SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
A  avaliação  do  desempenho...
O dono de um talho foi surpreendido pela entrada de um cão dentro da loja. Ele enxotou-o mas o cão voltou logo de seguida.
Novamente ele tentou espantá-lo mas reparou que o cão trazia um bilhete na boca.  Ele pegou o bilhete e leu: - Pode mandar-me 12 salsichas e uma perna de carneiro, por favor?
O cão trazia também dinheiro na boca, uma nota de 50 euros.  Ele pegou no dinheiro, pôs as salsichas e a perna de carneiro num saco e colocou-o na boca do cão.
Este começou a descer a rua e quando chegou ao cruzamento depositou o saco no chão, pulou e carregou no botão  para o sinal ficar verde. O talhante ficou realmente impressionado. Como já estava na hora, decidiu fechar a loja e  seguir o cão.
Atravessou a rua e caminhou até uma paragem de autocarro, sempre com o talhante a  segui-lo. Esperou pacientemente com o saco na boca que o sinal fechasse e pudesse atravessar.
Na paragem, o cão olhou para o painel dos horários e sentou-se no banco, esperando o  autocarro. Quando um autocarro chegou, o cão foi até à frente para conferir o número e voltou para o seu  lugar. Outro autocarro chegou e ele tornou a olhar, viu que aquele era o número certo e entrou.
O talhante, boquiaberto, seguiu o cão. Mais adiante o cão levantou-se, ficou em pé nas duas patas traseiras e carregou no botão para mandar parar o autocarro, tudo isso com as compras ainda na boca. O talhante e o cão foram caminhando pela rua quando o cão parou à porta de uma casa e pôs as  compras no passeio.
Então virou-se um pouco, correu e atirou-se contra a porta. Tornou a fazer o mesmo mas ninguém respondeu. Então contornou a casa, pulou um muro baixo, foi até  à janela e começou a bater com a cabeça no vidro várias vezes. Caminhou de volta para a porta e, de repente, um tipo enorme abriu a porta e começou a espancar o bicho.
O talhante correu até ao homem e  impediu-o dizendo: "Deus do céu homem, o que é que você está a fazer? O seu cão é um génio!"
O homem respondeu:   "Um génio??? Esta já é a segunda vez, esta semana, que este cão estúpido se esquece da chave!".
Moral da história ??
Podes continuar a exceder as expectativas, mas... a tua avaliação depende sempre  da competência de quem avalia. Quanto a isso... nada podes fazer!

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Diazbarrigaevaluacioneducativayaprendizaje 090615151422-phpapp02
Diazbarrigaevaluacioneducativayaprendizaje 090615151422-phpapp02Diazbarrigaevaluacioneducativayaprendizaje 090615151422-phpapp02
Diazbarrigaevaluacioneducativayaprendizaje 090615151422-phpapp02Carolina
 
Materiales peligrosos
Materiales peligrososMateriales peligrosos
Materiales peligrososuzzi
 
Polymorphism
PolymorphismPolymorphism
PolymorphismLionzx6
 
Billetes españoles antiguos
Billetes españoles antiguosBilletes españoles antiguos
Billetes españoles antiguosAlejandro Sedó
 
Ergo amb
Ergo ambErgo amb
Ergo ambuzzi
 
Comunicação (1) benjamim moreira ucp_26maio11
Comunicação (1) benjamim moreira ucp_26maio11Comunicação (1) benjamim moreira ucp_26maio11
Comunicação (1) benjamim moreira ucp_26maio11José Matias Alves
 
Não podemos nos deixar levar por ideolgias.
Não podemos nos deixar levar por ideolgias.Não podemos nos deixar levar por ideolgias.
Não podemos nos deixar levar por ideolgias.Flor Martha S. Ferreira
 
Mutantes Deepak Chopra
Mutantes   Deepak ChopraMutantes   Deepak Chopra
Mutantes Deepak Chopraguest90aa4b
 
Webquest Tradução explicação disponibilizada na Internet
Webquest Tradução explicação disponibilizada na InternetWebquest Tradução explicação disponibilizada na Internet
Webquest Tradução explicação disponibilizada na InternetFlor Martha S. Ferreira
 
Colabora Con El Medio Ambiente
Colabora Con El Medio AmbienteColabora Con El Medio Ambiente
Colabora Con El Medio Ambientejulio cruz
 
Acciones de respuesta con materiales peligrosos
Acciones de respuesta con materiales peligrososAcciones de respuesta con materiales peligrosos
Acciones de respuesta con materiales peligrososuzzi
 

Destaque (20)

Buenos Aires Argentina
Buenos Aires ArgentinaBuenos Aires Argentina
Buenos Aires Argentina
 
Diazbarrigaevaluacioneducativayaprendizaje 090615151422-phpapp02
Diazbarrigaevaluacioneducativayaprendizaje 090615151422-phpapp02Diazbarrigaevaluacioneducativayaprendizaje 090615151422-phpapp02
Diazbarrigaevaluacioneducativayaprendizaje 090615151422-phpapp02
 
historia del arte
historia del artehistoria del arte
historia del arte
 
Materiales peligrosos
Materiales peligrososMateriales peligrosos
Materiales peligrosos
 
Polymorphism
PolymorphismPolymorphism
Polymorphism
 
Billetes españoles antiguos
Billetes españoles antiguosBilletes españoles antiguos
Billetes españoles antiguos
 
Seminário mz 19 de março
Seminário mz 19 de marçoSeminário mz 19 de março
Seminário mz 19 de março
 
Ergo amb
Ergo ambErgo amb
Ergo amb
 
Decreto Lei 319 91
Decreto  Lei 319 91Decreto  Lei 319 91
Decreto Lei 319 91
 
Presentación networkig
Presentación networkigPresentación networkig
Presentación networkig
 
Comunicação (1) benjamim moreira ucp_26maio11
Comunicação (1) benjamim moreira ucp_26maio11Comunicação (1) benjamim moreira ucp_26maio11
Comunicação (1) benjamim moreira ucp_26maio11
 
Fisica general 1
Fisica general 1Fisica general 1
Fisica general 1
 
Não podemos nos deixar levar por ideolgias.
Não podemos nos deixar levar por ideolgias.Não podemos nos deixar levar por ideolgias.
Não podemos nos deixar levar por ideolgias.
 
Mutantes Deepak Chopra
Mutantes   Deepak ChopraMutantes   Deepak Chopra
Mutantes Deepak Chopra
 
Informatica
InformaticaInformatica
Informatica
 
Webquest Tradução explicação disponibilizada na Internet
Webquest Tradução explicação disponibilizada na InternetWebquest Tradução explicação disponibilizada na Internet
Webquest Tradução explicação disponibilizada na Internet
 
Colabora Con El Medio Ambiente
Colabora Con El Medio AmbienteColabora Con El Medio Ambiente
Colabora Con El Medio Ambiente
 
Acciones de respuesta con materiales peligrosos
Acciones de respuesta con materiales peligrososAcciones de respuesta con materiales peligrosos
Acciones de respuesta con materiales peligrosos
 
Real World S O A
Real World S O AReal World S O A
Real World S O A
 
Programa3 cicloseminarios
Programa3 cicloseminariosPrograma3 cicloseminarios
Programa3 cicloseminarios
 

Mais de José Matias Alves

Mais de José Matias Alves (20)

A catedral
A catedralA catedral
A catedral
 
Programa ii edugest_2018_ret
Programa ii edugest_2018_retPrograma ii edugest_2018_ret
Programa ii edugest_2018_ret
 
Autonomia e Flexibilização_Programa 5 julho
Autonomia e Flexibilização_Programa 5 julhoAutonomia e Flexibilização_Programa 5 julho
Autonomia e Flexibilização_Programa 5 julho
 
Cartaz a3 5 seminários de investigação
Cartaz a3 5 seminários de investigaçãoCartaz a3 5 seminários de investigação
Cartaz a3 5 seminários de investigação
 
Poster20150926 cabral's public lecture
Poster20150926 cabral's public lecturePoster20150926 cabral's public lecture
Poster20150926 cabral's public lecture
 
Cartaz projeto tertúlias educacionais v2
Cartaz projeto tertúlias educacionais v2Cartaz projeto tertúlias educacionais v2
Cartaz projeto tertúlias educacionais v2
 
A pagina 205 capa af
A pagina 205 capa afA pagina 205 capa af
A pagina 205 capa af
 
Programa
ProgramaPrograma
Programa
 
Publico ucp20150522 (1)
Publico ucp20150522 (1)Publico ucp20150522 (1)
Publico ucp20150522 (1)
 
Programa asoe 20_05
Programa asoe 20_05Programa asoe 20_05
Programa asoe 20_05
 
Cartaz 12 seminario-primavera-web
Cartaz 12 seminario-primavera-webCartaz 12 seminario-primavera-web
Cartaz 12 seminario-primavera-web
 
Cartaz 12 seminario-primavera-web
Cartaz 12 seminario-primavera-webCartaz 12 seminario-primavera-web
Cartaz 12 seminario-primavera-web
 
Folheto programa seminario6_v2
Folheto programa seminario6_v2Folheto programa seminario6_v2
Folheto programa seminario6_v2
 
Catalogo face 2015
Catalogo face 2015Catalogo face 2015
Catalogo face 2015
 
Cartaz 2015(1)arriscar
Cartaz 2015(1)arriscarCartaz 2015(1)arriscar
Cartaz 2015(1)arriscar
 
Programa i seminario aoe nampula março 15
Programa i seminario aoe nampula março 15Programa i seminario aoe nampula março 15
Programa i seminario aoe nampula março 15
 
Programa asoe 25_02
Programa asoe 25_02Programa asoe 25_02
Programa asoe 25_02
 
Cartaz seminarios asoe
Cartaz seminarios asoeCartaz seminarios asoe
Cartaz seminarios asoe
 
Prémio spce regulamento 2014
Prémio spce regulamento 2014Prémio spce regulamento 2014
Prémio spce regulamento 2014
 
Programa
ProgramaPrograma
Programa
 

AavaliaçãOdodesempenho

  • 1. A avaliação do desempenho...
  • 2. O dono de um talho foi surpreendido pela entrada de um cão dentro da loja. Ele enxotou-o mas o cão voltou logo de seguida.
  • 3. Novamente ele tentou espantá-lo mas reparou que o cão trazia um bilhete na boca. Ele pegou o bilhete e leu: - Pode mandar-me 12 salsichas e uma perna de carneiro, por favor?
  • 4. O cão trazia também dinheiro na boca, uma nota de 50 euros. Ele pegou no dinheiro, pôs as salsichas e a perna de carneiro num saco e colocou-o na boca do cão.
  • 5. Este começou a descer a rua e quando chegou ao cruzamento depositou o saco no chão, pulou e carregou no botão para o sinal ficar verde. O talhante ficou realmente impressionado. Como já estava na hora, decidiu fechar a loja e seguir o cão.
  • 6. Atravessou a rua e caminhou até uma paragem de autocarro, sempre com o talhante a segui-lo. Esperou pacientemente com o saco na boca que o sinal fechasse e pudesse atravessar.
  • 7. Na paragem, o cão olhou para o painel dos horários e sentou-se no banco, esperando o autocarro. Quando um autocarro chegou, o cão foi até à frente para conferir o número e voltou para o seu lugar. Outro autocarro chegou e ele tornou a olhar, viu que aquele era o número certo e entrou.
  • 8. O talhante, boquiaberto, seguiu o cão. Mais adiante o cão levantou-se, ficou em pé nas duas patas traseiras e carregou no botão para mandar parar o autocarro, tudo isso com as compras ainda na boca. O talhante e o cão foram caminhando pela rua quando o cão parou à porta de uma casa e pôs as compras no passeio.
  • 9. Então virou-se um pouco, correu e atirou-se contra a porta. Tornou a fazer o mesmo mas ninguém respondeu. Então contornou a casa, pulou um muro baixo, foi até à janela e começou a bater com a cabeça no vidro várias vezes. Caminhou de volta para a porta e, de repente, um tipo enorme abriu a porta e começou a espancar o bicho.
  • 10. O talhante correu até ao homem e impediu-o dizendo: "Deus do céu homem, o que é que você está a fazer? O seu cão é um génio!"
  • 11. O homem respondeu: "Um génio??? Esta já é a segunda vez, esta semana, que este cão estúpido se esquece da chave!".
  • 13. Podes continuar a exceder as expectativas, mas... a tua avaliação depende sempre da competência de quem avalia. Quanto a isso... nada podes fazer!