República

139 visualizações

Publicada em

Républica

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
139
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

República

  1. 1. O QUE É A REPÚBLICA?  A República é uma estrutura política de Estado ou forma de Governo em que, são necessárias três condições fundamentais para caracterizá-la: um número razoável de pessoas; uma comunidade de interesses e de fins; e um consenso do direito.
  2. 2. A IMPLEMENTAÇÃO DA REPÚBLICA  A República Portuguesa foi proclamada em Lisboa a 5 de outubro de 1910.  Nesse dia foi organizado um governo provisório, que tomou o controlo da administração do país, chefiado por Teófilo Braga, um dos teorizadores do movimento republicano nacional.  Iniciava-se um processo que culminou na implementação de um regime republicano, que definitivamente afastou a monarquia.
  3. 3. PRIMEIRA REPÚBLICA PORTUGUESA  A Primeira República Portuguesa foi o sistema político vigente em Portugal após a queda da Monarquia Portuguesa, entre a revolução republicana de 5 de outubro de 1910 e o golpe de 28 de maio de 1926, que deu origem à Ditadura Militar, mais tarde Ditadura Nacional e posteriormente Estado Novo.  Foi caracterizada pelas lutas entre o Governo e a Igreja católica, assim como, por divergências internas entre os mesmos republicanos, que originaram a revolução de 5 de Outubro.
  4. 4. REVOLUÇÃO FRANCESA  A Revolução Francesa trata-se de uma série de acontecimentos no período de 5 de maio de 1789 e 9 de novembro de 1799, que mudaram o cenário político e social da França.
  5. 5. O CONTEXTO DA REVOLUÇÃO FRANCESA  A França, em 1789, era um país falido. Os exageros da corte, os gastos excessivos com guerras, a indisposição com a Inglaterra e os privilégios dispensados ao clero e à nobreza, fizeram aumentar a insatisfação da população.  A sociedade civil era dividida entre o clero, a nobreza e a burguesia, parte da população pagava impostos (os impostos eram altos e serviam para pagar a boa vida da corte, esse foi o principal motivo que levou a população a revoltar-se).  A incapacidade do rei no governo também motivou a revolução. Além de levar o país à falência com a péssima administração económica.
  6. 6. AS PRINCIPAIS CAUSAS DA REVOLUÇÃO FRANCESA o A crise financeira sofrida pelo país antes da revolução; o Os envolvimentos da França na Guerra de Independência dos Estados Unidos, além da participação e derrota na Guerra dos Sete Anos; o O regime político do país, que era governado pelo absolutismo do rei; o A ascensão da classe burguesa, que desejava mais liberdade em relação ao comércio e o fim dos altos impostos; o O movimento cultural e intelectual iluminista, que buscava a reforma social e o fim dos pensamentos medievais;
  7. 7. FASES DA REVOLUÇÃO FRANCESA A revolução francesa está dividida em três fases.  A primeira fase foi marcada pela convocação da Assembleia dos Estados Gerais, a 5 de maio de 1789, pelo rei Luís XVI. Os estados eram o clero, como 1º estado, a nobreza como 2º , e os representantes da maioria da população, que eram deputados do 3º estado.
  8. 8.  A segunda fase é considerada a mais popular do movimento. Os burgueses haviam proclamado uma república – a República Girondina, a setembro de 1792, transferindo o poder do rei para a própria burguesia, dando fim á monarquia.  Na terceira fase, o Comité de Salvação Pública condena Robespierre e outros líderes jacobinos à morte, dando fim á Era do Terror em 27 de julho de 1794. Essa data ficou conhecida como “9 do Termidor”, e caracterizou o golpe que retornaria os Girondinos ao poder. Era o fim da participação popular na Revolução Francesa.
  9. 9. FICHA TÉCNICA Discentes: Marta Marinho Mariana Oliveira Mariana Duarte Docente: Pedro Henriques Ano letivo: 2015/2015 10 Eiffel

×