Serguei SergueievitchProkofiev<br />Vida e Obra<br />
Nascimento e Formação<br />Sergei SergeievitchProkofiev nasceu em Sontsovka (Rússia) a 23 de abril de 1891.<br />Criança p...
Volta para terra natal e Produção<br />Em 1934 voltou para a Rússia, sendo atacado por formalismo burguês. Depois de um pe...
Dificuldades profissionais e Morte<br />Em fevereiro de 1948 um decreto do comitê central do partido comunista, inspirado ...
Estilo<br />Prokofiev foi um compositor de versatilidade extraordinária, tendo cultivado todos os gêneros musicais, rico e...
Opinião da Crítica<br />A crítica musical russa continua desprezando todas ou quase todas as obras escritas na emigração, ...
Obras oficiais<br />Prokofiev escreveu, antes de emigrar, os Concertos para piano n.º 1 em ré maior e o n.º 2 em sol menor...
Obras questionadas<br />Mas há muita discussão acerca das sinfonias posteriores: na Rússia, só foram reincluídas no repert...
A Composição mais famosa<br />A composição mais famosa de Prokofiev é a cantata AleksandrNevski (1939), da qual também tir...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Serguei Sergueievitch Prokofiev

1.081 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.081
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Serguei Sergueievitch Prokofiev

  1. 1. Serguei SergueievitchProkofiev<br />Vida e Obra<br />
  2. 2. Nascimento e Formação<br />Sergei SergeievitchProkofiev nasceu em Sontsovka (Rússia) a 23 de abril de 1891.<br />Criança prodígio, estudou música sob orientação de Rimski-Korsakov e Tcherepnin, tornando-se brilhante pianista e dando provas de notável talento de compositor.<br />Depois da Revolução de 1917 emigrou para o Ocidente, passando a viver em Paris.<br />
  3. 3. Volta para terra natal e Produção<br />Em 1934 voltou para a Rússia, sendo atacado por formalismo burguês. Depois de um período de resistência contra os ataques, retratou-se publicamente.<br />Escreveu obras que agradaram às autoridades, mas também outras, mais independentes. <br />
  4. 4. Dificuldades profissionais e Morte<br />Em fevereiro de 1948 um decreto do comitê central do partido comunista, inspirado pelo comissário do povo Jdanov, tornou impossível a resistência contra a estética oficial. Só em 1956 Prokofiev foi reabilitado. Mas nem todas as suas obras foram reincluídas no repertório oficialmente aprovado.<br />Prokofiev morreu em Moscou a 4 de março de 1953.<br />
  5. 5. Estilo<br />Prokofiev foi um compositor de versatilidade extraordinária, tendo cultivado todos os gêneros musicais, rico em invenção melódica e artes de instrumentação. O traço característico de sua música é o humor. Mas há controvérsias quanto à natureza do seu estilo.<br />
  6. 6. Opinião da Crítica<br />A crítica musical russa continua desprezando todas ou quase todas as obras escritas na emigração, como cosmopolitas e oportunistas, ao passo que a crítica dos países ocidentais considera a sua música especificamente russa. Alguns críticos independentes acham, porém, que Prokofiev encontrou esse russianismo só nas obras escritas depois de 1934. Sobre a extraordinária riqueza da sua criação não há mais discussões.<br />
  7. 7. Obras oficiais<br />Prokofiev escreveu, antes de emigrar, os Concertos para piano n.º 1 em ré maior e o n.º 2 em sol menor. O Concerto para piano n.º 3 em dó maior só foi terminado na França. De 1917 é o Concerto para violino n.º 1 em ré maior, sendo que o n.º 2 em sol menor, só foi escrito em 1935. Esses concertos são as obras unanimemente reconhecidas do compositor. Também são aceitas por todos duas obras orquestrais, a Suíte cítica (1914), em que o autor se aproxima de Stravinsky, e a Sinfonia clássica, paródia espirituosa do estilo de Haydn. <br />
  8. 8. Obras questionadas<br />Mas há muita discussão acerca das sinfonias posteriores: na Rússia, só foram reincluídas no repertório as Sinfonias n.º 3 e n.º 6, ao passo que a crítica ocidental prefere justamente outras, a n.º 5 e n.º 7. Prokofiev também escreveu grande número de sonatas para piano, sendo notáveis a n.º 6, n.º 7, n.º 8 e n.º 9 e a Sonata para violino em fá menor. Entre as melhores obras instrumentais incluem-se os bailados Chut (1920) e Romeu e Julieta (1935). <br />
  9. 9. A Composição mais famosa<br />A composição mais famosa de Prokofiev é a cantata AleksandrNevski (1939), da qual também tirou uma suíte para orquestra. Em compensação, oscilaram entre sucesso e frieza da crítica e do público as óperas do autor: O amor das três laranjas (1919), com libreto tirado de uma peça de Gozzi, obra encantadoramente feérica; O anjo de fogo (1935), com libreto tirado de um romance de Briussov; Guerra e Paz (1942) com libreto tirado do romance homônimo de Tolstói. <br />

×