SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 44
Baixar para ler offline
Marina von Atzingen dos ReisMarina von Atzingen dos Reis
Madalena Hisako Tanimoto Okino
Centro de Laboratório Regional –Instituto Adolfo Lutz de Ribeirão Preto VI
Revisão
Fase Decisória: escolha do tema, definição e delimitação
do problema da pesquisa.
Escolha do TemaEscolha do Tema
Justificativa
Formulação do problema
Pergunta de pesquisa
Pergunta de
Pesquisa
Objetivos Geral e Específicos
Qual a sua intenção ao propor a pesquisa?
Sintetize o que pretende alcançar com a pesquisa.
Os objetivos devem ser coerentes com a justificativa e oOs objetivos devem ser coerentes com a justificativa e o
problema proposto.
O objetivo geral será a síntese do que se pretende
alcançar, e os objetivos específicos explicitarão os
detalhes e serão um desdobramento do objetivo geral.
Os objetivos informarão
para quê você está propondo a pesquisa,
quais os resultados que pretende alcançarquais os resultados que pretende alcançar
ou qual a contribuição que sua pesquisa
irá proporcionar.
construção de um plano de pesquisa e
execução da pesquisa propriamente dita pesquisa.execução da pesquisa propriamente dita pesquisa.
Metodologia
Onde e como será realizada a pesquisa?
Defina:
o tipo de pesquisa,
a população (universo da pesquisa),
a amostragem,
os instrumentos de coleta de dados,
como pretende tabular e analisar seus dados.
Revisão da literatura
Quem já escreveu e o que já foi publicado sobre o
assunto?
Que aspectos já foram abordados?Que aspectos já foram abordados?
Quais as lacunas existentes na literatura?
Essa revisão é fundamental para evitar duplicidade de
pesquisas sobre o mesmo enfoque do tema.
Através da revisão da literatura você reporta
e avalia o conhecimento produzido em
pesquisas prévias, destacando conceitos,pesquisas prévias, destacando conceitos,
procedimentos, resultados, discussões e
conclusões relevantes para seu trabalho.
Construir uma revisão não é tarefa fácil.
Uma leitura aprofundada dos textos de referência é
fundamental.
Os autores citados devem dialogar entre si. Você será o
mediador desse debate.mediador desse debate.
Os textos reportados devem ser selecionados de
acordo com a contribuição que agregarão ao seu
trabalho.
Verifique o ano de publicação, geralmente aconselha-
se um prazo inferior a dez anos.
Coleta de dados
Agora começa a pesquisa propriamente dita.
A coleta de dados e informações deve ser planejada
tendo sempre o objetivo da pesquisa como guia.
A cada coleta, devem ser analisados e interpretados,A cada coleta, devem ser analisados e interpretados,
visando à sua correta utilização.
O planejamento é primordial para o desenvolvimento
da pesquisa científica.
Investigação em fontes de informação
Principais bibliotecas digitais:
IEEEXplore (http://ieeexplore.ieee.org/)
Springer (http://www.springer.com)Springer (http://www.springer.com)
PubMed (http:// www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed)
BVS/SES (http://ses.sp.bvs.br/)
LILACS (http://lilacs.bvsalud.org/)
Scielo (http://www.scielo.br/)
Intervalo
Pergunta de Pesquisa
É o ponto de partida para o pesquisador.
Formular uma boa pergunta:
Economiza tempo no processo de busca;
Mantém o foco no necessário;
Facilita a avaliação crítica da informação (validade e
aplicabilidade).
Identificação de pontos-chaves
Técnica do P.I.C.O. e P.V.O.
Identifique os termos que expressem seu conteúdo em mais
de uma língua (descritores)de uma língua (descritores)
Use conectores de busca
Técnica do P.I.C.O.
PParticipantesarticipantes Sobre quem é a questão?
Qual o contexto ou enfermidade?
Qual a situação-problema?
IIntervençãontervenção Qual o tratamento/ação/intervenção seráIIntervençãontervenção Qual o tratamento/ação/intervenção será
considerado?
CControleontrole Com o que será comparado?
OOutcomesutcomes O que se espera alcançar de resultado?
O que é desejado ou não?
(P) Mulheres residentes no Estado de São Paulo com
depressão pós-parto (DPP).
(I) Psicoterapia
(C) Anti-depressivos
(O) “Verificar se a psicoterapia é eficiente no tratamento(O) “Verificar se a psicoterapia é eficiente no tratamento
de mulheres residentes no Estado de São Paulo que
apresentam DPP”
Pergunta:Pergunta: “A psicoterapia é eficiente no tratamento de
mulheres residentes no Estado de São Paulo com
depressão pós-parto (DPP)?”
Adaptação P.V.O.
PParticipantesarticipantes Sobre quem é a questão?
Qual o contexto ou enfermidade?
Qual a situação-problema?
VVVVariáveisariáveis Quais as variáveis importantes?
OOutcomesutcomes O que se espera alcançar de resultado?
O que é desejado ou não?
(P) Sofrimento psíquico causado pelo desemprego /
desempregados / Brasil
(V) Atuação do psicólogo / saúde mental
(O) Identificar as práticas da psicologia clínica em face
do sofrimento psíquico causado pelo desemprego
Pergunta:Pergunta: “Quais as práticas da Psicologia Clínica são
efetivas para o tratamento do sofrimento psíquico
causado pelo desemprego?”
Descritores em Ciências da Saúde
DeCS foi criado pela BIREME para servir como
linguagem única na indexação de publicações
científicas e recuperação da informação.científicas e recuperação da informação.
Trata-se de um vocabulário estruturado e trilingue que
pode ser usado como filtro entre a linguagem do autor
e a terminologia da área.
(P) Mulheres residentes no Estado de São Paulo com
depressão pós-parto (DPP).
(I) Psicoterapia
(C) Anti-depressivos
(O) “Verificar se a psicoterapia é eficiente no tratamento(O) “Verificar se a psicoterapia é eficiente no tratamento
de mulheres residentes no Estado de São Paulo que
apresentam DPP”
Pergunta:Pergunta: “A psicoterapia é eficiente no tratamento de
mulheres residentes no Estado de São Paulo com
depressão pós-parto (DPP)?”
Conectores de busca
“Or”: permite agrupar termos, ou seja ampliar a
pesquisa
“And”: restringe a pesquisa, encontra trabalhos que
possuem os termos combinadospossuem os termos combinados
“And Not”: restringe a pesquisa, exclui um termo.
Truncagem: utiliza formas derivadas ou plurais. (ex.
imunossupres*)
“aspas”: utilize aspas para termos compostos. Ex:
“sindrome de down”.
“Or”
sinônimos: câncer or tumor or neoplasia;
acrônimos: diabetes mellitus insulino-dependente
or DMID;
variantes: honney bee or honneybee orvariantes: honney bee or honneybee or
apis mellifica;
grafias diferentes: raios X or raios-X or
raio-X
relacionados: pneumopatias obstrutivas or
asma or bronquite
(P) Sofrimento psíquico causado pelo desemprego /
desempregados / Brasil
(V) Atuação do psicólogo / saúde mental
(O) Identificar as práticas da psicologia clínica em face
do sofrimento psíquico causado pelo desemprego
Pergunta:Pergunta: “Quais as práticas da Psicologia Clínica são
efetivas para o tratamento do sofrimento psíquico
causado pelo desemprego?”
Pergunta:Pergunta: “Quais as práticas da Psicologia Clínica são
efetivas para o tratamento do sofrimento psíquico
causado pelo desemprego?”
Estratégia de busca:Estratégia de busca: “sofrimento psiquico” OR “saude
mental” OR “desempreg$”
Pergunta:Pergunta: “A psicoterapia é eficiente no tratamento de
mulheres residentes no Estado de São Paulo com
depressão pós-parto (DPP)?”
Estratégia de busca:Estratégia de busca: “depression postpartum” AND
“psychotherapy” OR “antidepressive agents”
Tarefa
Selecionar 10 artigos de referência
Quais as chaves de busca que usou?
Quais os critérios de escolha?
Referências
ORTOLANI, CLF; CARVALHO, M. Metodologia e Ética em Pesquisa.
UAB-UNIFESP, 2014.
Biruel, E. Transformando a pergunta de pesquisa em estratégia de
busca. BIREME/OPAS/OMS.busca. BIREME/OPAS/OMS.
SANTOS CMC, PIMENTA CAM, NOBRE MRC. A estratégia PICO para
a construção da pergunta de pesquisa e busca de evidências. Rev
Latino-am Enfermagem 2007 maio-junho; 15(3). Disponível em
www.eerp.usp.br/rlae
DeCS - Descritores em Ciências da Saúde. Disponível em
http://decs.bvs.br/P/decsweb2016.htm.
Obrigada pela atenção!!!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modelos de Pesquisa Científica de Abordagem Quantitativa
Modelos de Pesquisa Científica de Abordagem QuantitativaModelos de Pesquisa Científica de Abordagem Quantitativa
Modelos de Pesquisa Científica de Abordagem QuantitativaRilva Lopes de Sousa Muñoz
 
Tecnicas de coleta de dados e instrumentos- Material maravilhoso
Tecnicas de coleta de dados e instrumentos- Material maravilhosoTecnicas de coleta de dados e instrumentos- Material maravilhoso
Tecnicas de coleta de dados e instrumentos- Material maravilhosoRosane Domingues
 
Aula 01 - O Processo Saúde e Doença
Aula 01 - O Processo Saúde e DoençaAula 01 - O Processo Saúde e Doença
Aula 01 - O Processo Saúde e DoençaGhiordanno Bruno
 
Métodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisaMétodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisaIsabella Marra
 
Aula 1 metodologia científica
Aula 1   metodologia científicaAula 1   metodologia científica
Aula 1 metodologia científicaLudmila Moura
 
Aula 1 historia da epidemiologia
Aula 1   historia da epidemiologiaAula 1   historia da epidemiologia
Aula 1 historia da epidemiologiaRicardo Alexandre
 
Aula 1. metodologia científica
Aula 1. metodologia científicaAula 1. metodologia científica
Aula 1. metodologia científicaMarina Atzingen
 
Aula sobre cuidados paliativos e segurança do paciente
Aula sobre cuidados paliativos e segurança do pacienteAula sobre cuidados paliativos e segurança do paciente
Aula sobre cuidados paliativos e segurança do pacienteProqualis
 
Problema de Pesquisa e Hipóteses Científicas - Profa.Rilva - GESME
Problema de Pesquisa e Hipóteses Científicas - Profa.Rilva - GESMEProblema de Pesquisa e Hipóteses Científicas - Profa.Rilva - GESME
Problema de Pesquisa e Hipóteses Científicas - Profa.Rilva - GESMERilva Lopes de Sousa Muñoz
 
Análise e interpratação dos dados
Análise e interpratação dos dadosAnálise e interpratação dos dados
Análise e interpratação dos dadosAdamo Cruz
 
Pesquisa Bibliografica
Pesquisa BibliograficaPesquisa Bibliografica
Pesquisa BibliograficaLeticia Strehl
 
Artigo cientifico (como fazer)
Artigo cientifico (como fazer)Artigo cientifico (como fazer)
Artigo cientifico (como fazer)Fernanda Câmara
 
Metodologia cientifica
Metodologia cientificaMetodologia cientifica
Metodologia cientificajaddy xavier
 
Aula como elaborar um artigo científico
Aula   como elaborar um artigo científicoAula   como elaborar um artigo científico
Aula como elaborar um artigo científicoLudmila Moura
 

Mais procurados (20)

Modelos de Pesquisa Científica de Abordagem Quantitativa
Modelos de Pesquisa Científica de Abordagem QuantitativaModelos de Pesquisa Científica de Abordagem Quantitativa
Modelos de Pesquisa Científica de Abordagem Quantitativa
 
Tecnicas de coleta de dados e instrumentos- Material maravilhoso
Tecnicas de coleta de dados e instrumentos- Material maravilhosoTecnicas de coleta de dados e instrumentos- Material maravilhoso
Tecnicas de coleta de dados e instrumentos- Material maravilhoso
 
Aula 01 - O Processo Saúde e Doença
Aula 01 - O Processo Saúde e DoençaAula 01 - O Processo Saúde e Doença
Aula 01 - O Processo Saúde e Doença
 
Revisão sistemática
Revisão sistemáticaRevisão sistemática
Revisão sistemática
 
Métodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisaMétodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisa
 
Aula 1 metodologia científica
Aula 1   metodologia científicaAula 1   metodologia científica
Aula 1 metodologia científica
 
Aula 1 historia da epidemiologia
Aula 1   historia da epidemiologiaAula 1   historia da epidemiologia
Aula 1 historia da epidemiologia
 
Aula 1. metodologia científica
Aula 1. metodologia científicaAula 1. metodologia científica
Aula 1. metodologia científica
 
Aula sobre cuidados paliativos e segurança do paciente
Aula sobre cuidados paliativos e segurança do pacienteAula sobre cuidados paliativos e segurança do paciente
Aula sobre cuidados paliativos e segurança do paciente
 
Problema de Pesquisa e Hipóteses Científicas - Profa.Rilva - GESME
Problema de Pesquisa e Hipóteses Científicas - Profa.Rilva - GESMEProblema de Pesquisa e Hipóteses Científicas - Profa.Rilva - GESME
Problema de Pesquisa e Hipóteses Científicas - Profa.Rilva - GESME
 
Estudo de caso
Estudo de casoEstudo de caso
Estudo de caso
 
Análise e interpratação dos dados
Análise e interpratação dos dadosAnálise e interpratação dos dados
Análise e interpratação dos dados
 
Pesquisa Bibliografica
Pesquisa BibliograficaPesquisa Bibliografica
Pesquisa Bibliografica
 
EPIDEMIOLOGIA
EPIDEMIOLOGIAEPIDEMIOLOGIA
EPIDEMIOLOGIA
 
MORBIDADE E MORTALIDADE
MORBIDADE E MORTALIDADEMORBIDADE E MORTALIDADE
MORBIDADE E MORTALIDADE
 
Artigo cientifico (como fazer)
Artigo cientifico (como fazer)Artigo cientifico (como fazer)
Artigo cientifico (como fazer)
 
Modelo de pre projeto tcc
Modelo de pre projeto tccModelo de pre projeto tcc
Modelo de pre projeto tcc
 
Metodologia cientifica
Metodologia cientificaMetodologia cientifica
Metodologia cientifica
 
Revisão bibliográfica
Revisão bibliográficaRevisão bibliográfica
Revisão bibliográfica
 
Aula como elaborar um artigo científico
Aula   como elaborar um artigo científicoAula   como elaborar um artigo científico
Aula como elaborar um artigo científico
 

Semelhante a Aula 2. metodologia científica

Programa científico do xxi enep
Programa científico do xxi enepPrograma científico do xxi enep
Programa científico do xxi enepenep2013
 
Slides da aula sobre Metologia de pesquisa e redação científica
Slides da aula sobre Metologia de pesquisa e redação científicaSlides da aula sobre Metologia de pesquisa e redação científica
Slides da aula sobre Metologia de pesquisa e redação científicaHenrique Gomide
 
Programa científico do xxi enep
Programa científico do xxi enepPrograma científico do xxi enep
Programa científico do xxi enepLisa Silva
 
Psicoterapia orientações aos psicoterapeutas
Psicoterapia orientações aos psicoterapeutasPsicoterapia orientações aos psicoterapeutas
Psicoterapia orientações aos psicoterapeutasMarcelo da Rocha Carvalho
 
LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...
LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...
LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...MarryCruz1
 
Introducao_epidemio_semAudio.pptx
Introducao_epidemio_semAudio.pptxIntroducao_epidemio_semAudio.pptx
Introducao_epidemio_semAudio.pptxBrunaBeatriz25
 
Introducao_epidemio_semAudio.pptx
Introducao_epidemio_semAudio.pptxIntroducao_epidemio_semAudio.pptx
Introducao_epidemio_semAudio.pptxNaiaraMendes13
 
Artigo. O método psicanalítico e as condições da análise (e da pesquisa clíni...
Artigo. O método psicanalítico e as condições da análise (e da pesquisa clíni...Artigo. O método psicanalítico e as condições da análise (e da pesquisa clíni...
Artigo. O método psicanalítico e as condições da análise (e da pesquisa clíni...Pedro R. Coutinho
 
Diagnostico psicopedagogico
Diagnostico psicopedagogicoDiagnostico psicopedagogico
Diagnostico psicopedagogicoSinara Duarte
 
Aula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptx
Aula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptxAula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptx
Aula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptxFábio Rogério De Oliveira Da Cunha
 
Buscando evidências em fontes de informação
Buscando evidências em fontes de informaçãoBuscando evidências em fontes de informação
Buscando evidências em fontes de informaçãoLeonardo Savassi
 
Capacitacao a distancia para atencao basica hipertensao enfermeiro
Capacitacao a distancia para atencao basica hipertensao enfermeiroCapacitacao a distancia para atencao basica hipertensao enfermeiro
Capacitacao a distancia para atencao basica hipertensao enfermeiromanoelramosdeoliveir1
 
Anna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiar
Anna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiarAnna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiar
Anna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiarPat Queiroz
 
MBE para MFC: uma introdução
MBE para MFC: uma introduçãoMBE para MFC: uma introdução
MBE para MFC: uma introduçãoenofilho
 
Introdução à MBE para MFC
Introdução à MBE para MFCIntrodução à MBE para MFC
Introdução à MBE para MFCguestbb4fc1
 

Semelhante a Aula 2. metodologia científica (20)

Programa científico do xxi enep
Programa científico do xxi enepPrograma científico do xxi enep
Programa científico do xxi enep
 
Slides da aula sobre Metologia de pesquisa e redação científica
Slides da aula sobre Metologia de pesquisa e redação científicaSlides da aula sobre Metologia de pesquisa e redação científica
Slides da aula sobre Metologia de pesquisa e redação científica
 
Programa científico do xxi enep
Programa científico do xxi enepPrograma científico do xxi enep
Programa científico do xxi enep
 
Psicoterapia orientações aos psicoterapeutas
Psicoterapia orientações aos psicoterapeutasPsicoterapia orientações aos psicoterapeutas
Psicoterapia orientações aos psicoterapeutas
 
LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...
LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...
LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...
 
Psicanálise clínica
Psicanálise clínicaPsicanálise clínica
Psicanálise clínica
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Introducao_epidemio_semAudio.pptx
Introducao_epidemio_semAudio.pptxIntroducao_epidemio_semAudio.pptx
Introducao_epidemio_semAudio.pptx
 
Introducao_epidemio_semAudio.pptx
Introducao_epidemio_semAudio.pptxIntroducao_epidemio_semAudio.pptx
Introducao_epidemio_semAudio.pptx
 
Artigo. O método psicanalítico e as condições da análise (e da pesquisa clíni...
Artigo. O método psicanalítico e as condições da análise (e da pesquisa clíni...Artigo. O método psicanalítico e as condições da análise (e da pesquisa clíni...
Artigo. O método psicanalítico e as condições da análise (e da pesquisa clíni...
 
Diagnostico psicopedagogico
Diagnostico psicopedagogicoDiagnostico psicopedagogico
Diagnostico psicopedagogico
 
adolescente
adolescenteadolescente
adolescente
 
Aula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptx
Aula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptxAula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptx
Aula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptx
 
Buscando evidências em fontes de informação
Buscando evidências em fontes de informaçãoBuscando evidências em fontes de informação
Buscando evidências em fontes de informação
 
Pit
PitPit
Pit
 
Capacitacao a distancia para atencao basica hipertensao enfermeiro
Capacitacao a distancia para atencao basica hipertensao enfermeiroCapacitacao a distancia para atencao basica hipertensao enfermeiro
Capacitacao a distancia para atencao basica hipertensao enfermeiro
 
Anna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiar
Anna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiarAnna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiar
Anna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiar
 
MBE para MFC: uma introdução
MBE para MFC: uma introduçãoMBE para MFC: uma introdução
MBE para MFC: uma introdução
 
Introdução à MBE para MFC
Introdução à MBE para MFCIntrodução à MBE para MFC
Introdução à MBE para MFC
 
A pnl e sua vida profissional 2
A pnl e sua vida profissional 2A pnl e sua vida profissional 2
A pnl e sua vida profissional 2
 

Último

AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdfAULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdfLviaParanaguNevesdeL
 
avaliação pratica. pdf
avaliação pratica.                           pdfavaliação pratica.                           pdf
avaliação pratica. pdfHELLEN CRISTINA
 
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdfDengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdfEduardoSilva185439
 
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTOPROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTOvilcielepazebem
 
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdfA HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdfMarceloMonteiro213738
 
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdfHELLEN CRISTINA
 
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdfAULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdfLviaParanaguNevesdeL
 
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptxAULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptxEnfaVivianeCampos
 
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptxAula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptxAndersonMoreira538200
 
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obrasosnikobus1
 
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdfNutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdfThiagoAlmeida458596
 
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdfAULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdfLviaParanaguNevesdeL
 

Último (12)

AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdfAULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
 
avaliação pratica. pdf
avaliação pratica.                           pdfavaliação pratica.                           pdf
avaliação pratica. pdf
 
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdfDengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
 
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTOPROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
 
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdfA HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
 
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
 
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdfAULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
 
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptxAULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
 
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptxAula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
 
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
 
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdfNutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
 
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdfAULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
 

Aula 2. metodologia científica

  • 1. Marina von Atzingen dos ReisMarina von Atzingen dos Reis Madalena Hisako Tanimoto Okino Centro de Laboratório Regional –Instituto Adolfo Lutz de Ribeirão Preto VI
  • 2. Revisão Fase Decisória: escolha do tema, definição e delimitação do problema da pesquisa. Escolha do TemaEscolha do Tema Justificativa Formulação do problema Pergunta de pesquisa
  • 4.
  • 5. Objetivos Geral e Específicos Qual a sua intenção ao propor a pesquisa? Sintetize o que pretende alcançar com a pesquisa. Os objetivos devem ser coerentes com a justificativa e oOs objetivos devem ser coerentes com a justificativa e o problema proposto. O objetivo geral será a síntese do que se pretende alcançar, e os objetivos específicos explicitarão os detalhes e serão um desdobramento do objetivo geral.
  • 6. Os objetivos informarão para quê você está propondo a pesquisa, quais os resultados que pretende alcançarquais os resultados que pretende alcançar ou qual a contribuição que sua pesquisa irá proporcionar.
  • 7. construção de um plano de pesquisa e execução da pesquisa propriamente dita pesquisa.execução da pesquisa propriamente dita pesquisa.
  • 8. Metodologia Onde e como será realizada a pesquisa? Defina: o tipo de pesquisa, a população (universo da pesquisa), a amostragem, os instrumentos de coleta de dados, como pretende tabular e analisar seus dados.
  • 9. Revisão da literatura Quem já escreveu e o que já foi publicado sobre o assunto? Que aspectos já foram abordados?Que aspectos já foram abordados? Quais as lacunas existentes na literatura? Essa revisão é fundamental para evitar duplicidade de pesquisas sobre o mesmo enfoque do tema.
  • 10. Através da revisão da literatura você reporta e avalia o conhecimento produzido em pesquisas prévias, destacando conceitos,pesquisas prévias, destacando conceitos, procedimentos, resultados, discussões e conclusões relevantes para seu trabalho.
  • 11. Construir uma revisão não é tarefa fácil. Uma leitura aprofundada dos textos de referência é fundamental. Os autores citados devem dialogar entre si. Você será o mediador desse debate.mediador desse debate. Os textos reportados devem ser selecionados de acordo com a contribuição que agregarão ao seu trabalho. Verifique o ano de publicação, geralmente aconselha- se um prazo inferior a dez anos.
  • 12. Coleta de dados Agora começa a pesquisa propriamente dita. A coleta de dados e informações deve ser planejada tendo sempre o objetivo da pesquisa como guia. A cada coleta, devem ser analisados e interpretados,A cada coleta, devem ser analisados e interpretados, visando à sua correta utilização. O planejamento é primordial para o desenvolvimento da pesquisa científica.
  • 13. Investigação em fontes de informação Principais bibliotecas digitais: IEEEXplore (http://ieeexplore.ieee.org/) Springer (http://www.springer.com)Springer (http://www.springer.com) PubMed (http:// www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed) BVS/SES (http://ses.sp.bvs.br/) LILACS (http://lilacs.bvsalud.org/) Scielo (http://www.scielo.br/)
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 21.
  • 22. Pergunta de Pesquisa É o ponto de partida para o pesquisador. Formular uma boa pergunta: Economiza tempo no processo de busca; Mantém o foco no necessário; Facilita a avaliação crítica da informação (validade e aplicabilidade).
  • 23. Identificação de pontos-chaves Técnica do P.I.C.O. e P.V.O. Identifique os termos que expressem seu conteúdo em mais de uma língua (descritores)de uma língua (descritores) Use conectores de busca
  • 24. Técnica do P.I.C.O. PParticipantesarticipantes Sobre quem é a questão? Qual o contexto ou enfermidade? Qual a situação-problema? IIntervençãontervenção Qual o tratamento/ação/intervenção seráIIntervençãontervenção Qual o tratamento/ação/intervenção será considerado? CControleontrole Com o que será comparado? OOutcomesutcomes O que se espera alcançar de resultado? O que é desejado ou não?
  • 25. (P) Mulheres residentes no Estado de São Paulo com depressão pós-parto (DPP). (I) Psicoterapia (C) Anti-depressivos (O) “Verificar se a psicoterapia é eficiente no tratamento(O) “Verificar se a psicoterapia é eficiente no tratamento de mulheres residentes no Estado de São Paulo que apresentam DPP” Pergunta:Pergunta: “A psicoterapia é eficiente no tratamento de mulheres residentes no Estado de São Paulo com depressão pós-parto (DPP)?”
  • 26.
  • 27. Adaptação P.V.O. PParticipantesarticipantes Sobre quem é a questão? Qual o contexto ou enfermidade? Qual a situação-problema? VVVVariáveisariáveis Quais as variáveis importantes? OOutcomesutcomes O que se espera alcançar de resultado? O que é desejado ou não?
  • 28. (P) Sofrimento psíquico causado pelo desemprego / desempregados / Brasil (V) Atuação do psicólogo / saúde mental (O) Identificar as práticas da psicologia clínica em face do sofrimento psíquico causado pelo desemprego Pergunta:Pergunta: “Quais as práticas da Psicologia Clínica são efetivas para o tratamento do sofrimento psíquico causado pelo desemprego?”
  • 29. Descritores em Ciências da Saúde DeCS foi criado pela BIREME para servir como linguagem única na indexação de publicações científicas e recuperação da informação.científicas e recuperação da informação. Trata-se de um vocabulário estruturado e trilingue que pode ser usado como filtro entre a linguagem do autor e a terminologia da área.
  • 30.
  • 31. (P) Mulheres residentes no Estado de São Paulo com depressão pós-parto (DPP). (I) Psicoterapia (C) Anti-depressivos (O) “Verificar se a psicoterapia é eficiente no tratamento(O) “Verificar se a psicoterapia é eficiente no tratamento de mulheres residentes no Estado de São Paulo que apresentam DPP” Pergunta:Pergunta: “A psicoterapia é eficiente no tratamento de mulheres residentes no Estado de São Paulo com depressão pós-parto (DPP)?”
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35. Conectores de busca “Or”: permite agrupar termos, ou seja ampliar a pesquisa “And”: restringe a pesquisa, encontra trabalhos que possuem os termos combinadospossuem os termos combinados “And Not”: restringe a pesquisa, exclui um termo. Truncagem: utiliza formas derivadas ou plurais. (ex. imunossupres*) “aspas”: utilize aspas para termos compostos. Ex: “sindrome de down”.
  • 36.
  • 37. “Or” sinônimos: câncer or tumor or neoplasia; acrônimos: diabetes mellitus insulino-dependente or DMID; variantes: honney bee or honneybee orvariantes: honney bee or honneybee or apis mellifica; grafias diferentes: raios X or raios-X or raio-X relacionados: pneumopatias obstrutivas or asma or bronquite
  • 38.
  • 39. (P) Sofrimento psíquico causado pelo desemprego / desempregados / Brasil (V) Atuação do psicólogo / saúde mental (O) Identificar as práticas da psicologia clínica em face do sofrimento psíquico causado pelo desemprego Pergunta:Pergunta: “Quais as práticas da Psicologia Clínica são efetivas para o tratamento do sofrimento psíquico causado pelo desemprego?”
  • 40. Pergunta:Pergunta: “Quais as práticas da Psicologia Clínica são efetivas para o tratamento do sofrimento psíquico causado pelo desemprego?” Estratégia de busca:Estratégia de busca: “sofrimento psiquico” OR “saude mental” OR “desempreg$”
  • 41. Pergunta:Pergunta: “A psicoterapia é eficiente no tratamento de mulheres residentes no Estado de São Paulo com depressão pós-parto (DPP)?” Estratégia de busca:Estratégia de busca: “depression postpartum” AND “psychotherapy” OR “antidepressive agents”
  • 42. Tarefa Selecionar 10 artigos de referência Quais as chaves de busca que usou? Quais os critérios de escolha?
  • 43. Referências ORTOLANI, CLF; CARVALHO, M. Metodologia e Ética em Pesquisa. UAB-UNIFESP, 2014. Biruel, E. Transformando a pergunta de pesquisa em estratégia de busca. BIREME/OPAS/OMS.busca. BIREME/OPAS/OMS. SANTOS CMC, PIMENTA CAM, NOBRE MRC. A estratégia PICO para a construção da pergunta de pesquisa e busca de evidências. Rev Latino-am Enfermagem 2007 maio-junho; 15(3). Disponível em www.eerp.usp.br/rlae DeCS - Descritores em Ciências da Saúde. Disponível em http://decs.bvs.br/P/decsweb2016.htm.