Colegial News - Edição 5

846 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
846
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
534
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Colegial News - Edição 5

  1. 1. COLEGIAL NEWS Produzido pela EEFM Dep. Joaquim de Figueiredo Correia Edição 5 - Maio de 2012 EDITORIALOlá comunidade do FigueiredoCorreia, antes de qualquer coisa,queremos pedir desculpas por termos Relato histórico sobre o dia das mães......................... Página 2ficado dois meses sem novas Exemplo de mãe.......................................................... Página 3publicações, pois infelizmente a Um olhar sobre o comportamento dos filhos.............. Página 3equipe provisória não demostrou o Dia das mães na Escola Figueiredo Correia.................. Página 4empenho e responsabilidade que o Teste do bom filho....................................................... Página 4jornal necessita. Mas, estamosvoltando com uma edição novinha donosso jornal, e contando agora comuma nova equipe.Esperamos quegostem do nosso primeiro trabalho.Boa leitura!Visite o blog da nossa escolahttp://eefmfigueiredocorreia.blogspot.com No dia 19/04, nos turnos matutino eA escola Figueiredo Correia também está no vespertino. Os alunos Carlos Marcus,Orkut e no Facebook. Passe em qualquer um Mikaela Cardoso e Jefferson Alvesdesses canais para ver mais conteúdos, e procuraram sensibilizar e mobilizaraproveite para deixar dicas para o nosso jornal. os alunos para a construção da primeira célula de estudos cooperativos em nossa Instituição,A equipe do Colegial News está a procura de buscando construir uma nova história em nossa Escola.mais duas pessoas que queiram fazer parte doJornal. Portanto, se você gosta de escrever, é Já no dia 09/05 os alunos participantes da célula deum (a) aluno (a) responsável, e dedicado aos aprendizagem cooperativa fizeram seu primeiro encontroestudos, fica o nosso convite para vir fazer na sede da escola Figueiredo Correia.parte da nossa equipe. Maiores informaçõescom o professor Maricélio.
  2. 2. Colegial News – Edição 5, página 2 Relato Histórico Sobre O Dia das MãesMuitas pessoas já devem ter se perguntando de onde surgiu o Dia das Mães, mas talvez nunca tenhapesquisado.Bom, após minhas pesquisas descobri que a história da criação desta data tão comemorada no mundointeiro começa nos Estados Unidos, no mês de maio de 1905 quando uma jovem chamada Annieperdeu sua mãe e entrou em completa depressão. Suas amigas preocupadas com tamanho sofrimento,tiveram a ideia de imortalizar, ou seja, perpetuar a memória de sua mãe, com uma festa. Assim Anniequis que, a homenagem fosse estendida à todas as mães, vivas ou mortas.Em pouco tempo, a comemoração acabou consequentemente sendo denominada Dia das Mães, e sealastrou por todos os estados dos Estados Unidos, sendo sua data oficializada em 1914 pelo presidenteWoodrow Wilson. E o mais interessante é que essa data tão importante varia de país para país, sendoque, em alguns existe uma data fixa e em outros existe variação de meses e dias, não tendo assim,uma data fixa, como é o caso do Brasil, China, Estados Unidos, Alemanha e outros países quecomemoram a data sempre no segundo domingo do mês de maio.No Brasil essa data só foi oficializada em 1932 pelo então presidente Getúlio Vargas, que é até o dia dehoje comemorada sempre no segundo domingo de maio. Esta é também uma data que movimentamuito todos os setores do comércio brasileiro, pois os filhos sempre procuram presentear as suas mãescom presentes que vão desde os mais simples aos mais caros.E ai você já sabe como presenteá-la?Não se esqueça, que a sua mãe é a pessoa que mais te ama acima de tudo, e que ela é capaz de tudopor você. Tem mães de todos os tipos, de várias idades, de várias cores, e de vários estilos.Mãe palavra pequena, mas com um significado infinito, pois quer dizer amor, dedicação, renúncia a siprópria, força e sabedoria. Ser mãe não é só dar a luz e sim, participar da vida dos seus frutos geradosou criados. Porém nos dias atuais vemos cada vez mais casos de filhos e filhas que não demonstramrespeito nem amor para com suas mães.Muitas vezes os filhos agridem suas mães, xingam, mas não sabem o tamanho da dor que uma mãesente ao ver seu próprio filho fazer atos desse tipo, logo com quem lutou por eles esquecendo-se de simesma, e que mesmo diante de tais situações ainda é capaz de amar seu filho e querer o melhor paraele ou ela. Tanto é que, qualquer mãe, ao lembrar dos seus filhos só tem um pedido a fazer: Deusproteja meus filhos. Então não esqueça de chegar em casa e dizer: Mãe eu te amo.Não deixe para falar quando for tarde demais. E para elas o mais merecido FELIZ DIA DAS MÃES!O cartão abaixo é dedicado a todas as mães que fazem parte da escola Figueiredo Correia. Lilian Magalhães – 1º B
  3. 3. Colegial News – Edição 5, página 3 EXEMPLO DE MÃE Como comemorar o dia das mães sem contar a historia de superação de uma mulher que fez e ainda faz história em nossa sociedade.Colocarei em pauta a história de vida de uma das maiores mães que nossa sociedade tem notícia. Falarei deMaria da Penha Maia Fernandes, um exemplo de luta contra o combate a violência domestica contra a mulher.Creio que muitos de nós já vimos em noticiários muitas reportagens que envolvia a Lei Maria da Penha, maspoucos sabem o motivo do nome dado a ela e sua história, por isso escolhi esta mulher para representar comohomenagem a todas as mães, em particular, as mães da nossa comunidade escolar.A lei 11.310/06 mais conhecida como Lei Maria da Penha, em homenagem a mesma, que por anos sofreuagressões de seu marido Marcos Antonio Heredia Viveros. Em meio a uma vida cheia de muitas agressões, elafoi vítima da primeira tentativa de assassinato, onde levou um tiro enquanto dormia deixando-a paraplégica. Semprova que seu marido tinha sido autor do crime Maria da Penha foi obrigada a viver no mesmo teto que ele, eainda em meio às investigações ela foi vitima de mais uma cruel agressão, desta vez, aproveitando a falta demovimento do corpo de sua esposa ele tentou eletrocutá-la no chuveiro. Depois de muita luta na justiça seumarido foi preso em 2002, quinze anos depois da primeira denuncia feita por ela.Maria da Penha é biofarmacêutica, nascida em fortaleza, com 61 anos e três filhas, hoje ela é líder do movimentode defesa dos direitos das mulheres, vítima emblemática da violência doméstica. Mikaela dos Santos Cardoso – 2º C Um Olhar Sobre O Comportamento dos FilhosHoje em dia, ver filhos, principalmente adolescentes e jovens, dizerem a suas mães que as amam está sendoalgo muito raro, e ainda posso citar que, existe também aqueles que apenas falam, mas não demonstram esseamor através de ações reais.Na realidade, o que mais nos deparamos é com filhos que não dão o real valor a suas mães, que as maltratamtanto verbalmente quanto fisicamente. Não dão à elas nenhum motivo de orgulho, pelo contrário só dãopreocupações e desgostos. E além desse tipo, gostaria de citar aqueles que têm duas personalidades, uma nafrente da mãe e outra sem a presença dela.Definitivamente isso é lamentável, pois parece que estão esquecendo que a mãe de cada um de nós, foi quempassou 9 meses nos amando sem mesmo nos conhecer, tendo sensações diferentes a cada dia que se passava,engordando, sentindo dores e ao mesmo tempo feliz e ansiosa pela nossa chegada.Na minha opinião, o mínimo que um filho pode e deve fazer, é tentar retribuir com amor, carinho e dedicaçãotudo que as nossas mães fizeram e fazem por nós, principalmente na escola, pois vejo muitos alunos que nãoapresentam um bom comportamento para com suas mães serem aqueles que mais desrespeitam os professorese gestores. Portanto nada melhor para nós adolescentes e jovens refletirmos sobre nosso comportamento eprocurar a cada dia ser motivo de orgulho para nossas mães não só em casa quanto na escola também. Ana Beatriz Saraiva Negreiros – 1º A
  4. 4. Colegial News – Edição 5, página 4 Uma Reunião Super Especial Para Homenagear As Nossas MãesUm belo encontro das mães dos alunos da Escola Dep. Joaquim de Figueiredo Correia na Quadra Coberta. 178 mães estiverampresentes e durante 1h e meia compartilhamos em sintonia com as mães orações e agradecimentos pela responsabilidade damaternidade. É tradição este momento de mães no mês de maio na Escola Figueiredo Correia. O artista João André trouxe maisbrilho para a ocasião e com sua voz e mensagens. Nós agradecemos todos que contribuíram para que nossa reunião de mãesfosse esse sucesso. Destacamos a relevância dos lideres e classe e responsáveis financeiros de cada turma. Veja algumas fotosdesse belo momento. Teste do Bom FilhoA proveita ndo a data do D ia das Mãe s, colocamos esse 4. Você percebe que seus pais estão contendo despesas. Vocêteste para que vo cê possa a val iar com o está se ndo o se u colabora de que forma?papel de f ilho de ntro da sua f amília. D esde j á, aconse l ho a) Eu tento não pedir nada a eles.que se o se u re sultado re ve lar que você não é um dos b) Eu dispenso minha mesada pra ajudá-los.m elhore s f il hos, "o q uerid i nho da m am ãe", nunca é t arde c) Nenhuma, eu continuo pedindo o que quero. Não dou tanta despesapara m udar as nossa s ações. assim pra eles.C onf ira o quadro de re sultado s no f ina l, e vam os ao teste! 5. Sua mãe te pede pra você arrumar o seu quarto antes de sair, pois vai receber visita! Você:1. H oj e é ani versári o da sua mãe e tem aquel a festa do a) Arruma ele todinho na mesma hora que ela pede.col égi o. O que você faz? b) Dá uma disfarçada na bagunça. c) Fecha a porta do quarto e sai logo antes que ela veja.a) Fi ca 24h por di a à di sposi ção da sua mãe.b) Fi ca com el a até certa hora e depoi s vai pra festa. 6. Como você se comporta quando sua mãe está te dando uma broncac) D á um j ei to de pel o menos al moçar com el a pra i r pra daquelas?festa depoi s. a) Responde na mesma altura. b) Tenta dizer o que acha, mas com educação.2. V ocê é um (a) meni n o (a) estudi os o (a) e apli cado (a) c) Ouve tudo que ela diz numa boa.nos estudos?a) Mui to, eu super me esforço. 7. Seus pais não vão mais te pagar aquela viagem pra Disney, poisb) E u estudo o sufi ci ente pra ti rar notas boas. decidiram trocar de carro. Você:c) N ão, eu não gosto de estudar. a) Entende numa boa e se dispõe a viajar quando eles puderem. b) Fica triste e vai pra um lugar por aqui mesmo pra esquecer o3. V ocê percebe que sua mãe anda mei o tri ste . C omo você assunto.reage? c) Fica sem falar com eles 3 meses.a) Fi co por perto pra ver se el a preci sa de al guma coi sa.b) S enta c om el a e pergunt a se aconteceu al g o, se el a 8. Você já comprou um presente com seu próprio dinheirinho para suapreci sa de você. mãe?c) Vai pra rua e só volta a noite. a) Sempre. b) Uma vez ou outra. c) Nunca. tudo por você. Parabéns! diz o dito popular: A gente só dá valor quando perde. sempre por perto e sempre disposta a fazer de que reclamar de você. Continue assim! para que isso se torne uma realidade. Não queira viver o que mundo. Desse jeito você vai conseguir tê-la ajuda-a no que pode. Sua mãe com certeza não tem o mas você com certeza poderia se dedicar e se esforçar mais principalmente a tratando com todo respeito do sempre tentando não aborrecer sua mãe demais e Isso não significa que você seja um (a) filho (a) dos(a) piores, atenção especial pra ela, tentando agradá-la e dos seus pais, mas nunca os deixa de lado. Está que ela tem a te dizer e não se esforça muito para agradá-la. filho como você. Você está sempre dando uma tem o seu jeitinho, não gosta muito de ficar na função tem tempo pra fazer o que ela te pede, não consegue ouvir o Sua mãe deve ficar super orgulhosa de ter um Digamos que você é um (a) filho (a) super legal! Você Você precisa se ligar um pouco mais na sua mãe. Você nunca Maioria A - Perfeito ou Exemplar Maioria B - O filhinho da mamãe Maioria C - Ai!Ai!Ai!Ai! Nada legal Equipe Colegial News: Ana Beatriz Saraiva Negreiros, Lilian Magalhães, Mikaela dos Santos Cardoso. Professor Orientador: Maricélio de Carvalho Apoio: EEFM Dep. Joaquim de Figueiredo Correia

×