SlideShare uma empresa Scribd logo

Piramide Alimentar

A pirâmide alimentar é um guia gráfico que orienta uma dieta saudável, demonstrando como deve ser a alimentação diária de acordo com os diferentes grupos de alimentos. A base da pirâmide contém alimentos que devem ser consumidos em maior quantidade, como cereais e leguminosas, enquanto o topo contém alimentos que devem ser consumidos com menos frequência, como doces e gorduras. O documento também descreve diferentes tipos de dietas de acordo com a consistência dos alimentos, como dietas normais, brandas, pastosas, semi-l

1 de 26
Baixar para ler offline
Pirâmide Alimentar
Professora: Danielly Travassos
Pirâmide Alimentar
• Pirâmide Alimentar é um instrumento, sob a forma

gráfica, que tem como objetivo orientar as pessoas para
uma dieta mais saudável. É um guia alimentar geral que
demonstra como deve ser a alimentação diária para uma
população saudável, acima de 2 anos de idade.
Pirâmide Alimentar – Adaptação à
realidade brasileira

Fonte: ANVISA
Base da Pirâmide Alimentar
Segundo nível da pirâmide alimentar
Segundo nível da pirâmide

Recomendados

Alimentação Saudável para Crianças - ESCA
Alimentação Saudável para Crianças - ESCAAlimentação Saudável para Crianças - ESCA
Alimentação Saudável para Crianças - ESCANelsonys
 
Alimentação Saudável
Alimentação SaudávelAlimentação Saudável
Alimentação SaudávelLiraIngrid
 
Nutrição - Pirâmide Alimentar
Nutrição - Pirâmide AlimentarNutrição - Pirâmide Alimentar
Nutrição - Pirâmide AlimentarFernanda Clara
 
Alimentação saudável e equilibrada
Alimentação saudável e equilibradaAlimentação saudável e equilibrada
Alimentação saudável e equilibradaCatalin Danu
 
Introdução a Nutrição
Introdução a NutriçãoIntrodução a Nutrição
Introdução a NutriçãoPaulo Matias
 
Alimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vidaAlimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vidaphtizzo
 
Avaliação do Estado Nutricional e do Ganho de peso Gestacional
Avaliação do Estado Nutricional e do Ganho de peso GestacionalAvaliação do Estado Nutricional e do Ganho de peso Gestacional
Avaliação do Estado Nutricional e do Ganho de peso Gestacionalmarianagusmao39
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudávelTalita Matos
 
AlimentaçãO Saudavel
AlimentaçãO SaudavelAlimentaçãO Saudavel
AlimentaçãO Saudavelprofanabela
 
Nutrição na terceira idade workshop
Nutrição na terceira idade workshopNutrição na terceira idade workshop
Nutrição na terceira idade workshopSil Metelo
 
Livro dietas hospitalares pdf
Livro dietas hospitalares pdfLivro dietas hospitalares pdf
Livro dietas hospitalares pdfMarcela Cardoso
 
aula 3. Dietas hospitalares .pdf
aula 3. Dietas hospitalares .pdfaula 3. Dietas hospitalares .pdf
aula 3. Dietas hospitalares .pdfAna Alves
 
Aula De NutriçãO IntroduçãO
Aula De NutriçãO IntroduçãOAula De NutriçãO IntroduçãO
Aula De NutriçãO IntroduçãOthemis dovera
 
Apresentação obesidade
Apresentação obesidadeApresentação obesidade
Apresentação obesidadeBibliotecaRoque
 
Alimentos, nutrientes e saúde
Alimentos, nutrientes e saúdeAlimentos, nutrientes e saúde
Alimentos, nutrientes e saúdeCristiane Koch
 
Pirâmide dos alimentos
Pirâmide dos alimentosPirâmide dos alimentos
Pirâmide dos alimentos7f14_15
 
Alimentação Saudável na Adolescência
Alimentação Saudável na Adolescência  Alimentação Saudável na Adolescência
Alimentação Saudável na Adolescência Rita Galrito
 
Aula de Preparação de Cardápios.
Aula de Preparação de  Cardápios.Aula de Preparação de  Cardápios.
Aula de Preparação de Cardápios.Roberta Braga
 
Conservação dos alimentos
Conservação dos alimentosConservação dos alimentos
Conservação dos alimentosGrazi Grazi
 
Alimentação da gestante
Alimentação da gestanteAlimentação da gestante
Alimentação da gestanteLourdes Piedade
 

Mais procurados (20)

Nutrição e saúde
Nutrição e saúdeNutrição e saúde
Nutrição e saúde
 
Aula 03 hábitos alimentares
Aula 03   hábitos alimentaresAula 03   hábitos alimentares
Aula 03 hábitos alimentares
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudável
 
AlimentaçãO Saudavel
AlimentaçãO SaudavelAlimentaçãO Saudavel
AlimentaçãO Saudavel
 
Nutrição na terceira idade workshop
Nutrição na terceira idade workshopNutrição na terceira idade workshop
Nutrição na terceira idade workshop
 
Livro dietas hospitalares pdf
Livro dietas hospitalares pdfLivro dietas hospitalares pdf
Livro dietas hospitalares pdf
 
aula 3. Dietas hospitalares .pdf
aula 3. Dietas hospitalares .pdfaula 3. Dietas hospitalares .pdf
aula 3. Dietas hospitalares .pdf
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudável
 
Aula De NutriçãO IntroduçãO
Aula De NutriçãO IntroduçãOAula De NutriçãO IntroduçãO
Aula De NutriçãO IntroduçãO
 
Apresentação obesidade
Apresentação obesidadeApresentação obesidade
Apresentação obesidade
 
Alimentos, nutrientes e saúde
Alimentos, nutrientes e saúdeAlimentos, nutrientes e saúde
Alimentos, nutrientes e saúde
 
Alimentos e nutrientes
Alimentos e nutrientesAlimentos e nutrientes
Alimentos e nutrientes
 
Allimentacao saudavel idoso
Allimentacao saudavel idosoAllimentacao saudavel idoso
Allimentacao saudavel idoso
 
Pirâmide dos alimentos
Pirâmide dos alimentosPirâmide dos alimentos
Pirâmide dos alimentos
 
Alimentação Saudável na Adolescência
Alimentação Saudável na Adolescência  Alimentação Saudável na Adolescência
Alimentação Saudável na Adolescência
 
Aula de Preparação de Cardápios.
Aula de Preparação de  Cardápios.Aula de Preparação de  Cardápios.
Aula de Preparação de Cardápios.
 
Tipos de dietas
Tipos de dietasTipos de dietas
Tipos de dietas
 
Conservação dos alimentos
Conservação dos alimentosConservação dos alimentos
Conservação dos alimentos
 
Alimentação da gestante
Alimentação da gestanteAlimentação da gestante
Alimentação da gestante
 
Nutrição do idoso
Nutrição do idosoNutrição do idoso
Nutrição do idoso
 

Destaque

Piramide alimentar
Piramide alimentarPiramide alimentar
Piramide alimentarYeda Silva
 
Atividade pirâmide alimentar
Atividade pirâmide alimentarAtividade pirâmide alimentar
Atividade pirâmide alimentarPESC Semed
 
Pirâmide Alimentar grupo 2
Pirâmide Alimentar grupo 2Pirâmide Alimentar grupo 2
Pirâmide Alimentar grupo 2Ione CoRez
 
Plano de aula piramide alimentar
Plano de aula piramide alimentarPlano de aula piramide alimentar
Plano de aula piramide alimentarAdriana1807
 
Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013
Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013
Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013Angela Maria
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudávelpaulabarrela
 
Atividades sobre alimetação 1
Atividades sobre alimetação 1Atividades sobre alimetação 1
Atividades sobre alimetação 1andearam
 
Pirâmide Alimentar PMSJC
Pirâmide Alimentar PMSJCPirâmide Alimentar PMSJC
Pirâmide Alimentar PMSJCMa Rina
 
Alimentação saudável e pirâmide alimentar
Alimentação saudável e pirâmide alimentarAlimentação saudável e pirâmide alimentar
Alimentação saudável e pirâmide alimentaranacarine2014
 
Slides alimentação saudável profª engracia.pptx abc
Slides alimentação saudável   profª engracia.pptx abcSlides alimentação saudável   profª engracia.pptx abc
Slides alimentação saudável profª engracia.pptx abcengraciam
 
Alimentos e-nutrientes
Alimentos e-nutrientesAlimentos e-nutrientes
Alimentos e-nutrientesMaria Pontes
 
IDEC Saúde e Segurança do Consumidor
IDEC Saúde e Segurança do ConsumidorIDEC Saúde e Segurança do Consumidor
IDEC Saúde e Segurança do ConsumidorMa Rina
 
Alimentaçao Saudavel 19 01 10
Alimentaçao Saudavel 19 01 10Alimentaçao Saudavel 19 01 10
Alimentaçao Saudavel 19 01 10Augusto Mota
 
Alimentação / Nutrientes e suas funções
Alimentação / Nutrientes e suas funçõesAlimentação / Nutrientes e suas funções
Alimentação / Nutrientes e suas funçõesRosa Pereira
 
Slides nutrição
Slides nutriçãoSlides nutrição
Slides nutriçãomelodilva
 

Destaque (20)

Piramide alimentar
Piramide alimentarPiramide alimentar
Piramide alimentar
 
Piramide alimentar
Piramide alimentarPiramide alimentar
Piramide alimentar
 
Atividade pirâmide alimentar
Atividade pirâmide alimentarAtividade pirâmide alimentar
Atividade pirâmide alimentar
 
Nova Piramide Alimentar
Nova Piramide AlimentarNova Piramide Alimentar
Nova Piramide Alimentar
 
Pirâmide Alimentar grupo 2
Pirâmide Alimentar grupo 2Pirâmide Alimentar grupo 2
Pirâmide Alimentar grupo 2
 
Plano de aula piramide alimentar
Plano de aula piramide alimentarPlano de aula piramide alimentar
Plano de aula piramide alimentar
 
Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013
Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013
Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudável
 
Alimentação Saudável
Alimentação SaudávelAlimentação Saudável
Alimentação Saudável
 
Atividades sobre alimetação 1
Atividades sobre alimetação 1Atividades sobre alimetação 1
Atividades sobre alimetação 1
 
Pirâmide Alimentar PMSJC
Pirâmide Alimentar PMSJCPirâmide Alimentar PMSJC
Pirâmide Alimentar PMSJC
 
Alimentação saudável e pirâmide alimentar
Alimentação saudável e pirâmide alimentarAlimentação saudável e pirâmide alimentar
Alimentação saudável e pirâmide alimentar
 
Slides alimentação saudável profª engracia.pptx abc
Slides alimentação saudável   profª engracia.pptx abcSlides alimentação saudável   profª engracia.pptx abc
Slides alimentação saudável profª engracia.pptx abc
 
Alimentos e-nutrientes
Alimentos e-nutrientesAlimentos e-nutrientes
Alimentos e-nutrientes
 
IDEC Saúde e Segurança do Consumidor
IDEC Saúde e Segurança do ConsumidorIDEC Saúde e Segurança do Consumidor
IDEC Saúde e Segurança do Consumidor
 
Alimentaçao Saudavel 19 01 10
Alimentaçao Saudavel 19 01 10Alimentaçao Saudavel 19 01 10
Alimentaçao Saudavel 19 01 10
 
Alimentação / Nutrientes e suas funções
Alimentação / Nutrientes e suas funçõesAlimentação / Nutrientes e suas funções
Alimentação / Nutrientes e suas funções
 
Slides nutrição
Slides nutriçãoSlides nutrição
Slides nutrição
 
AlimenaçãO Saudavel
AlimenaçãO SaudavelAlimenaçãO Saudavel
AlimenaçãO Saudavel
 
Pirâmide alimentar rafaela 9°a
Pirâmide alimentar  rafaela  9°aPirâmide alimentar  rafaela  9°a
Pirâmide alimentar rafaela 9°a
 

Semelhante a Piramide Alimentar

dietas hospitalares.ppt
dietas hospitalares.pptdietas hospitalares.ppt
dietas hospitalares.pptHeder13
 
alimentação do paciente e escalas
alimentação do paciente e escalasalimentação do paciente e escalas
alimentação do paciente e escalasClaraRibeiro50
 
DIETAS HOSPITALARES NILTON.pdf
DIETAS HOSPITALARES NILTON.pdfDIETAS HOSPITALARES NILTON.pdf
DIETAS HOSPITALARES NILTON.pdfAnnaSilva296544
 
Vigilância epidemiológica das doenças transmitidas por alimentos no brasil, 1...
Vigilância epidemiológica das doenças transmitidas por alimentos no brasil, 1...Vigilância epidemiológica das doenças transmitidas por alimentos no brasil, 1...
Vigilância epidemiológica das doenças transmitidas por alimentos no brasil, 1...Taiz Siqueira Pinto
 
Apostila cardapio dri pnae pat
Apostila cardapio dri pnae patApostila cardapio dri pnae pat
Apostila cardapio dri pnae patEric Liberato
 
Guia de bolso sobre alimentação saudável
Guia de bolso sobre alimentação saudávelGuia de bolso sobre alimentação saudável
Guia de bolso sobre alimentação saudávelCarlaMadama1
 
Manual do paciente cap.2
Manual do paciente cap.2Manual do paciente cap.2
Manual do paciente cap.2adrianomedico
 
Microsoft-PowerPoint-Alimentação-Saudável-1.pdf
Microsoft-PowerPoint-Alimentação-Saudável-1.pdfMicrosoft-PowerPoint-Alimentação-Saudável-1.pdf
Microsoft-PowerPoint-Alimentação-Saudável-1.pdfalagadico
 
Manual de nutrição cap.6
Manual de nutrição cap.6Manual de nutrição cap.6
Manual de nutrição cap.6adrianomedico
 
Guia - Nutrição Enteral (2).pdf
Guia - Nutrição Enteral (2).pdfGuia - Nutrição Enteral (2).pdf
Guia - Nutrição Enteral (2).pdfIzabelaCristina30
 
Alimentação em Instituições de Saúde.pptx
Alimentação em Instituições de Saúde.pptxAlimentação em Instituições de Saúde.pptx
Alimentação em Instituições de Saúde.pptxPauloVaz63
 
Nutrição do paciente oncológico.pptx
Nutrição do paciente oncológico.pptxNutrição do paciente oncológico.pptx
Nutrição do paciente oncológico.pptxLarissaCampos96
 

Semelhante a Piramide Alimentar (20)

dietas hospitalares.ppt
dietas hospitalares.pptdietas hospitalares.ppt
dietas hospitalares.ppt
 
Dietas
DietasDietas
Dietas
 
Dietas
Dietas Dietas
Dietas
 
alimentação do paciente e escalas
alimentação do paciente e escalasalimentação do paciente e escalas
alimentação do paciente e escalas
 
DIETAS HOSPITALARES NILTON.pdf
DIETAS HOSPITALARES NILTON.pdfDIETAS HOSPITALARES NILTON.pdf
DIETAS HOSPITALARES NILTON.pdf
 
Cardappio
Cardappio Cardappio
Cardappio
 
Vigilância epidemiológica das doenças transmitidas por alimentos no brasil, 1...
Vigilância epidemiológica das doenças transmitidas por alimentos no brasil, 1...Vigilância epidemiológica das doenças transmitidas por alimentos no brasil, 1...
Vigilância epidemiológica das doenças transmitidas por alimentos no brasil, 1...
 
Apostila cardapio dri pnae pat
Apostila cardapio dri pnae patApostila cardapio dri pnae pat
Apostila cardapio dri pnae pat
 
Tipos de dietas hospitalares
Tipos de dietas hospitalaresTipos de dietas hospitalares
Tipos de dietas hospitalares
 
Guia de bolso sobre alimentação saudável
Guia de bolso sobre alimentação saudávelGuia de bolso sobre alimentação saudável
Guia de bolso sobre alimentação saudável
 
Dieta pastosa
Dieta pastosaDieta pastosa
Dieta pastosa
 
Dietas hospitalares
Dietas hospitalaresDietas hospitalares
Dietas hospitalares
 
Manual do paciente cap.2
Manual do paciente cap.2Manual do paciente cap.2
Manual do paciente cap.2
 
Alimentacao saudavel
Alimentacao saudavelAlimentacao saudavel
Alimentacao saudavel
 
Microsoft-PowerPoint-Alimentação-Saudável-1.pdf
Microsoft-PowerPoint-Alimentação-Saudável-1.pdfMicrosoft-PowerPoint-Alimentação-Saudável-1.pdf
Microsoft-PowerPoint-Alimentação-Saudável-1.pdf
 
Manual de nutrição cap.6
Manual de nutrição cap.6Manual de nutrição cap.6
Manual de nutrição cap.6
 
Ktia silene (procordis)
Ktia silene (procordis)Ktia silene (procordis)
Ktia silene (procordis)
 
Guia - Nutrição Enteral (2).pdf
Guia - Nutrição Enteral (2).pdfGuia - Nutrição Enteral (2).pdf
Guia - Nutrição Enteral (2).pdf
 
Alimentação em Instituições de Saúde.pptx
Alimentação em Instituições de Saúde.pptxAlimentação em Instituições de Saúde.pptx
Alimentação em Instituições de Saúde.pptx
 
Nutrição do paciente oncológico.pptx
Nutrição do paciente oncológico.pptxNutrição do paciente oncológico.pptx
Nutrição do paciente oncológico.pptx
 

Último

CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...excellenceeducaciona
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...azulassessoriaacadem3
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...azulassessoriaacadem3
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...azulassessoriaacadem3
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...azulassessoriaacadem3
 
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...apoioacademicoead
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...apoioacademicoead
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoMariaJoão Agualuza
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...azulassessoriaacadem3
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...excellenceeducaciona
 

Último (20)

Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
 
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 

Piramide Alimentar

  • 2. Pirâmide Alimentar • Pirâmide Alimentar é um instrumento, sob a forma gráfica, que tem como objetivo orientar as pessoas para uma dieta mais saudável. É um guia alimentar geral que demonstra como deve ser a alimentação diária para uma população saudável, acima de 2 anos de idade.
  • 3. Pirâmide Alimentar – Adaptação à realidade brasileira Fonte: ANVISA
  • 4. Base da Pirâmide Alimentar
  • 5. Segundo nível da pirâmide alimentar
  • 6. Segundo nível da pirâmide
  • 7. Terceiro nível da pirâmide
  • 10. Topo da Pirâmide Alimentar
  • 12. Outras pirâmides: • Pirâmide Alimentar Infantil
  • 16. Tipos de dieta • Quanto aos macronutrientes:  PT – Hiperproteica 10 a 15% das calorias diárias Hipoproteica  Lip – Hiperlipídica 20 a 30% das calorias diárias Hipolipídica  CHO – Hiperglicídica Hipoglicídica 55 a 65% das calorias diárias
  • 17. Quanto a consistência: Normal Branda Pastosa Semi - líquida Líquida D I E T A
  • 18. Consistência da dieta • Normal – Fornece calorias e nutrientes em quantidades diárias recomendadas para manter a saúde do indivíduo. – Indicação: pacientes que não necessitam de modificações dietéticas específicas – Utiliza todos os tipos de preparação – Utiliza condimentos – 4 a 6 refeições/dia
  • 19. Consistência da dieta • Branda – Dieta de transição entre dietas de consistência pastosa e normal – Mesma composição da dieta normal, porém os alimentos são submetidos a um processo de cocção ou subdivisão – Indicação: Comprometimento do TGI, condições patológicas – Reduz a necessidade de mastigação – Reduz o tempo e o trabalho digestivo dos alimentos - Fazem parte: alimentos cozidos, assados ou grelhados e algumas frutas ao natural.
  • 20. Consistência da dieta • Exemplos: leite puro ou adicionado de creme de leite, frutas, farinhas, iogurtes, sorvetes, queijos não condimentados; carnes(cozidas, grelhadas, assadas e ensopadas); ovos( cozidos, quentes, pochés ); pães e biscoitos (pão de forma ou doce, biscoitos salgados ou doces); feijões, lentilha, ervilha; vegetais pedaços ou cozidos; frutas (cozidas, assadas, na forma de sucos ou batidas com leite); gorduras(não utilizar frituras).
  • 21. Consistência da dieta • Pastosa – Os alimentos estão na consistência de pasta – Indicada para pacientes cujo estado requeira alimentos de fácil mastigação e/ou deglutição. – Pacientes que apresentam dispneia ao se alimentar, alguns pós cirúrgicos, transição para dieta branda e normal. – Necessário técnicas de cocção, trituração e raspagem. – Incluí: purês, carne batida, sopas cremosas, pudins... – 4 a 6 refeições/dia
  • 22. Consistência da dieta • Exemplos: • Leite puro ou adicionado de frutas ou farinhas; iogurtes e • • • • • • • coalhadas; queijos cremosos, sorvetes. Carnes: sob forma de pasta, moídas ou bem desfiadas. Ovos: quentes ou pochés, em preparações como: suflês e pudins. Pães e biscoitos: biscoito tipo “maria” Cereais e massas: arroz papa, macarrão fino bem cozido, milho sob forma de creme. Leguminosas: liquidificadas, sopa ou purê Vegetais: sopas, purês ou amassados Frutas: cozidas, assadas, batidas como leite ou sucos
  • 23. Consistência da dieta • Semi-líquida – Estágio intermediário entre as dietas pastosas e líquidas. – É constituída de preparações líquidas e substâncias em estado de dispersão grosseira, cujas partículas estão em suspensão ou emulsão, resultando em um líquido espessado. – Exclui o tempo de mastigação com conseqüente redução do trabalho digestivo. – Indicada: dificuldade de mastigação, lesões obstrutivas no TGI, disfagias, anorexia, preparo de cirurgias, progressão de dieta no pós operatório. – 5 a 6 refeições/dia – Pode ser chamada de líquida pastosa
  • 24. Consistência da dieta • Exemplos: • Leites e derivados: mingaus ralos • Carnes: em sopas liquidificadas • Ovos: clara adicionada em sucos de frutas ou gemas em • • • • mingaus Leguminosas: liquidificadas e passadas em peneira Cereais: liquidificados em sopas Vegetais: liquidificados em sopas Frutas: em suco ou batidas com leite
  • 25. Consistência da dieta • Dieta líquida – Reduz o tempo de trabalho digestivo – Apresenta fluidez e viscosidade diminuída – Isenta de condimentos que possam causar irritação – Quantidade mínima de resíduo - Indicada: caso de dificuldade extrema de mastigação e também em algumas situações pós-cirúrgicas.
  • 26. Consistência da dieta • Exemplos: • Leites e derivados: puro ou adicionado de frutas ou • • • • • • • farinhas nutritivas Carnes: sob forma de caldo Ovos: clara adicionada a sucos de frutas Leguminosas: caldo de feijão Vegetais: sob forma de caldo Frutas: sob forma de sucos Gorduras: apenas óleo vegetal Outros: chás e mates