Oscincograndeeixoser 110415203723-phpapp02

232 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
232
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Oscincograndeeixoser 110415203723-phpapp02

  1. 1. OO CCUURRRRÍÍCCUULLOO DDEE EENNSSIINNOO RREELLIIGGIIOOSSOO JUSSARA ROTTER CAVALHEIRO
  2. 2. A escola é o espaço de construção do conhecimento, de socialização dos conhecimentos historicamente produzidos e acumulados. E, como todo o conhecimento é patrimônio da humanidade, o conhecimento religioso deve também estar disponível a todos/as.
  3. 3. A razão de ser do Ensino Religioso tem sua fundamentação na própria função da escola: o conhecimento e o diálogo.
  4. 4. À escola compete integrar, dentro de uma visão de totalidade, os vários níveis de conhecimento: o sensorial, o intuitivo, o afetivo, o racional e o religioso.
  5. 5. Não é função da escola propor aos educandos a adesão e vivência desses conhecimentos, enquanto princípios de conduta religiosa e confessional, já que esses sempre são propriedade de uma determinada religião.
  6. 6. É tarefa da escola esclarecer à comunidade escolar a importância do Ensino Religioso na formação básica do cidadão (art. 33 da LDBEN), como Área do Conhecimento que não privilegia crença religiosa, mas estuda o Fenômeno Religioso.
  7. 7. FENÔMENO RELIGIOSO É a manifestação da busca de Deus e de respostas que transcendem os nossos próprios limites.
  8. 8. Fenômeno Humano, que se traduz por atitudes e costumes característicos, nos quais podemos observar tanto o “acontecimento religioso” quanto a sua “significação
  9. 9. Experiência Individual Religiosidade Diz respeito ao aspecto subjetivo da religiosa, que é o edxepseerjioê ndcei aDeus inscrito no coração de cada pessoa
  10. 10. GRUPO COMUNIDAD E INSTITUIÇÃO RELIGIÃO
  11. 11. Aspecto objetivo da experiência religiosa, conjunto de leis, comportamentos, doutrinas, de uma determinada crença inserida num contexto histórico cultural, transmitidas às gerações
  12. 12. Áreas do Conhecimento São marcos estruturados de leitura e interpretação da realidade, essenciais para garantir a possibilidade de participação do cidadão na sociedade, de forma autônoma.
  13. 13. Áreas do 1. LínguCa onhecimento: Portuguesa 2. Matemática 3. Ciências Naturais 4. História 5. Geografia 6. Arte 7. Educação Física 8. Língua Estrangeira 9. Educação Religiosa
  14. 14. TEMAS TRANVSiVdaE CRidSaAdãIS 1.Sexualidade 2. Saúde 3.Vida Familiar 4. Meio Ambiente 5. Trabalho 6. Ciência e Tecnologia 7. Cultura 8. Linguagens
  15. 15. O CURRÍCULO DE ENSINO CULTURAS E TRADIÇÕES RELIGIOSAS TEOLOGIAS EIXOS ETHOS TEXTOS SAGRADOS ORAIS E ESCRITOS RITOS RELIGIOSO FONAPER/2000
  16. 16. Culturas e Tradições Religiosas Desenvolve os temas decorrentes da relação entre cultura e tradição religiosa, tais como:  a idéia do Transcendente na visão tradicional e atual;  a evolução da estrutura religiosa nas organizações humanas no decorrer dos tempos;
  17. 17.  a função política das tradições religiosas  as determinações da tradição religiosa na construção mental do inconsciente pessoal e coletivo.
  18. 18. Teologias Analisa as múltiplas concepções do Transcendente:  a descrição das representações do Transcendente nas tradições religiosas;  o conjunto de mitos, crenças e doutrinas que orientam a vida do fiel nas tradições religiosas;  as possíveis respostas norteadoras do sentido da vida: ressurreição, reencarnação, ancestralidade, nada.
  19. 19. Textos Sagrados e Tradições Orais Aprofunda o significado da palavra sagrada no tempo e no espaço, com destaque para:  a autoridade do discurso religioso fundamentado na experiência mística do emissor que a transmite como verdade do Transcendente para o povo;  o conhecimento dos acontecimentos religiosos que originaram os mitos e segredos sagrados e a formação dos textos;
  20. 20.  descrição do contexto sócio-político- religioso determinante para a redação final dos textos sagrados;  a análise e a hermenêutica atualizada dos textos sagrados
  21. 21. Ritos Busca o entendimento das práticas celebrativas:  a descrição de práticas religiosas significantes, elaboradas pelos diferentes grupos religiosos;  a identificação dos símbolos mais importantes de cada tradição religiosa, comparando seu(s) significado(s);
  22. 22.  o estudo dos métodos utilizados pelas diferentes tradições religiosas no relacionamento com o Transcendente, consigo mesmo, com os outros e com o mundo.
  23. 23. Ethos Analisa a vivência crítica e utópica da ética humana a partir das tradições religiosas:  as orientações para o relacionamento com o outro, permeado por valores;  o conhecimento do conjunto de normas de cada tradição religiosa, apresentado para os fiéis no contexto da respectiva cultura;
  24. 24.  a fundamentação dos limites éticos propostos pelas várias tradições religiosas. (Cf. FONAPER. Caderno Temático Ensino Religioso, nº. 1, p. 31- 32).
  25. 25. Os eixos e conteúdos do Ensino Religioso foram elaborados a partir da concepção de que a atuação do ser humano não se limita às relações com o meio ambiente e as relações sociais, mas sim, está sempre em busca de algo que transcende estas realidades. Os eixos e conteúdos do Ensino Religioso em muito podem contribuir para que o ser humano inacabado, inquieto e aberto ao Transcendente, siga na busca e encontre o sentido para a vida e seja feliz.
  26. 26. Ensino Religioso Componente Curricular que possui amparo legal e pedagógico para garantir sua presença efetiva na escola, permeando:  Construção do Projeto Político-Pedagógico,  Regimento Escolar,  Plano de Estudos  Plano do/a Professor/a
  27. 27. Plano de Aula de Ensino Religioso 1. Abrangência 2.Eixo Trabalhado 3.Conteúdo 4.Objetivos 5. Metodologia 6. Avaliação

×