Fichas de matematica 2015

1.448 visualizações

Publicada em

FICHAS DE AVALIAÇÃO - MATEMÁTICA

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.448
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
46
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fichas de matematica 2015

  1. 1. GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICÍPAL DE BURITI DE GOIÁS-GO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA MUNICIPAL “LAURA CÂNDIDA DE JESUS” RUA 21 DE ABRIL, ESQ. C/AV. DEP. SOLON AMARAL, S/N, CENTRO. Lei de Criação nº 181 de 10 de junho de 1999. Resolução do CEE/CEB nº 516 de 10 de maio de 2013. Acompanhamento da Aprendizagem em Matemática Nome:_______________________________________________________________________ Professora: Joelma Ferreira dos Reis Série: 1° ano Ano “A” Turno: Vespertino Ano:2015 Legenda: [ S] Sim, [P] Parcialmente, [N] Não NÚMEROS E OPERAÇÕES FEV. JUN. AGO. DEZ. Identificanúmerosnos diferentescontextosemquese encontram,emsuas diferentesfunções:indicadordaquantidade de elementosde umacoleção discreta (cardinalidade); medida de grandeza (2 quilos, 3 dias, etc.); indicadorde posição(númeroordinal);e código(númerode telefone,placa de carro, etc.). Utiliza diferentesestratégias para quantificar e comunicar quantidades de elementos de uma coleção, nas brincadeiras e em situações nas quais reconhecem sua necessidade: contagem oral, pareamento, estimativa e correspondência de agrupamentos; comunicar quantidades, utilizando a linguagem oral, a notação numérica e/ou registros não convencionais. Associa a denominação do número a sua respectiva representação simbólica. Identifica posição de um objeto ou número numa série, explicitando a noção de sucessor e antecessor. Compara ou ordena quantidades por contagem; pela formulação de hipóteses sobre a grandeza numérica, pela identificação da quantidade de algarismos e da posição ocupada por eles na escrita numérica. Conta em escalas ascendente e descendentes de um em um, de dois em dois,de cincoemcinco, de dezemdez.,a partirde qualquernúmerodado. Identifica regularidades na série numérica para nomear, ler e escrever números menos frequentes. Utiliza calculadora para produzir e comparar escritas numéricas.
  2. 2. Resolve e elabora problemas com significados de juntar, acrescentar quantidades, separar e retirar quantidades,utilizando estratégiaspróprias como desenhos, decomposições numéricas e palavras. Reconhece fraçõesunitárias(ummeio,umterço,umquarto,e umdécimo) de quantidadescontínuase discretasemsituaçãodecontextofamiliar,sem recurso à representação simbólica. Reconhece termos como dúzia e meia dúzia; dezena e meia dezena; centena e meia centena associando-os às suas respectivas quantidades. Resolve e elabora problemas aditivos envolvendo os significados de juntar e acrescentar quantidades, separar e retirar quantidades, comparar e completar quantidades, em situações de contexto familiar (cálculo mental/estratégias próprias). Resolve e elabora problemas de multiplicação em linguagem verbal (com suporte de imagens/materiais de manipulação), envolvendo as ideias de adição de parcelas iguais, elementos envolvendo disposição retangular, proporcionalidade e combinatória. Resolve e elaboraproblemasde divisãoemlinguagemverbal (comsuporte de imagens/materiais manipulativos), envolvendo as ideias de repartir um coleção em partes iguais e a determinação de quantas vezes uma quantidade cabe em outra. GEOMETRIA FEV. JUN. AGO. DEZ. Explicita e/ou representa informalmente a posição de pessoas e objetos, dimensiona espaços, utilizando vocabulário pertinente nos jogos, brincadeiras e nas diversas situações, etc.,por meio de desenhos, croquis, plantas baixas e maquetes, desenvolvendo a noção de tamanho, de lateralidade, de localização, de direcionamento, de sentido de vistas. Estabelece comparações entre objetos do espaço físico e objetos geométricos – esféricos, cilíndricos, cônicos, cúbicos, piramidais, prismáticos – sem uso obrigatório da nomenclatura. Percebe semelhanças e diferenças entre cubos e quadrados, paralelepípedos e retângulos, pirâmides e triângulos, esferas e círculos. Constrói e representa formas geométricas planas, reconhecendo e descrevendo informalmente características como número de lados e de vértices. Descreve,comparae classificaverbalmentefigurasplanasouespaciaispor características comuns, mesmo que apresentadas em diferentes disposições (por translação, rotação ou reflexão), desenvolvendo a transformação com suas próprias palavras.
  3. 3. Usa rotação, reflexão e translação para criar composições (mosaicos ou faixas decorativas), utilizando malhas quadriculadas. Descreve e classifica figuras espaciais iguais (congruentes), apresentadas em diferentes disposições, nomeando-as (cubo, bloco retangular, ou paralelepípedo, pirâmide, cilindro e cone). Identificae descreve alocalizaçãoe amovimentaçãode objetosnoespaço, identificandomudançasde direçõese considerandomaisdeumreferencial. GRANDEZAS E MEDIDAS FEV. JUN. AGO. DEZ. Comparacomprimentodedoisoumaisobjetosporcomparaçãodireta(sem o uso de unidades de medidas convencionais) para identificar: maior, menor,igual,maisalto,maisbaixo,maiscomprido,maiscurto,maisgrosso, mais fino, etc.. Compara grandezas de mesma natureza, por meio de estratégias pessoais e uso de instrumentos de medidas conhecidos – fita métrica, balança, recipiente de um litro, etc.. Seleciona e utiliza instrumentos de medida apropriados à grandeza a ser medida (tempo, comprimento, massa, capacidade), com compreensão do processo de medição e das características do instrumento escolhido. Identificaunidadesde tempo–dia,semana,mês,bimestre,semestreano – utiliza calendários. Relação entre unidades de tempo – dia, semana, mês, bimestre, semestre ano – utiliza calendários. Faz leitura de horas, comparando relógios digitais e de ponteiros. Faz e utiliza estimativas de medida de tempo e comprimento. Comparaintuitivamente capacidadesde recipientesde diferentesformase tamanhos. Sabe fazer a identificação dos elementos necessários para comunicar o resultado de uma medição e produção de escritas que representem medição. Reconhece cédulas e moedas que circulam no Brasil e de possíveis trocas entre cédulas e moedas em função de seus valores em experiências com dinheiro e brincadeiras ou em situações de interesse próprio.
  4. 4. TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO FEV. JUN. AGO. DEZ. Lê, interpreta e transpõe informações em diversas situações e diferentes configurações (do tipo: anúncios, gráficos, tabelas, propagandas), utilizando-as na compreensão de fenômenos sociais e na comunicação, agindo de forma efetiva na realidade em que vive. Formula questões sobre aspectos familiares que gerem pesquisas e observações para coletar dados quantitativos e qualitativos. Coleta,organiza,classifica,ordenae constrói representaçõesprópriaspara a comunicação de dados coletados. Interpretae elaboralistas,tabelassimples,tabelasde duplaentrada,gráfico de barras para comunicar a informação obtida, identificando diferentes categorias. Produz textos escritos a partir da interpretação de gráficos e tabelas. Resolve e elabora problema a partir das informações de um gráfico. Assinatura dos pais ou responsáveis Fevereiro:__________________________________________________________________ Junho:_____________________________________________________________________ Agosto:____________________________________________________________________ Dezembro:_________________________________________________________________ _______________________________ _______________________________ Secretaria Geral Diretora
  5. 5. GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICÍPAL DE BURITI DE GOIÁS-GO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA MUNICIPAL “LAURA CÂNDIDA DE JESUS” RUA 21 DE ABRIL, ESQ. C/AV. DEP. SOLON AMARAL, S/N, CENTRO. Lei de Criação nº 181 de 10 de junho de 1999. Resolução do CEE/CEB nº 516 de 10 de maio de 2013. Acompanhamento da Aprendizagem em Matemática Nome:_______________________________________________________________________ Professora: Deusélia de Fátima Monteiro e Paula Série: 1° ano Ano “B” Turno: Vespertino Ano:2015 Legenda: [ S] Sim, [P] Parcialmente, [N] Não NÚMEROS E OPERAÇÕES FEV. JUN. AGO. DEZ. Identificanúmerosnosdiferentescontextosemquese encontram,emsuas diferentesfunções:indicadordaquantidade de elementosde umacoleção discreta (cardinalidade); medida de grandeza (2 quilos, 3 dias, etc.); indicadorde posição(númeroordinal);e código(númerode telefone,placa de carro, etc.). Utiliza diferentesestratégias para quantificar e comunicar quantidades de elementos de uma coleção, nas brincadeiras e em situações nas quais reconhecem sua necessidade: contagem oral, pareamento, estimativa e correspondência de agrupamentos; comunicar quantidades, utilizando a linguagem oral, a notação numérica e/ou registros não convencionais. Associa a denominação do número a sua respectiva representação simbólica. Identifica posição de um objeto ou número numa série, explicitando a noção de sucessor e antecessor. Compara ou ordena quantidades por contagem; pela formulação de hipóteses sobre a grandeza numérica, pela identificação da quantidade de algarismos e da posição ocupada por eles na escrita numérica. Conta em escalas ascendente e descendentes de um em um, de dois em dois,de cincoemcinco, de dezemdez.,a partirde qualquernúmerodado. Identifica regularidades na série numérica para nomear, ler e escrever números menos frequentes. Utiliza calculadora para produzir e comparar escritas numéricas.
  6. 6. GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICÍPAL DE BURITI DE GOIÁS-GO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA MUNICIPAL “LAURA CÂNDIDA DE JESUS” RUA 21 DE ABRIL, ESQ. C/AV. DEP. SOLON AMARAL, S/N, CENTRO. Lei de Criação nº 181 de 10 de junho de 1999. Resolução do CEE/CEB nº 516 de 10 de maio de 2013. Acompanhamento da Aprendizagem em Matemática Nome:_______________________________________________________________________ Professora: Maria Helena de Jesus Moreira Série: 2° ano Ano “A” Turno: Matutino Ano:2015 Legenda: [ S] Sim, [P] Parcialmente, [N] Não NÚMEROS E OPERAÇÕES FEV. JUN. AGO. DEZ. Identificanúmerosnosdiferentescontextosemquese encontram,emsuas diferentesfunções:indicadordaquantidade de elementosde umacoleção discreta (cardinalidade); medida de grandeza (2 quilos, 3 dias, etc.); indicadorde posição(númeroordinal);e código(númerode telefone,placa de carro, etc.). Utiliza diferentesestratégias para quantificar e comunicar quantidades de elementos de uma coleção, nas brincadeiras e em situações nas quais reconhecem sua necessidade: contagem oral, pareamento, estimativa e correspondência de agrupamentos; comunicar quantidades, utilizando a linguagem oral, a notação numérica e/ou registros não convencionais. Associa a denominação do número a sua respectiva representação simbólica. Identifica posição de um objeto ou número numa série, explicitando a noção de sucessor e antecessor. Compara ou ordena quantidades por contagem; pela formulação de hipóteses sobre a grandeza numérica, pela identificação da quantidade de algarismos e da posição ocupada por eles na escrita numérica. Conta em escalas ascendente e descendentes de um em um, de dois em dois,de cincoemcinco, de dezemdez.,a partirde qualquernúmerodado. Identifica regularidades na série numérica para nomear, ler e escrever números menos frequentes. Utiliza calculadora para produzir e comparar escritas numéricas.
  7. 7. GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICÍPAL DE BURITI DE GOIÁS-GO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA MUNICIPAL “LAURA CÂNDIDA DE JESUS” RUA 21 DE ABRIL, ESQ. C/AV. DEP. SOLON AMARAL, S/N, CENTRO. Lei de Criação nº 181 de 10 de junho de 1999. Resolução do CEE/CEB nº 516 de 10 de maio de 2013. Acompanhamento da Aprendizagem em Matemática Nome:_______________________________________________________________________ Professora: Márcia Francisca de Lima e Silva Série: 2° ano Ano “B” Turno: Vespertino Ano:2015 Legenda: [ S] Sim, [P] Parcialmente, [N] Não NÚMEROS E OPERAÇÕES FEV. JUN. AGO. DEZ. Identificanúmerosnosdiferentescontextosemquese encontram,emsuas diferentesfunções:indicadordaquantidade de elementosde umacoleção discreta (cardinalidade); medida de grandeza (2 quilos, 3 dias, etc.); indicadorde posição(númeroordinal);e código(númerode telefone,placa de carro, etc.). Utiliza diferentesestratégias para quantificar e comunicar quantidades de elementos de uma coleção, nas brincadeiras e em situações nas quais reconhecem sua necessidade: contagem oral, pareamento, estimativa e correspondência de agrupamentos; comunicar quantidades, utilizando a linguagem oral, a notação numérica e/ou registros não convencionais. Associa a denominação do número a sua respectiva representação simbólica. Identifica posição de um objeto ou número numa série, explicitando a noção de sucessor e antecessor. Compara ou ordena quantidades por contagem; pela formulação de hipóteses sobre a grandeza numérica, pela identificação da quantidade de algarismos e da posição ocupada por eles na escrita numérica. Conta em escalas ascendente e descendentes de um em um, de dois em dois,de cincoemcinco, de dezemdez.,a partirde qualquernúmerodado. Identifica regularidades na série numérica para nomear, ler e escrever números menos frequentes. Utiliza calculadora para produzir e comparar escritas numéricas.
  8. 8. GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICÍPAL DE BURITI DE GOIÁS-GO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA MUNICIPAL “LAURA CÂNDIDA DE JESUS” RUA 21 DE ABRIL, ESQ. C/AV. DEP. SOLON AMARAL, S/N, CENTRO. Lei de Criação nº 181 de 10 de junho de 1999. Resolução do CEE/CEB nº 516 de 10 de maio de 2013. Acompanhamento da Aprendizagem em Matemática Nome:_______________________________________________________________________ Professora: Kátia Cilene Alves Fonseca Série: 3° ano Ano “A” Turno: Matutino Ano:2015 Legenda: [ S] Sim, [P] Parcialmente, [N] Não NÚMEROS E OPERAÇÕES FEV. JUN. AGO. DEZ. Identificanúmerosnosdiferentescontextosemquese encontram,emsuas diferentesfunções:indicadordaquantidade de elementosde umacoleção discreta (cardinalidade); medida de grandeza (2 quilos, 3 dias, etc.); indicadorde posição(númeroordinal);e código(númerode telefone,placa de carro, etc.). Utiliza diferentesestratégias para quantificar e comunicar quantidades de elementos de uma coleção, nas brincadeiras e em situações nas quais reconhecem sua necessidade: contagem oral, pareamento, estimativa e correspondência de agrupamentos; comunicar quantidades, utilizando a linguagem oral, a notação numérica e/ou registros não convencionais. Associa a denominação do número a sua respectiva representação simbólica. Identifica posição de um objeto ou número numa série, explicitando a noção de sucessor e antecessor. Compara ou ordena quantidades por contagem; pela formulação de hipóteses sobre a grandeza numérica, pela identificação da quantidade de algarismos e da posição ocupada por eles na escrita numérica. Conta em escalas ascendente e descendentes de um em um, de dois em dois,de cincoemcinco, de dezemdez.,a partirde qualquernúmerodado. Identifica regularidades na série numérica para nomear, ler e escrever números menos frequentes. Utiliza calculadora para produzir e comparar escritas numéricas.
  9. 9. GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICÍPAL DE BURITI DE GOIÁS-GO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA MUNICIPAL “LAURA CÂNDIDA DE JESUS” RUA 21 DE ABRIL, ESQ. C/AV. DEP. SOLON AMARAL, S/N, CENTRO. Lei de Criação nº 181 de 10 de junho de 1999. Resolução do CEE/CEB nº 516 de 10 de maio de 2013. Acompanhamento da Aprendizagem em Matemática Nome:_______________________________________________________________________ Professora: Simone Maria de Oliveira Martins Série: 3° ano Ano “B” Turno: Vespertino Ano:2015 Legenda: [ S] Sim, [P] Parcialmente, [N] Não NÚMEROS E OPERAÇÕES FEV. JUN. AGO. DEZ. Identificanúmerosnosdiferentescontextosemquese encontram,emsuas diferentesfunções:indicadordaquantidade de elementosde umacoleção discreta (cardinalidade); medida de grandeza (2 quilos, 3 dias, etc.); indicadorde posição(númeroordinal);e código(númerode telefone,placa de carro, etc.). Utiliza diferentesestratégias para quantificar e comunicar quantidades de elementos de uma coleção, nas brincadeiras e em situações nas quais reconhecem sua necessidade: contagem oral, pareamento, estimativa e correspondência de agrupamentos; comunicar quantidades, utilizando a linguagem oral, a notação numérica e/ou registros não convencionais. Associa a denominação do número a sua respectiva representação simbólica. Identifica posição de um objeto ou número numa série, explicitando a noção de sucessor e antecessor. Compara ou ordena quantidades por contagem; pela formulação de hipóteses sobre a grandeza numérica, pela identificação da quantidade de algarismos e da posição ocupada por eles na escrita numérica. Conta em escalas ascendente e descendentes de um em um, de dois em dois,de cincoemcinco, de dezemdez.,a partirde qualquernúmerodado. Identifica regularidades na série numérica para nomear, ler e escrever números menos frequentes. Utiliza calculadora para produzir e comparar escritas numéricas.

×