Unidade e planu print

511 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
511
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Unidade e planu print

  1. 1. UNIDADE DA AULA Escola : Ensino Secundário Público Geral Materia : Química Classe : 100 Ano Secundário Tópico da matéria : Classificação dos matériais Tempo : 270 minutos I. Objectivo Geral (OG) Os estudantes vão entender e comprender as Classificação dos Matériais II. Objectivo Específico (OE) Depois de processo aprendizagem, os estudantes possam : 1. Classificar os matériais 2. Classificar as substâncias e as misturas 3. Classificar as técnicas que utilizada para separação das misturas 4. Conceituar e esplicar Lei de proust ou lei das proporções constantes 5. Esplicar diferenciar os estados físicos da matéria 6. Comprender e esplicar constituíção da matéria 7. Comprender e diferenciar a mudança de estado físico 8. Classificar e esplicar as matériais pela perigosidade III. Material de estudo a. Tópico Classificação dos Matériais b. Sub Tópico 1. Substânçias e misturas 2. Separação das misturas 3. Lei de proust ou lei das proporções constantes 4. Classificação de matériais pelo estado físico 5. Constituição da matéria 6. Mudança de estado físico 7. Classificação de matériais pela perigosidade
  2. 2. IV. Materias E Fontes De Estudo 1. Materiais : Quadro, Marcador, Apagador, Equipamento do laboratorium 2. Fontes : a. Manual do aluno Química 10o ano de Escolaridade,Antonio José Ferreira, ministério da Educação de Timor-Leste. b. Sabenta I0 ano, Adriana C.S. Silva, ac, Dili Timor – Leste; pagina, 30 ate 38. c. J. Goenawan, I0 ano, 1999; Pt gramedia widyasarana, Jakarta bandung V. Metodo De Aprendisagem Os metodos utilizados são : 1. Escreve no quadro 2. Esplicar 3. Pergunta e resposta VI. AS FASES DE APRENDIZAGEM No Objectivo específico Material P. A 1. 2. 3. Esplicar a definição dos materiais e os vários das materiais Explicar a difinição da substânçias e diferenciar a substânçia pura simples e composta com os exemlos Esplicar a difinição da mistura e caracterizar a mistura homogênea e heterogênea, coloides e suspensão com os exemlos Esplicar as técnicas que utilizadas para Classificação dos matériais Substânçia e Mistura Separação das misturas 01
  3. 3. separação da mistura 4. 5. Conçeituar e esplicar Lei de proust ou lei das proporções constantes com gráfico Esplicar diferenciaros estados físicos da matéria Lei de proust ou lei das proporções constantes Classificação de matériais pelo estado físico 02 6. 7. 8. Comprender e esplicar constituíção da matéria Comprender e diferenciar a mudança de estado físico Classificar e esplicar as matériais pela perigosidade Constituíção da matéria mudança de estado físico classificação de matériais pela perigosidade 03
  4. 4. VII. AVALIAÇÃO 1. Prova escrita 2. Exame final Dili,…./…./2013 Estagiaria (Zelia da Silva) Visto Pelo Docente Orientador Professora Orientadora ( Policarpo Ornai Neto, M.Ed) (Juliana Soares, L.Ed)
  5. 5. PLANO DE AULA Escola : Ensino Secundário São José Operário Materia : Química classe : 10o ano secundário Trimestre : II Tempo : 2x45 I. Objectivo Jeral Os alunos vão entender e compreender as classificações das matériais. II. Objectivo Espesifico Depois de processo aprendizagem, os estudantes possam : 1. Classificar os matériais com os exemplos 2. Comprender a significação das substânçias e differenciar as substânçias pura simples e compostas 3. Conceituar o que é a mistura e caracterizar as misturas homogêneas e heterogêneas 4. Classificar as técnicas que utilizam para a separação das misturas III. Materia de aprendizagem a. Topico : Clasificação dos Materiais b. Sub topico : 1. Substânçias e misturas 2. Separação das misturas VI. Material e fontes de estudo 1. Material : Quadro, zis, Apagador 2. Fontes do estudo : a. Manual do aluno Química 10o ano de Escolaridade,Antonio José Ferreira, ministério da Educação de Timor-Leste. b. Sabenta I0 ano, Adriana C.S. Silva, ac, Dili Timor – Leste; pagina, 30 ate 38. c. J. Goenawan, I0 ano, 1999; Pt gramedia widyasarana, Jakarta bandung V. Metodo de aprendizagem Os metodos que utilizados são : 1. Escreve no quadro
  6. 6. 2. Esplicar 3. Pergunta e resposta VI. As fases de aprendizagem No Fases actividades Tempo I. Inicio : 1. Dar comprimentos 2. Escreve topico da materia 3. Pergunta pre requesitos 4. Pergunta motivacão 5 minutos II Actividade principal : 1. Esplicar a definição dos materiais e os vários matériais 2. Explicar a difinição da substânçia e diferenciar substânçia pura simples e composta com os exemplos 3. Esplicar a mistura e caracterizar a mistura homogênea e heterogênea com os exemplos 4. Classificar e esplicar as técnicas que utilizam para a separação das misturas 5. Observar a comprenção dos estudantes e dar as perguntas para os estudantes que ainda não comprende 80 minutos III Final :  Prençe lista da presença 5 minutos VII. AVALIAÇÃO 1. Prova Diaria 2. Exame
  7. 7. VIII. Materia de aprendisagem CLASSIFICAÇÃO DOS MATÉRIAIS Os materiais podem ser classificados em Substâncias e Misturas de Substâncias. Muitos dos materiais que nos rodeiam resultam da mistura de substâncias puras, dando origem a misturas. Matéria é todo aquilo que tem massa e ocupa um lugar no espaço. Exemplo : água, lapizeira, cadeira, ect… SUBSTÂNÇIA E MISTURA A material dividem as duas partes são substânçia e Mistura 1. Substânçia Substâncias é todos os materiais constituidos apenas por uma substância. Por exemplo : água pura, ferro, zinco, etc… Substância pura é um conjunto de moléculas iguais. As substâncias puras dividem-se em substânçia pura simples e substânçia pura compostas.  As substâncias puras simples, que têm apenas um tipo de átomo, são representadas pelo símbolo do elemento químico junto com o índice que indica o número de átomos para formar a partícula de cada substância. As substâncias simples possuem moléculas formadas por átomos de apenas um elemento químico. Exemplo: Cu: representa o elemento cobre e representa a substância Cobre no estado metálico. C: representa o elemento carbono e representa o Carvão. O2: representa a substância Oxigênio que contêm 2 átomos do elemento Oxigênio.  As substâncias puras compostas são formadas pela combinação de dois ou mais elementos químicos diferentes. Também recebem o nome de composto. Exemplo: H2O : representa a substância água, que contém 2 átomos de Hidrogênio e 1 átomo de Oxigênio. HCl : representa a substância ácido clorídrico, que contém 1 átomo de Hidrogênio e 2 átomos de Cloro. 2. Misturas Mistura é todos os materiais constituidos por duas ou mais substâncias.
  8. 8. Por exemplo : água do mar, ar atmosférico, etc... Mistura dividem aos duas partes são : a. Mistura homogênea é aquela em que não é possível perceber as partes misturadas. Por exemplo : sal com água, asuçar com água b. Mistura heterogênea é aquela em que é perfeitamente possível distinguir as partes misturadas. Já na mistura de água e areia, é possível perceber visualmente os dois componentes. Dizemos então que essa é uma mistura heterogênea Exemplo : oléo com água, areia com água, sal com areia, etc Suspensão é uma mistura de tamanho partícula grasso mayor do que 100 nm. Exemplo : mistura a farinha, mistura de barco com água, etc... Coloides é uma suspensão de partícula de uma substâçia. Exemplo : leite, etc... A matéria encontrada na natureza, na sua grande maioria, é formada por duas ou mais substâncias puras, portanto são misturas. SEPARAÇÃO DAS MISTURAS A separação é feita por algumas características semelhantes. Cenouras são vendidas com outras cenouras. Uma camisa é guardada junto com outras camisas. As roupas e a lenha estão em lugares separados, cada uma tem o seu espaço e o seu preço. A separação das frutas e legumes tem a função de facilitar a sua venda e a seleção do que precisa comprar. Exemplo : separar a cenouras com batatas que misturarem Separação da mistura é uma técnica que uza para separar as duas componente ou mais. As técnicas utilizadas para separação de misturas podem ser por : Processo mêcanicos e processo físicos Os processos de separação de misturas são importantes para várias atividades econômicas. A produção de combustíveis e todos os derivados do petróleo é realizada por processos de separação de misturas. Na química, o principal objetivo dos processos de separação é obter substâncias puras a partir de misturas. Para isso, existem vários processos diferentes e a escolha de qual método utilizar depende do tipo de mistura a ser separada. As técnicas utilizadas para separação de misturas podem ser por processos físicos ou mecânicos.
  9. 9. a. Processos mêcanicos Alguns processos mecânicos utilizados são Catação, Ventilação, Peneiração, Separação magnética edissolução. Estes processos separam misturas heterogêneas com dois componentes sólidos ou com sólidos que não se dissolvam nos líquidos. 1. Catação Os pedaços dos componentes são catados com as mãos ou com uma pinça. Exemplo : para separar as batatas e as bananas 2. Ventilação Passa-se pela mistura uma corrente de ar e esta arrasta o mais leve. Exemplo : separar os grãos de areia das pedras. 3. Peneiração Usada quando os grãos que formam os componentes têm tamanhos diferentes. Os grãos do café são separados com a utilização de peneiras. Exemplo : separar o café que ja misturarem 4. Separação magnética Passa-se pela mistura um imã e se um dos componentes possuir propriedades magnéticas será atraído pelo imã. Exemplo : separar o prego e sál 5. Dissolução É a separação de sólidos com solubilidade diferentes.É possível separa a mistura de sal com areia se colocar um pouco de água, pois o sal se dissolve na água mas a areia não. Exemplo : separação entre aréa e sál b. Processos físicos A separação de misturas processos físicos separa grande parte das misturas. Com os processos físicos é possível separar misturas homogêneas e heterogêneas, com componentes sólidos, líquidos ou gasosos. 1. Decantação Usado para separar os componentes de misturas heterogêneas, constituídas de um componente sólido e outro líquido ou de dois componentes líquidos se estes líquidos não se misturarem.
  10. 10. Exemplo : separação térra e água Óleo e agua 2. Filtração É usada para separação de misturas heterogêneas, constituídas de um componente sólido e outro líquido ou de um componente sólido e outro gasoso. Exemplo separar área e água 3. Evaporação É usado para separação de misturas homogêneas constituída de um componente sólido e o outro líquido. A evaporação é usada para separar misturas, quando apenas a fase sólida é de interesse. Exemplo : sál e água 4. Destilação É o processo pelo qual podemos separar e purificar um líquido misturado a outro líquido ou a um sólido. Isso é feito através da vaporização do líquido e de sua posterior condensação. É um processo bastante utilizado em laboratórios e indústrias, como as de bebida e de remédios. Exemplo : separar alcol na solução A destilação é feita num aparelho chamado destilador e existem dois tipos diferentes : a simples e a fracionada.  Destilação simples É usada para separar misturas homogêneas quando um dos componentes é sólido e o outro líquido. A destilação simples é utilizada quando há interesse nas duas fases. Exemplo : água e sál  Destilação fracionada É usada na separação de misturas homogêneas quando se trata de separar dois ou mais líquidos com pontos de ebulição diferentes. Exemplo :gasólina, óleo combustivél, gas. 5. Centrifugação É usada para acelerar a decantação da fase mais densa de uma mistura heterogênea constituída de um componente sólido e outro líquido. Exemplo : separar os componentes do sangue
  11. 11. 6. Cromatografia É uma técnica de separação pela diferença das cores e das velocidades com que cada substância se separa das demais. Exemplo : separar tinta na lapizeira 7. Sublimação A sublimação é a passagem direta de sólido a gás que ocorre com algumas substâncias em determinadas condições de pressão e temperatura. O iodo é uma das substâncias que sofre sublimação. Exemplo : separação de iodo 8. Cristalização É uma substânçia sólido da sólução. Quando se deseja separar um sólido de uma solução líquido- sólido,pode deixar-se evaporar o líquido até que a solução fique saturada. Exemplo : separar o sál do mar Dili,…./…./2013 Estagiaria (Zelia da Silva) Visto pelo Docente Orientador Professora Orientadora ( Policarpo Ornai Neto, M.Ed ) (Juliana Soares, L.Ed)
  12. 12. UNIDADE DA AULA Escola : Ensino Secundário São José Operário Materia : Química classe : 100 Ano Secundário Trimestre : II Tópico da matéria : Tabela periódica dos elementos químicos Tempo : 2x45 minutos I. Objectivo Geral (OG) Os estudantes vão entender e comprender tabela periódica dos elementos químicas II. Objectivo Específico (OE) Depois de processo aprendizagem, os estudantes possam : 1. Classificar os elementos na tabela periódica 2. Esplicar a história da classificação de elementos 3. Esplicar os orbitais e numeros quanticos 4. Diferençiar os elementos químicos nos nomes e fórmula química III. Material de estudo c. Tópico Tabela periódica dos elementos químicos d. Sub Tópico 1. História da classificação de elementos 2. Orbitais e numeros quanticos 3. Elementos químicos nos nomes e fórmula química IV. Materias e Fontes De Estudo 1. Materiais : Quadro, Marcador, Apagador, Equipamento do laboratorium 2. Fontes : a. Manual do aluno Química 10o ano de Escolaridade,Antonio José Ferreira, ministério da Educação de Timor-Leste.
  13. 13. b. Sabenta I0 ano, Adriana C.S. Silva, ac, Dili Timor – Leste; c. J. Goenawan, I0 ano, 1999; Pt gramedia widyasarana, Jakarta bandung V. Metodo De Aprendisagem Os metodos utilizados são : 1. Escreve no quadro 2. Esplicar 3. Pergunta e resposta VI. AS FASES DE APRENDIZAGEM No Objectivo específico Material P. A 1. 2. Esplicar a definição da tabela periódica dos elementos Explicar a história classificação dos elementos Tabela periódica dos elementos História Da Classificação De Elementos 01 3. 4. Esplicar e diferençiar as Orbitais e numeros quanticos Esplicar e Diferençiar os elementos químicos nos nomes e fórmula química Orbitais e numeros quanticos os elementos químicos nos nomes e fórmula química 02
  14. 14. VII. Avaliação 1. Prova escrita 2. Exame final Dili,…./…./2013 Estagiaria (Zelia da Silva) Visto Pelo Docente Orientador Professora Orientadora ( Policarpo Ornai Neto, M.Ed) (Juliana Soares, L.Ed)
  15. 15. PLANO DA AULA Escola : Ensino Secundário São José Operário Materia : Química classe : 100 Ano Secundário Trimestre : II Tópico da matéria : Tabela periódica dos elementos químicos Tempo : 2x45 minutos I. Objectivo Geral (OG) Os estudantes vão entender e comprender tabela periódica dos elementos químicas II. Objectivo Específico (OE) Depois de processo aprendizagem, os estudantes possam : 1. Classificar os elementos na tabela periódica 2. Esplicar a história da classificação de elementos 3. Esplicar os orbitais e numeros quanticos 4. Diferençiar os elementos químicos nos nomes e fórmula química III. Material de estudo a. Tópico Tabela periódica dos elementos químicos b. Sub Tópico 1. História da classificação de elementos 2. Orbitais e numeros quanticos 3. Elementos químicos nos nomes e fórmula química IV. Materias e Fontes De Estudo 1. Materiais : Quadro, Marcador, Apagador, Equipamento do laboratorium 2. Fontes : a. Manual do aluno Química 10o ano de Escolaridade,Antonio José Ferreira, ministério da Educação de Timor-Leste.
  16. 16. b. Sabenta I0 ano, Adriana C.S. Silva, ac, Dili Timor – Leste; c. J. Goenawan, I0 ano, 1999; Pt gramedia widyasarana, Jakarta bandung V. Metodo De Aprendisagem Os metodos utilizados são : 1. Escreve no quadro 2. Esplicar 3. Pergunta e resposta VI. As fases de aprendizagem No Fases actividades Tempo I. Inicio : 1. Dar comprimentos 2. Escreve topico da materia 3. Pergunta pre requesitos 4. Pergunta motivacão 5 minutos II Actividade principal : 1. Esplicar a definição tábela períodica dos elementos químico e dê exemplo sobre elementos na tábela períodica 2. Esplicar a história da classificação dos elementos baseada ao téoria da sientista química 3. Esplicar diagrama configuração eletrônica e dê exemplo configuração eletrônica 4. Determina períodos e grupos elementos na tabela períodica dos elementos químicos 5. esplicar e deferençiar os elementos químicos nos nomes e fórmula química e dê exemplo elemento químico, nome e formula. 6. Observar a compreensão dos estudantes e dar as perguntas para os estudantes que ainda não comprende 80 minutos
  17. 17. III Final :  TPC  Prençe lista da presença 5 minutos H. MATERIA DE APRENDISAGEM TABELA PERIÓDICA DOS ELEMENTOS QUÍMICOS A Tabela Periódica dos elementos (TP), é um dos mais importantes recursos em Química, proporcionando uma das sínteses de conhecimento científico mais interessantes e úteis. O seu desenvolvimento é um exemplo de como as descobertas científicas podem decorrer do uso de imaginação para organizar dados recolhidos por um elevado número de pessoas, durante um largo período de tempo. À medida que o número de elementos conhecidos foi crescendo e os cientistas foram observando semelhanças curiosas entre certos agrupamentos, a tabela foi-se alterando e tomando a forma que atualmente conhecemos. A organização sistemática dos diversos elementos químicos na TP, traduz a periodicidade das suas propriedades e constitui uma preciosa fonte de informação de inúmeras propriedades, tanto dos elementos quanto das correspondentes substâncias elementares. HISTÓRIA DA CLASSIFICAÇÃO DE ELEMENTOS. 1. Classificacões dos elementos Conhecemento ciência e tecnologia para o desenvolvimento, a longo muitos elementos químicos são encontrados. Até agora encontrou 103 elementos químicos. Dentro da tabela períodica, os elementos químicos também podem ser classificados em conjuntos, chamados de series químicas de acordo com sua configuração eletrônica :  Elementos representatives : pertencentes aos grupo 1,2 e dos grupos de 13 ate 17  Elementos metais de transição : pertencentes aos grupos de 3 a 12  Elementos metais de transição interna : pretence as series dos lantanideos e actínideos  Gases nobres : pertencentes ao grupo 18 Além disso, podem ser classificados de acordo com sua propriedades físicas nos grupos seguir : a. Natureza dos elementos metálicos
  18. 18. - Pode conduzir eletricidade e calor bem - Superfície brilhante quando esfregado - Podem ser forjados e pode ser transformado em fio Exemplo: ferro, cobre, ouro, etc b. Elemental da Natureza não-metais - Não é o fornecimento de eletricidade e calor - A superfície é brilhante quando polidas - Não pode ser falsificado e não pode ser levado a cabo Exemplo: hidrogênio, oxigênio, carbono, nitrogênio, cloro, etc c. Natureza dos Metais e não metais = metalóides Exemplo: silício, arsênio, antimônio, etc d. Gases nobres Em número, constituem cerca de 6 % deos elementos da tabela. São elementos químicamente inertes, pois não paticipam de reações, pelo fato de seguerem a regra do dupleto e octeto. Exemplo : He (hélio), Ne (néon), Ar (árgon) 1.1 Triade Dobereiner Johann Wolfgang Dobereiner (1829) foi o primeiro a descobrir a relação entre a natureza dos elementos com massa atômica. Dobereiner elemento de agrupamento com base nas propriedades de similaridade, composto por 3 elementos conhecidos e desconhecidos Triade nome Triade Dobereiner. Exemplo :  Massa atômica do cloro (Cl) = 35,45 : propriedades dos gases Massa atômica de bromo (Br) = 79,90 : natureza Liquid Massa atômica de iodo (I) = 126,90 : propriedades de sólidos Afigura-se que: Ar Br = 35,45 + 126 ,90 2 = 81,175 : Br propriedades líquidas (as propriedades de Cl e I) Característica Br = líquido (entre característica Cl e I).  Massa atômica de Lítio (Li) = 6,94 : Propriedades sólidos
  19. 19. Massa atômica do sódio (Na) = 22,99 : a natureza dos sólidos Massa atômica do potássio (K) = 39,10 : a natureza dos sólidos Afigura-se que: Ar Na = 6,94 + 39,10 2 = 23,02 : Na natureza contínua (entre a natureza da Li e K) característica Na = sólido (entre característica Li e K) 1.2 Oitava da Lei Newlands John Newlands (1864) constituem os elementos de aumentar atômica. Acontece que entre os elementos de H, F, Cl e Li, Na, K e assim há semelhanças natureza. Portanto, a natureza do elemento de semelhança foi encontrado novamente em uma base regular (periodica) depois de 8 elementos, assim chamada Lei das Octet. . 1.3 System Periodik Mendeleev Desde o inicio do século XIX empreenderam-se várias tentativas, sem sucesso de uma clasificação rigoroso. Julius Lothar Meyer (1870) dari German dan Dimitri Ivanovitch Mendeleev (1869) da Rússia separadamente anunciar um sistema de classificação dos elementos agora conhecido como o sistema periódico dos elementos. No momento da preparação dos elementos de Meyer e Mendeleev existem algumas diferenças da seguinte forma : a. Julius Lothar Meyer Meyer definir os elementos para enfatizar a sua atenção sobre as propriedades físicas dos elementos. b. Dimitri Ivanovich Mendeleev Mendeleev organizar os elementos de acordo com os aumentos de massa atômica relativa ao grupo de equações de física e química. No fim das contas periódica de Mendeleev elemento faz uma lista ordenada por massa relativa atômica. Na tabela periodica os elementos estão organizados em ordem crescente de número atômico. Ela é organizada por colunas denominadas grupos e linhas horizontais denominadas períodos. 2. Clasificação Períodica Moderno 2.1 Períodos
  20. 20. Os elementos de um mesmo período têm o mesmo número de camadas eletrônicas que coresponde ao número do período. Existem 7 filas horizontais (linhas) chamada de período. Os períodos são : 1a camada (P) : K; 2a camada (P) : K, L ; 3a camada (P) : K, L, M; 4a camada (P) : K, L, M, N; 5a camada (P) : K, L, M, N, O; 6a camada (P) : K, L, M, N, O, P; 7a camada (P) : K, L, M, N, O, P, Q. 2.2 Grupos Faixa vertical contém os elementos de acordo com características semelhantes. Faixa vertical é chamado de Grupos. Grupos de um elemento Valencia preparados para o número de elétrons (elétrons exteriores) são expressos com letras romanas.  Grupo (G) IA : alcalinos = 1 elétron na última camada (H não)  Grupo (G) IIA : alcalinos = 2 elétron na última camada  Grupo (G) IIIA : grupo do boro = 3 elétron na última camada  Grupo (G) IVA : grupo do carbono = 4 elétron na última camada  Grupo (G) VA : grupo do nitrogênio = 5 elétron na última camada  Grupo (G) VIA : calcogênios = 6 elétron na última camada  Grupo (G) VIIA : halogênios = 7 elétron na última camada  Grupo (G) VIIA : gases nobres = 8 elétron na última camada Exercicio : 1. Dado: a. 3Li, b. 20Ca, c. 17Cl, Determine a localização de período e grupos sobre os elementos acima? Responde : a. 3Li : 1s2 2s1 Li : 2; 1 K L Período (P) L = 2 Grupos (G) = IA b. 20Ca : 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 Ca : 2; 8; 8; 2 K L M N Período (P) N = 4 Grupos (G) = IIA
  21. 21. 2. Configuração eletrônica Conhecido por vários elementos, como segue : P: 2, 5 Q: 2, 8 ; 2 R: 2, 8,8, 1 Determine a localização destes elementos na tabela periódica ? 3. Dados a localização de elementos do sistema periódico da seguinte forma: Elemento P : período de 2 Grupos IVA Elemento Q : período de 3 Grupos IA Elemento R : período de 4 Grupos IIA Determine a configuração eletrônica? ORBITAIS E NÚMEROS QUÂNTICOS Orbitais A configuração eletrônica também se pode estabelecer por caixas qu e representam as orbitais. Orbitais é a região no núcleo do átomo com possibilidade encontra electrão. Nesta caixa podem encontrar se dois electrôes. Os electrôes representam-se por setas. As setas tem sentidos diferentes (para cima e para a baixo ) pois representam o já referidos spin. No caso de orbitais com dois eletrões a representam sera : e para o caso de orbitais com um so electão: o que é o mesmo que subniveis s (1 orbitais) maxímo 2 eletrões subniveis p (3 orbitais) maxímo 6 eletrões subniveis d (5 orbitais) maxímo 10 eletrões subniveis f (7 orbitais) maxímo 14 eletrões exemplo : desenho diagram orbitais baseada com regra de hund. 26Fe : 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d6 4s2 3d6 Números quânticos Têm 4 números quânticos são : 1. Número quântico principal (n)
  22. 22. 2. Numeros quântico Azimuth (l) 3. Número quântico magnética (m) 4. Número quântico spin (s) Número quântico principal (n) indica o niveis de electrão. Ex : 3p4 n = 3 Numeros quântico Azimuth (l) indica o subniveis de eletrão e representa format de orbitais. s (l) = 0 p (l) = 1 d (l) = 2 f (l) = 3 ex : 3p4 então l = 1 número quântico magnetic indica orbitais que tém eletrão ou ultimo eletrão no orbitais. O número quântico magnetic depende o valor de número azimuth (l). quando s (l) = 0 então tém 1 orbitais (0) quando p (l) = 1 então tém 3 orbitais (-1 0 +1) quando d (l) = 2 então tém 5 orbitais (-2 -1 0 +1 +2) quando p (l) = 3 então tém 7 orbitais (-3 -2 -1 0 +1 +2 +3) -1 0 +1 ex : 3p4 m = -1 número quântico de spin (s) é o número que indica a direcção de eletrão que volta a mecha. Quando a direcção de eletrão para cima é +1/2 Quando a direcção de eletrão para baixo é -1/2 -1 0 +1 Ex : 3p4 S = -1/2
  23. 23. Exemplo : 1. Determina carga de quatro número quântico n, l, m e s na última eletrão a. 14 Si b. 11 Na 2. Determina o número átomo do elemento abaixo com quatro número quântico a. Átomo X com n = 2; l = 1; m = 0; e s = -1/2 b. Átomo R com n = 3; l = 2; m = +2; e s = +1/2 ELEMENTOS QUÍMICOS NOS NOMES E FÓRMULA QUÍMICA Elemento químico é o conjunto formado por átomos de mesmo número átomico. Atualmente, conhecemos um total de 103 elementos químicos entre naturais e artificiais, com número átomicos variando de 1 a 103. A cada elemento químico corresponde um número átomico (Z) que o identifica. De acordo com a IUPAC (sigla em ingles da união internaçional de química pura e aplicada), ao representar um elemento químico, devem-ser, indicar junto ao seu símbolo, seu número átomico e seu número de massa. Exemplo : água formula química H2O constituída por Hidrogénio H e oxigénio O Amoníaco formula química NH3 constituída por nitogénio N e hidrogénio H HCl = cloreto de hidrogénio HBr = brometo de hidrogénio NaCl = cloreto de sódio MgO = óxido de magnésio Dili,…./…./2013 Estagiaria (Zelia da Silva) Visto Pelo
  24. 24. Docente Orientador Professora Orientadora ( Policarpo Ornai Neto, M.Ed) (Juliana Soares, L.Ed) UNIDADE DA AULA Escola : Ensino Secundário São José Operário Materia : Química classe : 100 Ano Secundário Trimestre : III Tópico da matéria : As partículas da matéria Tempo : 135 minutos I. Objectivo Geral (OG) Os estudantes vão entender e comprender as partículas da matéria II. Objectivo Específico (OE) Depois de processo aprendizagem, os estudantes possam : 1. Classificar e esplicar as partículas da matéria
  25. 25. 2. Esplicar a difinição do átomo 3. Diferençiar e Esplicar a história átomica 4. Esplicar a difinição de moléculas 5. Esplicar diferençiar moléculas de substâncias simples e moléculas de compostos 6. Esplicar a difinição de ions 7. Diferençiar e esplicar íons positivo e íons negativo III. Material de estudo a.Tópico As partículas da matéria b. Sub Tópico 1. Átomos 2. Moléculas 3. Íons IV. Materias E Fontes De Estudo 1. Materiais : Quadro, Marcador, Apagador, 2. Fontes : a. Manual do aluno Química 10o ano de Escolaridade,Antonio José Ferreira, ministério da Educação de Timor-Leste. b. Sabenta I0 ano, Adriana C.S. Silva, ac, Dili Timor – Leste; 41 ate 43 c. J. Goenawan, I0 ano, 1999; Pt gramedia widyasarana, Jakarta bandung V. Metodo de Aprendisagem Os metodos utilizados são : 1. Escreve no quadro 2. Discucão 3. Esplicar
  26. 26. 4. Perguntas e respostas VI. As Fases De Aprendizagem No Objectivo específico Material P. A 1. 2. 3. Esplicar a definição das partículas Esplicar a difinição do átomo Diferençiar e Esplicar a história átomica As partículas da matéria Átomos 01 4. 5. Esplicar a difinição de moléculas Esplicar e diferençiar moléculas de substâncias simples e moléculas de compostos Moéculas 02 6. 7. Esplicar a difinição de ions Diferençiar e esplicar íons positivo e íons negativo Íons 03 VII. Avaliação 1. Prova escrita 2. Exame final Dili,…./…./2013 Estagiaria (Zelia da Silva) Visto pelo Docente Orientador Professora Orientadora ( Policarpo Ornai Neto, M.Ed) (Juliana Soares, L.Ed)
  27. 27. PLANO DE AULA Escola : Ensino Secundário São José Operário Materia : Química classe : 10o ano secundário Trimestre : III Tempo : 45 minutos I. Objectivo Jeral Os alunos vão entender e compreender as partículas da matéria II.Objectivo Específico Depois de processo aprendizagem, os estudantes possam : 1. Comprender e esplicar as partículas da matéria 2. Comprender e esplicar a definição do átomo 3. Comprender e diferenciar a história átomica III. Materia de aprendizagem a. Topico : As partículas da matéria b. Sub topico : 1. Átomos IV. Material e fontes de estudo 1. Material : Quadro, zis, Apagador 2. Fontes do estudo : a. Manual do aluno Química 10o ano de Escolaridade,Antonio José Ferreira, ministério da Educação de Timor-Leste. b. SabentaI0ano, Adriana C.S. Silva, ac, Dili Timor – Leste; pagina, 41 ate 43 c. J. Goenawan, I0 ano, 1999; Ptgramediawidyasarana, Jakarta bandung V. Metodo de aprendizagem Os métodos que utilizados são: 1. Escreve no quadro 2. Esplicar
  28. 28. 3. Perguntas e respostas VI. As fases de aprendizagem No Fases actividades Tempo I. Inicio : 1. Dar comprimentos 2. Escreve topico da materia 3. Pergunta pre requesitos 4. Pergunta motivacão 5 minutos II Actividade principal : 1. Esplicar as partículas da matéria e dê exemplos 2. Esplicar a definição do átomo e dê um exemplo 3. Diferençiar a história átomica 4. Esplicar Hipótese de Demócrito e Leuccipus 5. Esplicar Hipótese de aristóteles 6. Esplicar Teoria atômica de Dalton 7. Observar a compreensão dos estudantes e dar as perguntas para os estudantes que ainda não comprende 35 minutos III Final :  Prençe lista da presença 5 minutos
  29. 29. VII. Avaliação 1. Prova Diaria (faz a exércicios) 2. Exame VIII. Materia de Aprendisagem AS PARTICAULAS DA MATÉRIA Como nós já estudamos, materia é tudo o que tem massa e ocupa lugar no espaço. A materia pode ser dividida em partes muito pequenas que nossos olhos não conseguem enxergar. Estas pequenas partes são chamadas de partículas. A. ÁTOMOS O átomo é a menor partícula de um elemento que ainda tem propriedades semelhantes a esses elementos. Exemplo : Quando um metal foi cortada em duas partes, cada parte tem ainda as propriedades do ferro. Quando as peças foram divididas e dividida novamente, em seguida, eventualmente obtidas as menores partículas que não podem ser divididas novamente, mas ainda tem as propriedades do ferro. As partículas menores são chamados de átomos de ferro. Actualmente sabe-se que toda materia é formada por átomos. Essa ideia foi inicialmente proposta por Leucipo e Demócrito (400 a,C). Na filosofia da antiga Grécia, a palavra “ átomo”, era utilizada para palar sobre menor parte da materia que se podia concebera. De Facto, átomo significa em grego “ não divisivel ” ou seja, que não se devide. A teoria de dois cientistas, Rutherford e Bhor, que propuseram um modelo atomico, onde o átomo era composto de uma parte central – o núcleo – e uma eletrosfera ao seu rador. Neste modelo atomica, no núcleo estão os protons (a parte positiva do átomo), e na eletrosfera, os eletrons (a parte negativa). Mais tarde se descobriu que no núcleo, além dos protons, estão os neutrons (que não tem carga). Algumas consideração importantes sobre o átomo são : a. Um conjuntos de átomos com as mesmas massas e tamanhos apresentam as mesmas propriedades e forma um elemento químico. b. Elementos químicos diferentes apresentam átomos com massas, tamanhos e propriedades diferentes.
  30. 30. c. Os átomos não são criados nem destruídos, são simplesmente rearanjados, originandos novas substâncias. B. MOLÉCULAS A molécula é uma combinação de dois ou mais átomos do mesmo átomo ou átomos diferentes. 1. Moléculas de substâncias simples são moléculas que formadas de átomos do mesmo tipo. Exemplo : H2, Cl2, N2, O2, I2, Br2, F2. Com base no número de átomos que o formou, digai moléculas em três, a saber: a. Molécula Diatómicas é uma molécula que é formada apenas por dois átomos (existem apenas elementos) Exemplo : Moléculas Diatômicas Molécula de gás de flúor (F2), Molécula de cloro gasoso (Cl2), Moléculas do gás bromo (Br2), Moléculas de gás iodo (I2), Molécula de gás hidrogênio (H2), As moléculas do gás de oxigênio (O2) e Moléculas de gás nitrogênio (N2) b. Moléculas tetraatômica são moléculas que formadas a partir de apenas quatro átomos. Exemplo : Moléculas tetra átomicas (molecular fósforo ( P4) c. Moléculas octaatômica são moléculas que formadas a partir de apenas oito átomos. Exemplo : Molécula octaatômica (molecular enxofre (S8) 2. Moléculas de compostos Moléculas de compostos são moléculas compostas por átomos que não são semelhantes intestino. Exemplo : - A molécula de agua : H2O 2 átomo H e 1 átomo O - A molécula de carbonodioxida : CO2 1 átomo C e 2 átomo O - A molécula de amoniaco : NH3 1 átomo N e 3 átomo H - A molécula de acido clorida : HCl 1 átomo H e 1 átomo Cl C. ÍONS
  31. 31. Os íons são átomos ou uma combinação de átomos eletricamente carregados. Compostos de íons é chamado de compostos iônicos. Com base nos compostos iônicos carga elétrica que consiste em : a. Íons negativo ou ânion : ganha elétrons. Tem mais elétrons (cargas negativas) do que prótons (cargas posetivas) Exemplo : Cl- : íon Clorida CO3 2- : íons carbonato SO4 2- : íons Sulfato b. Íons posetivo ou cátion : Perde elétrons. É a particula que tem mais prótons (cargas posetivas) que elétrons ( cargas negativas). Exemplo : Na+ : íon sódio ( Natrio) Ca+ : íon Calsio Mg2+ : íons Magnêsio TPC (Trabalho Para Casa) : Quantos átomos de cada elemento existem nas formulas abaixo : a. Fe2O3 B. 6SiO2 c. 3Ca(NO3)2 d. Al2(SO4) Dili,…./…./2013 estagiaria (Zelia da Silva) Visto Pelo Docente Orientador Professora Orientador ( Policarpo Ornai Neto, M.Ed ) (Juliana Soares, L.Ed)
  32. 32. UNIDADE DA AULA Escola : Ensino Secundário São José Operário Materia : Química classe : 100 Ano Secundário Trimestre : III Tópico da matéria : Estrutura Atômica Tempo : 135 minutos I. Objectivo Geral (OG) Os estudantes vão entender e comprender a estrutura atômica II. Objectivo Específico (OE) Depois de processo aprendizagem, os estudantes possam : 1. Esplicar o desenvolvimento do modelo de átomo 2. Esplicar as partículas básica da elaboração do átomo 3. Esplicar a difinição e diferençiar o número atômico, o número de massa e símbolo do elemento 4. Esplicar a difinição e diferençiar o isotopos, isótonos e isóbaros III. Material de estudo a. Tópico Estrutura atômico b. Sub Tópico 1. O Desenvolvimento do Modelo de Átomo 2. As Partículas Básica da Elaboração do Átomo 3. Número Atômico, Número de Massa, e Símbolo do Elemento 4. Isotopos, Isótonos E Isóbaros IV. Materias E Fontes De Estudo 1. Materiais : Quadro, Marcador, Apagador,
  33. 33. 2. Fontes : a. Manual do aluno Química 10o ano de Escolaridade,Antonio José Ferreira, ministério da Educação de Timor-Leste. b. Sabenta I0 ano, Adriana C.S. Silva, ac, Dili Timor – Leste; 46 ate 55 c. J. Goenawan, I0 ano, 1999; Pt gramedia widyasarana, Jakarta bandung ; 149 ate 163 V. Metodo de Aprendisagem Os metodos utilizados são : 1. Escreve no quadro 2. Discucão 3. Esplicar 4. Perguntas e respostas VI. AS FASES DE APRENDIZAGEM No Objectivo específico Material P. A 1. 2. 3. Esplicar o conceito sobre o desenvolvimento do modelo atômico Esplicar o hipótese de Dalton e téoria átômico de Dalton Esplicar o exprimento de Thomson, de Rutherford, de Niels Bohr, e modelo átomo Moderno. Estrutura atômico 01
  34. 34. 4. 5. 6. Esplicar os resultados de experimentos geram dados compilador de base partículas de átomos Esplicar a descobertas e difinição de electrons, protons, nucleus e neutrons com exemplos. Esplicar a descoberta dos raios radioativos sobre Os raios alfa ( ),Raios beta ( , ) , Raios gama ( ) 02 7. 8. 9. Esplicar a diferençia sobre o Número Atômico, o Número de Massa, e o Símbolo do Elemento Esplicar a difinição do Número Atômico, formula e dê um exemplo. Esplicar a difinição do Número de Massa, formula e dê um exemplo. Número Atômico, Número de Massa, e Símbolo do Elemento 03 10. 11. 12. Esplicar a diferença entre o Isótopos, Isótonos e Isóbaros. Esplicar a difinição do isótopos e dê um exemplo Esplicar a difinição do isótonos e dê um exemplo Isótopos, Isótonos e Isóbaros 04
  35. 35. 13. Esplicar a difinição do isóbaros e dê um exemplo VII. AVALIAÇÃO 1. Prova escrita 2. Exame final Dili,…./…./2013 Estagiaria (Zelia da Silva) Visto Pelo Docente Orientador Professora Orientadora ( Policarpo Ornai Neto, M.Ed) (Juliana Soares, L.Ed)
  36. 36. PLANO DE AULA Escola : Ensino Secundário São José Operário Materia : Química classe : 10o ano secundário Trimestre : III Tempo : 2x45 I. Objectivo Jeral Os alunos vão entender e compreender a estrutura atômica II. Objectivo Específico Depois de processo aprendizagem, os estudantes possam : 1. Esplicar a difinição do número atômico, número de massa e símbolo do elemento 2. Diferençiar o número atômico, o número de massa e o símbolo do elémento III. Material de estudo a. Tópico Estrutura atômico b. Sub Tópico 1. Número Atômico, Número de Massa, e Símbolo do Elemento 2. Isobaros, Isotopos E Isotonos IV. Materias E Fontes De Estudo 1. Materiais : Quadro, Marcador, Apagador, 2. Fontes : a. Manual do aluno Química 10o ano de Escolaridade,Antonio José Ferreira, ministério da Educação de Timor-Leste. b. Sabenta I0 ano, Adriana C.S. Silva, ac, Dili Timor – Leste; 46 ate 55
  37. 37. c. J. Goenawan, I0 ano, 1999; Pt gramedia widyasarana, Jakarta bandung ; 149 ate 163 V. Metodo de Aprendisagem Os metodos utilizados são : 1. Escreve no quadro 2. Esplicar 3. Perguntas e respostas VI. As fases de aprendizagem No Fases actividades Tempo I. Inicio : 5. Dar comprimentos 6. Escreve tópico da matéria 7. Pergunta pre requesitos 8. Pergunta motivacão 5 minutos II Actividade principal : Esplicar a diferençia entre o Número Atômico, o Número de Massa, e o Símbolo do Elemento Esplicar a difinição do Número Atômico, dê formula e um exemplo. Esplicar a difinição do Número de Massa, dê formula e um exemplo. Observar a compreenção dos estudantes e dar as perguntas para os estudantes que ainda não comprende 80 minutos III Final :  TPC  Prençe lista da presença 5 minutos
  38. 38. VII. Avaliação 1. Prova Diaria (faz a exércicios) 2. Exame VIII. Materia de Aprendisagen NÚMERO ATÔMICO, NÚMERO DE MASSA E SÍMBOLO DO ELEMENTO 1. Número atômico (Z) Número atômico (Z) de um elemento é o número correspondente à carga nuclear, ou seja é o número de prótons (p) que existentes no núcleo. Lembre-se Que ; O número atômico caracteriza o elemento químico. Assim, quando : Z (NA) = 1, então leva a elemento hidrogênio (H) Z (NA)= 2, então leva a elemento hélio (He) etc Exemplo; 1. Um elemento tem um número de prótons no núcleo é de 11. Em seguida, determinar o número atômico e o número de elétrons a partir desses elementos? 2. O elemento cálcio tem um número de elétrons em torno do núcleo é de 20, determine ; a. O número de átomos do elemento cálcio b. O número de prótons do elemento cálcio 2. Número de massa (A) O número de massa é o número que correspondente à soma das quantidades de prótons e de nêutrons (n) que existentes no núcleo. Fórmula: Número atômico = Número de prótons = Número de elétronsZ = p (no de prótons) = é (no de elétrons) Número De Massa = Número De Prótons + Número De Nêutrons Donde Número De Nêutrons = Número De Massa – Número Atômico
  39. 39. Exercício: 1. O átomo de potássio é constituído por 19 prótons e 20 nêutrons. Qual é o número de massa atômica de potássio (K). 2. Um elemento tem um número de massa é de 7 e número atômico é de 3. Determine ; a. O número de nêutrons (n) b. O nome desse elemento 3. Calcule o número de prótons, número de atômico, número de elétrons e número de nêutrons, nos seguintes elementos: FecAlbKa 56 26 27 13 39 19 ... 3. Símbolo Do Elemento Composição de um elemento pode ser expressa com o símbolo do seguinte modo: Ou seja Donde; A = Número de massa X = Símbolo do elemento (elementos de notação) Z = Número de Átomos, o número de prótons no núcleo, o número de elétrons em torno do núcleo n = nêutron (n = A - Z) Exercícios: 1. Quais são os números de prótons, nêutrons e elétrons que contidos no elemento com o símbolo de elemento do seguinte modo: a. Na23 11 b. Cl35 17 2. Um elemento X com o número atômico 11 e número de massa é 23. Determine ; a. O número de prótons b. O número de elétrons XA Z
  40. 40. c. O número de nêutrons Porque um átomo é neutro, o número de prótons igual ao número de elétrons. Quando um átomo perde um elétron, o íon carregado formado +1 (símbolo X+) e se perde dois elétrons, os íons carregados são formadas +2 (símbolo X+2) e assim por diante. Inversamente, se um átomo tem a adição de um elétron, o íon carregado formarão -1 (símbolo X-) e se você receber um extra de dois elétrons, íons carregados são formados -2 (símbolo X-2) e assim por diante. Exemplo: 1. Determinar o número de prótons e ao número de elétrons de íons seguinte forma: a. 19K + b. 9F – c. 20Ca2+ d. 8O2- 2. Átomo de cloro com número atômico e número de massa é de 17 e 35 ( Cl35 17 ), então especificar o número de prótons, o número de elétrons, o número de nêutrons e número de massa de íons Cl-! 3. Átomo de Magnésio com número atômico 12 e número de massa 24 ( Mg24 12 ), então especificar (determinar) o número de prótons, o número de elétrons, o número de nêutrons e número de massa de íons Mg2+ ! Exercício : 1. Calcule o número de prótons, de elétrons e de nêutrons dos seguintes átomos : a. Ferro : Z = 26 e A = 56 b. Urânio : Z = 92 e A = 238 c. Prata : Z = 47 e A = 107 d. Cálcio : Z = 20 e A = 41 Lembre-se; O átomoque temcarga possitiva(+) = O átomoqueperde elétron O átomoque temcarga negative(-) = O átomoquerecebe elétron
  41. 41. 3. Anote o símbolo de um elemento tendo um número de massa atômica 52 e número atômico 24. 4. Definir o número atômico e número de massa e com o símbolo do átomo que contém: a. 28 prótons e 31 nêutrons b. 4 prótons e 5 nêutrons ISÓTOPOS, ISÓTONOS E ISÓBAROS 1. Isótopos Isótopos são os tipos de elementos mesma, mesmo o número de átomo mas diferente número de massa. Exemplo; 1. Isótopo natural do Carbono tem 3 partes, a saber; 2. O Cloro possui dois isótopos, a saber; 3. Isótopos de Oxigênio tem 3 partes, a saber; Por causa de Isótopos de um elemento tem o número e a disposição dos mesmo elétrons, o isótopo de um elemento têm as mesmas propriedades químicas mas diferentes propriedades físicas. 2. Isóbaros Isóbaros são os tipos de elementos diferentes que com o mesmo número de massa mas diferente número de prótons. Exemplo; 1. : Ambos têm o mesmo número de massa, mas diferentes elementos (diferente o número de atômico) 2. KCa 40 19 40 20 ; : Ambos têm o mesmo número de massa, mas diferentes elementos (diferente número atômico) 3. Isótonos CCC 14 6 13 6 12 6 ;; ClCl 37 17 35 17 ; OOO 18 8 17 8 16 8 ;; NC 14 7 14 6 ;
  42. 42. Isótonos os tipos de elementos diferentes, diferente o número de massa mas diferente número de neûtrons ! Exemplo; 1. 2. Lembre-se que o número de nêutrons igual ao número de massa menos o número atômico (n = A - Z). EXERCÍCIOS 1. Aqui há algum símbolo atômicos dos elementos. ONNeFNO 15 8 14 7 20 10 19 9 15 7 16 8 ;;;;; Menciona que inclui : a. Isótopos b. Isótonos c. Isóbaros Dili,…./…./2013 Estagiaria (Zelia da Silva) Visto Pelo Docente Orientador Professora Orientadora ( Policarpo Ornai Neto, M.Ed ) (Juliana Soares, L.Ed) NeF 20 10 19 9 ; NC 14 7 13 6 ;

×