SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
 
Desafio #1 - Gabarito 
 
TEMA DA SEMANA 29/06:  
Os Moradores de Rua e a Política Higienista no Brasil. 
 
Plano de Texto - Modelo 
Tese 
A exclusão de pessoas em situação de rua, causada por 
pensamentos eugenistas, culmina na impossibilidade de 
exercer direitos básicos, como o direito à moradia. 
Argumento #1 
+ Repertório 
Causa: as políticas higienistas, com base no determinismo 
biológico, fortalecem a exclusão de pessoas pobres em 
situação de rua nas cidades brasileiras. 
 
Determinismo biológico. 
Argumento #2 
+ Repertório 
Consequência: como consequência dessas práticas, o direito à 
moradia, previsto constitucionalmente, é negado. 
 
Constituição Federal de 1988. 
 
Ilustração de cenas da Copa do Mundo de 2014, em Belo 
Horizonte. 
Proposta de 
Intervenção 
 
● Agente: Governo Federal. 
● Ação: criação de casas de acolhimento que ofereçam 
vagas suficientes ao contingente populacional em 
situação de rua. 
● Meio: por meio do Ministério da Cidadania e das 
secretarias de assistência social.  
● Finalidade: no intuito de garantir o direito à moradia, 
sem uso de práticas compulsórias. 
● Detalhamento (do meio): nos âmbitos municipal e 
estadual. 
 
 
REDAÇÃO MODELO 
​De acordo com ​o romance-reportagem “Holocausto Brasileiro”, da jornalista
 
Daniela Arbex, durante o século XX, o governo do Brasil enclausurou, em hospitais
psiquiátricos, sujeitos considerados destoantes da norma padrão social, com o
objetivo de limpar as vias públicas dos “indesejáveis”​. ​Dentre esses​,
encontravam-se os moradores de rua. ​De forma análoga​, ​hodiernamente
percebe-se que essa prática, na lógica higienista, ainda não teve fim​. ​Nota-se que,
por meio de políticas eugenistas​, ​o governo brasileiro tem impedido uma parcela
populacional de exercer o direito à moradia​. Diante disso​, faz-se importante pensar
em soluções para a problemática em questão.
A princípio​, podemos vislumbrar que ​o determinismo biológico perpassou
muitas fases da história da humanidade​. ​Em nome de uma raça superior, ​por
exemplo​, ​europeus escravizaram africanos e nazistas mataram judeus​.
Similarmente​, nas cidades brasileiras, autoridades aplicam políticas de higienização
social​, ​no intuito de tornar as cidades mais bonitas, escondendo as desigualdades
que ali moram. ​À vista disso​, pode-se constatar que a ideia ilusória de que a
pobreza, por si só, determina o caráter ou a conduta de sujeitos, associada aos
métodos higienistas, recai na prática da segregação por superioridade.
Consequentemente​, ​se as pessoas em situação de rua fazem do espaço
público moradia, a sua retirada compulsória, ​com a finalidade de ​embelezar as
cidades, fere direitos garantidos na ​Constituição Federal de 1988​. ​Nesse ínterim​,
impossibilitados de ocupar praças e calçadas, aqueles que não têm habitação são
lançados à própria sorte. ​Caso semelhante foi visto em Belo Horizonte, em 2014,
durante as comemorações da Copa, em que ocupantes da rua foram retirados
desse espaço para não prejudicar o cenário da capital​. ​Logo​, esses cidadãos
tornam-se vítimas de doenças e acabam, muitas vezes, em situações de morte.
Portanto, no intuito de ​garantir o direito à moradia, sem uso de práticas
compulsórias, cabe ao Governo Federal​, ​por meio do ​Ministério da Cidadania e das
secretarias de assistência social, nos âmbitos municipal e estadual, a criação de
casas de acolhimento que ofereçam vagas suficientes ao contingente populacional
em situação de rua​. Tal criação deverá romper com o higienismo e oferecer a
possibilidade de garantir moradia a quem precisa. Assim​, ​cenas como as descritas
por Arbex não se perpetuarão​.
 
 
 
 
 
 
LEGENDA 
ROSA  Tese 
VERDE  Argumento #1 
AZUL  Argumento #2 
LARANJA  Repertório 
LILÁS  Elementos da proposta de intervenção 
ROSA ESCURO  Recursos coesivos 
   
 
 
Desafio #2 - Tema da Semana 06/07 
TEXTO I 
A água no Brasil: da abundância à escassez 
Garantir o acesso à água de qualidade a todos os brasileiros é um dos
                           
principais desafios para os próximos gestores do país. Culturalmente tratado como
                     
um bem infinito, a água é um dos recursos naturais que mais tem dado sinais de
                               
que não subsistirá por muito tempo às intervenções humanas no meio ambiente e
                         
às mudanças do clima. 
Em várias regiões do país, já são sentidos diferentes impactos, como
                     
escassez, desaparecimento de nascentes e rios, aumento da poluição da água. Os
                       
especialistas alertam que os problemas podem se agravar se não forem tomadas
                       
medidas urgentes e se a sociedade não mudar sua percepção e comportamento em
                         
relação aos recursos naturais. 
O Brasil tem 12 regiões hidrográficas que passam por diferentes desafios
                     
para manter sua disponibilidade e qualidade hídrica. Mapeamento do Ministério do
                     
Meio Ambiente mostra que, nas bacias que abrangem a Região Norte, o impacto
                         
vem principalmente da expansão da geração de energia hidrelétrica. Na Região
                     
Centro-Oeste, é a expansão da fronteira agrícola que mais desafia a conservação
                       
dos recursos hídricos. As regiões Sul e Nordeste enfrentam déficit hídrico e a Região
                           
Sudeste apresenta também o problema da poluição hídrica. 
Em nível global, o desafio é conter o aumento da temperatura do clima, fator
                           
que gera ondas de calor e extremos de seca que afetam a disponibilidade de água.
                             
O relatório especial do Painel Intergovernamental das Mudanças Climáticas, das
                   
Nações Unidas, divulgado recentemente, mostra que, se a temperatura global subir
                     
acima de 1,5°C, em todo o mundo mais de 350 milhões de pessoas ficarão expostas
                             
até 2050 a períodos severos de seca. 
Berço de águas escassas 
Os especialistas apontam que uma das principais causas para a crise hídrica
                       
é o uso inadequado do solo. No Centro-Oeste, por exemplo, estão concentradas as
                         
nascentes de rios importantes do país, devido a sua localização no Planalto Central.
                         
Conhecida como berço das águas, a região tem vegetação de Cerrado, bioma que
                         
ocupa mais de 20% do território e atualmente é um dos principais pontos de
                           
expansão da agropecuária, atividade que usa cerca de 70% da água consumida no
                         
país. 
 
 
Como consequência do avanço da fronteira agrícola, o Cerrado já tem
                     
praticamente metade de sua área totalmente devastada. Os efeitos da ausência da
                       
vegetação nativa para proteger o solo já são percebidos principalmente na
                     
diminuição da vazão dos rios e na escassez de água para abastecimento urbano. 
Disponível em: ​http://agenciabrasil.ebc.com.br​ Acesso em: 20 de ago. 2019. 
TEXTO II 
O Brasil tem sede, embora seja o dono de 20% da água de todo o mundo 
Aumento da demanda dos setores agrícola e de energia, entre outros, exige melhor 
gestão dos recursos hídricos 
Se o Brasil tem quase um quinto das reservas hídricas do mundo, por que as
                             
notícias sobre falta de água se tornaram tão comuns em todo o país nos últimos
                             
anos? Há muitas respostas para a pergunta, passando pela diferença na maneira
                       
como a água se distribui geograficamente e a degradação das áreas em volta das
                           
bacias hidrográficas, até mudanças climáticas e infraestrutura de abastecimento
                 
deficiente. 
Para aumentar a complexidade do tema, os setores que mais contribuem
                     
para a economia são também os mais dependentes. Por exemplo, 62% da energia
                         
do Brasil é gerada em usinas hidrelétricas. A água também é essencial na
                         
agricultura. Segundo a Agência Nacional de Águas (ANA), a irrigação usa 72% dos
                         
recursos hídricos disponíveis para consumo. Tamanha dependência significa que,
                 
em tempos de crise – como a vivida por São Paulo em 2014 e 2015 –, a
                                 
produtividade de diversos setores econômicos pode ser ameaçada. 
Diante das provas científicas cada vez mais fortes da conexão entre
                     
desmatamento, degradação das florestas e mudanças nos padrões de chuva em
                     
todo o Brasil, o documento ​Diagnóstico Sistemático de País (SCD, na abreviatura em
                         
inglês) adverte: crises hídricas como a de São Paulo podem se repetir ao longo das
                             
próximas quatro décadas, afetando o abastecimento de água, a produção agrícola e
                       
a geração de energia, entre outras atividades. O estudo também destaca a redução
                         
do desmatamento na Amazônia (em 82%) e a criação de regulamentações como o
                         
Código Florestal, que ajuda a proteger os recursos naturais dos terrenos rurais.
                       
Trata-se de conquistas recentes depois de décadas de devastação e é necessário
                       
controle constante para que não se percam. 
 
 
 
Os setores mais dependentes 
O Brasil é o segundo maior exportador de alimentos do mundo. No país em
                           
que a agricultura e o agronegócio respondem por 8,4% do PIB, a área de terras
                             
irrigadas aumentou em ritmo acelerado na última década e tudo indica que o
                         
consumo hídrico deve seguir crescendo. Atualmente, menos de 20% das terras
                     
irrigáveis têm acesso a irrigação. Já na área de geração de energia, mesmo com a
                             
diversificação das fontes prevista para as próximas duas décadas, as usinas
                     
hidrelétricas continuarão entregando 57% da eletricidade usada no Brasil. 
Desigualdades no acesso a água e saneamento 
Entre os 40% mais pobres do país, o percentual de domicílios com um vaso
                           
sanitário ligado à rede de esgoto aumentou de 33% em 2004 para 43% em 2013. No
                               
entanto, o acesso ainda é menor do que entre os mais ricos. Outra diferença
                           
marcante é a que existe nas coberturas nacionais de água (82,5%), esgoto (48,6%) e
                           
tratamento real de esgoto (39%). A falta de tratamento de esgoto faz com que
                           
poluentes sejam jogados diretamente na água ou processados em tanques sépticos
                     
desregulados, com graves consequências na qualidade dos recursos hídricos, assim
                   
como no bem-estar da população. 
Disponível em: ​https://brasil.elpais.com​ Acesso em: 16 de ago. 2019. 
 
PROPOSTA DE REDAÇÃO 
A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos
                       
construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em
                   
modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema ​A crise hídrica em
                         
questão no Brasil​, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos
                     
humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e
                       
fatos para defesa de seu ponto de vista. 
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Agua um-bem-de-valor-econ omico--dhebora-thais-soares-araujo--giseli-camargo-...
Agua um-bem-de-valor-econ omico--dhebora-thais-soares-araujo--giseli-camargo-...Agua um-bem-de-valor-econ omico--dhebora-thais-soares-araujo--giseli-camargo-...
Agua um-bem-de-valor-econ omico--dhebora-thais-soares-araujo--giseli-camargo-...amiro martins
 
Apostila recursos hidridicos
Apostila recursos hidridicosApostila recursos hidridicos
Apostila recursos hidridicosi_ramos
 
A insustentabilidade dos atuais padrões de produção
A insustentabilidade dos atuais padrões de produçãoA insustentabilidade dos atuais padrões de produção
A insustentabilidade dos atuais padrões de produçãoAtividades Diversas Cláudia
 
Importância/escassez da água
Importância/escassez da águaImportância/escassez da água
Importância/escassez da águaPAFB
 
A importância da água
A  importância da águaA  importância da água
A importância da águamateux
 
Politica de recursos hidricos no brasil
Politica de recursos hidricos no brasilPolitica de recursos hidricos no brasil
Politica de recursos hidricos no brasilgbruck53
 
TVJur.com - Aula de Direito Ambiental - Recursos hídricos
TVJur.com - Aula de Direito Ambiental - Recursos hídricosTVJur.com - Aula de Direito Ambiental - Recursos hídricos
TVJur.com - Aula de Direito Ambiental - Recursos hídricosTVJur.com
 
Recursos hídricos patrícia , rute & susana
Recursos hídricos   patrícia , rute & susanaRecursos hídricos   patrícia , rute & susana
Recursos hídricos patrícia , rute & susanaThepatriciamartins12
 
áGua em extinção
áGua em extinçãoáGua em extinção
áGua em extinçãotadmc
 

Mais procurados (17)

Projeto àgua
Projeto àguaProjeto àgua
Projeto àgua
 
Agua um-bem-de-valor-econ omico--dhebora-thais-soares-araujo--giseli-camargo-...
Agua um-bem-de-valor-econ omico--dhebora-thais-soares-araujo--giseli-camargo-...Agua um-bem-de-valor-econ omico--dhebora-thais-soares-araujo--giseli-camargo-...
Agua um-bem-de-valor-econ omico--dhebora-thais-soares-araujo--giseli-camargo-...
 
1 saiba mais_escassez_agua
1 saiba mais_escassez_agua1 saiba mais_escassez_agua
1 saiba mais_escassez_agua
 
Apostila recursos hidridicos
Apostila recursos hidridicosApostila recursos hidridicos
Apostila recursos hidridicos
 
A insustentabilidade dos atuais padrões de produção
A insustentabilidade dos atuais padrões de produçãoA insustentabilidade dos atuais padrões de produção
A insustentabilidade dos atuais padrões de produção
 
Importância/escassez da água
Importância/escassez da águaImportância/escassez da água
Importância/escassez da água
 
Trabalho 1
Trabalho 1Trabalho 1
Trabalho 1
 
A importância da água
A  importância da águaA  importância da água
A importância da água
 
A questao da agua no mundo e no brasil
A questao da agua no mundo e no brasilA questao da agua no mundo e no brasil
A questao da agua no mundo e no brasil
 
Testes
TestesTestes
Testes
 
Politica de recursos hidricos no brasil
Politica de recursos hidricos no brasilPolitica de recursos hidricos no brasil
Politica de recursos hidricos no brasil
 
Recursos hidricos
Recursos hidricosRecursos hidricos
Recursos hidricos
 
TVJur.com - Aula de Direito Ambiental - Recursos hídricos
TVJur.com - Aula de Direito Ambiental - Recursos hídricosTVJur.com - Aula de Direito Ambiental - Recursos hídricos
TVJur.com - Aula de Direito Ambiental - Recursos hídricos
 
Recursos hídricos patrícia , rute & susana
Recursos hídricos   patrícia , rute & susanaRecursos hídricos   patrícia , rute & susana
Recursos hídricos patrícia , rute & susana
 
Gestão dos Recursos Hídricos
Gestão dos Recursos HídricosGestão dos Recursos Hídricos
Gestão dos Recursos Hídricos
 
áGua em extinção
áGua em extinçãoáGua em extinção
áGua em extinção
 
Regiões hidroconflitivas
Regiões hidroconflitivasRegiões hidroconflitivas
Regiões hidroconflitivas
 

Semelhante a 1 4909307155888210207

TRABALHO DE LINGUA PORTUGUESA.docx
TRABALHO DE LINGUA PORTUGUESA.docxTRABALHO DE LINGUA PORTUGUESA.docx
TRABALHO DE LINGUA PORTUGUESA.docxjessika80
 
Proposta Crise Hídrica.pdf
Proposta Crise Hídrica.pdfProposta Crise Hídrica.pdf
Proposta Crise Hídrica.pdfssuser52d478
 
NÃO HÁ MOTIVOS PARA COMEMORAR O DIA MUNDIAL DA ÁGUA.pdf
NÃO HÁ MOTIVOS PARA COMEMORAR O DIA MUNDIAL DA ÁGUA.pdfNÃO HÁ MOTIVOS PARA COMEMORAR O DIA MUNDIAL DA ÁGUA.pdf
NÃO HÁ MOTIVOS PARA COMEMORAR O DIA MUNDIAL DA ÁGUA.pdfFaga1939
 
ANÁLISE DE FUNCIONALIDADE DO SISTEMA DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA PLUVIAL DA ESCOLA DE...
ANÁLISE DE FUNCIONALIDADE DO SISTEMA DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA PLUVIAL DA ESCOLA DE...ANÁLISE DE FUNCIONALIDADE DO SISTEMA DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA PLUVIAL DA ESCOLA DE...
ANÁLISE DE FUNCIONALIDADE DO SISTEMA DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA PLUVIAL DA ESCOLA DE...Mari Barroso
 
Dia Mundial da Alimentação
Dia Mundial da AlimentaçãoDia Mundial da Alimentação
Dia Mundial da AlimentaçãobibliotecaCMP
 
Poluição das águas
Poluição das águasPoluição das águas
Poluição das águasEMEFEzequiel
 
1 saiba mais_escassez_agua
1 saiba mais_escassez_agua1 saiba mais_escassez_agua
1 saiba mais_escassez_aguaPriscacoelho
 
Roteiro de atividades do Ciclo Autoral de 27 até 31 de julho de 2020.
Roteiro de atividades do Ciclo Autoral de 27 até 31 de julho de 2020.Roteiro de atividades do Ciclo Autoral de 27 até 31 de julho de 2020.
Roteiro de atividades do Ciclo Autoral de 27 até 31 de julho de 2020.escolacaiosergio
 
Dia mundial da Água 2011: Água para as cidades: responder ao desafio urbano
Dia mundial da Água 2011: Água para as cidades: responder ao desafio urbanoDia mundial da Água 2011: Água para as cidades: responder ao desafio urbano
Dia mundial da Água 2011: Água para as cidades: responder ao desafio urbanoMarilucia Santos
 
Falemos um pouco sobre o que é seguramente o recurso natural mais importante ...
Falemos um pouco sobre o que é seguramente o recurso natural mais importante ...Falemos um pouco sobre o que é seguramente o recurso natural mais importante ...
Falemos um pouco sobre o que é seguramente o recurso natural mais importante ...Unicesumar
 

Semelhante a 1 4909307155888210207 (13)

TRABALHO DE LINGUA PORTUGUESA.docx
TRABALHO DE LINGUA PORTUGUESA.docxTRABALHO DE LINGUA PORTUGUESA.docx
TRABALHO DE LINGUA PORTUGUESA.docx
 
Proposta Crise Hídrica.pdf
Proposta Crise Hídrica.pdfProposta Crise Hídrica.pdf
Proposta Crise Hídrica.pdf
 
NÃO HÁ MOTIVOS PARA COMEMORAR O DIA MUNDIAL DA ÁGUA.pdf
NÃO HÁ MOTIVOS PARA COMEMORAR O DIA MUNDIAL DA ÁGUA.pdfNÃO HÁ MOTIVOS PARA COMEMORAR O DIA MUNDIAL DA ÁGUA.pdf
NÃO HÁ MOTIVOS PARA COMEMORAR O DIA MUNDIAL DA ÁGUA.pdf
 
ANÁLISE DE FUNCIONALIDADE DO SISTEMA DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA PLUVIAL DA ESCOLA DE...
ANÁLISE DE FUNCIONALIDADE DO SISTEMA DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA PLUVIAL DA ESCOLA DE...ANÁLISE DE FUNCIONALIDADE DO SISTEMA DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA PLUVIAL DA ESCOLA DE...
ANÁLISE DE FUNCIONALIDADE DO SISTEMA DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA PLUVIAL DA ESCOLA DE...
 
Dia Mundial da Alimentação
Dia Mundial da AlimentaçãoDia Mundial da Alimentação
Dia Mundial da Alimentação
 
Poluição das águas
Poluição das águasPoluição das águas
Poluição das águas
 
1 saiba mais_escassez_agua
1 saiba mais_escassez_agua1 saiba mais_escassez_agua
1 saiba mais_escassez_agua
 
Roteiro de atividades do Ciclo Autoral de 27 até 31 de julho de 2020.
Roteiro de atividades do Ciclo Autoral de 27 até 31 de julho de 2020.Roteiro de atividades do Ciclo Autoral de 27 até 31 de julho de 2020.
Roteiro de atividades do Ciclo Autoral de 27 até 31 de julho de 2020.
 
Hidrologia
HidrologiaHidrologia
Hidrologia
 
Cuidar do meio ambiente
Cuidar do meio ambienteCuidar do meio ambiente
Cuidar do meio ambiente
 
Poluição da água
Poluição da águaPoluição da água
Poluição da água
 
Dia mundial da Água 2011: Água para as cidades: responder ao desafio urbano
Dia mundial da Água 2011: Água para as cidades: responder ao desafio urbanoDia mundial da Água 2011: Água para as cidades: responder ao desafio urbano
Dia mundial da Água 2011: Água para as cidades: responder ao desafio urbano
 
Falemos um pouco sobre o que é seguramente o recurso natural mais importante ...
Falemos um pouco sobre o que é seguramente o recurso natural mais importante ...Falemos um pouco sobre o que é seguramente o recurso natural mais importante ...
Falemos um pouco sobre o que é seguramente o recurso natural mais importante ...
 

Mais de Professora sonhadora (20)

Artigo informativo resposta
Artigo informativo respostaArtigo informativo resposta
Artigo informativo resposta
 
Atividade com gabarito interpretação
Atividade com gabarito interpretaçãoAtividade com gabarito interpretação
Atividade com gabarito interpretação
 
Atividade com gabarito
Atividade com gabaritoAtividade com gabarito
Atividade com gabarito
 
Artigo de opnião resp
Artigo de opnião respArtigo de opnião resp
Artigo de opnião resp
 
Apólogo com gabarito
Apólogo com gabaritoApólogo com gabarito
Apólogo com gabarito
 
Escolas literarias
Escolas literariasEscolas literarias
Escolas literarias
 
Apoiopara1e2ano 160816185136
Apoiopara1e2ano 160816185136Apoiopara1e2ano 160816185136
Apoiopara1e2ano 160816185136
 
Apoiopara1e2ano 160816185136 (1)
Apoiopara1e2ano 160816185136 (1)Apoiopara1e2ano 160816185136 (1)
Apoiopara1e2ano 160816185136 (1)
 
03 novo acordo_ortografico
03 novo acordo_ortografico03 novo acordo_ortografico
03 novo acordo_ortografico
 
1convite resp
1convite resp1convite resp
1convite resp
 
72079 20050416120421
72079 2005041612042172079 20050416120421
72079 20050416120421
 
Apresentacao palavras invariaveis
Apresentacao palavras invariaveisApresentacao palavras invariaveis
Apresentacao palavras invariaveis
 
72079 20050416120421
72079 2005041612042172079 20050416120421
72079 20050416120421
 
Ambientes de aprendizagem
Ambientes de aprendizagemAmbientes de aprendizagem
Ambientes de aprendizagem
 
4a.lesp plano de curso
4a.lesp plano de curso4a.lesp plano de curso
4a.lesp plano de curso
 
1 fase nivel2_gabarito_2011
1 fase nivel2_gabarito_20111 fase nivel2_gabarito_2011
1 fase nivel2_gabarito_2011
 
1 fase nivel2_2011
1 fase nivel2_20111 fase nivel2_2011
1 fase nivel2_2011
 
Naturalismo
NaturalismoNaturalismo
Naturalismo
 
Literatura
LiteraturaLiteratura
Literatura
 
Espanhol 6 ano
Espanhol 6 anoEspanhol 6 ano
Espanhol 6 ano
 

Último

SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 

Último (20)

SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 

1 4909307155888210207

  • 1.   Desafio #1 - Gabarito    TEMA DA SEMANA 29/06:   Os Moradores de Rua e a Política Higienista no Brasil.    Plano de Texto - Modelo  Tese  A exclusão de pessoas em situação de rua, causada por  pensamentos eugenistas, culmina na impossibilidade de  exercer direitos básicos, como o direito à moradia.  Argumento #1  + Repertório  Causa: as políticas higienistas, com base no determinismo  biológico, fortalecem a exclusão de pessoas pobres em  situação de rua nas cidades brasileiras.    Determinismo biológico.  Argumento #2  + Repertório  Consequência: como consequência dessas práticas, o direito à  moradia, previsto constitucionalmente, é negado.    Constituição Federal de 1988.    Ilustração de cenas da Copa do Mundo de 2014, em Belo  Horizonte.  Proposta de  Intervenção    ● Agente: Governo Federal.  ● Ação: criação de casas de acolhimento que ofereçam  vagas suficientes ao contingente populacional em  situação de rua.  ● Meio: por meio do Ministério da Cidadania e das  secretarias de assistência social.   ● Finalidade: no intuito de garantir o direito à moradia,  sem uso de práticas compulsórias.  ● Detalhamento (do meio): nos âmbitos municipal e  estadual.   
  • 2.   REDAÇÃO MODELO  ​De acordo com ​o romance-reportagem “Holocausto Brasileiro”, da jornalista   Daniela Arbex, durante o século XX, o governo do Brasil enclausurou, em hospitais psiquiátricos, sujeitos considerados destoantes da norma padrão social, com o objetivo de limpar as vias públicas dos “indesejáveis”​. ​Dentre esses​, encontravam-se os moradores de rua. ​De forma análoga​, ​hodiernamente percebe-se que essa prática, na lógica higienista, ainda não teve fim​. ​Nota-se que, por meio de políticas eugenistas​, ​o governo brasileiro tem impedido uma parcela populacional de exercer o direito à moradia​. Diante disso​, faz-se importante pensar em soluções para a problemática em questão. A princípio​, podemos vislumbrar que ​o determinismo biológico perpassou muitas fases da história da humanidade​. ​Em nome de uma raça superior, ​por exemplo​, ​europeus escravizaram africanos e nazistas mataram judeus​. Similarmente​, nas cidades brasileiras, autoridades aplicam políticas de higienização social​, ​no intuito de tornar as cidades mais bonitas, escondendo as desigualdades que ali moram. ​À vista disso​, pode-se constatar que a ideia ilusória de que a pobreza, por si só, determina o caráter ou a conduta de sujeitos, associada aos métodos higienistas, recai na prática da segregação por superioridade. Consequentemente​, ​se as pessoas em situação de rua fazem do espaço público moradia, a sua retirada compulsória, ​com a finalidade de ​embelezar as cidades, fere direitos garantidos na ​Constituição Federal de 1988​. ​Nesse ínterim​, impossibilitados de ocupar praças e calçadas, aqueles que não têm habitação são lançados à própria sorte. ​Caso semelhante foi visto em Belo Horizonte, em 2014, durante as comemorações da Copa, em que ocupantes da rua foram retirados desse espaço para não prejudicar o cenário da capital​. ​Logo​, esses cidadãos tornam-se vítimas de doenças e acabam, muitas vezes, em situações de morte. Portanto, no intuito de ​garantir o direito à moradia, sem uso de práticas compulsórias, cabe ao Governo Federal​, ​por meio do ​Ministério da Cidadania e das secretarias de assistência social, nos âmbitos municipal e estadual, a criação de casas de acolhimento que ofereçam vagas suficientes ao contingente populacional em situação de rua​. Tal criação deverá romper com o higienismo e oferecer a possibilidade de garantir moradia a quem precisa. Assim​, ​cenas como as descritas por Arbex não se perpetuarão​.      
  • 3.       LEGENDA  ROSA  Tese  VERDE  Argumento #1  AZUL  Argumento #2  LARANJA  Repertório  LILÁS  Elementos da proposta de intervenção  ROSA ESCURO  Recursos coesivos       
  • 4.   Desafio #2 - Tema da Semana 06/07  TEXTO I  A água no Brasil: da abundância à escassez  Garantir o acesso à água de qualidade a todos os brasileiros é um dos                             principais desafios para os próximos gestores do país. Culturalmente tratado como                       um bem infinito, a água é um dos recursos naturais que mais tem dado sinais de                                 que não subsistirá por muito tempo às intervenções humanas no meio ambiente e                           às mudanças do clima.  Em várias regiões do país, já são sentidos diferentes impactos, como                       escassez, desaparecimento de nascentes e rios, aumento da poluição da água. Os                         especialistas alertam que os problemas podem se agravar se não forem tomadas                         medidas urgentes e se a sociedade não mudar sua percepção e comportamento em                           relação aos recursos naturais.  O Brasil tem 12 regiões hidrográficas que passam por diferentes desafios                       para manter sua disponibilidade e qualidade hídrica. Mapeamento do Ministério do                       Meio Ambiente mostra que, nas bacias que abrangem a Região Norte, o impacto                           vem principalmente da expansão da geração de energia hidrelétrica. Na Região                       Centro-Oeste, é a expansão da fronteira agrícola que mais desafia a conservação                         dos recursos hídricos. As regiões Sul e Nordeste enfrentam déficit hídrico e a Região                             Sudeste apresenta também o problema da poluição hídrica.  Em nível global, o desafio é conter o aumento da temperatura do clima, fator                             que gera ondas de calor e extremos de seca que afetam a disponibilidade de água.                               O relatório especial do Painel Intergovernamental das Mudanças Climáticas, das                     Nações Unidas, divulgado recentemente, mostra que, se a temperatura global subir                       acima de 1,5°C, em todo o mundo mais de 350 milhões de pessoas ficarão expostas                               até 2050 a períodos severos de seca.  Berço de águas escassas  Os especialistas apontam que uma das principais causas para a crise hídrica                         é o uso inadequado do solo. No Centro-Oeste, por exemplo, estão concentradas as                           nascentes de rios importantes do país, devido a sua localização no Planalto Central.                           Conhecida como berço das águas, a região tem vegetação de Cerrado, bioma que                           ocupa mais de 20% do território e atualmente é um dos principais pontos de                             expansão da agropecuária, atividade que usa cerca de 70% da água consumida no                           país.   
  • 5.   Como consequência do avanço da fronteira agrícola, o Cerrado já tem                       praticamente metade de sua área totalmente devastada. Os efeitos da ausência da                         vegetação nativa para proteger o solo já são percebidos principalmente na                       diminuição da vazão dos rios e na escassez de água para abastecimento urbano.  Disponível em: ​http://agenciabrasil.ebc.com.br​ Acesso em: 20 de ago. 2019.  TEXTO II  O Brasil tem sede, embora seja o dono de 20% da água de todo o mundo  Aumento da demanda dos setores agrícola e de energia, entre outros, exige melhor  gestão dos recursos hídricos  Se o Brasil tem quase um quinto das reservas hídricas do mundo, por que as                               notícias sobre falta de água se tornaram tão comuns em todo o país nos últimos                               anos? Há muitas respostas para a pergunta, passando pela diferença na maneira                         como a água se distribui geograficamente e a degradação das áreas em volta das                             bacias hidrográficas, até mudanças climáticas e infraestrutura de abastecimento                   deficiente.  Para aumentar a complexidade do tema, os setores que mais contribuem                       para a economia são também os mais dependentes. Por exemplo, 62% da energia                           do Brasil é gerada em usinas hidrelétricas. A água também é essencial na                           agricultura. Segundo a Agência Nacional de Águas (ANA), a irrigação usa 72% dos                           recursos hídricos disponíveis para consumo. Tamanha dependência significa que,                   em tempos de crise – como a vivida por São Paulo em 2014 e 2015 –, a                                   produtividade de diversos setores econômicos pode ser ameaçada.  Diante das provas científicas cada vez mais fortes da conexão entre                       desmatamento, degradação das florestas e mudanças nos padrões de chuva em                       todo o Brasil, o documento ​Diagnóstico Sistemático de País (SCD, na abreviatura em                           inglês) adverte: crises hídricas como a de São Paulo podem se repetir ao longo das                               próximas quatro décadas, afetando o abastecimento de água, a produção agrícola e                         a geração de energia, entre outras atividades. O estudo também destaca a redução                           do desmatamento na Amazônia (em 82%) e a criação de regulamentações como o                           Código Florestal, que ajuda a proteger os recursos naturais dos terrenos rurais.                         Trata-se de conquistas recentes depois de décadas de devastação e é necessário                         controle constante para que não se percam.     
  • 6.   Os setores mais dependentes  O Brasil é o segundo maior exportador de alimentos do mundo. No país em                             que a agricultura e o agronegócio respondem por 8,4% do PIB, a área de terras                               irrigadas aumentou em ritmo acelerado na última década e tudo indica que o                           consumo hídrico deve seguir crescendo. Atualmente, menos de 20% das terras                       irrigáveis têm acesso a irrigação. Já na área de geração de energia, mesmo com a                               diversificação das fontes prevista para as próximas duas décadas, as usinas                       hidrelétricas continuarão entregando 57% da eletricidade usada no Brasil.  Desigualdades no acesso a água e saneamento  Entre os 40% mais pobres do país, o percentual de domicílios com um vaso                             sanitário ligado à rede de esgoto aumentou de 33% em 2004 para 43% em 2013. No                                 entanto, o acesso ainda é menor do que entre os mais ricos. Outra diferença                             marcante é a que existe nas coberturas nacionais de água (82,5%), esgoto (48,6%) e                             tratamento real de esgoto (39%). A falta de tratamento de esgoto faz com que                             poluentes sejam jogados diretamente na água ou processados em tanques sépticos                       desregulados, com graves consequências na qualidade dos recursos hídricos, assim                     como no bem-estar da população.  Disponível em: ​https://brasil.elpais.com​ Acesso em: 16 de ago. 2019.    PROPOSTA DE REDAÇÃO  A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos                         construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em                     modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema ​A crise hídrica em                           questão no Brasil​, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos                       humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e                         fatos para defesa de seu ponto de vista.