nasce inspirado no   grande personagem da história ...
5- IMAGEM    “UNIVERSALIZADA”    • Apoiado no eixo de que Marcos somos todos nós,      o Movimento zapatista baseia-se na ...
6- LÍNGUA “Os zapatistas conseguiram montar uma rede de comunicação Internacional via internet que fez a diferença na guer...
6- LÍNGUA   UTILIZAÇÃO DA CULTURA    INDÍGENA (VELHO ANTÔNIO) “LINGUAGEM ABERTA” (DE TODOS/PARA TODOS)
7- SOM                                  HINO  Ya se mira el horizonte                Nuestro pueblo dice ya  Combatiente z...
MSTMOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS            SEM TERRA
1- FORMAEnxadas      levantadasrepresentam            aatuação do MST. Sede        um       ladopresenciamos        elasco...
2- ÍCONE    O COLETIVO :    •   Não existe no Movimento uma figura paternalista que        o defina ou o represente.
3- COR• cor vermelha: representa o sangue que corre em nossas             veias e a disposição de lutar pela Reforma Agrár...
• cor verde: representa a esperança de vitória a cada            latifúndio que conquistamos• cor preta: representa o noss...
4- NOME  MST – MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM TERRA   O nome se relaciona diretamente com a    principal problemá...
“Nome sem-terra foi uma expressão cunhada pela mídia eapropriada pelo MST, que remete à questão de classe, aonão lugar que...
5- IMAGEM    PROPAGANDA PELA AÇÃO    • MST vem construindo uma imagem ao longo de sua história      através da ação. Eles ...
“As ocupações, para além de ação de luta, tambémcarregam em si um simbolismo, pois romper a cercado latifúndio é romper as...
6- LÍNGUA   Para garantir sua sobrevivência no espaço público, os movimentos   sociais são obrigados a criarem e cativarem...
• MST possui os seus:a) O Jornal Sem-Terra, criado há quase 25 anos, tem edição mensal e é produzido pelopróprio Movimento...
7- SOM     “A convicção no programa do MST é buscada com     a ajuda de idéias-força como a de dignidade     alcançada pel...
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação

515 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
515
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
224
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação

  1. 1. DESCONSTRUÇÃO X MARIANE COSTA MATOS
  2. 2. EZLNEXÉRCITO ZAPATISTA DE LIBERTAÇÃO NACIONAL
  3. 3. 1- FORMACOM GORROS PRETOS(PASAMONTAÑA) ELENÇOS VERMELHOS(PALIACATES), ELESGRITAVAM “JÁ BASTA”CONTRA A HUMILHAÇÃOE EXPLORAÇÃO.
  4. 4. 1- FORMA O GORRO SIMBOLIZAVA:• A não personificação de uma luta (todos como um, sem um determinado protagonist• A subversão de símbolos indígenas ancestrais, onde as máscaras serviam para imputar o terror ;• O retorno dos antepassados ;• Servindo também como espelho, onde o país enxerga seu problema e pensa em um solução ;
  5. 5. 2- ÍCONEMARCOS“...Marcos é um ser humano qualquerdeste mundo. Marcos simboliza todas asminorias oprimidas, resistindo,explodindo, dizendo já basta. Todas asminorias na hora de falar, e as maioriasna hora de calar e aguentar. Todos osmarginalizados procurando uma palavra,sua palavra. Tudo o que incomoda opoder e as boas consciências, isso éMarcos".
  6. 6.  Marcos se tornou um instrumento de interlocução e conexão entre dois mundos muito diferentes: o indígena e o ocidental. Ele representa a retomada de antigos sentimentos reprimidos, ele traz a tona o despertar da luta contra esse sistema que só acumula
  7. 7. 3- COR “…utilizamos as cores vermelho e preto em nosso uniforme, símbolos do povo trabalhador em suas lutas e mobilizações; nossa bandeira leva as letras EZLN, de Exército Zapatista de Libertação Nacional, e com ela iremos aos combates sempr
  8. 8. 4- NOME EZLN – EXÉRCITO ZAPATISTA DE LIBERTAÇÃO NACIONAL  O movimento nasce inspirado no grande personagem da história do México, Emiliano Zapata.
  9. 9. 5- IMAGEM “UNIVERSALIZADA” • Apoiado no eixo de que Marcos somos todos nós, o Movimento zapatista baseia-se na construção coletiva, na participação de todos.
  10. 10. 6- LÍNGUA “Os zapatistas conseguiram montar uma rede de comunicação Internacional via internet que fez a diferença na guerra. A utilização bélica desses elementos de ação por parte de um grupo guerrilheiro parece indicar que nos encontramos ante outro tipo de guerra, „esta guerra‟ – como disse Yvon Le Bot – „posterior à queda do Muro de Berlim, em que os símbolos Importam mais que as armas, a comunicação mais que a correlação de forças.” (9 SAINT- PIERRE, Héctor Luis)
  11. 11. 6- LÍNGUA UTILIZAÇÃO DA CULTURA INDÍGENA (VELHO ANTÔNIO) “LINGUAGEM ABERTA” (DE TODOS/PARA TODOS)
  12. 12. 7- SOM HINO Ya se mira el horizonte Nuestro pueblo dice ya Combatiente zapatista Acabar la explotación El camino marcará Nuestra historia exige ya A los que vienen atrás Lucha de liberación Vamos, vamos, vamos, vamos Vamos, vamos, vamos, vamos adelante adelante Para que salgamos en la lucha avante Para que salgamos en la lucha Porque nuestra Patria grita y necesita avante De todo el esfuerzo de los zapatistas Porque nuestra Patria grita y necesita Ejemplares hay que ser De todo el esfuerzo de los Y seguir nuestra consigna zapatistas Que vivamos por la patria O morir por la libertad Hombres, niños y mujeres El esfuerzo siempre haremos Vamos, vamos, vamos, vamos adelante Campesinos, los obreros Para que salgamos en la lucha avante Todos juntos con el pueblo Porque nuestra Patria grita y necesita De todo el esfuerzo de los zapatistas. Vamos, vamos, vamos, vamos
  13. 13. MSTMOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM TERRA
  14. 14. 1- FORMAEnxadas levantadasrepresentam aatuação do MST. Sede um ladopresenciamos elascomo representaçãodo trabalho na terra deoutro a enxergamoscomo “arma” de umaluta.
  15. 15. 2- ÍCONE O COLETIVO : • Não existe no Movimento uma figura paternalista que o defina ou o represente.
  16. 16. 3- COR• cor vermelha: representa o sangue que corre em nossas veias e a disposição de lutar pela Reforma Agrária e pela transformação da sociedade.• cor branca: representa a paz pela qual lutamos e que somente será conquistada quando houver justiça social para todos
  17. 17. • cor verde: representa a esperança de vitória a cada latifúndio que conquistamos• cor preta: representa o nosso luto e a nossa homenagem a todos os trabalhadores e trabalhadoras que tombaram, lutando pela nova sociedade
  18. 18. 4- NOME MST – MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM TERRA  O nome se relaciona diretamente com a principal problemática/reinvidicação do movimento.
  19. 19. “Nome sem-terra foi uma expressão cunhada pela mídia eapropriada pelo MST, que remete à questão de classe, aonão lugar que possui e que deveria estar, remete à exclusão.Pertencer ao MST é se reconhecer como excluído de umprocesso e ao mesmo tempo a reafirmação da luta contraesta exclusão.” (Reis, Cristiane)
  20. 20. 5- IMAGEM PROPAGANDA PELA AÇÃO • MST vem construindo uma imagem ao longo de sua história através da ação. Eles agem e com isso levam a todos uma imagem de impacto que se traduz em esperança. Buscando, dessa forma, o despertar da luta contra tantas e tantas injustiças.
  21. 21. “As ocupações, para além de ação de luta, tambémcarregam em si um simbolismo, pois romper a cercado latifúndio é romper as amarras de séculos deconcentração de terras. É um momento de êxtase, deconquista, de coragem para um povo oprimido eespoliado. Neste mesmo sentido, tem-se o levantardas barracas no acampamento, quando o coraçãopulsa mais forte com o orgulho que carregam pelabandeira fincada na terra. Para desqualificar a ação,a mídia utiliza-se do termo invasão, pois agrega a si aidéia de violência.”(Reis, Cristiane)
  22. 22. 6- LÍNGUA Para garantir sua sobrevivência no espaço público, os movimentos sociais são obrigados a criarem e cativarem uma simbologia própria, criando luares, ideias, eventos e palavras-chave que o desviem de toda a mídia tradicional massificante. Com o MST não é diferente, convivemos por exemplo a relação do vocábulo invasão ( comum nos grandes meios) e a alternativa criada pelo movimento: ocupação.
  23. 23. • MST possui os seus:a) O Jornal Sem-Terra, criado há quase 25 anos, tem edição mensal e é produzido pelopróprio Movimento e com vistas aos seus membros;b) A Revista Sem-Terra tem circulação bimestral e visa atingir setores da sociedadecivil, simpatizantes ao Movimento;15 Cristiane ReisAs estratégias comunicacionais do MSTc) O sited) MST Informa é um boletim eletrônico, com edição quinzenal, enviado aoscadastrados através do site.e) As rádios comunitárias são incentivadas dentro dos acampamentos do MST,servindo também para comunicação interna.f) O Programa de rádio Vozes da Terra surgiu em 2000, numa parceira com aUniversidade Católica de Santos (Unisantos), sendo distribuído por cerca de 500 rádioscomunitárias.Uma forma de ação promovida nos acampamentos e que evita o isolamento, é, porexemplo, naqueles que são mais organizados, a distribuição de parte da colheita àspessoas de baixa renda residentes na proximidade, para além do envolvimento dacomunidade em rádios comunitárias.
  24. 24. 7- SOM “A convicção no programa do MST é buscada com a ajuda de idéias-força como a de dignidade alcançada pelo trabalho, a de liberdade e a de esperança em um futuro que recompensará o presente de luta. Invoca-se ainda uma imagem de enfrentamento aos opressores e um espírito de sacrifício.” (Fonseca, Isabel Costa)

×