SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 55
Palestra : Dia Nacional de Alimentação Escolar. Palestrante:  Vera Salete Riffel Cimadon Marlene Herter Dalmolin Gered -Joaçaba-2009
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
O QUE É UM ALIMENTO ORGÂNICO? É um alimento produzido  SEM  o uso de agrotóxicos e adubos de síntese química.
A preocupação em consumir frutas, vegetais, carnes e laticínios livres de agrotóxicos, hormônios e adubos químicos e que não agridam o organismo ou o meio ambiente faz com que a procura por produtos orgânicos não pare de aumentar.
Hoje, eles podem ser adquiridos de várias maneiras: nas feiras, a partir de tele-entrega e até pela internet.
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
COMO SABER SE É ORGÂNICO? Os alimentos orgânicos no Brasil trazem o selo de certificação de alimentos orgânicos  fornecidos pelas certificadoras.
Alimentos orgânicos tem mais proteínas e vitaminas?  Análises de laboratório comprovam os alimentos orgânicos podem ter cinco vezes mais proteínas e vitaminas que os produzidos na forma convencional. Analise feita no laboratório da Universidade de São Paulo comprova que o ovo de galinha caipira tem cerca de quatro vezes mais caroteno (Vitamina A), que um ovo produzido em granjas. As galinhas soltas se alimentam de folhas e gramíneas, fontes dessa vitamina.
Alimento integral é orgânico? Nem todo alimento integral orgânico. O arroz integral, por exemplo, é produzido por produtores convencionais.
Verdura hidropônica é orgânica?  Verdura hidropônica não usa terra, apenas água para ser produzida. Os fertilizantes proibidos pela agricultura orgânica, como a uréia, são diluídos na água. A planta recebe "fertilizante pela água", e contem alto teor de nitrato (produto potencialmente cancerígeno) e tem uma durabilidade menor.
Verdura orgânica é menor, feia e mais cara? Pelo não uso de agrotóxicos, os vegetais podem ser atacados por insetos e doenças. As vezes podem aparecer furos, o que é um bom sinal. fora isso, os produtos têm o tamanho e aspecto normal. Quanto ao preço, a diferença é maior nos supermercados, porém tende a diminuir com o aumento da oferta. Na feira a diferença é muito pequena, pois o consumidor adquire o produto diretamente do produtor.
PIRÂMIDE ALIMENTAR
 
A principal característica da Pirâmide Alimentar é a flexibilidade. O uso da Pirâmide está baseado em três palavras:  equilíbrio, variedade e moderação.
Ela é apenas um esboço do que você consome todos os dias, não é uma prescrição rígida, mas um guia geral que o faz escolher uma dieta saudável. Ter bom senso alimentar faz parte da educação e respeito próprios.
A pirâmide alimentar separa os alimentos em energéticos, reguladores, construtores e energéticos extras. Esses alimentos devem ser consumidos em ordem decrescente, ou seja, devemos consumir em maior quantidade os energéticos, seguidos dos reguladores, dos construtores e por último os energéticos extras, de consumo limitado.
Podemos então observar na base da pirâmide, os alimentos ricos em carboidratos  (energéticos),  seguidos pela ingestão de frutas e verduras principais fontes de vitaminas e minerais  (reguladores),  acima temos os alimentos fontes de proteína  (construtores),  e por último as gorduras e os açúcares  (energéticos extras),  que devem ter uma ingestão bastante restrita.
As recomendações em termos de porções são feitas para atender todos indivíduos adultos saudáveis. O número de porções de cada grupo são dependentes das necessidades de energia, que variam conforme idade, sexo e atividade física
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
A razão desta afirmativa reside no fato de que pela manhã nosso corpo precisa de muita energia para poder funcionar bem durante o dia todo, por isto o café da manhã reforçado.
O almoço serve como um reforço para garantir a energia e a disposição até a noite.
Já à noite, é recomendável fazer uma janta leve. Durante o sono, o nosso corpo se concentra em repor as energias que gastamos durante o dia, assim, o nosso metabolismo fica mais lento.
Quando comemos muito à noite, nosso corpo não tem forças para digerir tudo adequadamente e acaba acumulando mais gordura do que em outro momento do dia.
Lembrando que além das três refeições, é aconselhável fazer pequenos lanches em certos intervalos do dia com sucos, frutas ou barras de cereal, para manter o corpo acordado e saudável.
Alimentação saudável DICAS Para o dia da prova:  Café da manhã completo:   -  Vitaminas e minerais : frutas  -  Fibras:  porção de cereais  -  Carboidratos:  fatia de pão ou biscoito  -  Proteínas:  leite, iogurte ou queijo.
[object Object],[object Object],[object Object]
- Alimentos com alto teor de proteína e gordura devem ser evitados, pois levam maior tempo no processo de digestão, provocando sonolência.
É aconselhável levar algum alimento e líquido consigo no dia da prova. Mas não é qualquer alimento. Veja o que é mais indicado:
Prefira:   - Frutas, barras de cereais, água ou água-de-coco;  - Chocolate em pequena quantidade (diminui a ansiedade, fornece uma sensação de tranqüilidade, energia e disposição).
Evite:   - Balas, salgadinhos e refrigerantes, pois aumentam o apetite e provocam perda de concentração
Atitudes simples podem ser tomadas para mudar hábitos que só prejudicam a saúde e o desempenho de quem vai encarar uma maratona de estudos. Prepare-se bem para o vestibular e isso inclui também alimentar-se bem e, assim, estar um passo à frente de muita gente.
ALIMENTAÇÃO  SAUDÁVEL                         Uma alimentação, quando adequada e variada, previne deficiências nutricionais, e protege contra doenças infecciosas, porque é rica em nutrientes que podem melhorar as defesas do organismo.
[object Object],[object Object],[object Object]
Carboidratos  De uma forma geral, todos os grupos de alimentos exceto as carnes, os óleos, as gorduras e o sal, possuem carboidratos. Estes podem ser:
Simples:  como os açúcares e o mel: Os açúcares simples não são necessários ao organismo humano, pois apesar de ser fonte de energia, esta pode ser adquirida por meio dos carboidratos complexos. Sendo assim, é importante diminuir as quantidades de açúcares simples adicionados aos alimentos.
Complexos:  presentes principalmente nos cereais (arroz, pão, milho), tubérculos (batata, beterraba) e raízes (mandioca, inhame), os quais representam a mais importante fonte de energia e, por esta razão, recomenda-se o consumo de seis porções diárias desse tipo de alimento, o que representa em torno de 60% do total de calorias ingeridas.
Fibras  Uma alimentação saudável deve incluir os carboidratos complexos e fibras alimentares em maior quantidade do que os carboidratos simples.
Na sua forma integral, a maioria dos alimentos vegetais como grãos, tubérculos e raízes, as frutas, verduras e legumes contêm fibras, as quais são benéficas para a função intestinal, reduzem o risco de doenças cardíacas, entre outros diversos benefícios.
A quantidade de fibras na alimentação é uma medida de uma alimentação saudável. As frutas, legumes e vegetais são ricos em vitaminas, minerais e fibras, necessitando-se consumir, diariamente, três porções de frutas e três porções de legumes e verduras.
É importante variar o consumo desse tipo de alimento, tendo em vista que o consumo regular e variado, juntamente com alimentos ricos em carboidratos menos refinados (pães e arroz integrais), oferecem quantidade significante de vitaminas e minerais, aumentando a resistência a infecções.
Além das vitaminas e minerais, as verduras e os legumes também contêm componentes bioativos, alguns dos quais especialmente importantes para a saúde humana, podendo reduzir o risco de doenças, inclusive as doenças cardíacas e o câncer.
Proteínas  Origem vegetal:  leguminosas como feijão, soja, grão-de-bico, lentilha, são alimentos fundamentais para saúde, por serem um dos alimentos vegetais mais ricos em proteínas.
Entretanto, estas proteínas são consideradas incompletas, ao contrário das proteínas de origem animal, necessitando então, de combinações de alimentos que completem entre si os aminoácidos, tornando-se combinações de alto valor protéico como,  por exemplo, a combinação de duas partes de arroz para uma parte de feijão.
Origem animal: Carnes, leite e derivados, aves, peixes e ovos são proteínas completas, ou seja, contêm todos os aminoácidos de que os seres humanos necessitam para o crescimento e manutenção do corpo.
São também, entre outros nutrientes, importantes fontes de proteína de alto valor biológico sendo, assim, necessário o consumo diário de três porções de leites e derivados e de uma porção de carnes, peixes ou ovos.
As carnes selecionadas para o consumo devem ser aquelas com menor quantidade de gordura (magras, sempre retirando as peles e gorduras visíveis), sendo consumidas moderadamente, devido ao alto teor de gorduras saturadas e colesterol.
Ferro e Cálcio : As carnes em geral, principalmente os miúdos e vísceras, possuem alta biodisponibilidade de ferro, ou seja, a quantidade de ferro ingerida que será efetivamente utilizada pelo organismo é significativamente grande.
O leite e seus derivados, além de fonte de proteínas e vitaminas, são as principais fontes de cálcio da alimentação. Este nutriente é fundamental para a formação e manutenção óssea ao longo da vida, prevenindo futuras complicações como a osteoporose.
Gorduras  Lipídeos:   As gorduras são de diferentes tipos, e podem ou não ser prejudiciais à saúde, dependendo do tipo de alimento. A gordura saturada está presente em alimentos de origem animal, e seu consumo deve ser  moderado .
As gorduras  trans  que são obtidas pelo processo de industrialização dos alimentos, a partir da  hidrogenação  de óleos vegetais, são prejudiciais à saúde.
O consumo excessivo deste tipo de alimento pode acarretar doenças cardiovasculares, excesso de peso, obesidade, entre outras. As gorduras insaturadas, presentes nos óleos vegetais, não causam problemas de saúde, exceto se forem consumidas exageradamente.
São fontes de ácidos graxos essenciais, ou seja, podem ser produzidos pelo organismo, sendo assim necessárias para a manutenção da saúde.
Mudança de hábitos: Mudando alguns hábitos alimentares é possível melhorar o desempenho escolar, aumentar a disposição e a concentração, além de aproveitar os benefícios adquiridos pela ingestão de alimentos ricos em nutrientes e vitaminas (como uma boa memória, sono tranqüilo e aumento da imunidade).
Apresentação e Pesquisa Elaborada por: MARLENE HERTER DALMOLIN GERED-JOAÇABA-SC 2009

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudávelTalita Matos
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudáveloitavof
 
Alimentação variada
Alimentação variadaAlimentação variada
Alimentação variadaToni Pardal
 
Dez passos para uma alimentação saudável
Dez passos para uma alimentação saudávelDez passos para uma alimentação saudável
Dez passos para uma alimentação saudávelExternato Santo Antonio
 
Alimentação e saúde
Alimentação e saúdeAlimentação e saúde
Alimentação e saúdeJoao Ferreira
 
Power point alimentação e cozinha saudáveis
Power point alimentação e cozinha saudáveisPower point alimentação e cozinha saudáveis
Power point alimentação e cozinha saudáveislurdesmon
 
Alimentação equilibrada
Alimentação equilibradaAlimentação equilibrada
Alimentação equilibradaDiogoBento
 
Dia mundial da alimentação 2011
Dia mundial da alimentação 2011Dia mundial da alimentação 2011
Dia mundial da alimentação 2011aasf
 
Meu primeiro slide - alimentação saudável
Meu primeiro slide - alimentação saudávelMeu primeiro slide - alimentação saudável
Meu primeiro slide - alimentação saudávelKailane Lima
 
Alimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vidaAlimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vidaphtizzo
 
Alimentação saudavel
Alimentação saudavelAlimentação saudavel
Alimentação saudavelEdson Araujo
 

Mais procurados (20)

ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA
ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADAALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA
ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA
 
Palestra da nutricionista.
Palestra da nutricionista.Palestra da nutricionista.
Palestra da nutricionista.
 
Alimentação Equilibrada
Alimentação EquilibradaAlimentação Equilibrada
Alimentação Equilibrada
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudável
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudável
 
Alimentação variada
Alimentação variadaAlimentação variada
Alimentação variada
 
Dez passos para uma alimentação saudável
Dez passos para uma alimentação saudávelDez passos para uma alimentação saudável
Dez passos para uma alimentação saudável
 
Alimentação e saúde
Alimentação e saúdeAlimentação e saúde
Alimentação e saúde
 
Power point alimentação e cozinha saudáveis
Power point alimentação e cozinha saudáveisPower point alimentação e cozinha saudáveis
Power point alimentação e cozinha saudáveis
 
Alimentação equilibrada
Alimentação equilibradaAlimentação equilibrada
Alimentação equilibrada
 
Dia mundial da alimentação 2011
Dia mundial da alimentação 2011Dia mundial da alimentação 2011
Dia mundial da alimentação 2011
 
Alimentação
AlimentaçãoAlimentação
Alimentação
 
A Roda Dos Alimentos
A Roda Dos AlimentosA Roda Dos Alimentos
A Roda Dos Alimentos
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudável
 
Meu primeiro slide - alimentação saudável
Meu primeiro slide - alimentação saudávelMeu primeiro slide - alimentação saudável
Meu primeiro slide - alimentação saudável
 
AlimentaçãO
AlimentaçãOAlimentaçãO
AlimentaçãO
 
Alimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vidaAlimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vida
 
Alimentação Saudável
Alimentação SaudávelAlimentação Saudável
Alimentação Saudável
 
Alimentação saudavel
Alimentação saudavelAlimentação saudavel
Alimentação saudavel
 
Dia da alimentação - 6ºG
Dia da alimentação - 6ºGDia da alimentação - 6ºG
Dia da alimentação - 6ºG
 

Destaque

Alimentos, nutrientes e saúde
Alimentos, nutrientes e saúdeAlimentos, nutrientes e saúde
Alimentos, nutrientes e saúdeCristiane Koch
 
Alimentação saudável kervin alves
Alimentação saudável   kervin alvesAlimentação saudável   kervin alves
Alimentação saudável kervin alvesKervin Alves
 
Projeto Alimentação Saudável
Projeto Alimentação SaudávelProjeto Alimentação Saudável
Projeto Alimentação SaudávelCybele Meyer
 
Alimentação Saudável (Infantil) - SESC MESA BRASIL VTRP
Alimentação Saudável (Infantil) - SESC MESA BRASIL VTRPAlimentação Saudável (Infantil) - SESC MESA BRASIL VTRP
Alimentação Saudável (Infantil) - SESC MESA BRASIL VTRPJulio Cesar Dessoy
 
Alimentação Saudável para Crianças - ESCA
Alimentação Saudável para Crianças - ESCAAlimentação Saudável para Crianças - ESCA
Alimentação Saudável para Crianças - ESCANelsonys
 
Pequeno Dicionário da Alimentação Saudável
Pequeno Dicionário da Alimentação SaudávelPequeno Dicionário da Alimentação Saudável
Pequeno Dicionário da Alimentação Saudávelnucane
 
Projeto Alimentação Saudável - Disciplina Ciências 9ª Ano - EJA 6º ao 9º Ano
Projeto Alimentação Saudável - Disciplina Ciências 9ª Ano - EJA 6º ao 9º AnoProjeto Alimentação Saudável - Disciplina Ciências 9ª Ano - EJA 6º ao 9º Ano
Projeto Alimentação Saudável - Disciplina Ciências 9ª Ano - EJA 6º ao 9º AnoJúnior Damasceno
 
Benefícios das frutas
Benefícios das frutasBenefícios das frutas
Benefícios das frutasJackeline Cruz
 
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PARA HIPERTENSOS
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PARA HIPERTENSOSALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PARA HIPERTENSOS
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PARA HIPERTENSOSJéssica Angelo
 
Alimentação Saudável
Alimentação SaudávelAlimentação Saudável
Alimentação Saudávelcipasap
 
Projeto alimentação saudável
Projeto alimentação saudávelProjeto alimentação saudável
Projeto alimentação saudávelNome Sobrenome
 
Alimentação saudável.pptx_
 Alimentação saudável.pptx_ Alimentação saudável.pptx_
Alimentação saudável.pptx_Risoleta Montez
 
Educação infantil como é bom comer frutas
Educação infantil   como é bom comer frutasEducação infantil   como é bom comer frutas
Educação infantil como é bom comer frutasLeonarda Macedo
 
Educação Alimentar a Crianças
Educação Alimentar a CriançasEducação Alimentar a Crianças
Educação Alimentar a CriançasJoao Costa
 

Destaque (20)

Alimentos, nutrientes e saúde
Alimentos, nutrientes e saúdeAlimentos, nutrientes e saúde
Alimentos, nutrientes e saúde
 
Frutas palestra
Frutas palestra Frutas palestra
Frutas palestra
 
Alimentacao
AlimentacaoAlimentacao
Alimentacao
 
Alimentação saudável kervin alves
Alimentação saudável   kervin alvesAlimentação saudável   kervin alves
Alimentação saudável kervin alves
 
Projeto Alimentação Saudável
Projeto Alimentação SaudávelProjeto Alimentação Saudável
Projeto Alimentação Saudável
 
Alimentação Saudável (Infantil) - SESC MESA BRASIL VTRP
Alimentação Saudável (Infantil) - SESC MESA BRASIL VTRPAlimentação Saudável (Infantil) - SESC MESA BRASIL VTRP
Alimentação Saudável (Infantil) - SESC MESA BRASIL VTRP
 
Alimentação Saudável para Crianças - ESCA
Alimentação Saudável para Crianças - ESCAAlimentação Saudável para Crianças - ESCA
Alimentação Saudável para Crianças - ESCA
 
Pequeno Dicionário da Alimentação Saudável
Pequeno Dicionário da Alimentação SaudávelPequeno Dicionário da Alimentação Saudável
Pequeno Dicionário da Alimentação Saudável
 
1.docx paper do estagio ii
1.docx paper do estagio ii1.docx paper do estagio ii
1.docx paper do estagio ii
 
Planejamento maio 2012 (2)
Planejamento maio  2012 (2)Planejamento maio  2012 (2)
Planejamento maio 2012 (2)
 
Projeto Alimentação Saudável - Disciplina Ciências 9ª Ano - EJA 6º ao 9º Ano
Projeto Alimentação Saudável - Disciplina Ciências 9ª Ano - EJA 6º ao 9º AnoProjeto Alimentação Saudável - Disciplina Ciências 9ª Ano - EJA 6º ao 9º Ano
Projeto Alimentação Saudável - Disciplina Ciências 9ª Ano - EJA 6º ao 9º Ano
 
Benefícios das frutas
Benefícios das frutasBenefícios das frutas
Benefícios das frutas
 
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PARA HIPERTENSOS
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PARA HIPERTENSOSALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PARA HIPERTENSOS
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PARA HIPERTENSOS
 
Alimentação Saudável
Alimentação SaudávelAlimentação Saudável
Alimentação Saudável
 
Projeto alimentação saudável
Projeto alimentação saudávelProjeto alimentação saudável
Projeto alimentação saudável
 
Alimentação saudável.pptx_
 Alimentação saudável.pptx_ Alimentação saudável.pptx_
Alimentação saudável.pptx_
 
Fruta
FrutaFruta
Fruta
 
Exemplo paper 2012
Exemplo paper 2012Exemplo paper 2012
Exemplo paper 2012
 
Educação infantil como é bom comer frutas
Educação infantil   como é bom comer frutasEducação infantil   como é bom comer frutas
Educação infantil como é bom comer frutas
 
Educação Alimentar a Crianças
Educação Alimentar a CriançasEducação Alimentar a Crianças
Educação Alimentar a Crianças
 

Semelhante a Alimentação saudável e orgânica em

Dia mundial da alimentação
Dia mundial da alimentaçãoDia mundial da alimentação
Dia mundial da alimentaçãoLuluzinhavelhinha
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudávelHugo Ferreira
 
ApresentaçãO AlimentaçãO
ApresentaçãO AlimentaçãOApresentaçãO AlimentaçãO
ApresentaçãO AlimentaçãOjcantunes
 
NutriçãO Dicas AlimentaçãO SaudáVel 1
NutriçãO Dicas AlimentaçãO SaudáVel 1NutriçãO Dicas AlimentaçãO SaudáVel 1
NutriçãO Dicas AlimentaçãO SaudáVel 1TomateVerdeFrito
 
Alimentação Saudável
Alimentação SaudávelAlimentação Saudável
Alimentação SaudávelVera A.
 
Alimentaosaudvel 101017145111-phpapp02
Alimentaosaudvel 101017145111-phpapp02Alimentaosaudvel 101017145111-phpapp02
Alimentaosaudvel 101017145111-phpapp02Anisoara Sima
 
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003EmidioFilipe
 
Alimentação sudável
Alimentação sudávelAlimentação sudável
Alimentação sudáveledivalbal
 
Nutrição gastronomia 06-02-14
Nutrição  gastronomia 06-02-14Nutrição  gastronomia 06-02-14
Nutrição gastronomia 06-02-14Gleyson Costa
 
Mauricio alimentação
Mauricio alimentaçãoMauricio alimentação
Mauricio alimentaçãojacoanderle
 
Cuidados com alimentação na terceira idade
Cuidados com alimentação na terceira idadeCuidados com alimentação na terceira idade
Cuidados com alimentação na terceira idadeLiane Agostini de Souza
 
Cuidados com a alimentação
Cuidados com a alimentaçãoCuidados com a alimentação
Cuidados com a alimentaçãoCLESIOANDRADE
 
Almentação saudável
Almentação saudávelAlmentação saudável
Almentação saudávelPatrys Gen
 

Semelhante a Alimentação saudável e orgânica em (20)

Dia mundial da alimentação
Dia mundial da alimentaçãoDia mundial da alimentação
Dia mundial da alimentação
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudável
 
Apresentaoalimentao
ApresentaoalimentaoApresentaoalimentao
Apresentaoalimentao
 
ApresentaçãO AlimentaçãO
ApresentaçãO AlimentaçãOApresentaçãO AlimentaçãO
ApresentaçãO AlimentaçãO
 
NutriçãO Dicas AlimentaçãO SaudáVel 1
NutriçãO Dicas AlimentaçãO SaudáVel 1NutriçãO Dicas AlimentaçãO SaudáVel 1
NutriçãO Dicas AlimentaçãO SaudáVel 1
 
Alimentação Saudável
Alimentação SaudávelAlimentação Saudável
Alimentação Saudável
 
Alimentaosaudvel 101017145111-phpapp02
Alimentaosaudvel 101017145111-phpapp02Alimentaosaudvel 101017145111-phpapp02
Alimentaosaudvel 101017145111-phpapp02
 
.
..
.
 
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
 
Alimentação sudável
Alimentação sudávelAlimentação sudável
Alimentação sudável
 
Nutrição gastronomia 06-02-14
Nutrição  gastronomia 06-02-14Nutrição  gastronomia 06-02-14
Nutrição gastronomia 06-02-14
 
Alimentao 2
Alimentao 2Alimentao 2
Alimentao 2
 
Mauricio alimentação
Mauricio alimentaçãoMauricio alimentação
Mauricio alimentação
 
Alimentação e longevidade
Alimentação e longevidadeAlimentação e longevidade
Alimentação e longevidade
 
Alimentação e longevidade
Alimentação e longevidadeAlimentação e longevidade
Alimentação e longevidade
 
Alimentação e longevidade
Alimentação e longevidadeAlimentação e longevidade
Alimentação e longevidade
 
Cuidados com alimentação na terceira idade
Cuidados com alimentação na terceira idadeCuidados com alimentação na terceira idade
Cuidados com alimentação na terceira idade
 
Cuidados com a alimentação
Cuidados com a alimentaçãoCuidados com a alimentação
Cuidados com a alimentação
 
Almentação saudável
Almentação saudávelAlmentação saudável
Almentação saudável
 
Alimentacao pre escolar
Alimentacao pre escolarAlimentacao pre escolar
Alimentacao pre escolar
 

Mais de marlene_herter

Como fazer um comentário no Blog
Como fazer um comentário no BlogComo fazer um comentário no Blog
Como fazer um comentário no Blogmarlene_herter
 
O olhar do educador sobre o Educando
O olhar do educador sobre o EducandoO olhar do educador sobre o Educando
O olhar do educador sobre o Educandomarlene_herter
 
Encontro com Educadores-2
Encontro com Educadores-2Encontro com Educadores-2
Encontro com Educadores-2marlene_herter
 
Encontro com Educadores
Encontro com EducadoresEncontro com Educadores
Encontro com Educadoresmarlene_herter
 
Encontro com Educadores
Encontro com EducadoresEncontro com Educadores
Encontro com Educadoresmarlene_herter
 
O Cotidiano Da EducaçãO Infantil
O Cotidiano Da EducaçãO InfantilO Cotidiano Da EducaçãO Infantil
O Cotidiano Da EducaçãO Infantilmarlene_herter
 
Jogo E EducaçãO Infantil
Jogo E EducaçãO InfantilJogo E EducaçãO Infantil
Jogo E EducaçãO Infantilmarlene_herter
 
CriançA e o Faz De Conta
CriançA e o Faz De ContaCriançA e o Faz De Conta
CriançA e o Faz De Contamarlene_herter
 

Mais de marlene_herter (10)

Tutorial Rcpe Marlene
Tutorial Rcpe MarleneTutorial Rcpe Marlene
Tutorial Rcpe Marlene
 
Como fazer um comentário no Blog
Como fazer um comentário no BlogComo fazer um comentário no Blog
Como fazer um comentário no Blog
 
O olhar do educador sobre o Educando
O olhar do educador sobre o EducandoO olhar do educador sobre o Educando
O olhar do educador sobre o Educando
 
Encontro com Educadores-2
Encontro com Educadores-2Encontro com Educadores-2
Encontro com Educadores-2
 
Encontro com Educadores
Encontro com EducadoresEncontro com Educadores
Encontro com Educadores
 
Encontro com Educadores
Encontro com EducadoresEncontro com Educadores
Encontro com Educadores
 
O Cotidiano Da EducaçãO Infantil
O Cotidiano Da EducaçãO InfantilO Cotidiano Da EducaçãO Infantil
O Cotidiano Da EducaçãO Infantil
 
Jogo E EducaçãO Infantil
Jogo E EducaçãO InfantilJogo E EducaçãO Infantil
Jogo E EducaçãO Infantil
 
CriançA e o Faz De Conta
CriançA e o Faz De ContaCriançA e o Faz De Conta
CriançA e o Faz De Conta
 
Educação Infantil
Educação InfantilEducação Infantil
Educação Infantil
 

Último

Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniCassio Meira Jr.
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 

Último (20)

Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 

Alimentação saudável e orgânica em

  • 1. Palestra : Dia Nacional de Alimentação Escolar. Palestrante: Vera Salete Riffel Cimadon Marlene Herter Dalmolin Gered -Joaçaba-2009
  • 3. O QUE É UM ALIMENTO ORGÂNICO? É um alimento produzido SEM o uso de agrotóxicos e adubos de síntese química.
  • 4. A preocupação em consumir frutas, vegetais, carnes e laticínios livres de agrotóxicos, hormônios e adubos químicos e que não agridam o organismo ou o meio ambiente faz com que a procura por produtos orgânicos não pare de aumentar.
  • 5. Hoje, eles podem ser adquiridos de várias maneiras: nas feiras, a partir de tele-entrega e até pela internet.
  • 6.
  • 7.
  • 8. COMO SABER SE É ORGÂNICO? Os alimentos orgânicos no Brasil trazem o selo de certificação de alimentos orgânicos  fornecidos pelas certificadoras.
  • 9. Alimentos orgânicos tem mais proteínas e vitaminas? Análises de laboratório comprovam os alimentos orgânicos podem ter cinco vezes mais proteínas e vitaminas que os produzidos na forma convencional. Analise feita no laboratório da Universidade de São Paulo comprova que o ovo de galinha caipira tem cerca de quatro vezes mais caroteno (Vitamina A), que um ovo produzido em granjas. As galinhas soltas se alimentam de folhas e gramíneas, fontes dessa vitamina.
  • 10. Alimento integral é orgânico? Nem todo alimento integral orgânico. O arroz integral, por exemplo, é produzido por produtores convencionais.
  • 11. Verdura hidropônica é orgânica? Verdura hidropônica não usa terra, apenas água para ser produzida. Os fertilizantes proibidos pela agricultura orgânica, como a uréia, são diluídos na água. A planta recebe "fertilizante pela água", e contem alto teor de nitrato (produto potencialmente cancerígeno) e tem uma durabilidade menor.
  • 12. Verdura orgânica é menor, feia e mais cara? Pelo não uso de agrotóxicos, os vegetais podem ser atacados por insetos e doenças. As vezes podem aparecer furos, o que é um bom sinal. fora isso, os produtos têm o tamanho e aspecto normal. Quanto ao preço, a diferença é maior nos supermercados, porém tende a diminuir com o aumento da oferta. Na feira a diferença é muito pequena, pois o consumidor adquire o produto diretamente do produtor.
  • 14.  
  • 15. A principal característica da Pirâmide Alimentar é a flexibilidade. O uso da Pirâmide está baseado em três palavras: equilíbrio, variedade e moderação.
  • 16. Ela é apenas um esboço do que você consome todos os dias, não é uma prescrição rígida, mas um guia geral que o faz escolher uma dieta saudável. Ter bom senso alimentar faz parte da educação e respeito próprios.
  • 17. A pirâmide alimentar separa os alimentos em energéticos, reguladores, construtores e energéticos extras. Esses alimentos devem ser consumidos em ordem decrescente, ou seja, devemos consumir em maior quantidade os energéticos, seguidos dos reguladores, dos construtores e por último os energéticos extras, de consumo limitado.
  • 18. Podemos então observar na base da pirâmide, os alimentos ricos em carboidratos (energéticos), seguidos pela ingestão de frutas e verduras principais fontes de vitaminas e minerais (reguladores), acima temos os alimentos fontes de proteína (construtores), e por último as gorduras e os açúcares (energéticos extras), que devem ter uma ingestão bastante restrita.
  • 19. As recomendações em termos de porções são feitas para atender todos indivíduos adultos saudáveis. O número de porções de cada grupo são dependentes das necessidades de energia, que variam conforme idade, sexo e atividade física
  • 20.
  • 21. A razão desta afirmativa reside no fato de que pela manhã nosso corpo precisa de muita energia para poder funcionar bem durante o dia todo, por isto o café da manhã reforçado.
  • 22. O almoço serve como um reforço para garantir a energia e a disposição até a noite.
  • 23. Já à noite, é recomendável fazer uma janta leve. Durante o sono, o nosso corpo se concentra em repor as energias que gastamos durante o dia, assim, o nosso metabolismo fica mais lento.
  • 24. Quando comemos muito à noite, nosso corpo não tem forças para digerir tudo adequadamente e acaba acumulando mais gordura do que em outro momento do dia.
  • 25. Lembrando que além das três refeições, é aconselhável fazer pequenos lanches em certos intervalos do dia com sucos, frutas ou barras de cereal, para manter o corpo acordado e saudável.
  • 26. Alimentação saudável DICAS Para o dia da prova: Café da manhã completo: - Vitaminas e minerais : frutas - Fibras: porção de cereais - Carboidratos: fatia de pão ou biscoito - Proteínas: leite, iogurte ou queijo.
  • 27.
  • 28. - Alimentos com alto teor de proteína e gordura devem ser evitados, pois levam maior tempo no processo de digestão, provocando sonolência.
  • 29. É aconselhável levar algum alimento e líquido consigo no dia da prova. Mas não é qualquer alimento. Veja o que é mais indicado:
  • 30. Prefira: - Frutas, barras de cereais, água ou água-de-coco; - Chocolate em pequena quantidade (diminui a ansiedade, fornece uma sensação de tranqüilidade, energia e disposição).
  • 31. Evite: - Balas, salgadinhos e refrigerantes, pois aumentam o apetite e provocam perda de concentração
  • 32. Atitudes simples podem ser tomadas para mudar hábitos que só prejudicam a saúde e o desempenho de quem vai encarar uma maratona de estudos. Prepare-se bem para o vestibular e isso inclui também alimentar-se bem e, assim, estar um passo à frente de muita gente.
  • 33. ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL                         Uma alimentação, quando adequada e variada, previne deficiências nutricionais, e protege contra doenças infecciosas, porque é rica em nutrientes que podem melhorar as defesas do organismo.
  • 34.
  • 35. Carboidratos De uma forma geral, todos os grupos de alimentos exceto as carnes, os óleos, as gorduras e o sal, possuem carboidratos. Estes podem ser:
  • 36. Simples: como os açúcares e o mel: Os açúcares simples não são necessários ao organismo humano, pois apesar de ser fonte de energia, esta pode ser adquirida por meio dos carboidratos complexos. Sendo assim, é importante diminuir as quantidades de açúcares simples adicionados aos alimentos.
  • 37. Complexos: presentes principalmente nos cereais (arroz, pão, milho), tubérculos (batata, beterraba) e raízes (mandioca, inhame), os quais representam a mais importante fonte de energia e, por esta razão, recomenda-se o consumo de seis porções diárias desse tipo de alimento, o que representa em torno de 60% do total de calorias ingeridas.
  • 38. Fibras Uma alimentação saudável deve incluir os carboidratos complexos e fibras alimentares em maior quantidade do que os carboidratos simples.
  • 39. Na sua forma integral, a maioria dos alimentos vegetais como grãos, tubérculos e raízes, as frutas, verduras e legumes contêm fibras, as quais são benéficas para a função intestinal, reduzem o risco de doenças cardíacas, entre outros diversos benefícios.
  • 40. A quantidade de fibras na alimentação é uma medida de uma alimentação saudável. As frutas, legumes e vegetais são ricos em vitaminas, minerais e fibras, necessitando-se consumir, diariamente, três porções de frutas e três porções de legumes e verduras.
  • 41. É importante variar o consumo desse tipo de alimento, tendo em vista que o consumo regular e variado, juntamente com alimentos ricos em carboidratos menos refinados (pães e arroz integrais), oferecem quantidade significante de vitaminas e minerais, aumentando a resistência a infecções.
  • 42. Além das vitaminas e minerais, as verduras e os legumes também contêm componentes bioativos, alguns dos quais especialmente importantes para a saúde humana, podendo reduzir o risco de doenças, inclusive as doenças cardíacas e o câncer.
  • 43. Proteínas Origem vegetal: leguminosas como feijão, soja, grão-de-bico, lentilha, são alimentos fundamentais para saúde, por serem um dos alimentos vegetais mais ricos em proteínas.
  • 44. Entretanto, estas proteínas são consideradas incompletas, ao contrário das proteínas de origem animal, necessitando então, de combinações de alimentos que completem entre si os aminoácidos, tornando-se combinações de alto valor protéico como, por exemplo, a combinação de duas partes de arroz para uma parte de feijão.
  • 45. Origem animal: Carnes, leite e derivados, aves, peixes e ovos são proteínas completas, ou seja, contêm todos os aminoácidos de que os seres humanos necessitam para o crescimento e manutenção do corpo.
  • 46. São também, entre outros nutrientes, importantes fontes de proteína de alto valor biológico sendo, assim, necessário o consumo diário de três porções de leites e derivados e de uma porção de carnes, peixes ou ovos.
  • 47. As carnes selecionadas para o consumo devem ser aquelas com menor quantidade de gordura (magras, sempre retirando as peles e gorduras visíveis), sendo consumidas moderadamente, devido ao alto teor de gorduras saturadas e colesterol.
  • 48. Ferro e Cálcio : As carnes em geral, principalmente os miúdos e vísceras, possuem alta biodisponibilidade de ferro, ou seja, a quantidade de ferro ingerida que será efetivamente utilizada pelo organismo é significativamente grande.
  • 49. O leite e seus derivados, além de fonte de proteínas e vitaminas, são as principais fontes de cálcio da alimentação. Este nutriente é fundamental para a formação e manutenção óssea ao longo da vida, prevenindo futuras complicações como a osteoporose.
  • 50. Gorduras Lipídeos: As gorduras são de diferentes tipos, e podem ou não ser prejudiciais à saúde, dependendo do tipo de alimento. A gordura saturada está presente em alimentos de origem animal, e seu consumo deve ser moderado .
  • 51. As gorduras trans que são obtidas pelo processo de industrialização dos alimentos, a partir da hidrogenação de óleos vegetais, são prejudiciais à saúde.
  • 52. O consumo excessivo deste tipo de alimento pode acarretar doenças cardiovasculares, excesso de peso, obesidade, entre outras. As gorduras insaturadas, presentes nos óleos vegetais, não causam problemas de saúde, exceto se forem consumidas exageradamente.
  • 53. São fontes de ácidos graxos essenciais, ou seja, podem ser produzidos pelo organismo, sendo assim necessárias para a manutenção da saúde.
  • 54. Mudança de hábitos: Mudando alguns hábitos alimentares é possível melhorar o desempenho escolar, aumentar a disposição e a concentração, além de aproveitar os benefícios adquiridos pela ingestão de alimentos ricos em nutrientes e vitaminas (como uma boa memória, sono tranqüilo e aumento da imunidade).
  • 55. Apresentação e Pesquisa Elaborada por: MARLENE HERTER DALMOLIN GERED-JOAÇABA-SC 2009