Guaíba, Berço da Revolução Farroupilha
<ul><li>O título, “Guaíba Berço de Revolução Farroupilha” surgiu na década de 60, quando o CTG Maragato de Porto Alegre, e...
<ul><li>Revolução Farroupilha </li></ul><ul><li>20 de setembro quando tudo começou </li></ul><ul><li>Foi embaixo do cipres...
<ul><li>Meu Rio Grande é tão grande </li></ul><ul><li>Tua história, na Guerra dos Farrapos </li></ul><ul><li>Tivemos a vit...
<ul><li>Olha Esta Prendinha </li></ul><ul><li>Olha esta prendinha </li></ul><ul><li>Dançando feito moça </li></ul><ul><li>...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Homenagens Ao Rio Grande

1.079 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.079
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
106
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Homenagens Ao Rio Grande

  1. 1. Guaíba, Berço da Revolução Farroupilha
  2. 2. <ul><li>O título, “Guaíba Berço de Revolução Farroupilha” surgiu na década de 60, quando o CTG Maragato de Porto Alegre, e com sede provisória em Guaíba, em um desfile de cavalarianos no dia 20 de setembro, estampou uma faixa com estes dizeres, homenageando o município. Antes de ser declarada a Guerra dos Farrapos até o final do conflito, muitas decisões e vários fatos aconteceram na casa de Gomes Jardim. </li></ul>Em homenagem a nossa cidade e ao estado em que moramos, deixamos aqui uma homenagem, de alguns alunos, em forma de versos e poesias!
  3. 3. <ul><li>Revolução Farroupilha </li></ul><ul><li>20 de setembro quando tudo começou </li></ul><ul><li>Foi embaixo do cipreste </li></ul><ul><li>Onde Bento Gonçalves planejou </li></ul><ul><li>Sua liberdade </li></ul><ul><li>Em busca da felicidade. </li></ul><ul><li>No Lago atravessou </li></ul><ul><li>E em Porto Alegre chegou </li></ul><ul><li>A guerra então começou </li></ul><ul><li>O Rio Grande do Sul lutou </li></ul><ul><li>E Bento Gonçalves conquistou! </li></ul><ul><li>Amanda </li></ul><ul><li>Sou gaúcho de fato </li></ul><ul><li>Gaúcho de muita fé </li></ul><ul><li>Carrego o Rio Grande no peito </li></ul><ul><li>E minha bota no pé! </li></ul><ul><li>Juan </li></ul><ul><li>Sou gaúcho macho </li></ul><ul><li>Tomo chimarrão </li></ul><ul><li>E como churrasco! </li></ul><ul><li>Bruno </li></ul><ul><li>Sou gaúcho de coração </li></ul><ul><li>E tenho amor e paixão! </li></ul><ul><li>Adriano </li></ul><ul><li>Vou crescendo devagarito </li></ul><ul><li>E ajudando a minha mãe, </li></ul><ul><li>Gosto muito do Rio Grande </li></ul><ul><li>Por que mora no meu coração! </li></ul><ul><li>Roberta </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Meu Rio Grande é tão grande </li></ul><ul><li>Tua história, na Guerra dos Farrapos </li></ul><ul><li>Tivemos a vitória </li></ul><ul><li>Deixou de ser dependente </li></ul><ul><li>Para enlaçar um futuro vivente </li></ul><ul><li>Tua terra abriga o passado </li></ul><ul><li>Para termos uma grande fartura. </li></ul><ul><li>Gaúcho que é gaúcho </li></ul><ul><li>Honra a tradição </li></ul><ul><li>Acorda bem cedinho </li></ul><ul><li>E prepara seu chimarrão! </li></ul><ul><li>Faz café na cambona </li></ul><ul><li>E churrasco no chão </li></ul><ul><li>Leva com muito orgulho </li></ul><ul><li>O Rio Grande no coração! </li></ul><ul><li>Laura </li></ul><ul><li>o gaúcho na invernada </li></ul><ul><li>Ele acorda bem cedo </li></ul><ul><li>De madrugada </li></ul><ul><li>Prepara seu chimarrão </li></ul><ul><li>Que vai passando de mão em mão </li></ul><ul><li>Na volta do burralho </li></ul><ul><li>A contar suas histórias </li></ul><ul><li>De peão para peão. </li></ul><ul><li>O dia vem clareando </li></ul><ul><li>No seu cavalo ele vai montando </li></ul><ul><li>Sai campo a fora galopando </li></ul><ul><li>Para buscar o gado </li></ul><ul><li>Que ta todo espalhado </li></ul><ul><li>Para ser banhado e depois contado </li></ul><ul><li>Esse é o dia a dia </li></ul><ul><li>Do gaúcho da invernada </li></ul><ul><li>Sidney e seu pai </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Olha Esta Prendinha </li></ul><ul><li>Olha esta prendinha </li></ul><ul><li>Dançando feito moça </li></ul><ul><li>Com seu vestido rendado </li></ul><ul><li>Dançando um vanerão </li></ul><ul><li>Neste dia declamando </li></ul><ul><li>Este verso </li></ul><ul><li>Eu canto uma canção! </li></ul><ul><li>Maria Eduarda </li></ul>

×