McDonald's - Gerenciamento de crise

6.143 visualizações

Publicada em

Trabalho de marketing Estratégico Unicarioca

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

McDonald's - Gerenciamento de crise

  1. 1. GERENCIAMENTO DE CRISE McDonald´s e a carne do hamburguer
  2. 2. HISTÓRIA Hoje o McDonalds é umas das maiores e mais conhecidas marcas do planeta, com 33 mil restaurantes e 1,7 milhão de funcionários distribuídos por 119 países. Em média, são atendidos 46 milhões de clientes por dia.
  3. 3. 1954  Os irmãos Dick e Maurice McDonald, possuíam um restaurante administrado com notável eficiência.  O Representante comercial Ray Kroc propôs aos irmãos McDonald a franquia do nome da família para a abertura de um outro restaurante, que funcionasse nos mesmos moldes.  Em abril de 1954 o ex- representante comercial inaugurou seu primeiro restaurante.
  4. 4. IDEIA A ideia era servir hambúrgueres de qualidade, com serviço rápido e cortês, em um ambiente totalmente limpo – conceitos até hoje ligados à marca.
  5. 5. EVOLUÇÃO 1955 - cadeia com mais de 20. restaurantes espalhados pelo território norte-americano. 1958 - Mais de 100 milhões de hambúrgueres vendidos. Anos 60 – Quase mil restaurantes em funcionamento nos EUA. Loja no Canadá e em Porto Rico. Considerado um fenômeno comercial do século XX.
  6. 6. BRASIL.  O Brasil foi o 25º país do mundo e o primeiro na América do Sul a receber o McDonald´s em fevereiro de 1979, em Copacabana, no Rio de Janeiro. Em 1981, foi aberto em São Paulo um restaurante na Avenida Paulista.  1985 – Aberto o maior McDonalds da América Latina em São Paulo. Recorde mundial: 58.185 sanduíches vendidos em uma única loja, registrada durante o Rock in Rio.  Com 36 mil funcionários, o McDonald´s é considerado uma das maiores empresas privadas empregadoras do Brasil.
  7. 7. A CRISE - HAMBURGUER DE MINHOCA
  8. 8. CRISE No final dos anos 70, surge nos Estados Unidos a clássica história da carne de minhoca, que até hoje persegue o McDonalds.
  9. 9. CRISE
  10. 10. CRISE.  De acordo com alguns sites, o boato de que a empresa misturava minhocas ao seu hambúrguer chegou a ser divulgado no programa de televisão americano “60 minutes” e acarretou em prejuízos imediatos, como a redução de 30% nas vendas.  Um entrevistado na época, orientado para aumentar a audiência do talk-show, afirmou que a rede mundial de fast-food incluía minhoca na composição da carne. Na época, a repercussão fez reduzir tanto as vendas de sanduíches que levou a empresa a dispensar um terço de seus funcionários.
  11. 11. CRISE  Os responsáveis pela. comunicação do McDonald´s ficaram por um bom tempo divididos e sem saber como agir. Alguns achavam que falar explicitamente sobre o boato poderia ter como consequência ampliá-lo e preferiram esperar que ele perdesse a força e desaparecesse. Outros, favoráveis a uma ação mais agressiva de resposta, não tinham propostas concretas.
  12. 12. AÇÕES  A empresa divulgou um laudo. técnico do Ministério da Agricultura Americano (USDA), afirmando ser a notícia circulante “completamente infundada e sem importância”.  Mesmo assim o boato não perdeu força. Então, em o McDonald´s promoveu uma conferência reunindo a imprensa para esclarecer o episódio e comprovar a qualidade da carne.
  13. 13. AÇÕES  Considerada e criticada como uma empresa que visa o lucro acima de tudo, utilizou esse rótulo negativo ao seu favor. Ao provar, que a carne de minhoca era cinco vezes mais cara que a de vaca, mostrou que o boato não tinha fundamento, pois jamais substituiria uma carne por outra mais cara vendendo o hambúrguer pelo mesmo preço.
  14. 14. AÇÕES  Por fim, acabaram optando por uma ação simples: Investir maciçamente em publicidade pela TV. Em pouco tempo, a milionária campanha “100% carne pura” inundou os vídeos de todo o país.
  15. 15. AÇÕES  Até hoje, cartazes com essa frase decoram alguns dos restaurantes da rede no Brasil e no mundo. “Porque você tem tanto prazer num hamburger McDonald s? Porque nós só usamos pura carne. Sempre 100% pura carne. 0% qualquer outra coisa.”
  16. 16. AÇÕES
  17. 17. AÇÕES
  18. 18. AÇÕES“Nossa ComidaDescubra de onde ela vem.Nós sabemos que você se importa sobre de onde sua comida vem – Nos importamos também. Nos orgulhamosda comida e ingredientes que usamos.Aqui há quatro estórias sobre nossa carne, frango, batatas e leite. Você pode aprender mais sobre nossosfornecedores, nossa comida e como isso chega até você.”
  19. 19. ESTRATÉGIA  Combater as crises investindo em uma postura de muita exposição na mídia, ao invés de um confronto direto.  O caso foi tão comentado que chegou a ser um dos assuntos da edição da mundialmente famosa revista americana Time
  20. 20. ESTRATÉGIA  Valer-se da qualidade do serviço e também de ações sociais como o McDia Feliz, que já arrecadou mais de R$30 milhões para instituições dedicadas ao combate ao câncer.
  21. 21. ESTRATÉGIA Incentivar a participação dos funcionários como divulgadores da rede. Com destaque há seis anos consecutivos no "Guia Exame - As 150 Melhores Empresas para Você Trabalhar"
  22. 22. CONCLUSÃO  O Mc Donald´s aposta na tradição e padrões de qualidade de seus produtos e serviços aliados a campanhas de marketing estratégico e ações sociais, conquistando e solidificando assim a boa relação com seu consumidor.  A empresa demonstra acreditar que enquanto houver pessoas para defende-la, clientes satisfeitos e dispostos a comer hambúrgueres, o boato não tem força para acabar com suas atividades.
  23. 23. MARKETING ESTRATÉGICOGERENCIAMENTO DE CRISE  Trabalho realizado por: Mário Luis Moreira Oliveira  Turma 252 Unicarioca  Prof.: Luciene Setta de Oliveira

×