SlideShare uma empresa Scribd logo

Teoria de redes

1 de 11
Síntese a partir de estudos sobre a Nova ciência das Redes




                           Profa Dra Maria de los Dolores J Peña
   Capital humano – individuo
   Capital social – são as redes sociais

   Paul Baran (guerra fria inicio anos 60) alertou
    :
    Como as estações de radiocomunicação
    deveriam estar distribuídas



                                           Referencia Augusto Franco – Escola de redes



               Profa Dra Maria de los Dolores J Peña
Estrutura de poder




Todo os nodos estão ligados a um centro ( pior) acertar o centro acaba tudo.


                             Poder hierarquizado
                                Centralizado


                                              Referencia Augusto Franco – Escola de redes
                     Profa Dra Maria de los Dolores J Peña
Estrutura de poder




    não é sem centro tem muitos centros multicentralizados.

Funcionam : partidos, sindicatos, governos, 90% funcionam assim.

                            Poder hierarquizado
                              Multifacetado


              Profa Dra Maria de los Dolores J Peña
Estrutura de poder




É a rede onde há maior igualdade na estrutura de poder.
        Os indivíduos não estão hierarquizados


                                               Referencia Augusto Franco – Escola de redes




       Profa Dra Maria de los Dolores J Peña
Paul Baran (guerra fria inicio anos 60)
        Como as estações de radiocomunicação deveriam estar distribuídas




           Nos três diagramas os nodos estão no mesmo lugar
Com as mesmas pessoas posso ter três organizações diferentes que terão três
                       comportamentos diferentes
   A cooperação é um atributo de como os seres humanos se organizam
                  Profa Dra Maria de los Dolores J Peña

Recomendados

Introdução à Teoria das Redes (estudo dos graphos)
Introdução à Teoria das Redes (estudo dos graphos)Introdução à Teoria das Redes (estudo dos graphos)
Introdução à Teoria das Redes (estudo dos graphos)Luiz Agner
 
Sociologia Urbana e a vida nas grandes cidades
Sociologia Urbana e a vida nas grandes cidadesSociologia Urbana e a vida nas grandes cidades
Sociologia Urbana e a vida nas grandes cidadesPaula Meyer Piagentini
 
Teoria crítica - teorias da comunicação
Teoria crítica - teorias da comunicaçãoTeoria crítica - teorias da comunicação
Teoria crítica - teorias da comunicaçãoLaércio Góes
 
Mass communication research e funcionalismo
Mass communication research e funcionalismoMass communication research e funcionalismo
Mass communication research e funcionalismorichard_romancini
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pesquisa norte-americana - Teorias da comunicação
Pesquisa norte-americana - Teorias da comunicaçãoPesquisa norte-americana - Teorias da comunicação
Pesquisa norte-americana - Teorias da comunicaçãoLaércio Góes
 
O Novo Espaço Rural e a Reforma Agrária
O Novo Espaço Rural e a Reforma AgráriaO Novo Espaço Rural e a Reforma Agrária
O Novo Espaço Rural e a Reforma AgráriaPaula Meyer Piagentini
 
Comunicação de massa e indústria cultural
Comunicação de massa e indústria culturalComunicação de massa e indústria cultural
Comunicação de massa e indústria culturalVanessa Souza Pereira
 
Estudos culturais - teorias da comunicação
Estudos culturais - teorias da comunicaçãoEstudos culturais - teorias da comunicação
Estudos culturais - teorias da comunicaçãoLaércio Góes
 
Design gráfico 3a aula - Teoria Hipodérmica
Design  gráfico   3a aula - Teoria HipodérmicaDesign  gráfico   3a aula - Teoria Hipodérmica
Design gráfico 3a aula - Teoria HipodérmicaUnip e Uniplan
 
Aula3 Pesquisa Norte Americana Teoria Hipodermica
Aula3 Pesquisa Norte Americana Teoria HipodermicaAula3 Pesquisa Norte Americana Teoria Hipodermica
Aula3 Pesquisa Norte Americana Teoria HipodermicaValéria da Costa
 
A identidade cultural na pós-modernidade - Stuart Hall
A identidade cultural na pós-modernidade - Stuart HallA identidade cultural na pós-modernidade - Stuart Hall
A identidade cultural na pós-modernidade - Stuart HallSimone Braghin
 
Aula 02 Teoria Hipodérmica da Comunicação
Aula 02   Teoria Hipodérmica da ComunicaçãoAula 02   Teoria Hipodérmica da Comunicação
Aula 02 Teoria Hipodérmica da ComunicaçãoElizeu Nascimento Silva
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socializaçãohomago
 
Cultura e sociedade
Cultura e sociedadeCultura e sociedade
Cultura e sociedadesagali
 

Mais procurados (20)

Pos modernidade
Pos modernidadePos modernidade
Pos modernidade
 
Pesquisa norte-americana - Teorias da comunicação
Pesquisa norte-americana - Teorias da comunicaçãoPesquisa norte-americana - Teorias da comunicação
Pesquisa norte-americana - Teorias da comunicação
 
CULTURA E SOCIEDADE
CULTURA E SOCIEDADECULTURA E SOCIEDADE
CULTURA E SOCIEDADE
 
Teoria Crítica
Teoria CríticaTeoria Crítica
Teoria Crítica
 
O Novo Espaço Rural e a Reforma Agrária
O Novo Espaço Rural e a Reforma AgráriaO Novo Espaço Rural e a Reforma Agrária
O Novo Espaço Rural e a Reforma Agrária
 
Comunicação de massa e indústria cultural
Comunicação de massa e indústria culturalComunicação de massa e indústria cultural
Comunicação de massa e indústria cultural
 
Estudos culturais - teorias da comunicação
Estudos culturais - teorias da comunicaçãoEstudos culturais - teorias da comunicação
Estudos culturais - teorias da comunicação
 
Design gráfico 3a aula - Teoria Hipodérmica
Design  gráfico   3a aula - Teoria HipodérmicaDesign  gráfico   3a aula - Teoria Hipodérmica
Design gráfico 3a aula - Teoria Hipodérmica
 
Surgimento da Sociologia
Surgimento da SociologiaSurgimento da Sociologia
Surgimento da Sociologia
 
A era do rádio
A era do rádioA era do rádio
A era do rádio
 
Aula3 Pesquisa Norte Americana Teoria Hipodermica
Aula3 Pesquisa Norte Americana Teoria HipodermicaAula3 Pesquisa Norte Americana Teoria Hipodermica
Aula3 Pesquisa Norte Americana Teoria Hipodermica
 
Aula 03 - Modelo de Lasswell
Aula 03 - Modelo de LasswellAula 03 - Modelo de Lasswell
Aula 03 - Modelo de Lasswell
 
A identidade cultural na pós-modernidade - Stuart Hall
A identidade cultural na pós-modernidade - Stuart HallA identidade cultural na pós-modernidade - Stuart Hall
A identidade cultural na pós-modernidade - Stuart Hall
 
história da sociologia
   história da sociologia   história da sociologia
história da sociologia
 
Aula 02 Teoria Hipodérmica da Comunicação
Aula 02   Teoria Hipodérmica da ComunicaçãoAula 02   Teoria Hipodérmica da Comunicação
Aula 02 Teoria Hipodérmica da Comunicação
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socialização
 
Cultura e sociedade
Cultura e sociedadeCultura e sociedade
Cultura e sociedade
 
Teoria da contingência 2012_01
Teoria da contingência 2012_01Teoria da contingência 2012_01
Teoria da contingência 2012_01
 
Ideologia
IdeologiaIdeologia
Ideologia
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
 

Semelhante a Teoria de redes

Semelhante a Teoria de redes (14)

Sociedade em rede castell mac luhun
Sociedade em rede castell mac luhunSociedade em rede castell mac luhun
Sociedade em rede castell mac luhun
 
Sociedade hibrida 3
Sociedade hibrida 3Sociedade hibrida 3
Sociedade hibrida 3
 
ENTENDER A INTERDEPENDÊNCIA E A COMPLEXIFICAÇÃO DOS SISTEMAS: UMA SAÍDA PARA...
ENTENDER A INTERDEPENDÊNCIA E A COMPLEXIFICAÇÃO DOS SISTEMAS:  UMA SAÍDA PARA...ENTENDER A INTERDEPENDÊNCIA E A COMPLEXIFICAÇÃO DOS SISTEMAS:  UMA SAÍDA PARA...
ENTENDER A INTERDEPENDÊNCIA E A COMPLEXIFICAÇÃO DOS SISTEMAS: UMA SAÍDA PARA...
 
NOVAS VISÕES
NOVAS VISÕESNOVAS VISÕES
NOVAS VISÕES
 
Sociedade em Rede
Sociedade em RedeSociedade em Rede
Sociedade em Rede
 
Modelo de comunicação como manipulação
Modelo de comunicação como manipulaçãoModelo de comunicação como manipulação
Modelo de comunicação como manipulação
 
Modelo de comunicação como manipulação
Modelo de comunicação como manipulaçãoModelo de comunicação como manipulação
Modelo de comunicação como manipulação
 
Teoria das redes
Teoria das redes Teoria das redes
Teoria das redes
 
Teoria da Comunicação Unidade III
Teoria da Comunicação Unidade IIITeoria da Comunicação Unidade III
Teoria da Comunicação Unidade III
 
Fluzz pilulas 4
Fluzz pilulas 4Fluzz pilulas 4
Fluzz pilulas 4
 
É o social, estúpido!
É o social, estúpido!É o social, estúpido!
É o social, estúpido!
 
FRANCO, Augusto - É o Social, Estúpido!
FRANCO, Augusto - É o Social, Estúpido!FRANCO, Augusto - É o Social, Estúpido!
FRANCO, Augusto - É o Social, Estúpido!
 
Fluzz pilulas 5
Fluzz pilulas 5Fluzz pilulas 5
Fluzz pilulas 5
 
É o social, estúpido!
É o social, estúpido!É o social, estúpido!
É o social, estúpido!
 

Mais de Maria de los Dolores J Peña

Gestão da sala de aula : o desafio da integração das tecnologias
Gestão da sala de aula : o desafio da integração  das tecnologiasGestão da sala de aula : o desafio da integração  das tecnologias
Gestão da sala de aula : o desafio da integração das tecnologiasMaria de los Dolores J Peña
 
Os ambientes virtuais e recursos digitais na Educação sintese
Os ambientes virtuais e recursos digitais na Educação sinteseOs ambientes virtuais e recursos digitais na Educação sintese
Os ambientes virtuais e recursos digitais na Educação sinteseMaria de los Dolores J Peña
 

Mais de Maria de los Dolores J Peña (20)

Gestão da sala de aula : o desafio da integração das tecnologias
Gestão da sala de aula : o desafio da integração  das tecnologiasGestão da sala de aula : o desafio da integração  das tecnologias
Gestão da sala de aula : o desafio da integração das tecnologias
 
Teorias Cognitivas de aprendizagem
Teorias Cognitivas de aprendizagem Teorias Cognitivas de aprendizagem
Teorias Cognitivas de aprendizagem
 
Concepções pedagógica
Concepções pedagógicaConcepções pedagógica
Concepções pedagógica
 
Construindo uma wiki wikispace
Construindo uma wiki wikispaceConstruindo uma wiki wikispace
Construindo uma wiki wikispace
 
WIKI Educação
WIKI EducaçãoWIKI Educação
WIKI Educação
 
Blog definiçao e conceito na educação
Blog definiçao e conceito na educaçãoBlog definiçao e conceito na educação
Blog definiçao e conceito na educação
 
workshop Blog Wordpress passo a passo
workshop Blog Wordpress passo a passoworkshop Blog Wordpress passo a passo
workshop Blog Wordpress passo a passo
 
Workshop Blogger passo a passo
Workshop Blogger passo a passoWorkshop Blogger passo a passo
Workshop Blogger passo a passo
 
Tecnologia na educação - das TIC as TAC
Tecnologia na educação - das TIC as TAC  Tecnologia na educação - das TIC as TAC
Tecnologia na educação - das TIC as TAC
 
TIC e EAD
TIC e EADTIC e EAD
TIC e EAD
 
Os ambientes virtuais e recursos digitais na Educação sintese
Os ambientes virtuais e recursos digitais na Educação sinteseOs ambientes virtuais e recursos digitais na Educação sintese
Os ambientes virtuais e recursos digitais na Educação sintese
 
Conectivismo aprendizagem na era digital
Conectivismo aprendizagem na era digitalConectivismo aprendizagem na era digital
Conectivismo aprendizagem na era digital
 
Cibercultura principios lemos
Cibercultura principios lemosCibercultura principios lemos
Cibercultura principios lemos
 
Web 1, web2,web 3.0, web 4.0
Web 1, web2,web 3.0, web 4.0Web 1, web2,web 3.0, web 4.0
Web 1, web2,web 3.0, web 4.0
 
Webquest definicao conceito_planejamento
Webquest definicao conceito_planejamentoWebquest definicao conceito_planejamento
Webquest definicao conceito_planejamento
 
Formacion en entorno presencial y virtual
Formacion en entorno presencial y virtualFormacion en entorno presencial y virtual
Formacion en entorno presencial y virtual
 
Poder e-contra-poder M . castells
Poder e-contra-poder M . castellsPoder e-contra-poder M . castells
Poder e-contra-poder M . castells
 
Edgarmorin
Edgarmorin Edgarmorin
Edgarmorin
 
Complexidade morin 2
Complexidade morin 2Complexidade morin 2
Complexidade morin 2
 
Tecnologia na educação e recursos
Tecnologia na educação e recursos Tecnologia na educação e recursos
Tecnologia na educação e recursos
 

Último

a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdfJanielleCristina1
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...excellenceeducaciona
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 

Último (20)

a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 

Teoria de redes

  • 1. Síntese a partir de estudos sobre a Nova ciência das Redes Profa Dra Maria de los Dolores J Peña
  • 2. Capital humano – individuo  Capital social – são as redes sociais  Paul Baran (guerra fria inicio anos 60) alertou : Como as estações de radiocomunicação deveriam estar distribuídas   Referencia Augusto Franco – Escola de redes Profa Dra Maria de los Dolores J Peña
  • 3. Estrutura de poder Todo os nodos estão ligados a um centro ( pior) acertar o centro acaba tudo. Poder hierarquizado Centralizado Referencia Augusto Franco – Escola de redes Profa Dra Maria de los Dolores J Peña
  • 4. Estrutura de poder não é sem centro tem muitos centros multicentralizados. Funcionam : partidos, sindicatos, governos, 90% funcionam assim. Poder hierarquizado Multifacetado Profa Dra Maria de los Dolores J Peña
  • 5. Estrutura de poder É a rede onde há maior igualdade na estrutura de poder. Os indivíduos não estão hierarquizados Referencia Augusto Franco – Escola de redes Profa Dra Maria de los Dolores J Peña
  • 6. Paul Baran (guerra fria inicio anos 60) Como as estações de radiocomunicação deveriam estar distribuídas Nos três diagramas os nodos estão no mesmo lugar Com as mesmas pessoas posso ter três organizações diferentes que terão três comportamentos diferentes A cooperação é um atributo de como os seres humanos se organizam Profa Dra Maria de los Dolores J Peña
  • 7. Três vertentes:  1. Analise de redes sociais  2. Redes como estrutura que se desenvolvem  3. Redes como sistema dinâmico complexo Referencia Augusto Franco – Escola de redes Profa Dra Maria de los Dolores J Peña
  • 8. 1. CLUSTERING ( a tendência independente da vontade de forma aglomerados dentro da rede )  2. SWARMING ( capacidade de organização – desenhos dos insetos – pássaros – ex: swarming civil – milhares de pessoas na rua – atentado de Madrid Março de 2004 Espanha en La calle.  A sociologia tradicional não consegue explicar isto é a nova ciência das redes que vem explicando  3. SMALL WORD PHENOMENON ( fenômeno do mundo pequeno) Quanto mais aumenta a conectividade e grau de distribuição de uma rede social mais pequeno o mundo vai ficando . Menor não em número demográfico, mas em termos sociais. Referencia Augusto Franco – Escola de redes Profa Dra Maria de los Dolores J Peña
  • 9. Quanto menor em termos sociais o espaço vai ficando, mais imponderante é o campo social que ele esta criando, ou seja, mais capacidade de induzir as pessoas a inovar e a assumir protagonismo.  Não há necessidade de muita gente, 1% de pessoas são capazes de capilarizar as redes da capacidade coletiva do capital social.  1% Small is powerful! Referencia Augusto Franco – Escola de redes Profa Dra Maria de los Dolores J Peña
  • 10. Steven Strogatz Edward Norton Lorenz Albert-László Barabási http://pt.wikipedia.org/wiki/Teoria_do_caos http://en.wikipedia.org/wiki/Steven_Strogatz http://www.barabasilab.com/LinkedBook/index.html Teoria do Caos Principais Teóricos que estão contribuindo para a Nova Ciência das Redes Profa Dra Maria de los Dolores J Peña
  • 11. Profa Dra. Maria de los Dolores Jimenez Peña Jpena.jpena@gmail.com @Mdoloresjpena www.dolorespenawordpress.com www.rederegiet.com