SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
História da Literatura com: Machado de Assis
Joaquim Maria Machado de Assis Um pintor de paredes mulato e uma portuguesa de prendas domésticas foram os pais do menino Joaquim Maria Machado de Assis, neto de escravos alforriados, pobre e epiléptico, nascido em 21 de junho de 1839, no morro do Livramento, Rio de Janeiro, uma cidade então suja, malcheirosa e com uma população estimada de 300 mil habitantes, metade escravos. Nos primeiros anos, com certeza, o menino freqüentou a Chácara do Livramento, sob a proteção da madrinha, senhora muito rica, dona da propriedade. Aos seis anos, presenciou a morte da única irmã. Quatro anos mais tarde, morre-lhe a mãe. Em 1854 o pai casou-se com Maria Inês. Aos quatorze anos, Joaquim Maria ajudava a madastra a vender doces para sustentar a casa, tarefa difícil depois da morte do pai. Não se sabe se freqüentou regularmente a escola. O que se sabe é que, adolescente, já se interessava pela vida intelectual da Corte, onde trabalhou como caixeiro de livraria, tipógrafo e revisor, antes de se iniciar como jornalista e cronista.  Principal obra:
Principais obras: POESIA Crisálidas (1864); Falenas (1870); Americanas (1875); Poesias completas (incluindo Ocidentais) (1901). ROMANCE Ressurreição (1872); A mão e a luva (1874); Helena (1876); Iaiá Garcia (1878); Memórias póstumas de Brás Cubas (1881); Quincas Borba (1891); Dom Casmurro (1899); Esaú e Jacó (1904); Memorial de Aires (1908). CONTO Contos fluminenses (1870); Histórias da meia-noite (1873); Papéis avulsos (1882); Histórias sem data (1884); Várias histórias (1896); Páginas recolhidas (1899); Relíquias de casa velha (1906).
No teatro: TEATRO Queda que as mulheres têm para os tolos (1861); Desencantos (1861); Hoje avental, amanhã luva(1861); O caminho da porta (1862); O protocolo.(1862); Quase ministro (1863); Os deuses de casaca (1865); Tu, só tu, puro amor (1881); Teatro coligido (incluindo Não consultes médico e Lição de botânica) (1910). ALGUMAS OBRAS PÓSTUMAS Crítica (1910); Outras relíquias (contos) (1921); A semana (crônica)(1914, 1937) 3 vol.; Páginas escolhidas (contos) (l92l); Novas relíquias (contos) (1932); Crônicas (1937); Contos fluminenses - 2º vol. (1937); Crítica literária (1937); Crítica teatral (1937); Histórias românticas (1937); Páginas esquecidas (1939); Casa velha (1944); Diálogos e reflexões de um relojoeiro (1956); Crônicas de Lélio (1958).
 
Com a vista fraca, uma renitente infecção intestinal e uma úlcera na língua, em 1.º de agosto Machado vai pela última vez à Academia Brasileira de Letras - que fundara em 1896 e da qual fora eleito presidente primeiro e perpétuo. Na madrugada de 29 de setembro de 1908, lúcido, recusando a presença de um padre para a extrema-unção, morreu Machado de Assis, reconhecido pelo público e pela crítica como um grande escritor. Foi sepultado ao lado de Carolina, cumprindo o que prometera quatro anos antes à mulher, num soneto de despedida: Morte de Machado de Assis Querida, ao pé do leito derradeiro Em que descansas dessa longa vida, Aqui venho e virei, pobre querida Trazer-te o coração de companheiro.
Machado de Assis:
Trabalho de Literatura Aluno: Leonardo  Série: 1°EM A

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Machado de assis
Machado de assisMachado de assis
Machado de assis
Jorgelgl
 
Machado Soraya
Machado SorayaMachado Soraya
Machado Soraya
lucario
 
Resumo da obra o crime do padre amaro
Resumo da obra o crime do padre amaroResumo da obra o crime do padre amaro
Resumo da obra o crime do padre amaro
Leandro Carreira
 
Eça de Queirós vida e obra
Eça de Queirós vida e obraEça de Queirós vida e obra
Eça de Queirós vida e obra
Elisabete Silva
 

Mais procurados (20)

Machado de assis - Biografia
Machado de assis - Biografia Machado de assis - Biografia
Machado de assis - Biografia
 
Machado de assis
Machado de assisMachado de assis
Machado de assis
 
Machado de assis
Machado de assisMachado de assis
Machado de assis
 
Machado Soraya
Machado SorayaMachado Soraya
Machado Soraya
 
Machado de Assis
Machado de AssisMachado de Assis
Machado de Assis
 
Machado de assis
Machado de assisMachado de assis
Machado de assis
 
Machado de Assis - Trabalho
Machado de Assis - TrabalhoMachado de Assis - Trabalho
Machado de Assis - Trabalho
 
Machado de Assis
Machado de AssisMachado de Assis
Machado de Assis
 
Machado de Assis
Machado de AssisMachado de Assis
Machado de Assis
 
Machado de Assis
Machado de AssisMachado de Assis
Machado de Assis
 
Eça de queiroz
 Eça de queiroz Eça de queiroz
Eça de queiroz
 
Resumo da obra o crime do padre amaro
Resumo da obra o crime do padre amaroResumo da obra o crime do padre amaro
Resumo da obra o crime do padre amaro
 
Eça de Queirós
Eça de QueirósEça de Queirós
Eça de Queirós
 
Eça de queiróz trabalho da universidade
Eça de queiróz trabalho da universidadeEça de queiróz trabalho da universidade
Eça de queiróz trabalho da universidade
 
Machado de Assis
Machado de Assis Machado de Assis
Machado de Assis
 
Machado De Assis
Machado De AssisMachado De Assis
Machado De Assis
 
Eça de Queirós vida e obra
Eça de Queirós vida e obraEça de Queirós vida e obra
Eça de Queirós vida e obra
 
Edgar Allan Poe e Machado de Assis: estranhamento e sedução da cidade
Edgar Allan Poe e Machado de Assis: estranhamento e sedução da cidadeEdgar Allan Poe e Machado de Assis: estranhamento e sedução da cidade
Edgar Allan Poe e Machado de Assis: estranhamento e sedução da cidade
 
Machado De Assis
Machado De AssisMachado De Assis
Machado De Assis
 
Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis
Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de AssisMemórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis
Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis
 

Destaque

Trabalho de literatura ! professora Rosana
Trabalho de literatura ! professora RosanaTrabalho de literatura ! professora Rosana
Trabalho de literatura ! professora Rosana
Rosana Faustino
 
A narrativa de machado de assis
A narrativa de machado de assisA narrativa de machado de assis
A narrativa de machado de assis
ma.no.el.ne.ves
 
Trabalho do livro: O iluminado
Trabalho do livro: O iluminadoTrabalho do livro: O iluminado
Trabalho do livro: O iluminado
lana barreto
 
Análise de Dona benedita, de Machado de Assis
Análise de Dona benedita, de Machado de AssisAnálise de Dona benedita, de Machado de Assis
Análise de Dona benedita, de Machado de Assis
ma.no.el.ne.ves
 
Trabalho de literatura
Trabalho de literaturaTrabalho de literatura
Trabalho de literatura
Alaor
 

Destaque (20)

Trabalho de literatura ! professora Rosana
Trabalho de literatura ! professora RosanaTrabalho de literatura ! professora Rosana
Trabalho de literatura ! professora Rosana
 
Machado de assis vida e obra
Machado de assis  vida e obraMachado de assis  vida e obra
Machado de assis vida e obra
 
Machado de assis análise da obra
Machado de assis análise da obraMachado de assis análise da obra
Machado de assis análise da obra
 
A narrativa de machado de assis
A narrativa de machado de assisA narrativa de machado de assis
A narrativa de machado de assis
 
Romance Indianista
Romance IndianistaRomance Indianista
Romance Indianista
 
Trabalho do livro: O iluminado
Trabalho do livro: O iluminadoTrabalho do livro: O iluminado
Trabalho do livro: O iluminado
 
Aula machado de assis
Aula   machado de assisAula   machado de assis
Aula machado de assis
 
Quinhentismo (2012)
Quinhentismo (2012)Quinhentismo (2012)
Quinhentismo (2012)
 
A cartomante
A cartomanteA cartomante
A cartomante
 
Machado de assis obras
Machado de assis   obrasMachado de assis   obras
Machado de assis obras
 
A cartomante
A cartomanteA cartomante
A cartomante
 
Movimento Literário Realismo: o estilo de Machado de Assis
Movimento Literário Realismo: o estilo de Machado de Assis Movimento Literário Realismo: o estilo de Machado de Assis
Movimento Literário Realismo: o estilo de Machado de Assis
 
Análise de Dona benedita, de Machado de Assis
Análise de Dona benedita, de Machado de AssisAnálise de Dona benedita, de Machado de Assis
Análise de Dona benedita, de Machado de Assis
 
Trabalho de literatura
Trabalho de literaturaTrabalho de literatura
Trabalho de literatura
 
Prova sobre o conto A cartomante de Machado de Assis 2015
Prova sobre o conto A cartomante de Machado de Assis 2015Prova sobre o conto A cartomante de Machado de Assis 2015
Prova sobre o conto A cartomante de Machado de Assis 2015
 
Trabalho sobre o livro a escrava isaura
Trabalho sobre o livro a escrava isauraTrabalho sobre o livro a escrava isaura
Trabalho sobre o livro a escrava isaura
 
Realismo no texto "A Cartomante"
Realismo no texto "A Cartomante"Realismo no texto "A Cartomante"
Realismo no texto "A Cartomante"
 
A escrava isaura
A escrava isauraA escrava isaura
A escrava isaura
 
CONFIRA A ATUALIZAÇÃO DESTA APRESENTAÇÃO EM https://www.slideshare.net/clauhe...
CONFIRA A ATUALIZAÇÃO DESTA APRESENTAÇÃO EM https://www.slideshare.net/clauhe...CONFIRA A ATUALIZAÇÃO DESTA APRESENTAÇÃO EM https://www.slideshare.net/clauhe...
CONFIRA A ATUALIZAÇÃO DESTA APRESENTAÇÃO EM https://www.slideshare.net/clauhe...
 
Trabalho Humanismo (1° ano do Ensino Médio) Normas ABNT
Trabalho Humanismo (1° ano do Ensino Médio) Normas ABNTTrabalho Humanismo (1° ano do Ensino Médio) Normas ABNT
Trabalho Humanismo (1° ano do Ensino Médio) Normas ABNT
 

Semelhante a Trabalho De Literatura

O mistério da estrada de sintra rita lopes
O mistério da estrada de sintra   rita lopesO mistério da estrada de sintra   rita lopes
O mistério da estrada de sintra rita lopes
fantas45
 
Semana de leitura 9º ano
Semana de leitura 9º anoSemana de leitura 9º ano
Semana de leitura 9º ano
junior santiago
 
EçA De QueiróS.Pptcarol
EçA De QueiróS.PptcarolEçA De QueiróS.Pptcarol
EçA De QueiróS.Pptcarol
guestd4ad52
 
Amor de prdiçao
Amor de prdiçaoAmor de prdiçao
Amor de prdiçao
Vanokass
 

Semelhante a Trabalho De Literatura (20)

trabalho.pdf
trabalho.pdftrabalho.pdf
trabalho.pdf
 
ApresentaçãO1 Eduarda 1 Em A 2
ApresentaçãO1 Eduarda 1 Em A 2ApresentaçãO1 Eduarda 1 Em A 2
ApresentaçãO1 Eduarda 1 Em A 2
 
Machado De Assis
Machado De AssisMachado De Assis
Machado De Assis
 
Dom casmurro - 3ª A - 2011
Dom casmurro - 3ª A - 2011Dom casmurro - 3ª A - 2011
Dom casmurro - 3ª A - 2011
 
O mistério da estrada de sintra rita lopes
O mistério da estrada de sintra   rita lopesO mistério da estrada de sintra   rita lopes
O mistério da estrada de sintra rita lopes
 
Quincas borba
Quincas borbaQuincas borba
Quincas borba
 
Aquilino ribeiro
Aquilino ribeiroAquilino ribeiro
Aquilino ribeiro
 
Semana de leitura 9º ano
Semana de leitura 9º anoSemana de leitura 9º ano
Semana de leitura 9º ano
 
EçA De QueiróS.Pptcarol
EçA De QueiróS.PptcarolEçA De QueiróS.Pptcarol
EçA De QueiróS.Pptcarol
 
Machado de Assis 2.0.ppt
Machado de Assis 2.0.pptMachado de Assis 2.0.ppt
Machado de Assis 2.0.ppt
 
O primo Basílio
O primo BasílioO primo Basílio
O primo Basílio
 
Literatura
LiteraturaLiteratura
Literatura
 
Amor de prdiçao
Amor de prdiçaoAmor de prdiçao
Amor de prdiçao
 
José de alencar
José de alencarJosé de alencar
José de alencar
 
O ROMANTISMO BRASILEIRO - MOVIMENTO LITERARIO
O ROMANTISMO BRASILEIRO - MOVIMENTO LITERARIOO ROMANTISMO BRASILEIRO - MOVIMENTO LITERARIO
O ROMANTISMO BRASILEIRO - MOVIMENTO LITERARIO
 
Romantismo - Prosa
Romantismo - ProsaRomantismo - Prosa
Romantismo - Prosa
 
Machado De Assis Nasser1
Machado De Assis Nasser1Machado De Assis Nasser1
Machado De Assis Nasser1
 
obras
obrasobras
obras
 
Romantismo em Portugal
Romantismo em PortugalRomantismo em Portugal
Romantismo em Portugal
 
Trabalho Denise
Trabalho DeniseTrabalho Denise
Trabalho Denise
 

Mais de martinsramon (20)

As frases estão corretas
As frases estão corretasAs frases estão corretas
As frases estão corretas
 
Restart
RestartRestart
Restart
 
Como Fazer Uma DissertaçãO
Como Fazer Uma DissertaçãOComo Fazer Uma DissertaçãO
Como Fazer Uma DissertaçãO
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas EuropeiasVanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
 
Pré Modernismo
Pré ModernismoPré Modernismo
Pré Modernismo
 
Antecedentes E A Semana De Arte Moderna De 1210290778407615 8
Antecedentes E A Semana De Arte Moderna De 1210290778407615 8Antecedentes E A Semana De Arte Moderna De 1210290778407615 8
Antecedentes E A Semana De Arte Moderna De 1210290778407615 8
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 
A Prosa Modernista Ppt
A Prosa Modernista PptA Prosa Modernista Ppt
A Prosa Modernista Ppt
 
Discurso Direto E Indireto
Discurso Direto E IndiretoDiscurso Direto E Indireto
Discurso Direto E Indireto
 
A DescriçãO
A DescriçãOA DescriçãO
A DescriçãO
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Realismo E Naturalismo
Realismo E NaturalismoRealismo E Naturalismo
Realismo E Naturalismo
 
Formas De RedaçãO
Formas De RedaçãOFormas De RedaçãO
Formas De RedaçãO
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
 
Marra
MarraMarra
Marra
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 

Trabalho De Literatura

  • 1. História da Literatura com: Machado de Assis
  • 2. Joaquim Maria Machado de Assis Um pintor de paredes mulato e uma portuguesa de prendas domésticas foram os pais do menino Joaquim Maria Machado de Assis, neto de escravos alforriados, pobre e epiléptico, nascido em 21 de junho de 1839, no morro do Livramento, Rio de Janeiro, uma cidade então suja, malcheirosa e com uma população estimada de 300 mil habitantes, metade escravos. Nos primeiros anos, com certeza, o menino freqüentou a Chácara do Livramento, sob a proteção da madrinha, senhora muito rica, dona da propriedade. Aos seis anos, presenciou a morte da única irmã. Quatro anos mais tarde, morre-lhe a mãe. Em 1854 o pai casou-se com Maria Inês. Aos quatorze anos, Joaquim Maria ajudava a madastra a vender doces para sustentar a casa, tarefa difícil depois da morte do pai. Não se sabe se freqüentou regularmente a escola. O que se sabe é que, adolescente, já se interessava pela vida intelectual da Corte, onde trabalhou como caixeiro de livraria, tipógrafo e revisor, antes de se iniciar como jornalista e cronista. Principal obra:
  • 3. Principais obras: POESIA Crisálidas (1864); Falenas (1870); Americanas (1875); Poesias completas (incluindo Ocidentais) (1901). ROMANCE Ressurreição (1872); A mão e a luva (1874); Helena (1876); Iaiá Garcia (1878); Memórias póstumas de Brás Cubas (1881); Quincas Borba (1891); Dom Casmurro (1899); Esaú e Jacó (1904); Memorial de Aires (1908). CONTO Contos fluminenses (1870); Histórias da meia-noite (1873); Papéis avulsos (1882); Histórias sem data (1884); Várias histórias (1896); Páginas recolhidas (1899); Relíquias de casa velha (1906).
  • 4. No teatro: TEATRO Queda que as mulheres têm para os tolos (1861); Desencantos (1861); Hoje avental, amanhã luva(1861); O caminho da porta (1862); O protocolo.(1862); Quase ministro (1863); Os deuses de casaca (1865); Tu, só tu, puro amor (1881); Teatro coligido (incluindo Não consultes médico e Lição de botânica) (1910). ALGUMAS OBRAS PÓSTUMAS Crítica (1910); Outras relíquias (contos) (1921); A semana (crônica)(1914, 1937) 3 vol.; Páginas escolhidas (contos) (l92l); Novas relíquias (contos) (1932); Crônicas (1937); Contos fluminenses - 2º vol. (1937); Crítica literária (1937); Crítica teatral (1937); Histórias românticas (1937); Páginas esquecidas (1939); Casa velha (1944); Diálogos e reflexões de um relojoeiro (1956); Crônicas de Lélio (1958).
  • 5.  
  • 6. Com a vista fraca, uma renitente infecção intestinal e uma úlcera na língua, em 1.º de agosto Machado vai pela última vez à Academia Brasileira de Letras - que fundara em 1896 e da qual fora eleito presidente primeiro e perpétuo. Na madrugada de 29 de setembro de 1908, lúcido, recusando a presença de um padre para a extrema-unção, morreu Machado de Assis, reconhecido pelo público e pela crítica como um grande escritor. Foi sepultado ao lado de Carolina, cumprindo o que prometera quatro anos antes à mulher, num soneto de despedida: Morte de Machado de Assis Querida, ao pé do leito derradeiro Em que descansas dessa longa vida, Aqui venho e virei, pobre querida Trazer-te o coração de companheiro.
  • 8. Trabalho de Literatura Aluno: Leonardo Série: 1°EM A