SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
   Caridade é , sobretudo, amizade.
   Para o faminto – é o prato de sopa.
   Para o triste – é a palavra consoladora.
   Para o mau – é a paciência com que nos
    compete auxiliá-lo
   Para o desesperado – é o auxílio do
    coração.
   Para o ignorante – é o ensino
    despretensioso.
   Para o ingrato – é o esquecimento.
   Para o enfermo – é a visita pessoal.
   Para o estudante – é o concurso no
    aprendizado.
   Para a criança – é a proteção
    construtiva.
   Para o velho – é o braço irmão.
   Para o inimigo – é o silêncio.
   Para o amigo – é o estímulo.
 Para o transviado – é o entendimento.
 Para o orgulhoso – é a humildade.
 Para o colérico – é a calma.
 Para o preguiçoso – é o trabalho.
 Para o impulsivo – é a serenidade.
 Para o leviano – é a tolerância.
Para o deserdado da Terra – é a
  expressão de carinho.
Caridade é amor, em
manifestação incessante e
crescente. É o sol de mil
faces, brilhando para todos,
e o gênio de mil mãos,
amparando, indistintamente,
na obra do bem, onde quer
que se encontre, entre justos
e injustos, bons e maus,
felizes e infelizes, porque,
onde estiver o Espírito do
Senhor aí se derrama a
claridade constante dela, a
benefício do mundo inteiro.
    Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Viajor. Ditado pelo Espírito
         Emmanuel. Araras, SP: IDE. 1985. Home

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (16)

Recanto daluz
Recanto daluzRecanto daluz
Recanto daluz
 
Mudança
MudançaMudança
Mudança
 
De um jeito só seu
De um jeito só seuDe um jeito só seu
De um jeito só seu
 
1 00 Quando Falar Sobre Amor
1 00 Quando Falar Sobre Amor1 00 Quando Falar Sobre Amor
1 00 Quando Falar Sobre Amor
 
1 00 quando_falar
1 00 quando_falar1 00 quando_falar
1 00 quando_falar
 
Jardins
JardinsJardins
Jardins
 
Quando Falar Sobre Amor
Quando Falar Sobre AmorQuando Falar Sobre Amor
Quando Falar Sobre Amor
 
O amor e lindo 1
O amor e lindo 1O amor e lindo 1
O amor e lindo 1
 
Quando falar sobre amor
Quando falar sobre amorQuando falar sobre amor
Quando falar sobre amor
 
Vocabulário da vida
Vocabulário da vidaVocabulário da vida
Vocabulário da vida
 
Apresentacao Poemas Selecionados
Apresentacao Poemas SelecionadosApresentacao Poemas Selecionados
Apresentacao Poemas Selecionados
 
Ser soldado1
Ser soldado1Ser soldado1
Ser soldado1
 
Vocabulario
VocabularioVocabulario
Vocabulario
 
Solidariedade
SolidariedadeSolidariedade
Solidariedade
 
Dia internacional da paz
Dia internacional da pazDia internacional da paz
Dia internacional da paz
 
Atividade no impress marcy
Atividade no impress marcyAtividade no impress marcy
Atividade no impress marcy
 

Semelhante a A caridade chico xavier

Série Evangelho no Lar - Cap. 52 - Mais Sempre
Série Evangelho no Lar - Cap. 52 - Mais SempreSérie Evangelho no Lar - Cap. 52 - Mais Sempre
Série Evangelho no Lar - Cap. 52 - Mais SempreRicardo Azevedo
 
No Longe Do Jardim
No Longe Do JardimNo Longe Do Jardim
No Longe Do JardimLuiza Goes
 
De Um Geito Só Seu...
De Um Geito Só Seu...De Um Geito Só Seu...
De Um Geito Só Seu...Beatris Lopes
 
DeumjeitosóSeu
DeumjeitosóSeuDeumjeitosóSeu
DeumjeitosóSeuRosa Silva
 
48 chico xavier-espíritosdiversos-cartasdocoração
48 chico xavier-espíritosdiversos-cartasdocoração48 chico xavier-espíritosdiversos-cartasdocoração
48 chico xavier-espíritosdiversos-cartasdocoraçãoVanesa Silva
 
Paris filosofia aznavour
Paris filosofia aznavourParis filosofia aznavour
Paris filosofia aznavourDenise Rivera
 
Agenda da felicidade
Agenda da felicidadeAgenda da felicidade
Agenda da felicidadeFer Nanda
 
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BAConhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BADanilo Galvão
 
Av de português maio - prova 1 - 8º
Av de português   maio - prova 1 - 8ºAv de português   maio - prova 1 - 8º
Av de português maio - prova 1 - 8ºEdson Alves
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 29 - Serviço e Migalha
Série Evangelho no Lar - Cap. 29 - Serviço e MigalhaSérie Evangelho no Lar - Cap. 29 - Serviço e Migalha
Série Evangelho no Lar - Cap. 29 - Serviço e MigalhaRicardo Azevedo
 
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019Sérgio Pitaki
 
Fora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvaçãoFora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvaçãoFernanda Bertotto
 

Semelhante a A caridade chico xavier (18)

Caridade
CaridadeCaridade
Caridade
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 52 - Mais Sempre
Série Evangelho no Lar - Cap. 52 - Mais SempreSérie Evangelho no Lar - Cap. 52 - Mais Sempre
Série Evangelho no Lar - Cap. 52 - Mais Sempre
 
No Longe Do Jardim
No Longe Do JardimNo Longe Do Jardim
No Longe Do Jardim
 
De Um Geito Só Seu...
De Um Geito Só Seu...De Um Geito Só Seu...
De Um Geito Só Seu...
 
DeumjeitosóSeu
DeumjeitosóSeuDeumjeitosóSeu
DeumjeitosóSeu
 
48 chico xavier-espíritosdiversos-cartasdocoração
48 chico xavier-espíritosdiversos-cartasdocoração48 chico xavier-espíritosdiversos-cartasdocoração
48 chico xavier-espíritosdiversos-cartasdocoração
 
Escolhendo Poesias
Escolhendo Poesias Escolhendo Poesias
Escolhendo Poesias
 
De um jeito só seu
De um jeito só seuDe um jeito só seu
De um jeito só seu
 
Paris filosofia aznavour
Paris filosofia aznavourParis filosofia aznavour
Paris filosofia aznavour
 
Paris Filosofia Aznavour
Paris Filosofia AznavourParis Filosofia Aznavour
Paris Filosofia Aznavour
 
Agenda da felicidade
Agenda da felicidadeAgenda da felicidade
Agenda da felicidade
 
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BAConhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
Conhece se uma árvore pelos frutos! Palestrante Danilo Galvão - SAJ/BA
 
Av de português maio - prova 1 - 8º
Av de português   maio - prova 1 - 8ºAv de português   maio - prova 1 - 8º
Av de português maio - prova 1 - 8º
 
Ser Jovem
Ser JovemSer Jovem
Ser Jovem
 
Slide da thaina 1
Slide da thaina 1Slide da thaina 1
Slide da thaina 1
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 29 - Serviço e Migalha
Série Evangelho no Lar - Cap. 29 - Serviço e MigalhaSérie Evangelho no Lar - Cap. 29 - Serviço e Migalha
Série Evangelho no Lar - Cap. 29 - Serviço e Migalha
 
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
 
Fora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvaçãoFora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvação
 

Último

Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Nilson Almeida
 
projeto semestral IAD departamento infantil(1).pptx
projeto semestral IAD departamento infantil(1).pptxprojeto semestral IAD departamento infantil(1).pptx
projeto semestral IAD departamento infantil(1).pptxestermidiasaldanhada
 
Lição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptx
Lição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptxLição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptx
Lição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptxCelso Napoleon
 
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfFrancisco Baptista
 
Livro sobre a Defesa espiritual - treino da mente.pdf
Livro sobre a Defesa espiritual - treino da mente.pdfLivro sobre a Defesa espiritual - treino da mente.pdf
Livro sobre a Defesa espiritual - treino da mente.pdfValder Felipe
 
O CRISTÃO E O MEIO AMBIENTE: o homem como jardineiro
O CRISTÃO E O MEIO AMBIENTE: o homem como jardineiroO CRISTÃO E O MEIO AMBIENTE: o homem como jardineiro
O CRISTÃO E O MEIO AMBIENTE: o homem como jardineiroReflexesEvanglicaspo
 
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024Fraternitas Movimento
 
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfDaddizinhaRodrigues
 

Último (8)

Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 
projeto semestral IAD departamento infantil(1).pptx
projeto semestral IAD departamento infantil(1).pptxprojeto semestral IAD departamento infantil(1).pptx
projeto semestral IAD departamento infantil(1).pptx
 
Lição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptx
Lição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptxLição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptx
Lição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptx
 
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
 
Livro sobre a Defesa espiritual - treino da mente.pdf
Livro sobre a Defesa espiritual - treino da mente.pdfLivro sobre a Defesa espiritual - treino da mente.pdf
Livro sobre a Defesa espiritual - treino da mente.pdf
 
O CRISTÃO E O MEIO AMBIENTE: o homem como jardineiro
O CRISTÃO E O MEIO AMBIENTE: o homem como jardineiroO CRISTÃO E O MEIO AMBIENTE: o homem como jardineiro
O CRISTÃO E O MEIO AMBIENTE: o homem como jardineiro
 
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
 
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
 

A caridade chico xavier

  • 1.
  • 2. Caridade é , sobretudo, amizade.  Para o faminto – é o prato de sopa.  Para o triste – é a palavra consoladora.  Para o mau – é a paciência com que nos compete auxiliá-lo
  • 3. Para o desesperado – é o auxílio do coração.  Para o ignorante – é o ensino despretensioso.  Para o ingrato – é o esquecimento.  Para o enfermo – é a visita pessoal.
  • 4. Para o estudante – é o concurso no aprendizado.  Para a criança – é a proteção construtiva.  Para o velho – é o braço irmão.  Para o inimigo – é o silêncio.  Para o amigo – é o estímulo.
  • 5.  Para o transviado – é o entendimento.  Para o orgulhoso – é a humildade.  Para o colérico – é a calma.  Para o preguiçoso – é o trabalho.  Para o impulsivo – é a serenidade.  Para o leviano – é a tolerância. Para o deserdado da Terra – é a expressão de carinho.
  • 6. Caridade é amor, em manifestação incessante e crescente. É o sol de mil faces, brilhando para todos, e o gênio de mil mãos, amparando, indistintamente, na obra do bem, onde quer que se encontre, entre justos e injustos, bons e maus, felizes e infelizes, porque, onde estiver o Espírito do Senhor aí se derrama a claridade constante dela, a benefício do mundo inteiro. Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Viajor. Ditado pelo Espírito Emmanuel. Araras, SP: IDE. 1985. Home