SlideShare uma empresa Scribd logo
Medicina de aves
selvagens
Prof. Marília Gomes
• Cerca de 8.600 espécies no mundo (alguns exemplos)
• Psitaciformes: papagaios, araras, maritacas, periquitos, lóris, cacatuas,
jandaias
• Columbiformes: pombas e tolinhas
• Psitaciformes: tucanos e araçaris
• Anseriformes: patos, gansos, cisnes, marrecos
• Falconiformes: falcões, gaviões, águias
• Strigiformes: corujas
• Galiformes: galinhas, faisões, pavões
Habitats: desertos, florestas, serrados, mares abertos, polos...
Nadam
Mergulham
Voam
Andam
Hábitos alimentares:
carnívoras, herbívoras,
frugívoras, nectarívoras,
insetívoras, granívoras,
onívoras...
Hábitos noturnos
ou diurnos
• Transporte de aves –
isolamento visual
• Avaliação da gaiola e do
ambiente
• Anamnese detalhada
• Contenção adequada
• Exame físico
• Coleta de materiais
• Exames complementares
Identificação da espécie de ave
• Biologia - Comportamento
• Fisiologia - (lembrar fisiológico diferente de patológico)
• Anatomia
Anamnese
• Histórico do animal
• Seguir a sequência de perguntas:
 Perguntas relaciona das ao
ambiente no qual está o recinto
 Perguntas referentes ao recinto
 Perguntas referentes ao animal
Perguntas relacionadas ao ambiente no qual está o recinto
Quem é o
responsável pelo
animal? Quem trata
o animal?
Qual a idade da
ave? Há quanto
tempo tem
o animal?
Como é o local onde
a ave vive? (Local
aberto, bate sol,
vento, chuva?)
O que existe
próximo ao local?
(Garagem,
indústria, química)
Foi realizada
reforma , pintura no
local recentemente?
Perguntas relacionadas ao recinto
Perguntas referentes a
gaiola somente serão
feitas caso a ave tenha sido
encaminhada em
outra diferente daquela que
ela vive
Há outros animais
contactantes?
Qual o tamanho da
gaiola/recinto?
O que existe dentro da
gaiola?
Qual o material da gaiola?
É realizada limpeza no
recinto/gaiola? Que
material utiliza?
Perguntas relacionadas ao animal
Qual origem do
animal? Qual sua
alimentação quando
filhote?
Qual a alimentação
atual? O que oferece,
o que ele come?
O animal recebe
alguma medicação?
Algum suplemento?
Em relação as fezes:
qual a cor, aspecto,
formato, frequência de
defecação?
Já apresentou algum
problema anterior? Foi
levado ao veterinário?
Foi medicado?
Qual a queixa
principal? (última
pergunta)
Inspeção
• Ambiente próximo ao recinto:
Em domicílio
Recidivas
Zoológicos ou criatórios
Inspeção
• Recinto
Confirma anamnese
Grades e telas
Pontos de fuga
Ninhos
Pisos
Poleiros
Bebedouros e comedouros
Alimentação
Evacuação
Regurgitação ou vômito
Outros objetos
Inspeção
do animal à
distância
• Distância de fuga (ataque?)
• Bem-estar animal
• Comportamento
• Incoordenação motora
• Convulsões
• Postura
• Penas
• Respiração
• Salivação
• Vômito ou regurgitado
• Tenesmo
Contenção
• Controla os movimentos das aves
• Manipulação adequada
• Diminuição de riscos
• Local fechado – fuga
• Sem ventiladores ou exaustores
• Local sem muitos objetos, bem iluminado
• Fácil limpeza e higienização
• Panos e luvas de couro/ pulças e redes
Aves não devem ser contidas de
cabeça para baixo
Cuidado com a força de contenção
Aproximação menos percebida
pela ave
Captura repentina
Inspeção da
ave contida
Peso
• Cabeça
• Olhos
• Sinus infraorbital
• Pálpebras
• Ouvidos
• Narinas e ceras
• Bico
• Cavidade oral
• Membros anteriores
• Membros superiores
Reflexos das garras e unhas
• Penas
• Pele
Palpação em aves
• Tamanho
• Simetria
• Localização
• Consistência
• Mobilidade
• Temperatura
• Sensibilidade
Auscutação em aves
• Ausência de diafragma
• Cavidade celomática
• Sacos aéreos
• Pulmões não expansíveis
• Estetoscópio pediátrico
Frequência cardíaca normal varia de 45 a 600 bpm
Frequência respiratória de 6 a 120 rpm
Ruídos inspiratórios mais curtos e mais intensos
Ruídos expiratórios mais longos e menos intensos
Olfação em aves
Fezes de carnívoros são mais fétidas e fortes
Odor azedo e pútrido frequentemente está associado a candidíase,
alterações da flora gastrointestinal e abscessos no aparelho
digestório
Aves que ingerem muita gordura, principalmente de origem animal,
podem apresentar no corpo um odor rançoso
Exames complementares
Fezes Urina Hemograma
Bioquímicas
Punção
aspirativa
Radiografia
Estresse
X
Benefício
Hemograma e
bioquímicas
• Volume de sangue é +- 8% do pv
• Coleta entre 1ml e 2ml
• Hematócrito entre 48% e 56%
(pouco plasma)
Lembrete: os valores
hematológicos das aves
podem variar com
espécie, idade, sexo,
fotoperíodo, atividade
reprodutiva, clima, estado
nutricional e doenças.
Clique para adicionar texto
Seringas (1ml) e agulhas de insulina (13x4)
Aves maiores: seringas (3ml) e agulhas (25x7)
1 Venipuncture sites:
A.Jugular vein, birds weighing
less than 200 g.
B.Jugular vein, larger birds.
C.Cutaneous ulnar vein.
D.Caudal tibial vein.
(From Birchard SJ,
Sherding RG. Saunders
Manual of Small Animal
Practice, 3rd ed. St Louis,
2006, Saunders.)
Fezes
• Separar fezes, uratos e urina
• Em lâmina observa-se:
protozoários flagelados
(Giardia sp., Trichomonas sp.)
ainda vivos, bem como oocistos
de coccídeos (Isospora spp.,
Eimeria spp.), bactérias,
leveduras, células sanguíneas e
cristais de uratos.
Urina
• Coleta imediata à excreção
• Separar fezes e uratos
• Análises possíveis: pH,
sedimentos, glicose, densidade
Como muitas vezes o histórico é fraco ou não existe, como no
caso de animais de vida livre, os exames de secreções, vómitos,
punções de líquidos cavitários, massas ou aumentos de volumes
podem ser muito úteis
Radiografias
Posicionamento ventrodorsal Posicionamento latero-lateral
Endoscopia
• Laparoscopia exploratória
• Sexagem
• Colheita de material para biópsias
• Inspeção da traqueia até a siringe, esôfago, inglúvio e cloaca
• Só pode ser feita em animais com pelo menos lOOgr de pv
• Necessita de anestesia geral
Obrigada
Parotia do oeste - endêmica da Indonésia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula1 -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]
Aula1  -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]Aula1  -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]
Aula1 -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]
Rômulo Alexandrino Silva
 
9 fundamentos-de-terapeutica-veterinaria
9 fundamentos-de-terapeutica-veterinaria9 fundamentos-de-terapeutica-veterinaria
9 fundamentos-de-terapeutica-veterinaria
JesusCo1908
 
Anatomia topográfica acessos - abdome 1
Anatomia topográfica   acessos - abdome 1Anatomia topográfica   acessos - abdome 1
Anatomia topográfica acessos - abdome 1
Vivian Leao
 

Mais procurados (20)

Ultrassonografia diagnóstica do sistema locomotor de equinos
Ultrassonografia diagnóstica do sistema locomotor de equinosUltrassonografia diagnóstica do sistema locomotor de equinos
Ultrassonografia diagnóstica do sistema locomotor de equinos
 
Exame clínico equinos
Exame clínico equinosExame clínico equinos
Exame clínico equinos
 
Aula1 -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]
Aula1  -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]Aula1  -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]
Aula1 -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]
 
Caes e gatos
Caes e gatosCaes e gatos
Caes e gatos
 
Principais doenças que acometem aves comerciais
Principais doenças que acometem aves comerciaisPrincipais doenças que acometem aves comerciais
Principais doenças que acometem aves comerciais
 
Noções de Melhoramento Animal de Bovinos de Corte
Noções de Melhoramento Animal de Bovinos de CorteNoções de Melhoramento Animal de Bovinos de Corte
Noções de Melhoramento Animal de Bovinos de Corte
 
Topografia veterinária - cabeça
Topografia veterinária - cabeçaTopografia veterinária - cabeça
Topografia veterinária - cabeça
 
Carrapatos - Parasitologia
Carrapatos - ParasitologiaCarrapatos - Parasitologia
Carrapatos - Parasitologia
 
9 fundamentos-de-terapeutica-veterinaria
9 fundamentos-de-terapeutica-veterinaria9 fundamentos-de-terapeutica-veterinaria
9 fundamentos-de-terapeutica-veterinaria
 
Sistema reprodutor - Anatomia veterinária
Sistema reprodutor - Anatomia veterináriaSistema reprodutor - Anatomia veterinária
Sistema reprodutor - Anatomia veterinária
 
Considerações sobre a anatomofisiologia do sistema digestório dos equinos: ap...
Considerações sobre a anatomofisiologia do sistema digestório dos equinos: ap...Considerações sobre a anatomofisiologia do sistema digestório dos equinos: ap...
Considerações sobre a anatomofisiologia do sistema digestório dos equinos: ap...
 
Introdução a-semiologia-ii
Introdução a-semiologia-iiIntrodução a-semiologia-ii
Introdução a-semiologia-ii
 
371742336 anatomia-e-fisiologia-das-aves
371742336 anatomia-e-fisiologia-das-aves371742336 anatomia-e-fisiologia-das-aves
371742336 anatomia-e-fisiologia-das-aves
 
Aula 1 Ezoognósia Equina - Nomenclatura do Exterior e Mensurações
Aula 1   Ezoognósia Equina - Nomenclatura do Exterior e MensuraçõesAula 1   Ezoognósia Equina - Nomenclatura do Exterior e Mensurações
Aula 1 Ezoognósia Equina - Nomenclatura do Exterior e Mensurações
 
Principais abordagens cirúrgicas do abdomen agudo equino
Principais abordagens cirúrgicas do abdomen agudo equinoPrincipais abordagens cirúrgicas do abdomen agudo equino
Principais abordagens cirúrgicas do abdomen agudo equino
 
Sistema respiratório veterinária
Sistema respiratório veterináriaSistema respiratório veterinária
Sistema respiratório veterinária
 
Apostila
ApostilaApostila
Apostila
 
Principais doenças dos neonatos equinos
Principais doenças dos neonatos equinosPrincipais doenças dos neonatos equinos
Principais doenças dos neonatos equinos
 
Cartilha bem estar animal - publico externo -
Cartilha bem estar animal -  publico externo -Cartilha bem estar animal -  publico externo -
Cartilha bem estar animal - publico externo -
 
Anatomia topográfica acessos - abdome 1
Anatomia topográfica   acessos - abdome 1Anatomia topográfica   acessos - abdome 1
Anatomia topográfica acessos - abdome 1
 

Semelhante a Medicina de aves selvagens

Apresentação de biologia de Aves.
Apresentação de biologia de Aves.Apresentação de biologia de Aves.
Apresentação de biologia de Aves.
Maurício Coelho
 
Capítulo 09 - vertebrados II
Capítulo 09 - vertebrados IICapítulo 09 - vertebrados II
Capítulo 09 - vertebrados II
Igor Brant
 
Original 03 t__cnicas_de_conten____o_qu__mica_e_f__sica
Original 03 t__cnicas_de_conten____o_qu__mica_e_f__sicaOriginal 03 t__cnicas_de_conten____o_qu__mica_e_f__sica
Original 03 t__cnicas_de_conten____o_qu__mica_e_f__sica
Renata M. Caires
 

Semelhante a Medicina de aves selvagens (20)

Captura de animais
Captura de animaisCaptura de animais
Captura de animais
 
Classeaves1 111030192401-phpapp01
Classeaves1 111030192401-phpapp01Classeaves1 111030192401-phpapp01
Classeaves1 111030192401-phpapp01
 
Classe das Aves
Classe das AvesClasse das Aves
Classe das Aves
 
.Classe Aves.
.Classe Aves..Classe Aves.
.Classe Aves.
 
nematodios_costrucao.pptx
nematodios_costrucao.pptxnematodios_costrucao.pptx
nematodios_costrucao.pptx
 
Zoologia dos vertebrados - Aves
Zoologia dos vertebrados - AvesZoologia dos vertebrados - Aves
Zoologia dos vertebrados - Aves
 
Bioterismo
BioterismoBioterismo
Bioterismo
 
Phototheria
PhototheriaPhototheria
Phototheria
 
24376.pptx
24376.pptx24376.pptx
24376.pptx
 
Apresentação de biologia de Aves.
Apresentação de biologia de Aves.Apresentação de biologia de Aves.
Apresentação de biologia de Aves.
 
Experimentação em Animais
Experimentação em AnimaisExperimentação em Animais
Experimentação em Animais
 
Mammalia
MammaliaMammalia
Mammalia
 
2016 Frente 2 módulo 1 o tegumento dos animais
2016 Frente 2 módulo 1 o tegumento dos animais2016 Frente 2 módulo 1 o tegumento dos animais
2016 Frente 2 módulo 1 o tegumento dos animais
 
Mamiferos
MamiferosMamiferos
Mamiferos
 
14 15 regimes-alimentares
14 15 regimes-alimentares14 15 regimes-alimentares
14 15 regimes-alimentares
 
Aves
AvesAves
Aves
 
326438njdfvmndbcbhddkdklspoeeudnncb1.ppt
326438njdfvmndbcbhddkdklspoeeudnncb1.ppt326438njdfvmndbcbhddkdklspoeeudnncb1.ppt
326438njdfvmndbcbhddkdklspoeeudnncb1.ppt
 
Apresentação - animais peçonhentos.ppt
Apresentação - animais peçonhentos.pptApresentação - animais peçonhentos.ppt
Apresentação - animais peçonhentos.ppt
 
Capítulo 09 - vertebrados II
Capítulo 09 - vertebrados IICapítulo 09 - vertebrados II
Capítulo 09 - vertebrados II
 
Original 03 t__cnicas_de_conten____o_qu__mica_e_f__sica
Original 03 t__cnicas_de_conten____o_qu__mica_e_f__sicaOriginal 03 t__cnicas_de_conten____o_qu__mica_e_f__sica
Original 03 t__cnicas_de_conten____o_qu__mica_e_f__sica
 

Mais de Marília Gomes

Mais de Marília Gomes (20)

Possibilidades de tratamentos integrativos na medicina veterinária
Possibilidades de tratamentos integrativos na medicina veterináriaPossibilidades de tratamentos integrativos na medicina veterinária
Possibilidades de tratamentos integrativos na medicina veterinária
 
Patologias do sistema reprodutor
Patologias do sistema reprodutorPatologias do sistema reprodutor
Patologias do sistema reprodutor
 
Patologias do sistema urinário
Patologias do sistema urinárioPatologias do sistema urinário
Patologias do sistema urinário
 
Bem-estar em avicultura e suinocultura
Bem-estar em avicultura e suinoculturaBem-estar em avicultura e suinocultura
Bem-estar em avicultura e suinocultura
 
Necropsia em aves
Necropsia em avesNecropsia em aves
Necropsia em aves
 
Tratamento via água e ração
Tratamento via água e raçãoTratamento via água e ração
Tratamento via água e ração
 
Conceitos, biosseguridade e conservação de animais selvagens
Conceitos, biosseguridade e conservação de animais selvagensConceitos, biosseguridade e conservação de animais selvagens
Conceitos, biosseguridade e conservação de animais selvagens
 
Anatomia topográfica das aves
Anatomia topográfica das avesAnatomia topográfica das aves
Anatomia topográfica das aves
 
Topografia veterinária - membros torácicos e pélvicos
Topografia veterinária - membros torácicos e pélvicosTopografia veterinária - membros torácicos e pélvicos
Topografia veterinária - membros torácicos e pélvicos
 
Patologias do sistema respiratório
Patologias do sistema respiratórioPatologias do sistema respiratório
Patologias do sistema respiratório
 
patologias do sistema cardiovascular
patologias do sistema cardiovascularpatologias do sistema cardiovascular
patologias do sistema cardiovascular
 
Topografia veterinária - abdômen
Topografia veterinária - abdômenTopografia veterinária - abdômen
Topografia veterinária - abdômen
 
Topografia veterinária - tórax
Topografia veterinária - tóraxTopografia veterinária - tórax
Topografia veterinária - tórax
 
Pigmentos e pigmentações
Pigmentos e pigmentaçõesPigmentos e pigmentações
Pigmentos e pigmentações
 
Calcificações patológicas
Calcificações patológicasCalcificações patológicas
Calcificações patológicas
 
Lesões celulares reversíveis e irreversíveis 15.09.21
Lesões celulares reversíveis e irreversíveis 15.09.21Lesões celulares reversíveis e irreversíveis 15.09.21
Lesões celulares reversíveis e irreversíveis 15.09.21
 
Topografia veterinária - pescoço e coluna vertebral
Topografia veterinária - pescoço e coluna vertebralTopografia veterinária - pescoço e coluna vertebral
Topografia veterinária - pescoço e coluna vertebral
 
Processos inflamatórios - agudo e crônico
Processos inflamatórios - agudo e crônicoProcessos inflamatórios - agudo e crônico
Processos inflamatórios - agudo e crônico
 
Alterações do crescimento e diferenciação celular
Alterações do crescimento e diferenciação celularAlterações do crescimento e diferenciação celular
Alterações do crescimento e diferenciação celular
 
Topografia animal - órgãos do sentido
Topografia animal - órgãos do sentidoTopografia animal - órgãos do sentido
Topografia animal - órgãos do sentido
 

Último

O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
LisaneWerlang
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
edjailmax
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 

Último (20)

Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadessDesastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao AssédioApresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
hereditariedade é variabilidade genetic
hereditariedade é variabilidade  genetichereditariedade é variabilidade  genetic
hereditariedade é variabilidade genetic
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 

Medicina de aves selvagens

  • 2. • Cerca de 8.600 espécies no mundo (alguns exemplos) • Psitaciformes: papagaios, araras, maritacas, periquitos, lóris, cacatuas, jandaias • Columbiformes: pombas e tolinhas • Psitaciformes: tucanos e araçaris • Anseriformes: patos, gansos, cisnes, marrecos • Falconiformes: falcões, gaviões, águias • Strigiformes: corujas • Galiformes: galinhas, faisões, pavões
  • 3. Habitats: desertos, florestas, serrados, mares abertos, polos...
  • 5. Hábitos alimentares: carnívoras, herbívoras, frugívoras, nectarívoras, insetívoras, granívoras, onívoras...
  • 7. • Transporte de aves – isolamento visual • Avaliação da gaiola e do ambiente • Anamnese detalhada • Contenção adequada • Exame físico • Coleta de materiais • Exames complementares
  • 8. Identificação da espécie de ave • Biologia - Comportamento • Fisiologia - (lembrar fisiológico diferente de patológico) • Anatomia
  • 9.
  • 10. Anamnese • Histórico do animal • Seguir a sequência de perguntas:  Perguntas relaciona das ao ambiente no qual está o recinto  Perguntas referentes ao recinto  Perguntas referentes ao animal
  • 11. Perguntas relacionadas ao ambiente no qual está o recinto Quem é o responsável pelo animal? Quem trata o animal? Qual a idade da ave? Há quanto tempo tem o animal? Como é o local onde a ave vive? (Local aberto, bate sol, vento, chuva?) O que existe próximo ao local? (Garagem, indústria, química) Foi realizada reforma , pintura no local recentemente?
  • 12. Perguntas relacionadas ao recinto Perguntas referentes a gaiola somente serão feitas caso a ave tenha sido encaminhada em outra diferente daquela que ela vive Há outros animais contactantes? Qual o tamanho da gaiola/recinto? O que existe dentro da gaiola? Qual o material da gaiola? É realizada limpeza no recinto/gaiola? Que material utiliza?
  • 13. Perguntas relacionadas ao animal Qual origem do animal? Qual sua alimentação quando filhote? Qual a alimentação atual? O que oferece, o que ele come? O animal recebe alguma medicação? Algum suplemento? Em relação as fezes: qual a cor, aspecto, formato, frequência de defecação? Já apresentou algum problema anterior? Foi levado ao veterinário? Foi medicado? Qual a queixa principal? (última pergunta)
  • 14. Inspeção • Ambiente próximo ao recinto: Em domicílio Recidivas Zoológicos ou criatórios
  • 15. Inspeção • Recinto Confirma anamnese Grades e telas Pontos de fuga Ninhos Pisos Poleiros Bebedouros e comedouros Alimentação Evacuação Regurgitação ou vômito Outros objetos
  • 16. Inspeção do animal à distância • Distância de fuga (ataque?) • Bem-estar animal • Comportamento • Incoordenação motora • Convulsões • Postura • Penas • Respiração • Salivação • Vômito ou regurgitado • Tenesmo
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25. Contenção • Controla os movimentos das aves • Manipulação adequada • Diminuição de riscos • Local fechado – fuga • Sem ventiladores ou exaustores • Local sem muitos objetos, bem iluminado • Fácil limpeza e higienização • Panos e luvas de couro/ pulças e redes
  • 26. Aves não devem ser contidas de cabeça para baixo Cuidado com a força de contenção Aproximação menos percebida pela ave Captura repentina
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 31. • Cabeça • Olhos • Sinus infraorbital • Pálpebras • Ouvidos • Narinas e ceras • Bico • Cavidade oral
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 39. • Membros anteriores • Membros superiores Reflexos das garras e unhas
  • 40.
  • 42.
  • 43.
  • 44.
  • 45.
  • 47. • Tamanho • Simetria • Localização • Consistência • Mobilidade • Temperatura • Sensibilidade
  • 49. • Ausência de diafragma • Cavidade celomática • Sacos aéreos • Pulmões não expansíveis • Estetoscópio pediátrico
  • 50. Frequência cardíaca normal varia de 45 a 600 bpm Frequência respiratória de 6 a 120 rpm Ruídos inspiratórios mais curtos e mais intensos Ruídos expiratórios mais longos e menos intensos
  • 51.
  • 53. Fezes de carnívoros são mais fétidas e fortes Odor azedo e pútrido frequentemente está associado a candidíase, alterações da flora gastrointestinal e abscessos no aparelho digestório Aves que ingerem muita gordura, principalmente de origem animal, podem apresentar no corpo um odor rançoso
  • 54. Exames complementares Fezes Urina Hemograma Bioquímicas Punção aspirativa Radiografia
  • 56. Hemograma e bioquímicas • Volume de sangue é +- 8% do pv • Coleta entre 1ml e 2ml • Hematócrito entre 48% e 56% (pouco plasma)
  • 57. Lembrete: os valores hematológicos das aves podem variar com espécie, idade, sexo, fotoperíodo, atividade reprodutiva, clima, estado nutricional e doenças. Clique para adicionar texto
  • 58. Seringas (1ml) e agulhas de insulina (13x4) Aves maiores: seringas (3ml) e agulhas (25x7)
  • 59. 1 Venipuncture sites: A.Jugular vein, birds weighing less than 200 g. B.Jugular vein, larger birds. C.Cutaneous ulnar vein. D.Caudal tibial vein. (From Birchard SJ, Sherding RG. Saunders Manual of Small Animal Practice, 3rd ed. St Louis, 2006, Saunders.)
  • 60.
  • 61.
  • 62. Fezes • Separar fezes, uratos e urina • Em lâmina observa-se: protozoários flagelados (Giardia sp., Trichomonas sp.) ainda vivos, bem como oocistos de coccídeos (Isospora spp., Eimeria spp.), bactérias, leveduras, células sanguíneas e cristais de uratos.
  • 63.
  • 64. Urina • Coleta imediata à excreção • Separar fezes e uratos • Análises possíveis: pH, sedimentos, glicose, densidade
  • 65. Como muitas vezes o histórico é fraco ou não existe, como no caso de animais de vida livre, os exames de secreções, vómitos, punções de líquidos cavitários, massas ou aumentos de volumes podem ser muito úteis
  • 67. Endoscopia • Laparoscopia exploratória • Sexagem • Colheita de material para biópsias • Inspeção da traqueia até a siringe, esôfago, inglúvio e cloaca • Só pode ser feita em animais com pelo menos lOOgr de pv • Necessita de anestesia geral
  • 68. Obrigada Parotia do oeste - endêmica da Indonésia