SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 77
Os conectores
Preposições e conjunções
Preposições
Classificação
Valores semânticos
Menu principal
Exemplos
Conjunções
Classificação das conjunções coordenativas e exemplos
Classificação das conjunções subordinativas e exemplos
Conteúdo bibliográfico e considerações finais
O que são preposições?
• Preposição é a palavra invariável que liga duas palavras ou orações,
estabelecendo entre elas relações de sentido e de dependência.
dependência. Sintaticamente, as preposições não desempenham
desempenham uma função, são conectivos, ou seja, estabelecem
estabelecem apenas conexões entre termos da oração. Apesar de não
Apesar de não exercer propriamente uma função sintática, o
emprego adequado das preposições é essencial para a coesão do
coesão do texto.Exemplos.:
A mãe chorava de tristeza.
Há muitas pessoas no estádio hoje.
O celular de Laís é antigo.
Semântica de modo
Semântica de lugar
Semântica de matéria
Preposições
_____
____
Classificação das preposições
•As preposições podem ser classificadas em essenciais
e acidentais. As essenciais são aquelas que sempre
como preposições. Já as acidentais são palavras de
outras categorias gramaticais que, em determinados
contextos, agem como preposição.
Exemplos:
Preposições – valores semânticos
_______
Posse Estes livros são do antigo professor.
Causa Após o terremoto, várias crianças morreram de desnutrição.
Matéria Todos aqueles artefatos são de couro.
Assunto Discutimos muito sobre as obras literárias.
Companhia Iremos à festa com você.
Finalidade Preparamo-nos para os festejos natalinos.
Instrumento O garoto feriu-se com a faca.
Lugar Curtirei minhas férias em Maceió.
Origem Todos os turistas são de Belo Horizonte.
Tempo A empresa tem um prazo de 20 dias para a entrega dos pedidos.
Meio A publicidade pela Internet implica em bons resultados.
Conformidade Fizemos a pesquisa conforme foi solicitado.
Modo O resultado do concurso foi aguardado com tamanha ansiedade.
Oposição Os eleitores mostraram-se contra a proposta dos candidatos.
Preposições – valores semânticos (a)
A preposição “à” indica uma semântica de destino/direção.
_______
Preposições – valores semânticos (a)
____
A preposição “a” indica uma semântica de proximidade.
Preposições – valores semânticos (a)
Estou começando a
gostar mesmo de você.
A preposição “a” indica uma semântica de modo.
Preposições – valores semânticos (até)
____
A preposição “até” indica uma semântica de limite.
Preposições – valores semânticos (até)
_____
A preposição “até” indica uma semântica de tempo.
Preposições – valores semânticos (até)
___
A preposição “até” indica uma semântica de finalidade.
Preposições – valores semânticos (com)
A preposição “com” indica uma semântica de companhia.
___________
Preposições – valores semânticos (com)
A preposição “com” indica uma semântica de instrumento.
_____
____
Preposições – valores semânticos (com)
A preposição “com” indica uma semântica de modo.
_________
_________
_________
Preposições – valores semânticos (contra)
________
A preposição “contra” indica uma semântica de oposição.
Preposições – valores semânticos (contra)
A preposição “contra” indica uma semântica de oposição.
______________
Preposições – valores semânticos (contra)
A preposição “contra” indica uma semântica de oposição.
_____
Preposições – valores semânticos (de)
A preposição “de” indica uma semântica de causa.
____
Preposições – valores semânticos (de)
A preposição “de” indica uma semântica de lugar.
_____
Preposições – valores semânticos (de)
A preposição “de” indica uma semântica de matéria.
_____
Preposições – valores semânticos (em)
A preposição “no” indica uma semântica
de tempo.
_____
Processo de
contração.
Preposição +
artigo
Em + O = No
Preposições – valores semânticos (em)
A preposição “em” indica uma semântica de modo.
Preposições – valores semânticos (em)
A preposição “em” indica uma semântica de lugar.
____
Preposições – valores semânticos (para)
_____
______
A preposição “para” indica uma semântica de finalidade.
Preposições – valores semânticos (para)
______
A preposição “para” indica uma semântica de tempo.
Preposições – valores semânticos (para)
______
A preposição “para” indica uma semântica de lugar.
Preposições – valores semânticos (por)
_____
A preposição “por” indica uma semântica de modo.
Preposições – valores semânticos (por)
A preposição “por” indica uma semântica de lugar/por onde.
_____
Preposições – valores semânticos (por)
_________________
A preposição “por” indica uma semântica de tempo.
Preposições – valores semânticos (sobre)
__________
A preposição “sobre” indica uma semântica de assunto.
Preposições – valores semânticos (sobre)
O livro está
sobre a mesa!
A preposição “sobre” indica uma semântica de lugar/posição superior.
Preposições – valores semânticos (sobre)
Ontem choveu sobre a madrugada.
A preposição “sobre” indica uma semântica de tempo.
O que são conjunções?
• É uma classe de palavras invariável, isto é, não tem variação
de número (singular ou plural), nem de gênero (feminino ou
masculino). Sua função é unir palavras, sintagmas ou grupos
de palavras, orações e períodos. Quando unem duas ou mais
orações, as conjunções classificam - se em conjunções
coordenativas e conjunções subordinadas.Exemplos.:
Você não estuda muito, porém apresenta notas razoáveis.
Quando chegar em casa, me envie aquele e-mail.
Não consegui dormir ontem porque estava resfriado.
Conjunção coordenada adversa
Conjunção subordinada tempo
Conjunção coordenada explica
Conjunções
Quando – Conjunção subordinada temporal.
__________
Classificação das conjunções coordenativas
Classificação Conjunções Exemplo
Aditivas
(adição)
e, nem, mas também, como também,
bem como, não só, etc.
Eles são educados e gentis.
Adversativas
(oposição)
mas, porém, todavia, contudo,
entretanto, no entanto, etc.
Sou bom em matemática, mas prefiro
português.
Alternativas
(opção ou alternância)
ou, ora, quer, já, seja, etc. Ou você estuda ou não vai passar no
ENEM.
Conclusivas
(conclusão, resultado)
logo, portanto, por isso, assim, por
conseguinte, pois (posposto ao verbo),
etc.
Ele passou no vestibular, por isso
ganhou um carro dos seus pais.
Explicativas
(esclarecimento)
que, porque, porquanto, pois
(anteposto ao verbo), etc.
Não se atrase, porque não gosto de
esperar.
Conjunções coordenativas – Aditivas
___
Conjunções coordenativas – Aditivas
___________________
Conjunções coordenativas – Aditivas
_________
Conjunções coordenativas – Adversativas
___________
Conjunções coordenativas – Adversativas
_________
Conjunções coordenativas – Adversativas
_____
Conjunções coordenativas – Alternativas
_____
Conjunções coordenativas – Alternativas
________
________
________
Conjunções coordenativas – Conclusivas
______
Conjunções coordenativas – Conclusivas
_____________
Conjunções coordenativas – Conclusivas
______________
Conjunções coordenativas – Explicativas
_______
_______
Conjunções coordenativas – Explicativas
___________
Conjunções coordenativas – Explicativas
Eles amam dançar, pois ela faz bem a alma.
Classificação das conjunções subordinativas
Classificação Conjunções Exemplo
Casuais
(exprimem causa)
porque, uma vez que, sendo que, visto que, como,
etc.
Como estava muito doente, resolvi não ir ao
shopping.
Comparativas
(exprimem comparação)
assim como, bem como, como, como se, mais/menos
do que, melhor/pior do que, que nem, tanto, quanto,
etc.
Ela é doce como um limão.
Concessivas
(exprimem concessão, concordância)
mesmo que, por mais que, ainda que, se bem que,
embora, etc.
Embora gostasse dela, resolvi acabar com o namoro.
Condicionais
(exprimem condição)
se, caso, contanto que, a menos que, sem que, salvo
se, etc.
Ficará sem jogar futebol a menos que faça sua lição
de casa.
Conformativas
(exprimem afinidade, conformidade)
conforme, segundo, consoante, assim como, etc. Conforme o combinado, jantamos no final de
semana.
Consecutivas
(exprimem consequência)
que (precedido de tal, tão, tanto, quanto, tamanho)
de maneira que, etc.
Ele foi tão mau no teste de física que não recebeu
sua aprovação.
Finais
(exprimem finalidade, meta, objetivo)
a fim de que, para que, etc. Estudo bastante, a fim de que possa construir meu
futuro.
Proporcionais
(exprimem proporcionalidade)
à medida que, quanto mais/menos, proporção que,
etc.
Quanto mais você agir assim, as pessoas irão te
ignorar.
Temporais
(exprimem ideia de tempo)
quando, enquanto, sempre que, logo que, depois
que, etc.
Quando chegar de viagem, me ligue.
Conjunções subordinativas - Casuais
______
____
Conjunções subordinativas - Casuais
Como dormir a tarde inteira,
não estudei para a prova.
Conjunções subordinativas - Casuais
“Uma vez que você tenha experimentado
voar, você andará pela terra com seus olhos
voltados para céu, pois lá você esteve e para
lá você desejará voltar.”
Leonardo da Vinci.
Conjunções subordinativas - Comparativas
____
______
_______
Conjunções subordinativas - Comparativas
__________
________
Conjunções subordinativas - Comparativas
__________
Conjunções subordinativas - Concessivas
_________
Conjunções subordinativas - Concessivas
_____________
Conjunções subordinativas - Concessivas
_________________ _________________ ____
____________
Conjunções subordinativas - Condicionais
__
Conjunções subordinativas - Condicionais
_____
Conjunções subordinativas - Condicionais
“Fogem os ímpios, sem que ninguém os persiga;
mas os justos são ousados como o leão”
Provérbios 28:1
Conjunções subordinativas - Conformativas
____________
Conjunções subordinativas - Conformativas
Segundo você, o
que é ser livre?
Conjunções subordinativas - Consecutivas
___
Conjunções subordinativas - Consecutivas
_______
Conjunções subordinativas - Consecutivas
________________
Conjunções subordinativas - Finais
__________
____
Conjunções subordinativas - Finais
___________
Conjunções subordinativas - Proporcionais
_________________
Conjunções subordinativas - Proporcionais
_______________________
Conjunções subordinativas - Temporais
________________
Conjunções subordinativas - Temporais
____________
______
Conteúdo bibliográfico (fonte de pesquisa)
• Português
http://www.portugues.com.br/gramatica/preposicoes.html
http://www.portugues.com.br/gramatica/conjuncoes.html
• UOL educação
http://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugues/preposicoes-usando-as-preposicoes-corretamente.htm
• Só Português
http://www.soportugues.com.br/secoes/morf/morf80.php
• Cola WEB
http://www.coladaweb.com/portugues/conjuncoes-coordenativas-e-subordinativas
Considerações finais
• Instituição:
Colégio Souza Leão
Integrantes:
• Gabriel Marques
• Júlio Henrique
• Lucas Miranda
• Matheus Phelipe
• Vinicius Aurides
Professor orientador:
• Diógenes Afonso
Recife – PE ~ 05/2014
Os conectores: preposições e conjunções

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Texto literário x nao literario
Texto literário x nao literarioTexto literário x nao literario
Texto literário x nao literarioEDUARDO VALONES
 
Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros TextuaisEdna Brito
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerenciasilnog
 
Frase, oração e período - Orações coordenadas
Frase, oração e período  - Orações coordenadasFrase, oração e período  - Orações coordenadas
Frase, oração e período - Orações coordenadasSinara Lustosa
 
Gênero memórias literárias
Gênero memórias literáriasGênero memórias literárias
Gênero memórias literáriasRenally Arruda
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoCDIM Daniel
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadasguest7174ad
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textualISJ
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaLucilene Barcelos
 
Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Keu Oliveira
 
Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbalSadrak Silva
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoPéricles Penuel
 

Mais procurados (20)

Texto literário x nao literario
Texto literário x nao literarioTexto literário x nao literario
Texto literário x nao literario
 
Ambiguidade
AmbiguidadeAmbiguidade
Ambiguidade
 
Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros Textuais
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
 
Frase, oração e período - Orações coordenadas
Frase, oração e período  - Orações coordenadasFrase, oração e período  - Orações coordenadas
Frase, oração e período - Orações coordenadas
 
Complementos verbais
Complementos verbaisComplementos verbais
Complementos verbais
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Gênero memórias literárias
Gênero memórias literáriasGênero memórias literárias
Gênero memórias literárias
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
 
Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
 
Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
 
Vozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 anoVozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 ano
 
Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.
 
Orações adjetivas
Orações adjetivasOrações adjetivas
Orações adjetivas
 
Coesão
CoesãoCoesão
Coesão
 
Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbal
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuação
 

Destaque

Conjunções e Preposições
Conjunções e PreposiçõesConjunções e Preposições
Conjunções e PreposiçõesRobson Santos
 
Conjunção
ConjunçãoConjunção
Conjunçãolaiiza
 
Conjunção semântica - 1º ano reg - 13, 14out2011
Conjunção   semântica - 1º ano reg - 13, 14out2011Conjunção   semântica - 1º ano reg - 13, 14out2011
Conjunção semântica - 1º ano reg - 13, 14out2011Caroline Lucena da Silva
 
Preposições: PowerPoint
Preposições:  PowerPointPreposições:  PowerPoint
Preposições: PowerPointA. Simoes
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
PreposiçõesGonçalo
 
Conjunção Coordenada e Subordinada
Conjunção  Coordenada e SubordinadaConjunção  Coordenada e Subordinada
Conjunção Coordenada e SubordinadaLara Morgana
 
as operações e solicitações de leitura de leitura
as operações e solicitações de leitura de leituraas operações e solicitações de leitura de leitura
as operações e solicitações de leitura de leituraJoaquim Guerra
 
Coesão e coerência textual
Coesão e coerência textualCoesão e coerência textual
Coesão e coerência textualVera Pinho
 
Pronomes (Nova Terminologia Linguística)
Pronomes (Nova Terminologia Linguística)Pronomes (Nova Terminologia Linguística)
Pronomes (Nova Terminologia Linguística)becrejovim
 
Compreensão textual no enem 2011
Compreensão textual no enem 2011Compreensão textual no enem 2011
Compreensão textual no enem 2011ma.no.el.ne.ves
 
Exercícios sobre vozes verbais
Exercícios sobre vozes verbaisExercícios sobre vozes verbais
Exercícios sobre vozes verbaisma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do enem 2015: Compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2015: Compreensão textualSegunda aplicação do enem 2015: Compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2015: Compreensão textualma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2015 resolvido e comentado: Compreensão textual
ENEM-2015 resolvido e comentado: Compreensão textualENEM-2015 resolvido e comentado: Compreensão textual
ENEM-2015 resolvido e comentado: Compreensão textualma.no.el.ne.ves
 
Conjunções e locuções conjuncionais (orações)
Conjunções e locuções conjuncionais (orações) Conjunções e locuções conjuncionais (orações)
Conjunções e locuções conjuncionais (orações) Pework
 
Coerência e coesão textual,matias
Coerência e coesão textual,matiasCoerência e coesão textual,matias
Coerência e coesão textual,matiasAlexandra Gonçalves
 
A gramática portuguesa
A gramática portuguesaA gramática portuguesa
A gramática portuguesaJoão Patacão
 
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIAAULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIAaulasdejornalismo
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slideJaciara Mota
 

Destaque (20)

Conjunções e Preposições
Conjunções e PreposiçõesConjunções e Preposições
Conjunções e Preposições
 
Conjunção
ConjunçãoConjunção
Conjunção
 
Preposição
PreposiçãoPreposição
Preposição
 
Conjunção semântica - 1º ano reg - 13, 14out2011
Conjunção   semântica - 1º ano reg - 13, 14out2011Conjunção   semântica - 1º ano reg - 13, 14out2011
Conjunção semântica - 1º ano reg - 13, 14out2011
 
Preposições: PowerPoint
Preposições:  PowerPointPreposições:  PowerPoint
Preposições: PowerPoint
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
 
Gramática
GramáticaGramática
Gramática
 
Conjunção Coordenada e Subordinada
Conjunção  Coordenada e SubordinadaConjunção  Coordenada e Subordinada
Conjunção Coordenada e Subordinada
 
as operações e solicitações de leitura de leitura
as operações e solicitações de leitura de leituraas operações e solicitações de leitura de leitura
as operações e solicitações de leitura de leitura
 
Coesão e coerência textual
Coesão e coerência textualCoesão e coerência textual
Coesão e coerência textual
 
Pronomes (Nova Terminologia Linguística)
Pronomes (Nova Terminologia Linguística)Pronomes (Nova Terminologia Linguística)
Pronomes (Nova Terminologia Linguística)
 
Compreensão textual no enem 2011
Compreensão textual no enem 2011Compreensão textual no enem 2011
Compreensão textual no enem 2011
 
Exercícios sobre vozes verbais
Exercícios sobre vozes verbaisExercícios sobre vozes verbais
Exercícios sobre vozes verbais
 
Segunda aplicação do enem 2015: Compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2015: Compreensão textualSegunda aplicação do enem 2015: Compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2015: Compreensão textual
 
ENEM-2015 resolvido e comentado: Compreensão textual
ENEM-2015 resolvido e comentado: Compreensão textualENEM-2015 resolvido e comentado: Compreensão textual
ENEM-2015 resolvido e comentado: Compreensão textual
 
Conjunções e locuções conjuncionais (orações)
Conjunções e locuções conjuncionais (orações) Conjunções e locuções conjuncionais (orações)
Conjunções e locuções conjuncionais (orações)
 
Coerência e coesão textual,matias
Coerência e coesão textual,matiasCoerência e coesão textual,matias
Coerência e coesão textual,matias
 
A gramática portuguesa
A gramática portuguesaA gramática portuguesa
A gramática portuguesa
 
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIAAULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
 

Semelhante a Os conectores: preposições e conjunções

Apostila correios 2014
Apostila correios 2014Apostila correios 2014
Apostila correios 2014gildivan lima
 
Apostila gratis dos correios corr
Apostila gratis dos correios  corrApostila gratis dos correios  corr
Apostila gratis dos correios corrLucilene Carvalho
 
Classe das Palavras
Classe das PalavrasClasse das Palavras
Classe das PalavrasDiana Enes
 
Apostila de portugues
Apostila de portuguesApostila de portugues
Apostila de portuguesAdemirSouto
 
Preposições e Crase - Usos
Preposições e Crase - UsosPreposições e Crase - Usos
Preposições e Crase - UsosWilson Oliveira
 
Apostila tre.2014 portugues_zambeli
Apostila tre.2014 portugues_zambeliApostila tre.2014 portugues_zambeli
Apostila tre.2014 portugues_zambeliFernando Macedo
 
LP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptx
LP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptxLP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptx
LP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptxBerlaPaiva
 
Lingua Portuguesa - Coesão textual interpretação de texto
Lingua Portuguesa - Coesão textual  interpretação de textoLingua Portuguesa - Coesão textual  interpretação de texto
Lingua Portuguesa - Coesão textual interpretação de textoVanessaMMiranda1
 
Caso seu concurso seja de nível médio
Caso seu concurso seja de nível médioCaso seu concurso seja de nível médio
Caso seu concurso seja de nível médioAngela Tavares
 
8_ Aula de advérbios (1).pptx
8_ Aula de advérbios (1).pptx8_ Aula de advérbios (1).pptx
8_ Aula de advérbios (1).pptxtatianesouza923757
 
Português para estrangeiros gramática básica para alunos que já falem e escre...
Português para estrangeiros gramática básica para alunos que já falem e escre...Português para estrangeiros gramática básica para alunos que já falem e escre...
Português para estrangeiros gramática básica para alunos que já falem e escre...Luisa Cristina Rothe Mayer
 
analise-sintatica-zambeli
 analise-sintatica-zambeli analise-sintatica-zambeli
analise-sintatica-zambeliLaissaAndrade4
 
Aula 7
Aula 7Aula 7
Aula 7gsbq
 

Semelhante a Os conectores: preposições e conjunções (20)

Apostila correios 2014
Apostila correios 2014Apostila correios 2014
Apostila correios 2014
 
Apostila gratis dos correios corr
Apostila gratis dos correios  corrApostila gratis dos correios  corr
Apostila gratis dos correios corr
 
Classe das Palavras
Classe das PalavrasClasse das Palavras
Classe das Palavras
 
Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
 
Apostila de portugues
Apostila de portuguesApostila de portugues
Apostila de portugues
 
Advérbio.ppt
Advérbio.pptAdvérbio.ppt
Advérbio.ppt
 
Preposições e Crase - Usos
Preposições e Crase - UsosPreposições e Crase - Usos
Preposições e Crase - Usos
 
Apostila tre.2014 portugues_zambeli
Apostila tre.2014 portugues_zambeliApostila tre.2014 portugues_zambeli
Apostila tre.2014 portugues_zambeli
 
Preposicao
PreposicaoPreposicao
Preposicao
 
LP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptx
LP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptxLP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptx
LP - Classes de palavras - CONJUNÇÕES.pptx
 
Apresentação de semântica
Apresentação de semânticaApresentação de semântica
Apresentação de semântica
 
Lingua Portuguesa - Coesão textual interpretação de texto
Lingua Portuguesa - Coesão textual  interpretação de textoLingua Portuguesa - Coesão textual  interpretação de texto
Lingua Portuguesa - Coesão textual interpretação de texto
 
Caso seu concurso seja de nível médio
Caso seu concurso seja de nível médioCaso seu concurso seja de nível médio
Caso seu concurso seja de nível médio
 
8_ Aula de advérbios (1).pptx
8_ Aula de advérbios (1).pptx8_ Aula de advérbios (1).pptx
8_ Aula de advérbios (1).pptx
 
Português para estrangeiros gramática básica para alunos que já falem e escre...
Português para estrangeiros gramática básica para alunos que já falem e escre...Português para estrangeiros gramática básica para alunos que já falem e escre...
Português para estrangeiros gramática básica para alunos que já falem e escre...
 
O adverbio
O adverbioO adverbio
O adverbio
 
analise-sintatica-zambeli
 analise-sintatica-zambeli analise-sintatica-zambeli
analise-sintatica-zambeli
 
(Inglês) nível básico ao avançado
(Inglês) nível básico ao avançado(Inglês) nível básico ao avançado
(Inglês) nível básico ao avançado
 
Aula 7
Aula 7Aula 7
Aula 7
 
Redacao
RedacaoRedacao
Redacao
 

Mais de Matheus Alves

Estudo bíblico - Feridas na alma
Estudo bíblico - Feridas na almaEstudo bíblico - Feridas na alma
Estudo bíblico - Feridas na almaMatheus Alves
 
Inglês - Cronograma de estudos e gramática
Inglês - Cronograma de estudos e gramáticaInglês - Cronograma de estudos e gramática
Inglês - Cronograma de estudos e gramáticaMatheus Alves
 
Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)
Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)
Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)Matheus Alves
 
Links úteis para estudar a bíblia
Links úteis para estudar a bíbliaLinks úteis para estudar a bíblia
Links úteis para estudar a bíbliaMatheus Alves
 
Técnicas assistivas - seminário(diabetes)
Técnicas assistivas - seminário(diabetes)Técnicas assistivas - seminário(diabetes)
Técnicas assistivas - seminário(diabetes)Matheus Alves
 
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2Matheus Alves
 
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3Matheus Alves
 
Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]
Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]
Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]Matheus Alves
 
Linguagem C - Arquivos [exercícios]
Linguagem C - Arquivos [exercícios]Linguagem C - Arquivos [exercícios]
Linguagem C - Arquivos [exercícios]Matheus Alves
 
Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]
Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]
Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]Matheus Alves
 
Linguagem C - Ponteiros [exercícios]
Linguagem C - Ponteiros [exercícios]Linguagem C - Ponteiros [exercícios]
Linguagem C - Ponteiros [exercícios]Matheus Alves
 
Linguagem C - Recursão [exercícios]
Linguagem C - Recursão [exercícios]Linguagem C - Recursão [exercícios]
Linguagem C - Recursão [exercícios]Matheus Alves
 
Linguagem C - Structs [exercícios]
Linguagem C - Structs [exercícios]Linguagem C - Structs [exercícios]
Linguagem C - Structs [exercícios]Matheus Alves
 
Linguagem C - Strings [exercícios]
Linguagem C - Strings [exercícios]Linguagem C - Strings [exercícios]
Linguagem C - Strings [exercícios]Matheus Alves
 
Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]
Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]
Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]Matheus Alves
 
Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]
Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]
Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]Matheus Alves
 
Diferença entre computadores analógicos e digitais
Diferença entre computadores analógicos e digitaisDiferença entre computadores analógicos e digitais
Diferença entre computadores analógicos e digitaisMatheus Alves
 
Silogismo e subjetividade - breve definição
Silogismo e subjetividade - breve definiçãoSilogismo e subjetividade - breve definição
Silogismo e subjetividade - breve definiçãoMatheus Alves
 
Lista de exercícios - vetores(Alguns gabaritos estão errados)
Lista de exercícios -  vetores(Alguns gabaritos estão errados)Lista de exercícios -  vetores(Alguns gabaritos estão errados)
Lista de exercícios - vetores(Alguns gabaritos estão errados)Matheus Alves
 
Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)
Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)
Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)Matheus Alves
 

Mais de Matheus Alves (20)

Estudo bíblico - Feridas na alma
Estudo bíblico - Feridas na almaEstudo bíblico - Feridas na alma
Estudo bíblico - Feridas na alma
 
Inglês - Cronograma de estudos e gramática
Inglês - Cronograma de estudos e gramáticaInglês - Cronograma de estudos e gramática
Inglês - Cronograma de estudos e gramática
 
Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)
Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)
Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)
 
Links úteis para estudar a bíblia
Links úteis para estudar a bíbliaLinks úteis para estudar a bíblia
Links úteis para estudar a bíblia
 
Técnicas assistivas - seminário(diabetes)
Técnicas assistivas - seminário(diabetes)Técnicas assistivas - seminário(diabetes)
Técnicas assistivas - seminário(diabetes)
 
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2
 
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3
 
Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]
Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]
Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]
 
Linguagem C - Arquivos [exercícios]
Linguagem C - Arquivos [exercícios]Linguagem C - Arquivos [exercícios]
Linguagem C - Arquivos [exercícios]
 
Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]
Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]
Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]
 
Linguagem C - Ponteiros [exercícios]
Linguagem C - Ponteiros [exercícios]Linguagem C - Ponteiros [exercícios]
Linguagem C - Ponteiros [exercícios]
 
Linguagem C - Recursão [exercícios]
Linguagem C - Recursão [exercícios]Linguagem C - Recursão [exercícios]
Linguagem C - Recursão [exercícios]
 
Linguagem C - Structs [exercícios]
Linguagem C - Structs [exercícios]Linguagem C - Structs [exercícios]
Linguagem C - Structs [exercícios]
 
Linguagem C - Strings [exercícios]
Linguagem C - Strings [exercícios]Linguagem C - Strings [exercícios]
Linguagem C - Strings [exercícios]
 
Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]
Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]
Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]
 
Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]
Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]
Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]
 
Diferença entre computadores analógicos e digitais
Diferença entre computadores analógicos e digitaisDiferença entre computadores analógicos e digitais
Diferença entre computadores analógicos e digitais
 
Silogismo e subjetividade - breve definição
Silogismo e subjetividade - breve definiçãoSilogismo e subjetividade - breve definição
Silogismo e subjetividade - breve definição
 
Lista de exercícios - vetores(Alguns gabaritos estão errados)
Lista de exercícios -  vetores(Alguns gabaritos estão errados)Lista de exercícios -  vetores(Alguns gabaritos estão errados)
Lista de exercícios - vetores(Alguns gabaritos estão errados)
 
Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)
Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)
Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)
 

Último

DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 

Último (20)

DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 

Os conectores: preposições e conjunções

  • 2. Preposições Classificação Valores semânticos Menu principal Exemplos Conjunções Classificação das conjunções coordenativas e exemplos Classificação das conjunções subordinativas e exemplos Conteúdo bibliográfico e considerações finais
  • 3. O que são preposições? • Preposição é a palavra invariável que liga duas palavras ou orações, estabelecendo entre elas relações de sentido e de dependência. dependência. Sintaticamente, as preposições não desempenham desempenham uma função, são conectivos, ou seja, estabelecem estabelecem apenas conexões entre termos da oração. Apesar de não Apesar de não exercer propriamente uma função sintática, o emprego adequado das preposições é essencial para a coesão do coesão do texto.Exemplos.: A mãe chorava de tristeza. Há muitas pessoas no estádio hoje. O celular de Laís é antigo. Semântica de modo Semântica de lugar Semântica de matéria
  • 5. Classificação das preposições •As preposições podem ser classificadas em essenciais e acidentais. As essenciais são aquelas que sempre como preposições. Já as acidentais são palavras de outras categorias gramaticais que, em determinados contextos, agem como preposição. Exemplos:
  • 6. Preposições – valores semânticos _______ Posse Estes livros são do antigo professor. Causa Após o terremoto, várias crianças morreram de desnutrição. Matéria Todos aqueles artefatos são de couro. Assunto Discutimos muito sobre as obras literárias. Companhia Iremos à festa com você. Finalidade Preparamo-nos para os festejos natalinos. Instrumento O garoto feriu-se com a faca. Lugar Curtirei minhas férias em Maceió. Origem Todos os turistas são de Belo Horizonte. Tempo A empresa tem um prazo de 20 dias para a entrega dos pedidos. Meio A publicidade pela Internet implica em bons resultados. Conformidade Fizemos a pesquisa conforme foi solicitado. Modo O resultado do concurso foi aguardado com tamanha ansiedade. Oposição Os eleitores mostraram-se contra a proposta dos candidatos.
  • 7. Preposições – valores semânticos (a) A preposição “à” indica uma semântica de destino/direção. _______
  • 8. Preposições – valores semânticos (a) ____ A preposição “a” indica uma semântica de proximidade.
  • 9. Preposições – valores semânticos (a) Estou começando a gostar mesmo de você. A preposição “a” indica uma semântica de modo.
  • 10. Preposições – valores semânticos (até) ____ A preposição “até” indica uma semântica de limite.
  • 11. Preposições – valores semânticos (até) _____ A preposição “até” indica uma semântica de tempo.
  • 12. Preposições – valores semânticos (até) ___ A preposição “até” indica uma semântica de finalidade.
  • 13. Preposições – valores semânticos (com) A preposição “com” indica uma semântica de companhia. ___________
  • 14. Preposições – valores semânticos (com) A preposição “com” indica uma semântica de instrumento. _____ ____
  • 15. Preposições – valores semânticos (com) A preposição “com” indica uma semântica de modo. _________ _________ _________
  • 16. Preposições – valores semânticos (contra) ________ A preposição “contra” indica uma semântica de oposição.
  • 17. Preposições – valores semânticos (contra) A preposição “contra” indica uma semântica de oposição. ______________
  • 18. Preposições – valores semânticos (contra) A preposição “contra” indica uma semântica de oposição. _____
  • 19. Preposições – valores semânticos (de) A preposição “de” indica uma semântica de causa. ____
  • 20. Preposições – valores semânticos (de) A preposição “de” indica uma semântica de lugar. _____
  • 21. Preposições – valores semânticos (de) A preposição “de” indica uma semântica de matéria. _____
  • 22. Preposições – valores semânticos (em) A preposição “no” indica uma semântica de tempo. _____ Processo de contração. Preposição + artigo Em + O = No
  • 23. Preposições – valores semânticos (em) A preposição “em” indica uma semântica de modo.
  • 24. Preposições – valores semânticos (em) A preposição “em” indica uma semântica de lugar. ____
  • 25. Preposições – valores semânticos (para) _____ ______ A preposição “para” indica uma semântica de finalidade.
  • 26. Preposições – valores semânticos (para) ______ A preposição “para” indica uma semântica de tempo.
  • 27. Preposições – valores semânticos (para) ______ A preposição “para” indica uma semântica de lugar.
  • 28. Preposições – valores semânticos (por) _____ A preposição “por” indica uma semântica de modo.
  • 29. Preposições – valores semânticos (por) A preposição “por” indica uma semântica de lugar/por onde. _____
  • 30. Preposições – valores semânticos (por) _________________ A preposição “por” indica uma semântica de tempo.
  • 31. Preposições – valores semânticos (sobre) __________ A preposição “sobre” indica uma semântica de assunto.
  • 32. Preposições – valores semânticos (sobre) O livro está sobre a mesa! A preposição “sobre” indica uma semântica de lugar/posição superior.
  • 33. Preposições – valores semânticos (sobre) Ontem choveu sobre a madrugada. A preposição “sobre” indica uma semântica de tempo.
  • 34. O que são conjunções? • É uma classe de palavras invariável, isto é, não tem variação de número (singular ou plural), nem de gênero (feminino ou masculino). Sua função é unir palavras, sintagmas ou grupos de palavras, orações e períodos. Quando unem duas ou mais orações, as conjunções classificam - se em conjunções coordenativas e conjunções subordinadas.Exemplos.: Você não estuda muito, porém apresenta notas razoáveis. Quando chegar em casa, me envie aquele e-mail. Não consegui dormir ontem porque estava resfriado. Conjunção coordenada adversa Conjunção subordinada tempo Conjunção coordenada explica
  • 35. Conjunções Quando – Conjunção subordinada temporal. __________
  • 36. Classificação das conjunções coordenativas Classificação Conjunções Exemplo Aditivas (adição) e, nem, mas também, como também, bem como, não só, etc. Eles são educados e gentis. Adversativas (oposição) mas, porém, todavia, contudo, entretanto, no entanto, etc. Sou bom em matemática, mas prefiro português. Alternativas (opção ou alternância) ou, ora, quer, já, seja, etc. Ou você estuda ou não vai passar no ENEM. Conclusivas (conclusão, resultado) logo, portanto, por isso, assim, por conseguinte, pois (posposto ao verbo), etc. Ele passou no vestibular, por isso ganhou um carro dos seus pais. Explicativas (esclarecimento) que, porque, porquanto, pois (anteposto ao verbo), etc. Não se atrase, porque não gosto de esperar.
  • 38. Conjunções coordenativas – Aditivas ___________________
  • 39. Conjunções coordenativas – Aditivas _________
  • 40. Conjunções coordenativas – Adversativas ___________
  • 41. Conjunções coordenativas – Adversativas _________
  • 42. Conjunções coordenativas – Adversativas _____
  • 43. Conjunções coordenativas – Alternativas _____
  • 44. Conjunções coordenativas – Alternativas ________ ________ ________
  • 45. Conjunções coordenativas – Conclusivas ______
  • 46. Conjunções coordenativas – Conclusivas _____________
  • 47. Conjunções coordenativas – Conclusivas ______________
  • 48. Conjunções coordenativas – Explicativas _______ _______
  • 49. Conjunções coordenativas – Explicativas ___________
  • 50. Conjunções coordenativas – Explicativas Eles amam dançar, pois ela faz bem a alma.
  • 51. Classificação das conjunções subordinativas Classificação Conjunções Exemplo Casuais (exprimem causa) porque, uma vez que, sendo que, visto que, como, etc. Como estava muito doente, resolvi não ir ao shopping. Comparativas (exprimem comparação) assim como, bem como, como, como se, mais/menos do que, melhor/pior do que, que nem, tanto, quanto, etc. Ela é doce como um limão. Concessivas (exprimem concessão, concordância) mesmo que, por mais que, ainda que, se bem que, embora, etc. Embora gostasse dela, resolvi acabar com o namoro. Condicionais (exprimem condição) se, caso, contanto que, a menos que, sem que, salvo se, etc. Ficará sem jogar futebol a menos que faça sua lição de casa. Conformativas (exprimem afinidade, conformidade) conforme, segundo, consoante, assim como, etc. Conforme o combinado, jantamos no final de semana. Consecutivas (exprimem consequência) que (precedido de tal, tão, tanto, quanto, tamanho) de maneira que, etc. Ele foi tão mau no teste de física que não recebeu sua aprovação. Finais (exprimem finalidade, meta, objetivo) a fim de que, para que, etc. Estudo bastante, a fim de que possa construir meu futuro. Proporcionais (exprimem proporcionalidade) à medida que, quanto mais/menos, proporção que, etc. Quanto mais você agir assim, as pessoas irão te ignorar. Temporais (exprimem ideia de tempo) quando, enquanto, sempre que, logo que, depois que, etc. Quando chegar de viagem, me ligue.
  • 52. Conjunções subordinativas - Casuais ______ ____
  • 53. Conjunções subordinativas - Casuais Como dormir a tarde inteira, não estudei para a prova.
  • 54. Conjunções subordinativas - Casuais “Uma vez que você tenha experimentado voar, você andará pela terra com seus olhos voltados para céu, pois lá você esteve e para lá você desejará voltar.” Leonardo da Vinci.
  • 55. Conjunções subordinativas - Comparativas ____ ______ _______
  • 56. Conjunções subordinativas - Comparativas __________ ________
  • 57. Conjunções subordinativas - Comparativas __________
  • 58. Conjunções subordinativas - Concessivas _________
  • 59. Conjunções subordinativas - Concessivas _____________
  • 60. Conjunções subordinativas - Concessivas _________________ _________________ ____ ____________
  • 61. Conjunções subordinativas - Condicionais __
  • 62. Conjunções subordinativas - Condicionais _____
  • 63. Conjunções subordinativas - Condicionais “Fogem os ímpios, sem que ninguém os persiga; mas os justos são ousados como o leão” Provérbios 28:1
  • 64. Conjunções subordinativas - Conformativas ____________
  • 65. Conjunções subordinativas - Conformativas Segundo você, o que é ser livre?
  • 66. Conjunções subordinativas - Consecutivas ___
  • 67. Conjunções subordinativas - Consecutivas _______
  • 68. Conjunções subordinativas - Consecutivas ________________
  • 69. Conjunções subordinativas - Finais __________ ____
  • 70. Conjunções subordinativas - Finais ___________
  • 71. Conjunções subordinativas - Proporcionais _________________
  • 72. Conjunções subordinativas - Proporcionais _______________________
  • 73. Conjunções subordinativas - Temporais ________________
  • 74. Conjunções subordinativas - Temporais ____________ ______
  • 75. Conteúdo bibliográfico (fonte de pesquisa) • Português http://www.portugues.com.br/gramatica/preposicoes.html http://www.portugues.com.br/gramatica/conjuncoes.html • UOL educação http://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugues/preposicoes-usando-as-preposicoes-corretamente.htm • Só Português http://www.soportugues.com.br/secoes/morf/morf80.php • Cola WEB http://www.coladaweb.com/portugues/conjuncoes-coordenativas-e-subordinativas
  • 76. Considerações finais • Instituição: Colégio Souza Leão Integrantes: • Gabriel Marques • Júlio Henrique • Lucas Miranda • Matheus Phelipe • Vinicius Aurides Professor orientador: • Diógenes Afonso Recife – PE ~ 05/2014