SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Módulo 05 – Capítulo 1

O processo de industrialização
Marco Abreu dos Santos
marcoabreu@live.com
www.professormarco.wordpress.com
As revoluções industriais
As revoluções industriais
A Revolução Industrial foi um conjunto de
mudanças que aconteceram na Europa a partir do
século XVIII. A principal particularidade dessa
revolução foi a substituição do trabalho artesanal
pelo assalariado e com o uso das máquinas.
A Primeira Revolução Industrial
Três características básicas:
1.
2.
3.

Uso de fontes de energia
movimentar as máquinas;
Produção em larga escala;
Especialização do trabalho.

para
Fatores que favoreceram a
Revolução Industrial
Acumulação de capitais (Império Colonial)
 Estabilidade política
 Existência de matérias-primas
 Mão de obra barata
 Mercados consumidores


• Berço da Revolução
INGLATERRA
Industrial
Mudanças econômicas, sociais e
ambientais
O crescimento da urbanização;
 As novas relações de trabalho;
 Revolução nos transportes.

1ª Rev. Industrial - Principais inventos
1782 – James Watt, máquina a vapor que
passa a ser usada em larga escala
1ª Rev. Industrial - Principais inventos
1804 – Richard Trevithick
locomotiva a vapor.

inventa

a
A Segunda Revolução Industrial


Quando? De 1850 ao início do século XX.



Onde? Inglaterra, EUA, Japão, França e Alemanha.



Características:
 Aumento do desemprego;
 Uso da eletricidade e do petróleo;
 Surgimento de trens elétricos, carros e aviões;
 Fordismo (produção em série).
2ª Rev. Industrial - Principais inventos
1880 - Lâmpada elétrica, Thomas Edison
2ª Rev. Industrial - Principais inventos
1886 - Motor a combustão, Karl Benz
Primeira
Fase
Material
Industrial
Básico
Principal Fonte
Energética
Setor
Predominante

Segunda
Fase

FERRO

AÇO

VAPOR

ELETRICIDADE
PETRÓLEO

TÊXTIL

DIVERSIFICAÇÃO
DA PRODUÇÃO
(expansão)
A Terceira Revolução Industrial


Quando? A partir da década de 1970.



Características:
 Novas tecnologias da informação;
 Desenvolvimento
da robótica, informática,
química fina e biotecnologia;
 Mais velocidade nas trocas de informações;
 Aceleração dos transportes e diminuição da
noção de distância;
 Interconexão dos lugares em tempo real;
 Expansão das empresas transnacionais;
 Substituição do trabalho humano por máquinas
ou sistemas robotizados.
A Terceira Revolução Industrial

Cristais de insulina

Rede mundial de computadores

Farmacos e cosméticos
Robotização na indústria
A Terceira Revolução Industrial


Toyotismo: novo sistema de produção cujo
princípio básico era produzir com o mínimo de
recursos para reduzir os custos.



Características:
 Resposta à demanda;
 Flexibilidade;
 Redução de estoques.
Classificação das indústrias
Tecnologia
empregada

Função
econômica

Indústrias
tradicionais

Indústrias de
bens de
produção

Indústrias
modernas

Indústrias de
bens
intermediários

Indústrias de
tecnologia de
ponta

Indústrias de
bens de
consumo
A localização industrial
No início as indústrias se instalavam próximas às
bacias carboníferas;
 Na primeira metade do século XX, mesmo com
a introdução da eletricidade e do petróleo, as
novas indústrias se beneficiaram do ambiente
criado pelas indústrias já instaladas (mercado
consumidor, força de trabalho, redes ferroviárias
e rodoviárias e serviços);
 Na segunda metade do século XX, inicia-se o
processo de desconcentração espacial das
indústrias.

A desconcentração espacial das
indústrias


Industrialização dos países subdesenvolvidos:





A China é o maior produtor têxtil do mundo;
Empresas automobilísticas se instalam em países
como México e Brasil em busca de menores
custos de produção.

Em escala nacional, ocorre o enfraquecimento das
antigas zonas industriais e o crescimento dos
tecnopolos (baixo consumo de energia e forte
integração
dos
centros
de
pesquisa
e
desenvolvimento).
Alta tecnologia e localização
industrial

Tecnopolo do Vale do Silício (EUA)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Industrialização mundial
Industrialização mundialIndustrialização mundial
Industrialização mundial
 
Região Sudeste
Região SudesteRegião Sudeste
Região Sudeste
 
China
ChinaChina
China
 
Setores da Economia
Setores da EconomiaSetores da Economia
Setores da Economia
 
Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução Industrial
 
Segunda revolucao industrial
Segunda revolucao industrialSegunda revolucao industrial
Segunda revolucao industrial
 
3 revolução industrial
3   revolução industrial3   revolução industrial
3 revolução industrial
 
Tipos de indústria
Tipos de indústriaTipos de indústria
Tipos de indústria
 
A desconcentração industrial
A desconcentração industrialA desconcentração industrial
A desconcentração industrial
 
Fontes de energia do brasil
Fontes de energia do brasilFontes de energia do brasil
Fontes de energia do brasil
 
Oceania
OceaniaOceania
Oceania
 
Capitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evoluçãoCapitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evolução
 
Globalização e sociedade de consumo
Globalização e sociedade de consumoGlobalização e sociedade de consumo
Globalização e sociedade de consumo
 
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
 
Fontes de Energia
Fontes de EnergiaFontes de Energia
Fontes de Energia
 
Geografia da indústria introdução.ppt
Geografia da indústria introdução.pptGeografia da indústria introdução.ppt
Geografia da indústria introdução.ppt
 
ÍNDIA
ÍNDIAÍNDIA
ÍNDIA
 
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
 
Globalização e meio ambiente
Globalização e meio ambienteGlobalização e meio ambiente
Globalização e meio ambiente
 
China
ChinaChina
China
 

Destaque

2º fase da revolução industrial
2º fase da revolução    industrial2º fase da revolução    industrial
2º fase da revolução industrialAlcymar Lopes
 
2 evolução da atividade industrial
2  evolução da atividade industrial2  evolução da atividade industrial
2 evolução da atividade industrialMayjö .
 
Internet das coisas na terceira revolução industrial
Internet das coisas na terceira revolução industrialInternet das coisas na terceira revolução industrial
Internet das coisas na terceira revolução industrialDiemesleno Souza Carvalho
 
As cidades e a urbanização
As cidades e a urbanizaçãoAs cidades e a urbanização
As cidades e a urbanizaçãoMarco Santos
 
A Terceira Revolução Industrial. Robotization, 3D Printing and Social Manufa...
A Terceira Revolução Industrial. Robotization, 3D Printing  and Social Manufa...A Terceira Revolução Industrial. Robotization, 3D Printing  and Social Manufa...
A Terceira Revolução Industrial. Robotization, 3D Printing and Social Manufa...matheusmutta
 
A 2ª Revolução Industrial
A 2ª Revolução IndustrialA 2ª Revolução Industrial
A 2ª Revolução IndustrialJoão Machado
 
Revolução inglesa 8 ano
Revolução inglesa   8 anoRevolução inglesa   8 ano
Revolução inglesa 8 anoAlcidon Cunha
 
A indústria
A indústriaA indústria
A indústriaMayjö .
 
A revolução técnico científica
A revolução técnico científicaA revolução técnico científica
A revolução técnico científicaCharlles Moreira
 

Destaque (11)

A china antiga
A china antigaA china antiga
A china antiga
 
Robotica
RoboticaRobotica
Robotica
 
2º fase da revolução industrial
2º fase da revolução    industrial2º fase da revolução    industrial
2º fase da revolução industrial
 
2 evolução da atividade industrial
2  evolução da atividade industrial2  evolução da atividade industrial
2 evolução da atividade industrial
 
Internet das coisas na terceira revolução industrial
Internet das coisas na terceira revolução industrialInternet das coisas na terceira revolução industrial
Internet das coisas na terceira revolução industrial
 
As cidades e a urbanização
As cidades e a urbanizaçãoAs cidades e a urbanização
As cidades e a urbanização
 
A Terceira Revolução Industrial. Robotization, 3D Printing and Social Manufa...
A Terceira Revolução Industrial. Robotization, 3D Printing  and Social Manufa...A Terceira Revolução Industrial. Robotization, 3D Printing  and Social Manufa...
A Terceira Revolução Industrial. Robotization, 3D Printing and Social Manufa...
 
A 2ª Revolução Industrial
A 2ª Revolução IndustrialA 2ª Revolução Industrial
A 2ª Revolução Industrial
 
Revolução inglesa 8 ano
Revolução inglesa   8 anoRevolução inglesa   8 ano
Revolução inglesa 8 ano
 
A indústria
A indústriaA indústria
A indústria
 
A revolução técnico científica
A revolução técnico científicaA revolução técnico científica
A revolução técnico científica
 

Semelhante a O processo de industrialização

Indústria, Capitalismo e Socialismo
Indústria, Capitalismo e SocialismoIndústria, Capitalismo e Socialismo
Indústria, Capitalismo e Socialismoaroudus
 
Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução IndustrialIsabella Silva
 
as rês revoluções industrias
as rês revoluções industriasas rês revoluções industrias
as rês revoluções industriasKassiane Cristine
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrialIury_corleone
 
Processo da industrialização no mundo
Processo da industrialização no mundoProcesso da industrialização no mundo
Processo da industrialização no mundoErika Renata
 
Revolução Industrial - O Ponto de Viragem
Revolução Industrial - O Ponto de ViragemRevolução Industrial - O Ponto de Viragem
Revolução Industrial - O Ponto de ViragemAlvaro Gomes
 
Atividade industrial parte 1
Atividade industrial   parte 1Atividade industrial   parte 1
Atividade industrial parte 1flaviocosac
 
www.CentroApoio.com - História - Revolução Industrial - Vídeo Aula
www.CentroApoio.com - História - Revolução Industrial - Vídeo Aulawww.CentroApoio.com - História - Revolução Industrial - Vídeo Aula
www.CentroApoio.com - História - Revolução Industrial - Vídeo AulaVídeo Aulas Apoio
 
As transformações económicas da europa
As transformações económicas da europaAs transformações económicas da europa
As transformações económicas da europaSusana Simões
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrialRose Vital
 
As Revoluções Industriais.pptx
As Revoluções Industriais.pptxAs Revoluções Industriais.pptx
As Revoluções Industriais.pptxHitaloSantos8
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrialJosias Vitor
 

Semelhante a O processo de industrialização (20)

Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução Industrial
 
Indústria, Capitalismo e Socialismo
Indústria, Capitalismo e SocialismoIndústria, Capitalismo e Socialismo
Indústria, Capitalismo e Socialismo
 
Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução Industrial
 
as rês revoluções industrias
as rês revoluções industriasas rês revoluções industrias
as rês revoluções industrias
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Processo da industrialização no mundo
Processo da industrialização no mundoProcesso da industrialização no mundo
Processo da industrialização no mundo
 
Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução Industrial
 
Revolucao industrial
Revolucao industrialRevolucao industrial
Revolucao industrial
 
Revolução Industrial - O Ponto de Viragem
Revolução Industrial - O Ponto de ViragemRevolução Industrial - O Ponto de Viragem
Revolução Industrial - O Ponto de Viragem
 
Atividade industrial parte 1
Atividade industrial   parte 1Atividade industrial   parte 1
Atividade industrial parte 1
 
www.CentroApoio.com - História - Revolução Industrial - Vídeo Aula
www.CentroApoio.com - História - Revolução Industrial - Vídeo Aulawww.CentroApoio.com - História - Revolução Industrial - Vídeo Aula
www.CentroApoio.com - História - Revolução Industrial - Vídeo Aula
 
As transformações económicas da europa
As transformações económicas da europaAs transformações económicas da europa
As transformações económicas da europa
 
1a RevoluçãO Industrial
1a RevoluçãO Industrial1a RevoluçãO Industrial
1a RevoluçãO Industrial
 
Industrialização
IndustrializaçãoIndustrialização
Industrialização
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
As Revoluções Industriais.pptx
As Revoluções Industriais.pptxAs Revoluções Industriais.pptx
As Revoluções Industriais.pptx
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
RevoluçãO Industrial
RevoluçãO IndustrialRevoluçãO Industrial
RevoluçãO Industrial
 
RevoluçãO Industrial
RevoluçãO IndustrialRevoluçãO Industrial
RevoluçãO Industrial
 

Mais de Marco Santos

Os refugiados e a crise migratória
Os refugiados e a crise migratóriaOs refugiados e a crise migratória
Os refugiados e a crise migratóriaMarco Santos
 
Conceitos de Geopolítica
Conceitos de GeopolíticaConceitos de Geopolítica
Conceitos de GeopolíticaMarco Santos
 
Extensão, localização e regionalização do território brasileiro
Extensão, localização e regionalização do território brasileiroExtensão, localização e regionalização do território brasileiro
Extensão, localização e regionalização do território brasileiroMarco Santos
 
Categorias de Análise da Geografia - Espaço Geográfico, Paisagem, Lugar, Terr...
Categorias de Análise da Geografia - Espaço Geográfico, Paisagem, Lugar, Terr...Categorias de Análise da Geografia - Espaço Geográfico, Paisagem, Lugar, Terr...
Categorias de Análise da Geografia - Espaço Geográfico, Paisagem, Lugar, Terr...Marco Santos
 
Estrutura Geológica do Brasil
Estrutura Geológica do BrasilEstrutura Geológica do Brasil
Estrutura Geológica do BrasilMarco Santos
 
Representações do espaço geográfico
Representações do espaço geográficoRepresentações do espaço geográfico
Representações do espaço geográficoMarco Santos
 
Geopolítica do Narcotráfico
Geopolítica do NarcotráficoGeopolítica do Narcotráfico
Geopolítica do NarcotráficoMarco Santos
 
O trabalho e a terra no espaço rural brasileiro
O trabalho e a terra no espaço rural brasileiroO trabalho e a terra no espaço rural brasileiro
O trabalho e a terra no espaço rural brasileiroMarco Santos
 
A organização do espaço geográfico na Rússia
A organização do espaço geográfico na RússiaA organização do espaço geográfico na Rússia
A organização do espaço geográfico na RússiaMarco Santos
 
Economia na República Velha
Economia na República VelhaEconomia na República Velha
Economia na República VelhaMarco Santos
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrialMarco Santos
 
Independência do brasil
Independência do brasilIndependência do brasil
Independência do brasilMarco Santos
 
Descobrimento do brasil
Descobrimento do brasilDescobrimento do brasil
Descobrimento do brasilMarco Santos
 
Regionalização do espaço geográfico mundial
Regionalização do espaço geográfico mundialRegionalização do espaço geográfico mundial
Regionalização do espaço geográfico mundialMarco Santos
 
Dinamica de trabalhos_em_grupo_e_pesquisa na eja
Dinamica de trabalhos_em_grupo_e_pesquisa na ejaDinamica de trabalhos_em_grupo_e_pesquisa na eja
Dinamica de trabalhos_em_grupo_e_pesquisa na ejaMarco Santos
 
A Revanche da Cultura Popular
A Revanche da Cultura PopularA Revanche da Cultura Popular
A Revanche da Cultura PopularMarco Santos
 
PNLD 2011 - GEOHISTÓRIA
PNLD 2011 - GEOHISTÓRIAPNLD 2011 - GEOHISTÓRIA
PNLD 2011 - GEOHISTÓRIAMarco Santos
 

Mais de Marco Santos (20)

Terrorismo
TerrorismoTerrorismo
Terrorismo
 
Os refugiados e a crise migratória
Os refugiados e a crise migratóriaOs refugiados e a crise migratória
Os refugiados e a crise migratória
 
Conceitos de Geopolítica
Conceitos de GeopolíticaConceitos de Geopolítica
Conceitos de Geopolítica
 
Extensão, localização e regionalização do território brasileiro
Extensão, localização e regionalização do território brasileiroExtensão, localização e regionalização do território brasileiro
Extensão, localização e regionalização do território brasileiro
 
Economia-mundo
Economia-mundoEconomia-mundo
Economia-mundo
 
Categorias de Análise da Geografia - Espaço Geográfico, Paisagem, Lugar, Terr...
Categorias de Análise da Geografia - Espaço Geográfico, Paisagem, Lugar, Terr...Categorias de Análise da Geografia - Espaço Geográfico, Paisagem, Lugar, Terr...
Categorias de Análise da Geografia - Espaço Geográfico, Paisagem, Lugar, Terr...
 
Estrutura Geológica do Brasil
Estrutura Geológica do BrasilEstrutura Geológica do Brasil
Estrutura Geológica do Brasil
 
Representações do espaço geográfico
Representações do espaço geográficoRepresentações do espaço geográfico
Representações do espaço geográfico
 
Geopolítica do Narcotráfico
Geopolítica do NarcotráficoGeopolítica do Narcotráfico
Geopolítica do Narcotráfico
 
O trabalho e a terra no espaço rural brasileiro
O trabalho e a terra no espaço rural brasileiroO trabalho e a terra no espaço rural brasileiro
O trabalho e a terra no espaço rural brasileiro
 
A organização do espaço geográfico na Rússia
A organização do espaço geográfico na RússiaA organização do espaço geográfico na Rússia
A organização do espaço geográfico na Rússia
 
Economia na República Velha
Economia na República VelhaEconomia na República Velha
Economia na República Velha
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Independência do brasil
Independência do brasilIndependência do brasil
Independência do brasil
 
Descobrimento do brasil
Descobrimento do brasilDescobrimento do brasil
Descobrimento do brasil
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Regionalização do espaço geográfico mundial
Regionalização do espaço geográfico mundialRegionalização do espaço geográfico mundial
Regionalização do espaço geográfico mundial
 
Dinamica de trabalhos_em_grupo_e_pesquisa na eja
Dinamica de trabalhos_em_grupo_e_pesquisa na ejaDinamica de trabalhos_em_grupo_e_pesquisa na eja
Dinamica de trabalhos_em_grupo_e_pesquisa na eja
 
A Revanche da Cultura Popular
A Revanche da Cultura PopularA Revanche da Cultura Popular
A Revanche da Cultura Popular
 
PNLD 2011 - GEOHISTÓRIA
PNLD 2011 - GEOHISTÓRIAPNLD 2011 - GEOHISTÓRIA
PNLD 2011 - GEOHISTÓRIA
 

Último

Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxsfwsoficial
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfMaiteFerreira4
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxmariiiaaa1290
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxlucivaniaholanda
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfandreaLisboa7
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxpatriciapedroso82
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptxLuana240603
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 

Último (20)

Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 

O processo de industrialização

  • 1. Módulo 05 – Capítulo 1 O processo de industrialização Marco Abreu dos Santos marcoabreu@live.com www.professormarco.wordpress.com
  • 3. As revoluções industriais A Revolução Industrial foi um conjunto de mudanças que aconteceram na Europa a partir do século XVIII. A principal particularidade dessa revolução foi a substituição do trabalho artesanal pelo assalariado e com o uso das máquinas.
  • 4. A Primeira Revolução Industrial Três características básicas: 1. 2. 3. Uso de fontes de energia movimentar as máquinas; Produção em larga escala; Especialização do trabalho. para
  • 5. Fatores que favoreceram a Revolução Industrial Acumulação de capitais (Império Colonial)  Estabilidade política  Existência de matérias-primas  Mão de obra barata  Mercados consumidores  • Berço da Revolução INGLATERRA Industrial
  • 6. Mudanças econômicas, sociais e ambientais O crescimento da urbanização;  As novas relações de trabalho;  Revolução nos transportes. 
  • 7. 1ª Rev. Industrial - Principais inventos 1782 – James Watt, máquina a vapor que passa a ser usada em larga escala
  • 8. 1ª Rev. Industrial - Principais inventos 1804 – Richard Trevithick locomotiva a vapor. inventa a
  • 9. A Segunda Revolução Industrial  Quando? De 1850 ao início do século XX.  Onde? Inglaterra, EUA, Japão, França e Alemanha.  Características:  Aumento do desemprego;  Uso da eletricidade e do petróleo;  Surgimento de trens elétricos, carros e aviões;  Fordismo (produção em série).
  • 10. 2ª Rev. Industrial - Principais inventos 1880 - Lâmpada elétrica, Thomas Edison
  • 11. 2ª Rev. Industrial - Principais inventos 1886 - Motor a combustão, Karl Benz
  • 13. A Terceira Revolução Industrial  Quando? A partir da década de 1970.  Características:  Novas tecnologias da informação;  Desenvolvimento da robótica, informática, química fina e biotecnologia;  Mais velocidade nas trocas de informações;  Aceleração dos transportes e diminuição da noção de distância;  Interconexão dos lugares em tempo real;  Expansão das empresas transnacionais;  Substituição do trabalho humano por máquinas ou sistemas robotizados.
  • 14. A Terceira Revolução Industrial Cristais de insulina Rede mundial de computadores Farmacos e cosméticos Robotização na indústria
  • 15. A Terceira Revolução Industrial  Toyotismo: novo sistema de produção cujo princípio básico era produzir com o mínimo de recursos para reduzir os custos.  Características:  Resposta à demanda;  Flexibilidade;  Redução de estoques.
  • 16. Classificação das indústrias Tecnologia empregada Função econômica Indústrias tradicionais Indústrias de bens de produção Indústrias modernas Indústrias de bens intermediários Indústrias de tecnologia de ponta Indústrias de bens de consumo
  • 17. A localização industrial No início as indústrias se instalavam próximas às bacias carboníferas;  Na primeira metade do século XX, mesmo com a introdução da eletricidade e do petróleo, as novas indústrias se beneficiaram do ambiente criado pelas indústrias já instaladas (mercado consumidor, força de trabalho, redes ferroviárias e rodoviárias e serviços);  Na segunda metade do século XX, inicia-se o processo de desconcentração espacial das indústrias. 
  • 18. A desconcentração espacial das indústrias  Industrialização dos países subdesenvolvidos:    A China é o maior produtor têxtil do mundo; Empresas automobilísticas se instalam em países como México e Brasil em busca de menores custos de produção. Em escala nacional, ocorre o enfraquecimento das antigas zonas industriais e o crescimento dos tecnopolos (baixo consumo de energia e forte integração dos centros de pesquisa e desenvolvimento).
  • 19. Alta tecnologia e localização industrial Tecnopolo do Vale do Silício (EUA)