As cidades e a urbanização

3.409 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.409
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
195
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
161
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As cidades e a urbanização

  1. 1. Módulo 05 – Capítulo 2 As cidades e a urbanização Marco Abreu dos Santos marcoabreu@live.com www.professormarco.wordpress.com
  2. 2. Introdução As cidades são aglomerações humanas que resultam da ocupação e organização do espaço. Nas cidades que se desenvolvem atividades como comércio, administração, defesa territorial, indústria e serviços. Com a Revolução Industrial, a partir do século XVIII, as cidades se tornam centros de produção industrial.
  3. 3. Relação Campo X Cidade CIDADES: capital,tecnologia e produtos industrializados ÁREAS RURAIS: alimentos e matérias-primas
  4. 4. A urbanização SEGUNDO A ONU Em 2008 a população urbana mundial passou a ser maior que a população rural do planeta Em 2030, 80% da população mundial viverá em cidades. Causa: êxodo rural iniciado durante a Primeira Revolução Industrial
  5. 5. Histórico da urbanização mundial A Inglaterra foi pioneira: em 1850, metade de sua população vivia nas cidades;  Até meados do século XIX, a urbanização restringia-se a poucos países;  Na segunda metade do século XX, os EUA e a Europa já haviam completado a transição de sociedade rural para sociedade urbana. 
  6. 6. Histórico da urbanização mundial  Na América Latina e na Ásia o processo foi mais acelerado a partir de 1950 (em 80 anos habitantes urbanos passou de 309 milhões para 3,9 bilhões);  Regiões menos desenvolvidas são ainda pouco urbanizadas (especialmente África e algumas áreas da Ásia).
  7. 7. Histórico da urbanização mundial
  8. 8. Histórico da urbanização mundial
  9. 9. Histórico da urbanização mundial  Em 2015, os países em desenvolvimento terão 3,2 vezes mais habitantes urbanos do que as nações desenvolvidas (2,9 bilhão contra 0,9 bilhão). MOTIVOS • Péssimas condições de vida no campo (baixos salários, estrutura fundiária concentrada e falta de apoio aos pequenos agricultores; • Industrialização (maior oferta de empregos).
  10. 10. Histórico da urbanização mundial
  11. 11. Histórico da urbanização mundial
  12. 12. Consequências da urbanização Falta de planejamento e investimento em infraestrutura;  Aumento da economia informal;  Crescimento de habitações precárias nas periferias das megacidades;  Problemas ambientais (enchentes, deslizamentos de terras e etc.). 
  13. 13. As megacidades  Cidades com elevada concentração populacional que abrigam 10 milhões de habitantes ou mais.
  14. 14. As megacidades
  15. 15. Rede e Hierarquia urbana  As cidades formam um conjunto de centros interligados por sistemas de transportes (malhas rodoviária, ferroviária e aeroviária) e de comunicação.  Há concentração de atividades em alguns pontos do território – os chamados “nós” da rede.
  16. 16. Rede e Hierarquia urbana   Uma rede urbana sempre possui uma hierarquia: o grau de importância de cada cidade depende do alcance de suas mercadorias e serviços. Assim, quanto mais diversificados e desenvolvidos forem esses setores, maiores serão a população e a importância da cidade dentro da rede. É possível verificar a existência dessas redes e hierarquias em nível regional, nacional ou global.
  17. 17. Conurbações  Conurbação é um fenômeno onde áreas urbanas de cidades em expansão acabam se juntando às áreas das cidades vizinhas.  Exemplos: ◦ Região do ABCD no estado de São Paulo (São André, São Bernardo, São Caetano do Sul e Diadema). ◦ Juazeiro (BA) e Petrolina (PE); ◦ Na Alemanha, ao logo do rio Reno (Colônia, Düsseldorf, Essen e Bonn) ◦ Vale do Aço, em Minas Gerais (Ipatinga, Cel. Fabriciano, Timóteo e Santana do Paraíso)
  18. 18. Conurbações  Conurbação é um fenômeno onde áreas urbanas de cidades em expansão acabam se juntando às áreas das cidades vizinhas.  Exemplos: ◦ Região do ABCD no estado de São Paulo (São André, São Bernardo, São Caetano do Sul e Diadema). ◦ Juazeiro (BA) e Petrolina (PE); ◦ Na Alemanha, ao logo do rio Reno (Colônia, Düsseldorf, Essen e Bonn) ◦ Vale do Aço, em Minas Gerais (Ipatinga, Cel. Fabriciano, Timóteo e Santana do Paraíso)
  19. 19. Conurbações Área conurbada da Região Metropolitana do Vale do Aço, em Minas Gerais. Fonte: Google Maps
  20. 20. Metrópoles  Metrópole é a principal cidade de uma rede urbana. Geralmente conta com os melhores equipamentos urbanos e exercem influência em vasta extensão do território do país.  As cidades vizinhas a ela conurbadas formam uma região metropolitana.
  21. 21. Metrópoles Há três tipos de metrópole:    Globais – exercem influência internacional. Exemplos: Nova York (Estados Unidos), Tóquio (Japão), Londres (Reino Unido). Nacionais – exercem influência sobre todo o território de um país. Exemplos: Quito (Equador), Lagos (Nigéria), Bratislava (Eslováquia). Regionais – influenciam parte do território de um país. Exemplos: Lyon (França), Vancouver (Canadá), Belém (Brasil).
  22. 22. Megalópole  Quando duas ou mais metrópoles se conurbam, originando uma extensa área urbanizada, formam uma megalópole  Exemplos: ◦ Boswash (no nordeste dos EUA) que vai de Boston a Washington. Além dessas duas metrópoles, ela abrange outras três – Nova York, Baltimore e Filadélfia; ◦ Tokaido (no sudeste do Japão) que abrange Tóquio, Nagoya, Hamamatsu, Osaka, Kyoto, Kobe, Hiroshima e Nagasaki e estende-se por grande parte do território japonês. ◦ A megalópole inglesa formada por Londres, Birmingham e Manchester.
  23. 23. As cidades globais  As cidades globais são aquelas que, além de concentrar atividades terciárias (bancos, agências de publicidade, consultorias etc.), promovem a integração da economia nacional aos mercados mundiais.
  24. 24. As cidades globais Características  São dotadas de boa infraestrutura, comandam as atividades produtivas e sediam grandes empresas transnacionais;  São polos financeiros, comerciais e de serviços: por elas, transita a maior parte do dinheiro que alimenta os mercados financeiros internacionais;  Estão integradas à economia global, difundem os progressos tecnológicos e contam com investimentos em tecnologia de ponta.
  25. 25. Mapa das cidades globais de acordo com Globalization and World Cities (GaWC) (dados de 2010)

×