Pinguela<br />
Antes da genteera a curva do riocuidando as lonjuras.<br />E a gentesimples andorinhaspassíveis de azulna tarde veloz.<br />
Bulindo em correntezascomo fosse hábeis sem rumoou esquecidos dele.Ainda dissipa o diae seu aroma desenterra-meem conta-go...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Poema Pinguela - Célio Pedreira

1.055 visualizações

Publicada em

Poema "Pinguela", do poeta portuense Célio Pedreira.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.055
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
35
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poema Pinguela - Célio Pedreira

  1. 1. Pinguela<br />
  2. 2. Antes da genteera a curva do riocuidando as lonjuras.<br />E a gentesimples andorinhaspassíveis de azulna tarde veloz.<br />
  3. 3. Bulindo em correntezascomo fosse hábeis sem rumoou esquecidos dele.Ainda dissipa o diae seu aroma desenterra-meem conta-gotasnas inumeráveis utopiasonde descuidei nosso rio. <br />CélioPedreira<br />

×