O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares:
           metodologias de operacionalização (Workshop)




Práticas...
ENUNCIADOS
    ENUNCIADO GERAL de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares:
            O Modelo         FRAGILIDADES
    ...
O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares:
   metodologias de operacionalização (Workshop)




                ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sessão 7 Fórum 2

258 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
258
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sessão 7 Fórum 2

  1. 1. O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (Workshop) Práticas e modelos de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (Workshop) 2ª Parte ACTIVIDADE – distinguir enunciados gerais de enunciados específicos Analise os enunciados 3 e 4, apontando as suas fragilidades e propondo eventuais alterações que os transformem em enunciados específicos e que concretizem hipóteses reais de acções para a melhoria. Enunciados: 3. Reforçar o trabalho articulado 4. Reforçar a produção de instrumentos de apoio a ser usados por professores e alunos
  2. 2. ENUNCIADOS ENUNCIADO GERAL de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: O Modelo FRAGILIDADES metodologias de operacionalização (Workshop)ESPECÍFICOS 3- Reforçar o trabalho articulado Este enunciado é generalista e Reforçar o trabalho articulado ao abstracto. Não especifica o tipo de nível da promoção da leitura. trabalho, os intervenientes no - Participação do professor processo, as áreas a abranger e os bibliotecário nas reuniões de todos níveis de articulação. os departamentos no início de cada período e sempre que se achar pertinente, delineando-se estratégias e acções concertadas de promoção da leitura, garantindo-se a transversalidade de competências associadas a esta actividade. - Reunir com os professores da Área Disciplinar de Português para planificar actividades no âmbito do projecto”Ler + em Família”, da Semana da Leitura, do Dia da Poesia… - Reforçar o trabalho articulado da BE com a família ao nível da promoção do gosto e hábitos de leitura e promovendo formações no âmbito desta temática. - Promover concursos na BE(concursos de poesia e de leitura) em articulação com a Biblioteca Municipal, planeando encontros de Animação da Leitura, com carácter lúdico, a nível do 1º ciclo. 4- Reforçar a produção de É na mesma um enunciado vago e Reforçar a produção de instrumentos instrumentos de apoio a ser pouco revelador. Não especifica quais de apoio em diferentes suportes, a usados por professores e alunos são os instrumentos concretos de serem usados no desenvolvimento de apoio e qual a razão que leva ao competências das literacias através reforço dos mesmos. de: - criação de dossiers temáticos de apoio ao desenvolvimento das literacias e de educação para a cidadania. - maletas pedagógicas de apoio à promoção da leitura. - fichas de trabalho. - power-points. - guiões de leitura orientada com metodologias concretas e esclarecedoras. - guiões de pesquisa orientada nos diversos suportes de forma a que a informação possa ser localizada em diferentes ambientes. -blogs, onde se difunde a informação. Estes instrumentos de apoio irão informar e esclarecer os utilizadores, favorecendo a construção do Conhecimento e contribuindo para o sucesso educativo.
  3. 3. O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (Workshop) A formanda Marta Medeiros

×