RevistaCompromisso - 3Trimestre
DoutrinasBíblicas
Razões
da Nossafé
O diado senhor
O dia do senhor
Êxodo20.11
A lição vai tratar hoje sobre:
O dia do Senhor
O que diz a Declaração Doutrinária da
CBBDiz a nossa Declaração que “o domingo, dia do Senhor, é o dia do
descanso cristão...
O que diz a Declaração Doutrinária da
CBB
Gênesis 2.3
Êxodo 20.8-11
João 20.1,19
Atos 20.7
Hebreus 4.4,10,11
Êxodo 3...
O dia do Senhor
1. A necessidade de um dia de descanso para o ser
humano.
O próprio senso comum atesta que não há
necessid...
O dia do Senhor
Então, diante desse fracasso foram programadas
atividades esportivas e recreativas para que os seus
habita...
O dia do Senhor
Ao povo de Israel, com quem Deus fez o pacto, é
determinado: “Lembra-te do dia do sábado (descanso)
para o...
O dia do Senhor
Segundo:
Deus quer que, dos sete dias, consagremos um para ele. E
isto é para o nosso próprio bem, a fim d...
O dia do Senhor
Nota-se por este princípios o real objetivo de Deus ao
criar o sábado, mas, com o passar dos anos, o povo
...
Segundo o Talmude (Mishná Shabat 7,2), são 39
as atividades que são proibidas de se fazer durante todo
o Shabat. São elas:...
Além destes 39 trabalhos matrizes há outras tarefas proibidas:
a. A proibição de transformar um sólido em líquido; assim, ...
O descanso (shabat) para o cristão
O sábado era judaico, portanto, era para comemorar o fim
da criação do mundo e a sua li...
Origem do domingo
O domingo tem origem na ressurreição de Cristo no
primeiro dia da semana. Até essa data guardava-se o
sá...
Origem do domingo
Não há um só registro da aparição de Cristo aos seus
discípulos num sábado, senão só no primeiro dia da
...
Origem do domingo
•Mateus 28.1
•Marcos 16.2
•Lucas 24.1
Origem do domingo
Outro fato importante foi a descida do Espírito Santo
que também aconteceu no Pentecostes e que era
cele...
Origem do domingo
Depois aparece como o dia regular de culto dos
cristãos primitivos (Atos 20.7) Também era o dia para
ent...
Conclusão
A palavra domingo vem de duas palavras do
latim, “Dies domini” ou “dominus dei”, que
quer dizer “dia do Senhor”,...
Prof. Mariângela
Domeniche Perdomo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Razões da nossa fé lição 7

344 visualizações

Publicada em

Estudo baseado na revista Compromisso-Razões da nossa fé/JUERP-3Trimestre

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
344
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Razões da nossa fé lição 7

  1. 1. RevistaCompromisso - 3Trimestre DoutrinasBíblicas Razões da Nossafé O diado senhor
  2. 2. O dia do senhor Êxodo20.11 A lição vai tratar hoje sobre: O dia do Senhor
  3. 3. O que diz a Declaração Doutrinária da CBBDiz a nossa Declaração que “o domingo, dia do Senhor, é o dia do descanso cristão, satisfazendo plenamente a exigência divina e a necessidade humana de um dia em sete para o repouso do corpo e do espírito.Com o advento do cristianismo, o primeiro dia da semana passou a ser o dia do Senhor, em virtude de haver Jesus ressuscitado nesse dia. Deve ser para os cristãos um dia de real repouso em que, pela frequência aos cultos nas igrejas e pelo maior tempo dedicado à oração, à leitura bíblica e outras atividades religiosas eles estarão preparando-se para “aquele descanso que resta para o povo de Deus”. Nesse dia, os cristãos devem abster-se de todo trabalho secular, excetuando aquele que seja imprescindível e indispensável à vida da comunidade. Devem também abster-se de recreações que desviem a atenção das coisas espirituais.
  4. 4. O que diz a Declaração Doutrinária da CBB Gênesis 2.3 Êxodo 20.8-11 João 20.1,19 Atos 20.7 Hebreus 4.4,10,11 Êxodo 31.15
  5. 5. O dia do Senhor 1. A necessidade de um dia de descanso para o ser humano. O próprio senso comum atesta que não há necessidade de uma pesquisa científica para comprovar a necessidade de um dia de repouso. A experiência dos governos materialistas e ateus que tentaram abolir a existência de um dia de repouso foi fracassada diante do comportamento de seus habitantes.
  6. 6. O dia do Senhor Então, diante desse fracasso foram programadas atividades esportivas e recreativas para que os seus habitantes e especialmente o trabalhadores tivessem suas forças renovadas. Até as máquinas precisam de uma parada periódica para que seja feitas as revisões e manutenções para seu melhor desempenho. Para o ser humano, o Criador, já sabendo dessa necessidade, de antemão determinou que separasse um dia especial por semana para o “shabat” que quer dizer descanso.
  7. 7. O dia do Senhor Ao povo de Israel, com quem Deus fez o pacto, é determinado: “Lembra-te do dia do sábado (descanso) para o santificar”. Seis dias trabalharás e farás todas as tuas obras(...) (Êxodo 20.9-11) Aqui temos princípios eternos e imutáveis para nós hoje. Primeiro: Deus quer nosso bem-estar físico, psicológico e espiritual. Trabalhar sem parar leva ao cansaço físico, emocional e até o esgotamento psicológico. Precisamos de repouso para reposição de nossas energias.
  8. 8. O dia do Senhor Segundo: Deus quer que, dos sete dias, consagremos um para ele. E isto é para o nosso próprio bem, a fim de que sejamos abençoados. Terceiro: É para todos os seres vivos. Os servos, animais, os estrangeiros e até mesmo os animais de carga e de tração devem descansar.
  9. 9. O dia do Senhor Nota-se por este princípios o real objetivo de Deus ao criar o sábado, mas, com o passar dos anos, o povo judeus foi acrescentando a esta dádiva de Deus leis e proibições que mudaram totalmente o sentido do sábado, tornando o dia de descanso um peso difícil de suportar. Jesus foi duramente criticado em relação as atividades que Ele realizava no sábado, mas Ele veio mostrar o sentido do sábado quando disse: “E disse-lhes: O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado”. Marcos 2.27
  10. 10. Segundo o Talmude (Mishná Shabat 7,2), são 39 as atividades que são proibidas de se fazer durante todo o Shabat. São elas: Semear Peneirar Tecer Caçar Apagar Arar Preparar massa Dar dois nós Abater Construir Colher Assar Tecer dois fios Raspar o couro Demolir Agrupar feixes Tosquiar Separar duas linhas Curtir o couro Acender fogo Debulhar Lavar a lã Atar Alisar o couro Apagar ou diminuir fogo Dispersar Desembaraçar a lã Desatar Demarcar o couro Martelar Catar Tingir a lã Coser Cortar Transportar Moer Fiar Rasgar Escrever Além de
  11. 11. Além destes 39 trabalhos matrizes há outras tarefas proibidas: a. A proibição de transformar um sólido em líquido; assim, não se pode usar um sabonete sólido, pois se transforma em líquido. É permitido usar sabonete líquido. b. A proibição de manusear objetos proibidos, como máquina fotográfica, instrumento musical, caneta, vela, fósforo, tesoura, etc. c. A proibição de fazer ligar um aparelhos eletrônicos d. A proibição de realizar no Shabat tarefas que destoam da santidade do dia; não é permitido assistir TV, ao passar por um aparelho que esteja ligado mesmo que este não nos pertença. e. A proibição de falar no Shabat sobre assuntos mundanos; A lei da observância do sábado era rigorosa e indica, que nenhum israelita devia caminhar no dia de sábado além da distância, chamada de jornada de um sábado. Esta Jornada foi estipulada em 2000 côvados correspondente a cerca de 1000 metros.
  12. 12. O descanso (shabat) para o cristão O sábado era judaico, portanto, era para comemorar o fim da criação do mundo e a sua libertação da escravidão do Egito. O domingo foi observado desde os primeiros dias do cristianismo como a celebração da consumação da redenção operada por Jesus Cristo, tendo ressurgido dentre os mortos no primeiro dia da semana. A comunidade cristã a partir do dia de Pentecostes passou a se reunir no primeiro dia da semana, que passou a se chamar “Dia do Senhor” ou domingo como veremos com mais detalhes.
  13. 13. Origem do domingo O domingo tem origem na ressurreição de Cristo no primeiro dia da semana. Até essa data guardava-se o sábado. O próprio Jesus, bem como seus discípulos guardavam o sábado, não com o rigor que os fariseus exigiam. Depois da sua ressurreição, os discípulos começaram a se reunir no primeiro dia da semana, o Dia do Senhor, que mais tarde chamou-se domingo. Foi esse dia também que o Senhor aprovou participando de suas reuniões (Jo 20. 1,19,26).
  14. 14. Origem do domingo Não há um só registro da aparição de Cristo aos seus discípulos num sábado, senão só no primeiro dia da semana. Os discípulos optaram por este dia para fazer distinção da velha lei e do judaísmo. Os judeus que se convertiam, aos poucos, iam deixando o sábado para guardar o domingo me memória da ressurreição de Cristo dentre os mortos.
  15. 15. Origem do domingo •Mateus 28.1 •Marcos 16.2 •Lucas 24.1
  16. 16. Origem do domingo Outro fato importante foi a descida do Espírito Santo que também aconteceu no Pentecostes e que era celebrada no primeiro dia da semana. Pentecostes quer dizer quinquaségimo dia depois da Páscoa, também conhecida como a festa das semanas. No Pentecostes aconteceu a vinda do Espírito Santo par o mundo para ficar conosco “pra sempre” (Jo 14.16). Eis aí um motivo para cultuar a Deus no primeiro dia da semana, conforme Atos 2.1-4.
  17. 17. Origem do domingo Depois aparece como o dia regular de culto dos cristãos primitivos (Atos 20.7) Também era o dia para entregar ainda seus dízimos e ofertas como parte dos cultos, conforme orientação de Paulo em 1Coríntios 16.1,2. Ainda as revelações dadas por Jesus Cristo a João na Ilha de Patmos, que devem ter acontecido depois dos anos 90 d.C., se deram num domingo, “dia do Senhor” (Ap 1.10)
  18. 18. Conclusão A palavra domingo vem de duas palavras do latim, “Dies domini” ou “dominus dei”, que quer dizer “dia do Senhor”, de onde temos hoje a palavra “domingo”.
  19. 19. Prof. Mariângela Domeniche Perdomo

×