Pontes com Tabuleiro em Laje Suspensa
Novembro 2004
A. J. Reis R. Mestre F. Santos
Consultas, Estudos e
Projectos de Engen...
 Eficiência estrutural reduzida (resistência-rigidez / peso)
LAJES EM BETÃO PRÉ-ESFORÇADO
 Diminuição do peso
 Reduzida...
SOLUÇÕES:
 Vazamento
 melhora a eficiência da secção
 aumento dos vãos (< 35m)
 Altura variável (com ou sem alteração ...
Ponte sobre a Ribeira de S. Vicente
 Ambiente agressivo
 Condições de fundação dos novos apoios
 Perdurar a memória da ...
Ponte sobre a Ribeira de S. Vicente
Secção transversal
 Largura Total 12.90 m
 2 Vias de Tráfego com 3.50 m
 2 Passeios...
Ponte sobre a Ribeira de S. Vicente
Alçado do arco (corte longitudinal do tabuleiro)
 Arcos
 Corda - 31.00 m
 Flecha - ...
Ponte sobre a Ribeira de S. Vicente
Dispositivos para ajuste do
comprimento do pendural
 Expectativas da CM Leiria
EXPECTATIVAS E CONDICIONAMENTOS
 Baixa Aluvionar
 Rasante muito baixa (5m)
 Leito do rio Li...
Ponte sobre o Rio Lis
20.00 m + 4 x 22.80 m + 29.10 m + 55.20 m = 195.50 m
Ponte sobre o Rio Lis
Tramos correntes – Secção transversal sobre os pilares
 Largura Total 20.50 m
 2 x 2 Vias de Tráfe...
Ponte sobre o Rio Lis
 Altura da Nervura 1.50 m
 Consolas Laterais 5.75 m
 Vazamentos - 6 x φ 0.90 m
 Pré-esforço Long...
Ponte sobre o Rio Lis
Tramo principal – Secção transversal
 Nervura Central com 1.875 m
 Vazamentos - 6 x φ 0.90 m
 Tir...
Ponte sobre o Rio Lis
Tramo de retenção – Secção transversal
 Tirantes: 6 x 1 x 55 Cordões (φ15mm)
Ponte Rio Lis Ponte S. Vicente
ANÁLISE COMPARATIVA
Pontes com Tabuleiro em Laje Suspensa
Vão suspenso (l) 55.20 m 31.00 m
...
ANÁLISE COMPARATIVA
Pontes com Tabuleiro em Laje Suspensa
Suspensão - Carga Permanente (CP) 70% 80%
Suspensão - Sobrecarga...
BE2004-226
BE2004-226
BE2004-226
BE2004-226
BE2004-226
BE2004-226
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

BE2004-226

160 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

BE2004-226

  1. 1. Pontes com Tabuleiro em Laje Suspensa Novembro 2004 A. J. Reis R. Mestre F. Santos Consultas, Estudos e Projectos de Engenharia Lda.
  2. 2.  Eficiência estrutural reduzida (resistência-rigidez / peso) LAJES EM BETÃO PRÉ-ESFORÇADO  Diminuição do peso  Reduzida excentricidade dos cabos de pré-esforço  Vãos pequenos (< 25m)  Vibração e deformabilidade Pontes com Tabuleiro em Laje Suspensa  Limitação da altura da secção  Consolas laterais
  3. 3. SOLUÇÕES:  Vazamento  melhora a eficiência da secção  aumento dos vãos (< 35m)  Altura variável (com ou sem alteração da secção)  Apoio intermédio por sistema de escora e tirante  Suspensão da laje a um elemento superior (arco ou mastro)  Manutenção da geometria da secção  Melhoria da resposta estática e dinâmica Pontes com Tabuleiro em Laje Suspensa
  4. 4. Ponte sobre a Ribeira de S. Vicente  Ambiente agressivo  Condições de fundação dos novos apoios  Perdurar a memória da antiga ponte EXPECTATIVAS E CONDICIONAMENTOS
  5. 5. Ponte sobre a Ribeira de S. Vicente Secção transversal  Largura Total 12.90 m  2 Vias de Tráfego com 3.50 m  2 Passeios Laterais com 1.90 m
  6. 6. Ponte sobre a Ribeira de S. Vicente Alçado do arco (corte longitudinal do tabuleiro)  Arcos  Corda - 31.00 m  Flecha - 6.00 m  φ 508 mm  Pendurais  Afastamento - 4.00 m  Inclinação - 75º
  7. 7. Ponte sobre a Ribeira de S. Vicente Dispositivos para ajuste do comprimento do pendural
  8. 8.  Expectativas da CM Leiria EXPECTATIVAS E CONDICIONAMENTOS  Baixa Aluvionar  Rasante muito baixa (5m)  Leito do rio Lis, pista para ciclistas e caminho agrícola  Elemento simbólico das novas infra-estruturas municipais (Acessibilidades ao novo Estádio Municipal) Ponte sobre o Rio Lis  Expressão de modernidade
  9. 9. Ponte sobre o Rio Lis 20.00 m + 4 x 22.80 m + 29.10 m + 55.20 m = 195.50 m
  10. 10. Ponte sobre o Rio Lis Tramos correntes – Secção transversal sobre os pilares  Largura Total 20.50 m  2 x 2 Vias de Tráfego com 3.25 m  Separador Central de 2.50 m  2 Passeios com 2.50 m
  11. 11. Ponte sobre o Rio Lis  Altura da Nervura 1.50 m  Consolas Laterais 5.75 m  Vazamentos - 6 x φ 0.90 m  Pré-esforço Longitudinal e Transversal Tramos correntes – Secção transversal no vão
  12. 12. Ponte sobre o Rio Lis Tramo principal – Secção transversal  Nervura Central com 1.875 m  Vazamentos - 6 x φ 0.90 m  Tirantes: 6 x 2 x 25 Cordões (φ15mm)
  13. 13. Ponte sobre o Rio Lis Tramo de retenção – Secção transversal  Tirantes: 6 x 1 x 55 Cordões (φ15mm)
  14. 14. Ponte Rio Lis Ponte S. Vicente ANÁLISE COMPARATIVA Pontes com Tabuleiro em Laje Suspensa Vão suspenso (l) 55.20 m 31.00 m Vão equivalente (l eq ) 44.20 m 31.00 m Largura do tabuleiro (b) 20.50 m 12.90 m Espessura equivalente da laje (e) 0.79 m 0.52 m Esbelteza (l eq /e) 56 60 Eficiência secção (ρ) 0.23 - 0.27 0.22 Aço em pré-esforço longitudinal 11.7 kg/m 2 12.9 kg/m 2 Aço em tirantes 12.3 kg/m 2 2.9 kg/m 2
  15. 15. ANÁLISE COMPARATIVA Pontes com Tabuleiro em Laje Suspensa Suspensão - Carga Permanente (CP) 70% 80% Suspensão - Sobrecarga (SC) 20% 80% Deslocamento vertical no ½ vão - CP ~ 0 27 mm Deslocamento vertical no ½ vão - SCunif. 25 mm 3 mm Compressão sobre o apoio - sCP sem P -1.8 MPa 0.1 MPa Compressão no ½ vão - sCP sem P -1.2 MPa -0.1 MPa Frequência do 1º modo de vibração vertical 1.5 Hz 4.4 Hz Deslocamento vertical no ½ vão (RPX-95) 8 mm 2 mm Deslocamento máximo admissível (RPX-95) 18 mm 6 mm Ponte Rio Lis Ponte S. Vicente

×