Colégio Estadual Democrático Ruy Barbosa 
Componentes: 
Guilherme Correia 
Matheus Santos 
Tiago De Souza 
Thiago Arkim 
R...
Anexos Embrionários
Conceito 
 Durante o desenvolvimento embrionário dos vertebrados, 
formam-se certas estruturas derivadas do embrião, 
cha...
Saco vitelínico 
 Presente nos peixes, répteis, aves e mamíferos. É uma 
estrutura em forma de saco, revestida externamen...
Âmnio 
 Presente nos répteis, nas aves e nos mamíferos. É uma 
fina membrana, formada pela ectoderme e a mesoderme, 
que ...
Alantoide 
 Ocorre nos répteis, aves e mamíferos. É uma estrutura em 
forma de saco ou vesícula, ligada a parte posterior...
Córion 
 Ocorre nos répteis, aves e mamíferos. Membrana formada, 
assim como o âmnio, pela ectoderme e a mesoderme. 
 É ...
Biologia anexos embrionários
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Biologia anexos embrionários

276 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
276
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Biologia anexos embrionários

  1. 1. Colégio Estadual Democrático Ruy Barbosa Componentes: Guilherme Correia Matheus Santos Tiago De Souza Thiago Arkim Rodrigo De Souza
  2. 2. Anexos Embrionários
  3. 3. Conceito  Durante o desenvolvimento embrionário dos vertebrados, formam-se certas estruturas derivadas do embrião, chamadas anexos embrionários.  São órgãos transitórios, descartados por ocasião do nascimento. Todavia, são indispensáveis durante a vida embrionária, pois exercem funções de vital importância, como proteção, nutrição, respiração e excreção.  Os anexos embrionários são: saco vitelínico, âmnio, alantoide e o cório.
  4. 4. Saco vitelínico  Presente nos peixes, répteis, aves e mamíferos. É uma estrutura em forma de saco, revestida externamente pela mesoderme e, internamente, pela endoderme.  Sua principal função é armazenar reservas nutritivas durante o desenvolvimento do embrião.  Nos mamíferos esse anexo é reduzido, pois a placenta assume a função de nutrição do embrião.
  5. 5. Âmnio  Presente nos répteis, nas aves e nos mamíferos. É uma fina membrana, formada pela ectoderme e a mesoderme, que envolve o embrião delimitando uma cavidade preenchida pelo líquido amniótico.  O líquido amniótico evita o ressecamento do embrião e o protege contra choques mecânicos.  O âmnio surge pela primeira vez nos répteis e é uma importante adaptação à vida no meio terrestre. Isso porque protege o embrião da dessecação e torna a reprodução independente da presença de água. Ao final do desenvolvimento de répteis e aves, todo o líquido da cavidade amniótica foi absorvido pelo animal.
  6. 6. Alantoide  Ocorre nos répteis, aves e mamíferos. É uma estrutura em forma de saco ou vesícula, ligada a parte posterior do intestino do embrião. Assim como o saco vitelínico, o alantoide é formado pela mesoderme e endoderme.  Sua principal função é remover e armazenar excretas produzidas pelo metabolismo do embrião.
  7. 7. Córion  Ocorre nos répteis, aves e mamíferos. Membrana formada, assim como o âmnio, pela ectoderme e a mesoderme.  É o anexo mais externo; envolve e protege os demais anexos. Em répteis e aves, o córion se une ao alantoide, formando o alantocórion. O alantocórion fornece proteção e realiza trocas gasosas entre o embrião e o meio externo.  Nos mamíferos, o córion se une ao alantoide formando a placenta.

×