PRA COMEÇAR...
Todo grande projeto começa ...PEQUENO.
O PRECURSOR ... (Lc. 1.5-19, 57-66)
João Batista foi considerado um GRANDE HOMEM desde seu nascimento.
De família TRADICIONAL e ofício
SACERDOTAL
 Milagre de Deus ANTES DE NASCER,
pois sua mãe não podia ter filhos pela
idad...
Deus age com PROPÓSITOS ESPECÍFICOS.
Só Deus, CONHECENDO a HISTÓRIA, é capaz
de arquitetar planos maravilhosos ALÉM DA
COM...
A partir deste anúncio, as confirmações do
milagre de Deus na vida dessas famílias vão
acontecendo DURANTE A GESTAÇÃO, nos...
SUA IDENTIFICAÇÃO JUDAICA (Lc. 2.21-24)
NOME JUDEU era importante pois tinha um peso de identidade para quem o
carregava.
...
SUA IDENTIFICAÇÃO ESPIRITUAL (Lc. 2.25-38)
Tanto ANA quanto SIMEÃO foram recompensados por desejarem algo de Deus
diretame...
SUA IDENTIFICAÇÃO ESPIRITUAL (Lc. 2.25-38)
A profetisa ANA, da mesma forma, uma viúva idosa que sempre estava no pátio do
...
A LIÇÃO EM FOCO...
Jesus foi uma CRIANÇA FORTE e SALDÁVEL fisicamente, o que explica sua
RESISTÊNCIA FÍSICA quando adulto,...
A LIÇÃO EM FOCO...
Apesar disso, Jesus ainda tinha um percurso de AMADURECIMENTO imprescindível: a
TUTELA e AMOR de seus p...
PARA TOMAR ATITUDE...
1. Você tem demonstrado, no dia a dia, gratidão a Deus pela encarnação de Jesus?
2. De que maneira é...
Prof. Mariângela
Domeniche Perdomo
Evangelho de Lucas liçao 1
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Evangelho de Lucas liçao 1

259 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
259
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Evangelho de Lucas liçao 1

  1. 1. PRA COMEÇAR... Todo grande projeto começa ...PEQUENO.
  2. 2. O PRECURSOR ... (Lc. 1.5-19, 57-66) João Batista foi considerado um GRANDE HOMEM desde seu nascimento.
  3. 3. De família TRADICIONAL e ofício SACERDOTAL  Milagre de Deus ANTES DE NASCER, pois sua mãe não podia ter filhos pela idade avançada Desde o ventre era cheio do ESPÍRITO SANTO ESTILO DE VIDA RADICAL é outra característica marcante de uma personalidade, estando diretamente ligada à sua missão: Abrir o caminho para o ministério do primo seis meses mais novo: Jesus. QUEM ERA ELE...
  4. 4. Deus age com PROPÓSITOS ESPECÍFICOS. Só Deus, CONHECENDO a HISTÓRIA, é capaz de arquitetar planos maravilhosos ALÉM DA COMPREENSÃO HUMANA. • Os eventos relacionados ao nascimento de João Batista e Jesus aconteceram por MILAGRE. Ambos os pais foram visitados pelo anjo GABRIEL, que anunciou o milagre do nascimento para uma ESTÉRIL (Isabel) e a concepção pelo Espírito Santo de uma VIRGEM (Maria). POR QUE NASCIMENTOS MIRACULOSOS? (LC. 1.11, 26-28;2.13)
  5. 5. A partir deste anúncio, as confirmações do milagre de Deus na vida dessas famílias vão acontecendo DURANTE A GESTAÇÃO, nos mostrando que Deus não só opera o milagre na vida dos que o servem e amam, mas também o CONFIRMA ao longo da vida. • O MAIOR MILAGRE na vida do crente é a SALVAÇÃO em Cristo Jesus e é a partir da operação desse milagre que Deus vai CONFIRMANDO a sua bênção sempre presente. POR QUE NASCIMENTOS MIRACULOSOS?
  6. 6. SUA IDENTIFICAÇÃO JUDAICA (Lc. 2.21-24) NOME JUDEU era importante pois tinha um peso de identidade para quem o carregava. • JESUS é a forma grega do nome hebraico “JOSUÉ”, que significa “YAHWEH SALVA”. • Identificação judaica de Jesus se dá também na PRÁTICA de VIDA manifesta por seus pais, em cumprimento à LEI (v. 22). Eles cumprem a cerimônia de purificação e apresentam a criança ao Senhor no templo. • A autêntica vida cristã se manifesta no CUMPRIMENTO DA VONTADE DE DEUS a partir de um RELACIONAMENTO ÍNTIMO e VERDADEIRO com Ele, e não por ter NASCIDO num lar cristão ou ser CHAMADO assim.
  7. 7. SUA IDENTIFICAÇÃO ESPIRITUAL (Lc. 2.25-38) Tanto ANA quanto SIMEÃO foram recompensados por desejarem algo de Deus diretamente relacionado à Sua Vontade. • Simeão esperava pela SALVAÇÃO do povo de Israel. Foi ABENÇOADO com a PERMISSÃO que seus olhos VISSEM o Salvador e de ABENÇOAR a criança e CONFIRMAR sua identidade espiritual diante dos pais e dos desígnios que o seguiriam.
  8. 8. SUA IDENTIFICAÇÃO ESPIRITUAL (Lc. 2.25-38) A profetisa ANA, da mesma forma, uma viúva idosa que sempre estava no pátio do templo desde a morte do seu marido, ADORANDO, JEJUANDO e ORANDO, proclama a identidade espiritual de Jesus para todos os que esperavam a libertação de Jerusalém. • Jesus é o MESSIAS, SALVADOR, LUZ para todas as nações. Consagre-se sempre a Deus e você não só VERÁ a identidade de Jesus, mas EXPERIMENTARÁ a autoridade espiritual dele na sua vida.
  9. 9. A LIÇÃO EM FOCO... Jesus foi uma CRIANÇA FORTE e SALDÁVEL fisicamente, o que explica sua RESISTÊNCIA FÍSICA quando adulto, suportando o flagelo antes da crucificação. • Sua SABEDORIA também merece destaque, com os mestres da lei se admirando de sua INTELIGÊNCIA e RESPOSTAS que dava a eles durante viagem a Jerusalém quando adolescente. Lucas 2.52 Isaías 53.3 2 Pedro 3.18
  10. 10. A LIÇÃO EM FOCO... Apesar disso, Jesus ainda tinha um percurso de AMADURECIMENTO imprescindível: a TUTELA e AMOR de seus pais. Daí vemos a PREOCUPAÇÃO deles quando descobrem que ele havia SUMIDO do grupo. Após uma longa jornada de três dias de volta, ao encontrá- lo, não o poupam de uma BRONCA, bem aplicada, pois, como bom menino, Jesus VOLTA com eles e continua a ser OBEDIENTE. (Lucas 2.51) • O exemplo de Jesus deve ser aplicado à nossa vida: DEUS NÃO TOLERA REBELDIA. Sejamos filhos obedientes desse Pai amoroso, procurando aplicar o princípio da obediência em toda nossa VIDA e RELACIONAMENTOS. LUCAS 2.41-50
  11. 11. PARA TOMAR ATITUDE... 1. Você tem demonstrado, no dia a dia, gratidão a Deus pela encarnação de Jesus? 2. De que maneira é possível demonstrar um coração agradecido? 3. Essa gratidão se manifesta na forma de uma boa mordomia dos talentos, dons, bens, seu corpo, mente e coração? 4. De exemplo de atitudes que nos fazem crescer espiritualmente:
  12. 12. Prof. Mariângela Domeniche Perdomo

×