SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Deficiência Mental
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Quais são as causas da deficiência mental Os investigadores encontraram muitas causas da deficiência mental. As mais comuns são:   Condições genéticas . Por vezes, o atraso mental é causado por genes anormais herdados dos pais, por erros ou acidentes produzidos na altura em que os genes se combinam uns com os outros, ou ainda por outras razões de natureza genética. Alguns exemplos de condições genéticas propiciadoras do desenvolvimento de uma deficiência mental incluem a Síndrome de Down ou a fenilcetonúria;  Problemas durante a gravidez.  A deficiência mental pode resultar de um desenvolvimento inapropriado do embrião ou do feto durante a gravidez. Por exemplo, pode acontecer que, a quando da divisão das células, surjam problemas que afetem o desenvolvimento da criança. Uma mulher alcoólica ou que contraia uma infecção durante a gravidez, como a rubéola, por exemplo, pode também ter uma criança com problemas de desenvolvimento mental.  Problemas ao nascer.  Se o bebê tem problemas durante o parto, como, por exemplo, se não recebe oxigênio suficiente, pode também acontecer que venha a ter problemas de desenvolvimento mental.  Problemas de saúde.  Algumas doenças, como o sarampo ou a meningite podem estar na origem de uma deficiência mental, sobretudo se não forem tomados todos os cuidados de saúde necessários. A mal nutrição extrema ou a exposição a venenos como o mercúrio ou o chumbo podem também originar problemas graves para o desenvolvimento mental das crianças.  Nenhuma destas causas produz, por si só, uma deficiência mental. No entanto, constituem riscos, uns mais sérios outros menos, que convém evitar tanto quanto possível. Por exemplo, uma doença como a meningite não provoca forçosamente um atraso mental; o consumo excessivo de álcool durante a gravidez também não; todavia , constituem riscos demasiado graves para que não se procure todos os cuidados de saúde necessários para combater a doença, ou para que não se evite o consumo de álcool durante a gravidez.    
A deficiência mental não é uma doença.     Não pode ser contraída a partir do contágio com outras pessoas, nem o convívio com um deficiente mental provoca qualquer prejuízo em pessoas que não o sejam. O atraso mental não é uma doença mental, como a depressão, por exemplo. Não sendo uma doença, também não faz sentido procurar ou esperar uma cura para a deficiência mental. A grande maioria das crianças com deficiência mental conseguem aprender a fazer muitas coisas úteis para a comunidade, e todas elas aprendem algo para sua utilidade e bem-estar da comunidade em que vivem. Para isso precisam, em regra, de mais tempo e de se esforçarem muito mais do que qualquer outra criança.    
Como se diagnostica a deficiência mental ou atraso mental   O atraso mental diagnostica-se, observando duas coisas:   A capacidade do cérebro da pessoa para aprender, pensar, resolver problemas, encontrar um sentido do mundo, uma inteligência do mundo que as rodeia (a esta capacidade chama-se  funcionamento mental   ou  funcionamento intelectual ). A competência necessária para viver com autonomia e independência na comunidade em que se insere (a esta competência também se chama  comportamento adaptativo  ou  funcionamento adaptativo ). Enquanto o diagnóstico do funcionamento mental é normalmente realizado por técnicos devidamente habilitados, já o funcionamento adaptativo deve ser objeto de observação e análise por parte dos conviventes com a criança. Para obter dados a respeito do comportamento adaptativo deve procurar saber-se o que a criança consegue fazer em comparação com crianças da mesma idade cronológica. Certas competências são muito importantes para a organização desse comportamento adaptativo: As competências de vida diária, como vestir-se, tomar banho, comer;  As competências de comunicação, como compreender o que se diz e saber responder;  As competências sociais com os colegas, com os membros da família e com outros adultos e crianças.  Para diagnosticar a deficiência mental, os profissionais estudam as capacidades mentais da pessoa e as suas competências adaptativas. Estes dois aspectos fazem parte da definição de atraso mental comum à maior parte dos cientistas que se dedicam ao estudo da deficiência mental. O fato de se organizarem serviços de apoio a crianças e jovens com deficiência mental deve proporcionar uma melhor compreensão sobre a situação concreta da criança de quem se diz que tem um atraso mental. Após uma avaliação inicial, devem ser estudadas as potencialidades e as debilidades que a criança apresenta. Deve também ser estudada a quantidade e natureza de apoio de que a criança possa necessitar para estar bem em casa, na escola e na comunidade. Esta perspectiva global dá-nos uma visão realista de cada criança. Por outro lado, serve também para reconhecer que a “visão” inicial pode, e muitas vezes deve, mudar ou evoluir. À medida que a criança vai crescendo e aprendendo, também a sua capacidade para encontrar o seu lugar, o seu melhor lugar, no mundo aumenta.     
Qual é a freqüência da deficiência mental   A maior parte dos estudos, aponta para uma freqüência de 2% a 3% sobre as crianças com mais de 6 anos. Não é a mesma coisa determinar essa freqüência em crianças mais novas ou em adultos. A Administração dos EUA considera o valor de 3% para efeitos de planificação dos apoios a conceder a alunos com atraso mental. Esta porcentagem é um valor de referência que merece bastante credibilidade. Mas não é mais do que um valor de referência.
FIM Dupla: Marla Marçal Matias N°27 Daniele Trindade  N°10

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.Solange Leite
 
Psicologia do desenvolvimento- Idoso
Psicologia  do desenvolvimento- IdosoPsicologia  do desenvolvimento- Idoso
Psicologia do desenvolvimento- IdosoMarcioveras
 
Deficiencia mental preconceito
Deficiencia mental preconceitoDeficiencia mental preconceito
Deficiencia mental preconceitoGraca Miguel
 
Alzheimer - Uma Abordagem Humanizada
Alzheimer - Uma Abordagem HumanizadaAlzheimer - Uma Abordagem Humanizada
Alzheimer - Uma Abordagem HumanizadaEnfº Ícaro Araújo
 
Aula saude do idoso
Aula saude do idosoAula saude do idoso
Aula saude do idosomorgausesp
 
Melhorar entendimento comunicacional de idosos, que estratégias?
Melhorar entendimento comunicacional de idosos, que estratégias?Melhorar entendimento comunicacional de idosos, que estratégias?
Melhorar entendimento comunicacional de idosos, que estratégias?ISCSP
 
Relatorio guia para agentes comunitarios de saude
Relatorio guia para agentes comunitarios de saudeRelatorio guia para agentes comunitarios de saude
Relatorio guia para agentes comunitarios de saudeAlinebrauna Brauna
 
Desenvolvimento Atípico - Deficiência mental
Desenvolvimento Atípico - Deficiência mentalDesenvolvimento Atípico - Deficiência mental
Desenvolvimento Atípico - Deficiência mentalEduarda Fernandes
 
Doença de Alzheimer: diagnóstico e tratamento
Doença de Alzheimer: diagnóstico e tratamentoDoença de Alzheimer: diagnóstico e tratamento
Doença de Alzheimer: diagnóstico e tratamentoadonems
 
Desidratação no Idoso
Desidratação no IdosoDesidratação no Idoso
Desidratação no IdosoAmanda Thomé
 
A família do idoso dependente
A família do idoso dependenteA família do idoso dependente
A família do idoso dependenteCuidar de Idosos
 
A fisioterapia na Doença de Alzheimer
A fisioterapia na Doença de AlzheimerA fisioterapia na Doença de Alzheimer
A fisioterapia na Doença de AlzheimerJanielle Chaves
 
Alzheimer atualizado
Alzheimer atualizadoAlzheimer atualizado
Alzheimer atualizadoMisterios10
 
Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.
Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.
Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.luzienne moraes
 

Mais procurados (20)

Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.
 
Psicologia do desenvolvimento- Idoso
Psicologia  do desenvolvimento- IdosoPsicologia  do desenvolvimento- Idoso
Psicologia do desenvolvimento- Idoso
 
Deficiencia mental preconceito
Deficiencia mental preconceitoDeficiencia mental preconceito
Deficiencia mental preconceito
 
Saúde do idoso
 Saúde do idoso Saúde do idoso
Saúde do idoso
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Autismo aula power point
Autismo aula power pointAutismo aula power point
Autismo aula power point
 
Alzheimer - Uma Abordagem Humanizada
Alzheimer - Uma Abordagem HumanizadaAlzheimer - Uma Abordagem Humanizada
Alzheimer - Uma Abordagem Humanizada
 
Aula saude do idoso
Aula saude do idosoAula saude do idoso
Aula saude do idoso
 
Melhorar entendimento comunicacional de idosos, que estratégias?
Melhorar entendimento comunicacional de idosos, que estratégias?Melhorar entendimento comunicacional de idosos, que estratégias?
Melhorar entendimento comunicacional de idosos, que estratégias?
 
Relatorio guia para agentes comunitarios de saude
Relatorio guia para agentes comunitarios de saudeRelatorio guia para agentes comunitarios de saude
Relatorio guia para agentes comunitarios de saude
 
Desenvolvimento Atípico - Deficiência mental
Desenvolvimento Atípico - Deficiência mentalDesenvolvimento Atípico - Deficiência mental
Desenvolvimento Atípico - Deficiência mental
 
Doença de Alzheimer: diagnóstico e tratamento
Doença de Alzheimer: diagnóstico e tratamentoDoença de Alzheimer: diagnóstico e tratamento
Doença de Alzheimer: diagnóstico e tratamento
 
Desidratação no Idoso
Desidratação no IdosoDesidratação no Idoso
Desidratação no Idoso
 
A família do idoso dependente
A família do idoso dependenteA família do idoso dependente
A família do idoso dependente
 
Atenção à Saúde do Idoso
Atenção à Saúde do Idoso Atenção à Saúde do Idoso
Atenção à Saúde do Idoso
 
A fisioterapia na Doença de Alzheimer
A fisioterapia na Doença de AlzheimerA fisioterapia na Doença de Alzheimer
A fisioterapia na Doença de Alzheimer
 
Alzheimer atualizado
Alzheimer atualizadoAlzheimer atualizado
Alzheimer atualizado
 
Saúde Mental Perinatal
Saúde Mental PerinatalSaúde Mental Perinatal
Saúde Mental Perinatal
 
Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.
Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.
Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.
 

Destaque (20)

Slides deficiencia mental
Slides deficiencia mentalSlides deficiencia mental
Slides deficiencia mental
 
Deficiência Intelectual/Mental
Deficiência Intelectual/MentalDeficiência Intelectual/Mental
Deficiência Intelectual/Mental
 
Slides deficiencia mental
Slides deficiencia mentalSlides deficiencia mental
Slides deficiencia mental
 
Retardo mental
Retardo mentalRetardo mental
Retardo mental
 
Retardo Mental
Retardo MentalRetardo Mental
Retardo Mental
 
Diapositivas retardo mental
Diapositivas retardo mentalDiapositivas retardo mental
Diapositivas retardo mental
 
Deficiência Intelectual
Deficiência IntelectualDeficiência Intelectual
Deficiência Intelectual
 
Deficiência mental
Deficiência mental Deficiência mental
Deficiência mental
 
Slides deficiencia mental
Slides deficiencia mentalSlides deficiencia mental
Slides deficiencia mental
 
Pacientes Especiais: Deficiencia Mental
Pacientes Especiais: Deficiencia MentalPacientes Especiais: Deficiencia Mental
Pacientes Especiais: Deficiencia Mental
 
Retardo Mental
Retardo MentalRetardo Mental
Retardo Mental
 
Retardo mental em crianças e adolescentes
Retardo mental em crianças e adolescentesRetardo mental em crianças e adolescentes
Retardo mental em crianças e adolescentes
 
Guia para pais com crianças Deficientes Mentais
Guia para pais com crianças Deficientes MentaisGuia para pais com crianças Deficientes Mentais
Guia para pais com crianças Deficientes Mentais
 
Deficiencia Mental
Deficiencia MentalDeficiencia Mental
Deficiencia Mental
 
Slides sobre TDAH
Slides sobre TDAHSlides sobre TDAH
Slides sobre TDAH
 
Deficiencia intelectual
Deficiencia intelectualDeficiencia intelectual
Deficiencia intelectual
 
Deficiência Intelectual na Escola
Deficiência Intelectual na EscolaDeficiência Intelectual na Escola
Deficiência Intelectual na Escola
 
Retardo Mental
Retardo MentalRetardo Mental
Retardo Mental
 
Slaide sobre deficiencia intelectual 2
Slaide sobre deficiencia intelectual 2Slaide sobre deficiencia intelectual 2
Slaide sobre deficiencia intelectual 2
 
Aula de retardo_mental_2012
Aula de retardo_mental_2012Aula de retardo_mental_2012
Aula de retardo_mental_2012
 

Semelhante a Deficiência Mental: Causas, Diagnóstico e Freqüência

Deficiencia Mental
Deficiencia MentalDeficiencia Mental
Deficiencia Mentalmarlaa
 
Atraso cognitivo
Atraso cognitivoAtraso cognitivo
Atraso cognitivosedf
 
Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.
Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.
Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.Conceição Áquila
 
Livro aprendizagem de a a z deficiencias intelectuais
Livro aprendizagem de a a z  deficiencias intelectuaisLivro aprendizagem de a a z  deficiencias intelectuais
Livro aprendizagem de a a z deficiencias intelectuaisAndréa Luciana
 
estimulação cognitiva
 estimulação cognitiva estimulação cognitiva
estimulação cognitivacristinaaziani
 
Mutuar – núcleo de psicologia gestáltica
Mutuar – núcleo de psicologia gestálticaMutuar – núcleo de psicologia gestáltica
Mutuar – núcleo de psicologia gestálticaSilvana Eloisa
 
Anexo 7 cartillha super dotados
Anexo 7 cartillha super dotadosAnexo 7 cartillha super dotados
Anexo 7 cartillha super dotadosJULIAROCHACAMARGO1
 
Seminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro Leite
Seminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro LeiteSeminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro Leite
Seminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro LeiteGoverno do Estado do Ceará
 
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - 30/03/2017
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - 30/03/2017Seminário Internacional Mais Infância Ceará - 30/03/2017
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - 30/03/2017Governo do Estado do Ceará
 
Critérios para o diagnósstico de Perturbações de Desenvolvimento..pdf
Critérios para o diagnósstico de Perturbações de Desenvolvimento..pdfCritérios para o diagnósstico de Perturbações de Desenvolvimento..pdf
Critérios para o diagnósstico de Perturbações de Desenvolvimento..pdfssuser07c142
 
Desenvolvimento humano
Desenvolvimento humanoDesenvolvimento humano
Desenvolvimento humano842203966
 
Desenvolvimento humano
Desenvolvimento humanoDesenvolvimento humano
Desenvolvimento humano842203966
 
Tapiri def. intelectual
Tapiri def. intelectualTapiri def. intelectual
Tapiri def. intelectualdonnassol
 
Informações sobre Autismo
Informações sobre AutismoInformações sobre Autismo
Informações sobre AutismoTathiane Cuesta
 

Semelhante a Deficiência Mental: Causas, Diagnóstico e Freqüência (20)

Deficiencia Mental
Deficiencia MentalDeficiencia Mental
Deficiencia Mental
 
Atraso cognitivo
Atraso cognitivoAtraso cognitivo
Atraso cognitivo
 
Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.
Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.
Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.
 
Livro aprendizagem de a a z deficiencias intelectuais
Livro aprendizagem de a a z  deficiencias intelectuaisLivro aprendizagem de a a z  deficiencias intelectuais
Livro aprendizagem de a a z deficiencias intelectuais
 
Estagio de observação
Estagio de observaçãoEstagio de observação
Estagio de observação
 
estimulação cognitiva
 estimulação cognitiva estimulação cognitiva
estimulação cognitiva
 
Mutuar – núcleo de psicologia gestáltica
Mutuar – núcleo de psicologia gestálticaMutuar – núcleo de psicologia gestáltica
Mutuar – núcleo de psicologia gestáltica
 
Anexo 7 cartillha super dotados
Anexo 7 cartillha super dotadosAnexo 7 cartillha super dotados
Anexo 7 cartillha super dotados
 
Seminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro Leite
Seminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro LeiteSeminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro Leite
Seminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro Leite
 
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - 30/03/2017
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - 30/03/2017Seminário Internacional Mais Infância Ceará - 30/03/2017
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - 30/03/2017
 
Critérios para o diagnósstico de Perturbações de Desenvolvimento..pdf
Critérios para o diagnósstico de Perturbações de Desenvolvimento..pdfCritérios para o diagnósstico de Perturbações de Desenvolvimento..pdf
Critérios para o diagnósstico de Perturbações de Desenvolvimento..pdf
 
Sindrome de-down (1)
Sindrome de-down (1)Sindrome de-down (1)
Sindrome de-down (1)
 
Desenvolvimento humano
Desenvolvimento humanoDesenvolvimento humano
Desenvolvimento humano
 
Desenvolvimento humano
Desenvolvimento humanoDesenvolvimento humano
Desenvolvimento humano
 
Dificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagemDificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagem
 
ebook-saude-mental-2021
ebook-saude-mental-2021ebook-saude-mental-2021
ebook-saude-mental-2021
 
Sindrome de-down everton
Sindrome de-down evertonSindrome de-down everton
Sindrome de-down everton
 
Tapiri def. intelectual
Tapiri def. intelectualTapiri def. intelectual
Tapiri def. intelectual
 
Guia de estimulação para BEBÊS com SÍNDROME de DOWN
Guia de estimulação para BEBÊS com SÍNDROME de DOWNGuia de estimulação para BEBÊS com SÍNDROME de DOWN
Guia de estimulação para BEBÊS com SÍNDROME de DOWN
 
Informações sobre Autismo
Informações sobre AutismoInformações sobre Autismo
Informações sobre Autismo
 

Último

Aula Saúde da Criança e do Adolescente.pptx
Aula Saúde da Criança e do Adolescente.pptxAula Saúde da Criança e do Adolescente.pptx
Aula Saúde da Criança e do Adolescente.pptxIgrejaBblica1
 
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERTERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERCarlaDaniela33
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASArtthurPereira2
 
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxcontatofelipearaujos
 
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfManual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfClivyFache
 
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoMarianaAnglicaMirand
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOMayaraDayube
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptAlberto205764
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaCristianodaRosa5
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdClivyFache
 

Último (13)

Aula Saúde da Criança e do Adolescente.pptx
Aula Saúde da Criança e do Adolescente.pptxAula Saúde da Criança e do Adolescente.pptx
Aula Saúde da Criança e do Adolescente.pptx
 
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãosAplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
 
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERTERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
 
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
 
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfManual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
 
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
 

Deficiência Mental: Causas, Diagnóstico e Freqüência

  • 2.
  • 3. Quais são as causas da deficiência mental Os investigadores encontraram muitas causas da deficiência mental. As mais comuns são:   Condições genéticas . Por vezes, o atraso mental é causado por genes anormais herdados dos pais, por erros ou acidentes produzidos na altura em que os genes se combinam uns com os outros, ou ainda por outras razões de natureza genética. Alguns exemplos de condições genéticas propiciadoras do desenvolvimento de uma deficiência mental incluem a Síndrome de Down ou a fenilcetonúria; Problemas durante a gravidez. A deficiência mental pode resultar de um desenvolvimento inapropriado do embrião ou do feto durante a gravidez. Por exemplo, pode acontecer que, a quando da divisão das células, surjam problemas que afetem o desenvolvimento da criança. Uma mulher alcoólica ou que contraia uma infecção durante a gravidez, como a rubéola, por exemplo, pode também ter uma criança com problemas de desenvolvimento mental. Problemas ao nascer. Se o bebê tem problemas durante o parto, como, por exemplo, se não recebe oxigênio suficiente, pode também acontecer que venha a ter problemas de desenvolvimento mental. Problemas de saúde. Algumas doenças, como o sarampo ou a meningite podem estar na origem de uma deficiência mental, sobretudo se não forem tomados todos os cuidados de saúde necessários. A mal nutrição extrema ou a exposição a venenos como o mercúrio ou o chumbo podem também originar problemas graves para o desenvolvimento mental das crianças. Nenhuma destas causas produz, por si só, uma deficiência mental. No entanto, constituem riscos, uns mais sérios outros menos, que convém evitar tanto quanto possível. Por exemplo, uma doença como a meningite não provoca forçosamente um atraso mental; o consumo excessivo de álcool durante a gravidez também não; todavia , constituem riscos demasiado graves para que não se procure todos os cuidados de saúde necessários para combater a doença, ou para que não se evite o consumo de álcool durante a gravidez.    
  • 4. A deficiência mental não é uma doença.     Não pode ser contraída a partir do contágio com outras pessoas, nem o convívio com um deficiente mental provoca qualquer prejuízo em pessoas que não o sejam. O atraso mental não é uma doença mental, como a depressão, por exemplo. Não sendo uma doença, também não faz sentido procurar ou esperar uma cura para a deficiência mental. A grande maioria das crianças com deficiência mental conseguem aprender a fazer muitas coisas úteis para a comunidade, e todas elas aprendem algo para sua utilidade e bem-estar da comunidade em que vivem. Para isso precisam, em regra, de mais tempo e de se esforçarem muito mais do que qualquer outra criança.    
  • 5. Como se diagnostica a deficiência mental ou atraso mental   O atraso mental diagnostica-se, observando duas coisas:   A capacidade do cérebro da pessoa para aprender, pensar, resolver problemas, encontrar um sentido do mundo, uma inteligência do mundo que as rodeia (a esta capacidade chama-se funcionamento mental ou funcionamento intelectual ). A competência necessária para viver com autonomia e independência na comunidade em que se insere (a esta competência também se chama comportamento adaptativo ou funcionamento adaptativo ). Enquanto o diagnóstico do funcionamento mental é normalmente realizado por técnicos devidamente habilitados, já o funcionamento adaptativo deve ser objeto de observação e análise por parte dos conviventes com a criança. Para obter dados a respeito do comportamento adaptativo deve procurar saber-se o que a criança consegue fazer em comparação com crianças da mesma idade cronológica. Certas competências são muito importantes para a organização desse comportamento adaptativo: As competências de vida diária, como vestir-se, tomar banho, comer; As competências de comunicação, como compreender o que se diz e saber responder; As competências sociais com os colegas, com os membros da família e com outros adultos e crianças. Para diagnosticar a deficiência mental, os profissionais estudam as capacidades mentais da pessoa e as suas competências adaptativas. Estes dois aspectos fazem parte da definição de atraso mental comum à maior parte dos cientistas que se dedicam ao estudo da deficiência mental. O fato de se organizarem serviços de apoio a crianças e jovens com deficiência mental deve proporcionar uma melhor compreensão sobre a situação concreta da criança de quem se diz que tem um atraso mental. Após uma avaliação inicial, devem ser estudadas as potencialidades e as debilidades que a criança apresenta. Deve também ser estudada a quantidade e natureza de apoio de que a criança possa necessitar para estar bem em casa, na escola e na comunidade. Esta perspectiva global dá-nos uma visão realista de cada criança. Por outro lado, serve também para reconhecer que a “visão” inicial pode, e muitas vezes deve, mudar ou evoluir. À medida que a criança vai crescendo e aprendendo, também a sua capacidade para encontrar o seu lugar, o seu melhor lugar, no mundo aumenta.    
  • 6. Qual é a freqüência da deficiência mental   A maior parte dos estudos, aponta para uma freqüência de 2% a 3% sobre as crianças com mais de 6 anos. Não é a mesma coisa determinar essa freqüência em crianças mais novas ou em adultos. A Administração dos EUA considera o valor de 3% para efeitos de planificação dos apoios a conceder a alunos com atraso mental. Esta porcentagem é um valor de referência que merece bastante credibilidade. Mas não é mais do que um valor de referência.
  • 7. FIM Dupla: Marla Marçal Matias N°27 Daniele Trindade N°10