Caderno

3.113 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.113
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
172
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Caderno

  1. 1. AÇÃO inter ANO I - Nº 2 - Setembro/2009 Nossa cidade, nossa paixão PARABÉNS INFRAESTRUTURA Parauapebas, 21 anos Revitalização da cidade CULTURA E é assim, neste Efervescência cultural vale de belezas naturais e EDUCAÇÃO recursos minerais, As conquistas da Secretaria que Parauapebas cresce. Municipal de Educação MULHER Mulheres lutadoras, mulheres invencíveis! E MAIS... AÇÃO inter ANO 2009 - Nº 02 INVESTIMENTOS Darci assina convênio de R$ 47,3 mi em Brasília para esgotamento sanitário
  2. 2. EDITORIAL Algum tempo se passou entre a primeira edição da revista InterAÇÃO e este segundo exemplar. Neste tempo, muitas coisas aconteceram em nossa cidade. Agora, Parauapebas tem 21 anos de emancipação, aniversário que foi comemorado com grande alegria. Desde abril, mês da primeira edição, até hoje, presenciamos a atrações realização de festas, como Festa do Milho, Festival Jeca Tatu, Festival Internacional de Música, Semana de Meio Ambiente, entre outras. Também participamos de eventos, como o que comemorou os 3 anos da Lei Maria da Penha, as assembleias do PPA, os Congressos de Educação e Saúde e o início da Maspp. Aprendemos com campanhas educativas, como Pé na Faixa, Pé no Freio, Campanha Respire de Combate à Queimadas Urbanas, Campanha de Incentivo ao Consumo de Alimentos Inspecionados e Abusamos do Abuso, em combate a violência sexual e exploração de crianças e adolescentes. Vimos a cidade crescer com obras como revitalização da cidade, asfalto, revitalização de estradas. Algumas obras também estão em andamento, como a nova estação de água e a nova prefeitura, um verdadeiro presente para a cidade. Também vimos milhares de pessoas entrar na fila pelo sonho da casa própria. Isso porque Parauapebas é a primeira cidade do Brasil a implementar o projeto Minha Casa, Minha Vida, dentro do programa Habitar Feliz. E, claro, tudo isso aliado a muito trabalho. Porém, este exemplar é especial. Ao invés de apenas pontuar as ações da prefeitura, nós decidimos aproveitar que a cidade vai receber muitos visitantes durante a Fap para mostrar o quanto Parauapebas desenvolveu nesses últimos cinco anos. É com grande satisfação que observamos que seria impossível atingir AÇÃO inter tão elevado índice sem a ajuda de toda a população. Agradeço por ter a oportunidade de fazer parte desta história incrível de crescimento e desenvolvimento, assim como agradeço a todos por serem personagens da minha história em Parauapebas. Espero que esta leitura seja muito prazerosa. Darci Lermen Prefeito de Parauapebas
  3. 3. Nossa cidade, nossa paixão AÇÃO inter ÍNDICE PARABÉNS Parauapebas, 21 anos PÁG. 02 SAÚDE Equipe técnica Sus: a saúde do tamanho do Brasil PÁG. 04 PREFEITO MUNICIPAL INFRA ESTRUTURA Revitalização da cidade PÁG. 05 Darci Lermen INVESTIMENTOS VICE PREFEITO Investimentos do PAC PÁG. 07 Afonso Araújo Andrade CIDADANIA Projeto Pipa PÁG. 08 ASSESSOR DE COMUNICAÇÃO Márcia Carvalho CULTURA Alexandre Magno Um barraco, uma lona, oficialmente em 1981 com o Projeto sentindo as dificuldades impostas pela Efervescência cultural PÁG. 09 dezenas de ônibus em meio ao Ferro Carajás, implantado pela então distância do município mãe, Marabá, MULHER EDITORA CHEFE poeirão... lama após a chuva, verde estatal Companhia Vale do Rio Doce. percebeu a importância da união e deu Mulheres lutadoras, mulheres incríveis PÁG. 11 Mariana Salles muito verde, floresta, sons, frio, calor e Um projeto que atraiu gente de todos início aos primeiros Defensoria pública da mulher PÁG. 12 gente, muita gente chegando, abasteci- os cantos do Brasil, pessoas que movimentos para a DIRETOR DE ARTE DEMOCRACIA da de sonhos e esperança. Um projeto e chegaram de ônibus, de pau- emancipação da Vagner Gomes Assembléias do PPA PÁG. 13 a vontade de ficar rico, de construir de-arara, carro próprio e pelos cidade. E foi AGRICULTURA toda uma vida, de alimentar sua família trilhos da Estrada de Ferro, exatamente no dia 10 DESIGNER GRÁFICO Diversificação da produção PÁG. 14 e de usufruir os prazeres e alegrias dispostas a começar, ou recome- de maio de 1988 que a Vila Pablo Miranda dessa nova cidade. Um voo rasante e çar a vida. Parauapebas foi transformada em MEIO AMBIENTE uma descoberta. No sul do Pará, os Um começo difícil, pois, além município. O Plebiscito do Sim ou Não Segurança do Meio Ambiente PÁG. 15 DIRETOR DE FOTOGRAFIA olhos aguçados dos homens percebe- das inúmeras dificuldades, o lugar marcou a história da independência SAÚDE Helder Messiahs ram um tesouro. Era aqui, sob a política. O primeiro passo em direção contava apenas com uma pequena Saúde pública: desenvolvimento constante PÁG. 17 Floresta Amazônica que estava ao desenvolvimento havia sido dado. delegacia guardada por cinco soldados. REDAÇÃO adormecida a maior reserva mineral do SUSTENTABILIDADE Em 1984, os garimpeiros promoveram No mesmo ano, foi realizada a Apa é exemplo de amazônia sustentável PÁG. 19 Assessoria de Comunicação mundo. uma revolta que deixou em pânico os primeira eleição direta para o governo RECICLAGEM Uma área onde viviam os moradores dos dois povoados. O ouro municipal. Não é difícil imaginar a REVISÃO ORTOGRÁFICA Parauapebas inicia coleta seletiva PÁG. 21 índios Xikrins e Catettés, às margens de da Serra Pelada era o motivo da briga emoção de todos que esperaram por Waldyr Silva PRESERVAÇÃO um rio de águas escuras. Uma área em com a CVRD. Na época, a empresa aquele momento. A liberdade batia à Amazônia Sustentável PÁG. 23 que a intensa diversidade da flona requereu legalmente junto ao governo porta e simbolicamente o voto PRODUÇÃO talvez tenha ofuscado a visão de federal o direito de exploração do significava muito mais que escolher CONSCIENTIZAÇÃO Leidiane Marques exploradores que, em outros tempos, subsolo de toda a área. O resultado foi quem governaria a sua nova terra, o seu Fiscalização de alimentos PÁG. 25 passaram pela região. Parauapebas a tentativa de invasão a Serra dos novo chão. O espaço público recém- COLABORADORAS ESPECIAIS INFORMÁTICA nasceu. Duas vilas e o embate constan- Carajás e a destruição da delegacia, criado representava o início da Tecnologia, crescimento e qualidade PÁG. 26 Gil Duarte e Márcia Carvalho te das classes: operários e garimpeiros; subprefeitura e da Companhia de realização dos seus sonhos. O prefeito EDUCAÇÃO donas de casas e prostitutas, fazendei- Saneamento do Pará. O impasse só foi eleito, seu novo líder, governaria As conquistas da Secretária Municipal de Educação PÁG. 27 ros e sem-terra. Água e óleo, povo, resolvido com ajuda do reforço policial. também suas novas vidas. A revista InterAÇÃO é uma publicação de cidade. São 21 anos, mais de duas Quatro anos depois, a Rio Verde e Cidade Nova - A responsabilidade da Assessoria de Comunicação décadas de história. população dos dois bairros principais, Cidade Nova foi planejada e o Rio Verde da Prefeitura Municipal de Parauapebas. É Uma história que começa Cidade Nova e Rio Verde - e também de cresceu desordenadamente. Na Cidade HOMENAGEM proibida a reprodução total ou parcial dos textos, outras áreas recém-ocupadas – Nova viviam as pessoas trazidas para Servidor Nota 10 fotos, ilustrações, por qualquer meio, sem autorização. Tiragem: 13.000 cópias PÁG. 28 Revista InterAÇÃO - Setembro/2009 PARABÉNS 02
  4. 4. trabalhar no projeto. Moravam também alguns comerciantes, fazendeiros e profissionais liberais, pessoas que tinham condições de atender as SUS: a saúde do tamanho do Brasil exigências de moradia do bairro. Pra morar na Cidade Nova os moradores Criado pela Constituição de 1988, o Sistema Único de Saúde teriam que construir suas casas com (SUS) completa 21 anos como um exemplo de programa tijolos, um luxo para a época. social destinado a diminuir a histórica desigualdade no país. No Rio Verde, ao contrário, barracos de madeira e lona se espalha- vam por toda área invadida. Para Cristhianne Cardoso controlar as rixas, o Grupo Executivo de Terras do Araguaia Tocantins (Getat), com ajuda da Polícia Federal, loteou a O Sistema Único de Saúde área. brasileiro é um dos maiores sistemas Bairro Rio Verde - 1986 Com a grande movimentação públicos de saúde do mundo. Do de pessoas que chegavam a cada dia simples atendimento ambulatorial a com suas ideias e necessidades, o no Rio Verde, observava com receio e e Maranhão, os moradores lembram programas de mérito comércio do bairro “bastardo” desdém o rápido crescimento do bairro dos tiroteios e confusões com a polícia. inquestionável, como no aumentou. O Rio Verde se transformou vizinho. Tentativas malsucedidas dos donos em caso da Aids, no tratamento em uma espécie de centro comercial de E logo o bairro de fama ruim desocuparem suas terras. O Bairro da de algumas doenças crônicas Parauapebas. Característica que se aproximou da Cidade Nova e Paz ganhou esse nome quando e transplantes de órgãos, ele mantém até hoje. temendo as invasões a CVRD resolveu finalmente seus ocupantes puderam é o único a garantir acesso integral, construir o Núcleo Urbano do Projeto ficar tranquilos em seus lotes. A universal, igualitário e completamente Um povoado irreverente, em Carajás. Foi então que a empresa invasão, em 1990, foi uma das mais gratuito para a totalidade da população. Hospital Municipal gestão. também lembrado na história do nomeou o funcionário Chico Brito para sangrentas da história da cidade. A Há 20 anos, ao estabelecer a saúde registrou o nascimento município por concentrar em 1986, distribuir os lotes para quem tivesse legalização, porém, só teve início quase como um direito do cidadão e um dever de 2.628 crianças. Já em segundo o repórter Valdir Sanches da A saúde da mulher agora tem condições de construir suas casas em 18 anos depois. do Estado, o Sus garantiu a todas as 2007, 3.446 nascidos vivos. Revista Afinal, uma quantidade atendimento descentralizado, com pré- 90 dias. Não demorou muito para que Os demais bairros foram pessoas o acesso ao atendimento Além da saúde da criança, a espantosa de prostíbulos, cerca de 220. natal em todas as unidades de saúde, os prósperos comerciantes do Rio Verde surgindo pacificamente, da noite pro médico, antes restrito aos trabalhado- Atenção Básica contempla outros Casas como Sorriso da Noite e Clube assistência ao colo do útero, planeja- se mudassem para a Cidade Nova. dia, loteados legalmente por imobiliári- res que contribuíam para a Previdência programas como saúde bucal, hanse- dos Solteiros são lembradas até hoje, mento familiar. As gestantes, que antes Antônio “Bucho”, dono de uma das as em nome de fazendeiros que temiam e a quem podia pagar. níase, hiperdia, tuberculose, tabagismo, por moradores mais antigos. eram atendidas na enfermaria, agora casas noturnas do Rio Verde, foi o a ocupação de suas terras, ou criados e Em Parauapebas, o Sus tem assistência farmacêutica e agentes contam com a maternidade Margarida Dois bairros separados por um primeiro a se mudar para a Cidade incentivados pela prefeitura em seus avançado em termos de atendimento, comunitários de saúde. Com a divulga- Alves, com acompanhamento de parto igarapé e principalmente pelo precon- Nova. Aos poucos as barreiras foram diversos mandatos. União, unidades de saúde e programas, ção do serviço, em 2008 foram e pós-parto. ceito velado que existia entre seus quebradas e Parauapebas foi tomando Maranhãozinho, Vila Rica, Altamira, proporcionando uma melhor qualidade diagnosticados 461 casos de hanseníase moradores. Segundo relato de alguns Segundo Evaldo Benevides, forma de cidade grande. Betânia, Caetanópolis, Guanabara, de vida à população. Todos têm direito e até este momento de 2009 já foram pioneiros, quem morava no Rio Verde secretário de Saúde, as obras do Mais ocupações e novos Chácaras da Lua, do Sol, das Estrelas, a tratamento humanizado e sem diagnosticados 151 casos. dizia que o governo só tinha olhos para Hospital Municipal reiniciam em neste Bairros - Aonde o homem chega se Casa Populares I e II e tantos outros, nenhuma discriminação com a política O Programa Saúde da Família a Cidade Nova e quem vivia na Cidade semestre e o objetivo é montar uma adapta. Não importa se é frio, ou se é nascidos no meio do nada, mas com nacional de humanização “Humaniza (PSF) é um dos programas propostos Nova, apesar de manter suas compras estrutura com leito de UTI, centro de quente, se o chão é rochoso, ou de tantas promessas de futuro. SUS”, que visa a sustentabilidade de pelo governo federal aos municípios hemodiálise, tomógrafo, avançar nos terra. Se for floresta, desmata, seja o E é assim, neste vale de seus princípios e diretrizes, enfatizando para implementar a atenção básica. O apoios a diagnósticos e das equipes de planalto, ou a serra. Não importa, o belezas naturais e recursos minerais, os direitos dos usuários e trabalhadores PSF é tido como uma das principais médicos especialistas, instalar o Serviço homem vem, se infiltra e transforma. Se que Parauapebas cresce. Com uma da saúde. Tudo para atender bem aos estratégias de reorganização dos de Atendimento Móvel de Urgência for preciso ele ocupa e com tempo ele média anual de 18% ao ano, a jovem pacientes que utilizam o sistema. serviços e de reorientação das práticas (SAMU), o Centro de Especialização ajusta. Tem que sobreviver. cidade absorta em seus inúmeros Ao ampliar a atuação pública profissionais neste nível de assistência, Odontológica (CEO) e implantar Núcleo A notícia do novo eldorado se desafios não dorme. Responsabilidade em ações de promoção à saúde e promoção da saúde, prevenção de de Apoio aos Programas de Saúde da espalhava e as pessoas continuavam para quem governa terra dos sonhos de atenção básica, contribuiu para a doenças e reabilitação. Em Família (NAPSF). chegando. A Cidade Nova e o Rio Verde tanta gente, cerca de 140 mil habitan- redução de doenças. A Atenção Básica Parauapebas, desde 1998, a comunida- não eram suficientes para abrigar o tes. E são apenas 21 anos. Maioridade contempla o programa saúde da de é assistida de forma individual e povo e as grandes extensões de terras – comemorada, povo bonito e guerreiro. criança, que em 2004 realizou 8.054 coletiva por uma equipe multidiscipli- muitas delas improdutivas – foram Gente de todas as partes do país e do atendimentos pediátricos e em 2007, nar. Antes eram duas equipes de ocupadas. Algumas invasões eram mundo, ajudando a construir todos os 18.156 crianças foram consultadas. assistência. Hoje são 7, com a previsão pacíficas e outras nem tanto. dias essa bela história. Neste mesmo ano, houve 2.402 coletas de mais 10 equipes este ano. Isso Bairro Rio Verde - 1986 do teste do pezinho. Em 2004, o mostra o avanço nestes cinco anos de Nos bairros Primavera, da Paz 03 PARABÉNS Revista InterAÇÃO - Setembro/2009 Revista InterAÇÃO - Setembro/2009 SAÚDE 04
  5. 5. Darci assina convênio de R$ 47,3 mi em Brasília para esgotamento sanitário Waldyr Silva Acompanhado do secretário Segundo ainda Darci Lermen, Investimentos do Pac municipal de Obras, João Eduardo as obras terão início ainda este ano, Durante a audiência, em Brasília, o Fontana, o prefeito de Parauapebas, depois dos processos de licitação e Ministério das Cidades, por meio da Proporcionar atividades artísticas e Biojóias Darci José Lermen (PT), assinou na entrada dos recursos nos cofres da Secretaria Nacional de Saneamento culturais em várias linguagens, para que Dança folclórica última quarta-feira (2), nas presenças prefeitura, e encerrarão no prazo de um Ambiental, liberou investimentos na os servidores possam mostrar seus Voz e violão dos ministros Marcio Fortes (Cidades) e ano e meio. ordem de R$ 4,5 bilhões (R$ 3 milhões talentos e aptidões Dilma Roussef (Casa Civil), convênio no para esgoto sanitário e R$ 1,5 mil para Massoterapia O prefeito pede a compreen- valor de R$ 47.315.590,84 para ser são da população que está reivindican- água) para 109 projetos de 90 municípi- Biscuit investido em esgotamento sanitário em do obras de asfalto nas ruas de seus os em 19 unidades federativas. Marketing pessoal vários bairros da cidade. respectivos bairros para que tenha um No processo de seleção Os servidores desenvolverão seus dotes Teatro mirim Dos R$ 47.315.590,84, pouco mais de paciência, pois as obras pública, iniciado em abril deste ano, oriundos do Programa de Aceleração de de asfaltamento só podem ser feitas foram priorizadas ações em estado artísticos por meio de oficinas que serão Free Style Hip-Hop Crescimento (Pac), o governo federal depois da conclusão dos serviços de avançado de planejamento, para realizadas de agosto a outubro e terão as Coral mirim promete liberar R$ 44.949.811,30 e o saneamento básico. viabilizar o mais rápido possível o início suas produções expostas por ocasião do Pintura em tecido município de Parauapebas entra com Além de Parauapebas, foram das obras. Dia do Servidor Público (28/10). Artes visuais contrapartida de R$ 2.365.779,54. beneficiados também com recursos do Foram selecionadas 48 A culminância da Maspp ocorrerá, este Contador de histórias De acordo com o prefeito, os Pac os municípios de Marabá, com R$ propostas de abastecimento de água e recursos serão investidos em constru- 33.730.000,00 para esgotamento ano, nos dias 30 e 31 de outubro, na outras 61 para esgotamento sanitário. Teatro ção de drenagem, esgoto, meio-fio e sanitário, e R$ 16.270.000,00, para Os recursos de financiamento somam Praça de Eventos. Corte e costura aplicação de asfalto nos bairros abastecimento de água; Marituba (R$ R$ 3,7 bilhões oriundos do FGTS e Altamira, Novo Horizonte, Betânia, Vila 1,2 milhão para esgotamento sanitário), Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), Juventura: Uma aventura Rica e Casas Populares I e II, além do Itaituba (R$ 15 milhões para abasteci- sendo que R$ 800 milhões se referem a na literatura bairro da Paz. mento de água) e Oriximiná (R$ 8 contrapartidas de estados, municípios e infanto-juvenil milhões para abastecimento de água). companhias de saneamento. Culinária Dança 05 INVESTIMENTO Revista InterAÇÃO - Setembro/2009
  6. 6. As conquistas da Secretaria Municipal de Educação Rosieri Morais A Secretaria Municipal de Educação (Semed) foi criada por decreto municipal em janeiro de 1989. Nesta época, a Semed funcionou em uma sala na Escola Euclides Figueiredo por aproximadamente três meses. Logo após, foi transferida para um bloco do prédio da Prefeitura Municipal. Projeto Pipa: quatro anos ajudando Dois anos depois, em 1991, a Companhia Vale do Rio Doce (CVRD), atual Vale, construiu e entregou à a construir um futuro melhor Secretaria o prédio do Centro de O Parque Integrado de Inclusão Social de Parauapebas (Pipa) vem ajudando a construir um Treinamentos e Recursos Humanos (CTRH), e a Secretaria passou a ter sua futuro melhor para as crianças e adolescentes de Parauapebas. sede nesse espaço ? e onde permanece até hoje. No início das Deicharles Damacena - Mariana Salles “Tivemos que organizar tudo. Assim é possível afirmar, que atividades, a Semed tinha sob seu Fazer lotação de professores e preparar em 21 anos de emancipação política, dois programas: Espaço Criança e Cerca de 600 crianças e O projeto ainda incentiva os comando 8.049 alunos. a escola para receber a pequena Parauapebas cresceu e se tornou um Adolescente (Eca) e o Programa de adolescentes entre sete e 15 anos em adolescentes a buscar uma profissão. Em 1998, por meio de lei demanda. A princípio, nosso compro- dos municípios em que a educação faz Erradicação do Trabalho Infantil (Peti). situação de vulnerabilidade social são Para isso, existe uma parceria entre a municipal, a Secretaria passa à misso era trabalhar de 1ª à 4ª série, diferença na qualidade de vida de seus De acordo com o secretário de atendidas diariamente pelo projeto prefeitura e o centro profissionalizante categoria de Fundação de Educação, mas acabamos atendendo os alunos de cidadãos. Isso pode ser visto por meio Assistência Social, Altamiro Borba, “o Pipa, que vem promovendo a inclusão Sophie Link, da Obra Kolping do Brasil. ganhando, consequentemente, 5ª à 8ª”, conta, acrescentando que foi dos programas da prefeitura que visam Pipa ajuda as crianças a terem um sócio educativa e contribuindo para a Quando o aluno chega aos 15 anos de autonomia gerencial e financeira e criada uma turma de Magistério, com à erradicação do analfabetismo e, futuro melhor e a prefeitura vem construção de uma vida melhor. idade, é encaminhado para se profissio- estrutura complexa como o Conselho 18 alunos, que lecionavam durante o ainda, do tratamento destinado àqueles trabalhando firme para que isso Todos os alunos do projeto nalizar e, em seguida, buscar seu Municipal de Educação, Conselho dia e estudavam à noite. que necessitam de atendimento aconteça porque essas crianças são o praticam oficinas de esporte, dança, primeiro emprego. Para isso, o aluno Curador, Conselho Fiscal, Gabinete, Na gestão de Darci Lermen, a diferenciado, que recebem acolhimento futuro de Parauapebas”. teatro, pintura, desenho, artesanato, tem que alcançar uma média acima de Diretorias Administrativa e Técnico- Semed conseguiu dois prêmios de do Núcleo de Apoio e Atendimento informática, entre muitos outros. sete no Projeto Pipa e estar estudando Pedagógica. reconhecimento nacional: Palma de Psicossocial e Pedagógico (Napp) e da Também recebem alimentação de a partir da 7ª série na escola. Ouro e Ouro em Educação. O primeiro Unidade Educacional de Atendimento A Secretaria funcionou por qualidade e acompanhamento Pipa nas escolas - Implantado foi em 2006, durante a Jornada ao Deficiente Visual Jonas Pereira de quatro anos como Fundação de nutricional. Ao todo, são servidas no mês de abril, o Pipa leva seus alunos Nacional de Educação, quando o Melo, referência em inclusão social. Educação, mas voltou, a partir de outra quatro refeições: café da manhã e para fazerem apresentações em escolas lei municipal, ao status de Secretaria, município foi contemplado com o Nesse contexto, a Secretaria almoço para a turma da manhã (de 8 às públicas e particulares do município. A em 2002, estrutura à qual permanece prêmio referente ao trabalho realizado cumpre com o papel de assegurar a 12h) e lanche e jantar para a turma da finalidade é divulgar ainda mais os até hoje, com algumas alterações. em 2005, em que conseguiu alfabetizar toda comunidade o acesso e o direito a tarde (de 12 h às 18 h). trabalhos que vêm sendo realizados. 80% dos servidores públicos. O segundo uma educação democrática e de De acordo com a professora e O projeto atrai jovens de todas Algumas escolas também visitam o – Palma de Ouro – foi em 2007, devido qualidade. advogada Irenilde Barata, a primeira as parte da cidade e, por isso, a projeto e conhecem um pouco mais do à seriedade com que tratou a educação diretora de escola pública do município, prefeitura disponibiliza três ônibus para trabalho. e aos investimentos e recursos o período letivo, em Parauapebas, teve transportar esses alunos. No Parque Integrado de aplicados nesse serviço no ano de 2006. início em 1º de março de 1984. Inclusão Social ainda funcionam mais 07 EDUCAÇÃO Revista InterAÇÃO - Setembro/2009 Revista InterAÇÃO - Setembro/2009 CIDADANIA 08
  7. 7. políticas públicas culturais e projetos de integração, fomento, valorização e acesso, entre poder público e sociedade civil organizada, as atividades, ações, bens culturais. Núcleo de Cultura em Movimento Criação de núcleos culturais nos distritos do município, com o objetivo de fomento, divulgação, capacitação e fortalecimento de artistas, grupos, entidades e comunida- de em geral, por meio de parcerias com associações, centros comunitários, entidades e ONGs que desenvolvam atividades culturais. O projeto teve início no Clube de Mães, no bairro Altamira, onde as mães participantes têm oficinas culturais como artesanato, Efervescência pintura, entre outras. A meta da secretaria é implantar novos núcleos nos bairros Da Paz, Rio Verde, cultural Liberdade, Nova Vida ainda em 2009. Ivan Oliveira Núcleo de Comunicação e Audiovisual Mariana Salles O núcleo pretende democrati- zar a produção e o acesso aos meios audiovisuais, fomentar as atividades Nesse novo tempo cultural, a criação de espaço destinado à produção Cultura é composto pelas áreas de cinematográficas e audiovisuais na Prefeitura Municipal criou a do elemento intelectual artístico. O Núcleo de Música e Literatura Pesquisa e Inventário Cultural e Museu criação de vídeos e documentários Coordenadoria de Cultura recentemen- cidadão terá acesso aos bens da cultura Histórico. Patrimônio Cultural é tudo sobre o município e região, preservan- O Núcleo é responsável pela te transformada e secretaria, que vem com a criação do espaço do artesão e a aquilo que valorizamos e queremos do e difundindo a memória audiovisual realização da Quinta Cultural (Palhinha) planejando e executando ações para o escola de artes visuais. preservar, como obras de arte, do município. Parauapebas tem uma e do Festival de Música de Parauapebas desenvolvimento das atividades celebrações, festas, música, dança, população formada por pessoas de (Fempa), além da Escola de Música de culturais de Parauapebas, promovendo saberes e fazeres, patrimônio arqueoló- diversas regiões do Brasil. Através dos Núcleo de Artes Cênica Parauapebas, que ministra oficinas de encontros e debates para o levanta- gico e natural como: rios, cachoeiras, anos, essa diversidade trouxe vários O objetivo do Núcleo de Artes música para jovens e adolescentes de mento das demandas necessárias para grutas, espaços culturais, povos tipos de manifestações culturais. Até Cênicas é mapear os artistas da região baixa renda, desenvolvendo um o fomento e o fortalecimento destas tradicionais, pessoas detentoras de um tempo atrás, construir uma cultura nas linguagens de dança e teatro, além trabalho social através da música para atividades. história e fazeres artísticos. própria não foi o foco da população, de levantar a necessidade desta formação da cidadania. fazendo com que a cidade não tivesse Com a criação de núcleos, a Atualmente, a realização do categoria para que possam ser identidade própria. Quando construir secretaria pretende aperfeiçoar suas inventário cultural do município será realizadas ações visando a fomentação Literatura uma identidade cultural se tornou um ações nas diversas áreas artísticas e nosso grande projeto para 2009. Por e a qualificação da classe. desejo de muitas pessoas, porque o ser culturais. O núcleo vem convidando meio dele conseguiremos mapear todas humano tem necessidade de cultura, São diversos projetos que escritores que possuam material as manifestações culturais e os passou-se a entender que Parauapebas estarão sendo implantados no ano de literário ou que possam escrever sobre patrimônios materiais e imateriais é um caldeirão efervescente em 2009, através de parcerias entre o a história de Parauapebas através de existentes na cidade e zona rural. potencialidades. Hoje, temos uma governo municipal, estadual e federal. romance, conto, poesia, poema e cordel cultura heterogênea que a cada dia para criação de acervo que resgate a Núcleo de Projetos Integrados e passa a criar sua própria identidade cultura e história do município. Núcleo de Artes Visuais Captação de Recursos cultural. É fortalecendo estas potenciali- O governo investe em seus Criado com objetivo de captar dades que dia-a-dia, constrói uma Núcleo de Patrimônio Histórico, recursos para investimento nas cidade com a cara do Brasil, com várias artistas promovendo o fortalecimento Cultural e Artístico atividades e ações dos núcleos faces, e uma identidade multifacetada, do segmento das artes visuais (artesão, artistas plásticos, designer) por meio da O Núcleo de Patrimônio artísticos, eventos e projetos. E, onde a expressão de um é a expressão qualificação de seus produtores, com a Artístico e Cultural da Secretaria de também, planejamento e elaboração de de todos. 09 CULTURA Revista InterAÇÃO - Setembro/2009 Revista InterAÇÃO - Setembro/2009 CULTURA 10
  8. 8. bairros divulgar a Lei Maria da Penha. “Foi comovente ver as mulheres Defensoria Pública da Mulher está Mulheres lutadoras, chorando em silêncio, ver que elas estavam sendo agredidas psicologica- chegando em Parauapebas mente. Foi uma forma de dizer a elas que participamos daquela dor e que Michelle Dangeli existe uma secretaria, uma parceria em que elas podem confiar”. mulheres invencíveis! A humanização é prioridade da Semmu, tornar-se mais próxima da A Prefeitura Municipal de Parauapebas e a Secretaria Especial de Políticas para as O governo de Parauapebas, ao longo destes últimos cinco anos, implementou comunidade. A abertura do 13º Mulheres da Presidência da uma rede de atendimento, criando e Encontro foi interessante pois as República celebraram um convênio desenvolvendo políticas de que resultará na implantação da enfrentamento à violência contra a uma grande circulação de dinheiro e damas da fraternidade com a Equipe mulheres são muito discriminadas no Defensoria Pública da Mulher, que mulher no ambiente familiar e das dessa forma poderiam ter uma renda. Olga Prestes, equipe Maria Bonita e a esporte e houve o jogo entre a seleção deverá ser inaugurada ainda este relações afetivas. Essa rede Muitas eram da Serra Pelada e do equipe Leila Diniz, escolhida pelas de futebol feminina de Parauapebas mês. corresponde ao Centro de estado de Goiás (GO), tanto que os moradoras do Rio Verde, levando esse contra a de Marabá, que estão jogando Referência, Casa da Mulher e agora Este órgão tem o objetivo nomes das boates eram homenagens às trabalho às prostitutas. O interessante desde 1991 e nunca tiveram público à Defensoria Pública. de proporcionar às mulheres do cidades goianas, como Recanto da foi homenagear naquela época Leila para prestigiá-las, além de arrecadação município acesso ao exercício de Complementando as Goiânia, boate Rio Verde, assim como o Diniz (1945-1972),” disse Maria do de alimentos para os desabrigados seus direitos de forma políticas de enfrentamento, vem a Christianne Cardoso bairro, devido à cidade Rio Verde-GO. Carmo, pois essa atriz quebrou tabus de pelas chuvas. especializada, lhes oferecendo Lei Maria da Penha, um instrumento Em 1991, a Secretaria de uma época em que a repressão “Este ano foi de reflexão e no atendimento com exclusividade e que passa a unificar em um só A cidade de Parauapebas Assistência Social surgiu como um apoio dominava o Brasil, escandalizou ao próximo, como são 20 anos de rapidez, garantindo a resolução dos processo todos e quaisquer casos exibir a sua gravidez de biquini na praia Encontro, vamos fazer um resgate problemas e agilizando os fundados na violência doméstica e surgiu em conseqüência da exploração às mulheres de diversos segmentos da e chocou o país inteiro ao falar de sua encaminhamentos. familiar contra a mulher, uma do minério de ferro da Serra dos sociedade que não tinham lazer e histórico, com mostras de teatro, vida pessoal sem nenhum tipo de O prédio da Defensoria está medida assertiva no amparo judicial Carajás, implantado pela Vale. O acabaram por se unir. “A partir daí fotografias, vídeos e um livro onde as sendo construido na estrada de dado às mulheres vitimizadas, uma objetivo da cidade era abrigar os vergonha ou constrangimento, sendo participantes vão contar histórias e acesso à ferrovia, ao lado da vez que garante a penalização do trabalhadores da Vale e suas famílias e tida como vulgar pelas mulheres da conquistas e utilizar a festa como um delegacia de Polícia Civil. agressor que, até então, por servir de ponto de apoio às pessoas que época. meio de comunicação, para informar a desconhecer políticas de proteção à chegavam para ajudar na instalação de comunidade”, disse Joelma Leite. A implantação desse orgão Leila Diniz, A Mulher de mulher, não se inibe na prática de implica em um número maior de outros empreendimentos. A construção O mais interessante Ipanema, defensora do amor livre e do mulheres atendidas em crimes cometidos contra as do núcleo urbano durou cerca de um prazer sexual é sempre lembrada como mesmas. ano e meio, provocando um grande é a conquista da símbolo da revolução feminina, que necessidades de apoio jurídico, São poucas as cidades no agilidade nos processos e fluxo de migrantes para o local. Secretaria da Mulher, rompeu conceitos e tabus por meio de integração dos serviços da rede de país que possuem uma defensoria suas ideias e atitudes. atendimento à mulher. O órgão voltada somente para atender à Paralelamente, nos anos de a primeira do Estado oferecerá tutela jurisdicional à mulher, e Parauapebas brevemente 1981 e 1982, começou a ser ocupada Algumas vezes tentaram fará parte deste número. Com o uma área do outro lado do Igarapé Ilha do Pará, com cursos acabar com o Encontro, por acharem mulher nos casos em que ela marco da criação da Secretaria da também mais comumente se vê do Coco, conhecida por Rio Verde. Em que não era uma competição saudável, pouco tempo, a população do povoado e oficinas, o Centro por falta de recursos, mas houve uma envolvida, como guarda dos filhos, Mulher, a prefeitura mostra pensão alimentícia, partilha de bens, comprometimento com o ficou maior que a do núcleo projetado de Referência, com revolução por parte das mulheres até investigação de paternidade e enfrentamento à violência doméstica pela Vale e, com o número de habitan- perceberem que elas e a comunidade e familiar, disseminando, assim, tes, cresceu também o setor comercial. atendimento jurídico, gostavam da brincadeira. Por isso, o separação consensual/litigiosa. uma cultura voltada aos direitos Maria do Carmo Oliveira, social e psicológico Encontro já entrou no calendário do humanos. coordenadora de projetos da Secretaria município e se tornou patrimônio da (...) cidade. da Mulher (Semmu), uma das pioneiras no município, acompanhou e participou “O mais interessante é a da trajetória da mulher em conquista da Secretaria da Mulher, a aconteceu o 1º Encontro da Mulher de Parauapebas, desde a sua chegada, a primeira do Estado do Pará, com cursos Parauapebas, iniciado com um café da luta por seus direitos, os momentos de e oficinas, o Centro de Referência, com manhã, que foi chamado de Domingo lazer e as conquistas. Ela relata que as atendimento jurídico, social e psicológi- Dia Doce. As mulheres resolveram fazer primeiras mulheres a chegar ao co, nós vemos que tem tudo a ver com uma gincana para se divertir, trabalhar município, acompanhadas por seus o Encontro da Mulher, com as nossas em grupos, competir, e todas aceita- maridos, começaram a abrir restauran- perspectivas e reivindicações”, disse ram. Dividiram-se em equipes por tes e, junto a isso, várias mulheres Maria do Carmo. afinidade, como a equipe composta por vieram de outras cidades para atividade A proposta do Encontro este mulheres católicas do bairro União, as de prostituição, pois sabiam que havia ano foi diferente. As equipes foram aos 11 MULHER Revista InterAÇÃO - Setembro/2009 Revista InterAÇÃO - Setembro/2009 MULHER 12
  9. 9. PARAUAPEBAS Diversificação da produção acentua P L A N E JA N D O O A M A N HÃ desenvolvimento Participe das assembleias do Plano Plurianual (PPA) agrícola O PPA é um instrumento de planejamento a Rosiere Morais médio prazo das ações do governo municipal. A participação popular contribui para o exercício O crescimento econômico da sua cidadania. Foto Ilustrativa baseado nas atividades agrícolas é essencial para melhorar as condições de vida da população. Por isso, o governo municipal de Parauapebas investe no campo para que tanto os homens que emprego no campo, por isso, o governo vivem em áreas rurais como os que tem investido forte na agricultura, vivem em áreas urbanas possam porque além de melhorar as condições usufruir dos benefícios gerados por de renda e de trabalho você vai dar uma produção agrícola de qualidade. uma melhor condição de vida a essas Hoje os cereais constituem a famílias”. maior fonte de alimentos da humanida- A mecanização permite, entre de, tanto para consumo humano outras coisas, reduzir a dificuldade na quanto para a ração animal. Para que realização dos trabalhos agrícolas que Prefeitura conclui assembleias 4- Inclusão pela comunidade de outros programas (por meio de formulário); e essa produção seja efetuada de forma ecologicamente correta, é essencial que os métodos tradicionais impunham e aumenta o rendimento do trabalho. 5- Eleição dos delegados que atuarão para discutir plano plurianual nas discussões da Loa e do PDP. a produção desse cultivo seja efetuada em áreas já abertas e, para a redução Anualmente são comercializa- dos na Feira do Produtor rural mais de SIM - Um outro serviço desenvolvido da taxa da expansão destas áreas é pela Secretaria de Waldyr Silva R$ 2 milhões em produtos agrícolas, necessário mecanizá-la. Ao todo, mais Agricultura é o Serviço de Inspeção sendo que apenas 50% da produção é O que é o PPA? de 2000 famílias foram atendidas com o Municipal (SIM), que trabalha na Com a participação importan- 24/06), Liberdade (dia 25/06), da Paz feita na feira, sendo o restante O Plano Plurianual (PPA) faz programa de mecanização agrícola da inspeção de laticínios, carne bovina e te da comunidade em todos os bairros (dia 26/06) e nas vilas Palmares I (dia negociado no comércio local, chegando parte dos instrumentos de planejamen- Secretaria Municipal de Produção Rural agora embutidos, pois já tem linguiças da cidade e zona rural do município, a 04/07) e Palmares II (dia 05/07). à cifra de R$ 7 milhões. to de um governo, seja na esfera (Sempror). no comércio local com o selo do SIM. Prefeitura de Parauapebas concluiu a Fruticultura - Outro programa série de assembleia que debateu e federal, estadual ou municipal. Tem Segundo o prefeito Darci Esse serviço garante à população o As assembleias incrementado pela Secretaria de levantou sugestões para serem visão em médio prazo do planejamento Lermen, é muito importante o governo consumo de produtos livres de Produção Rural é a produção de frutas inseridas no Plano Plurianual (PPA). As assembleias foram público, visando a solução de problema investir na agricultura familiar. “Essa é a bactérias e com o prazo de validade em no município e região que, junto com a convocadas, organizadas e gerenciadas e gerando ações para combatê-lo, atividade econômica que mais gera dia. A abertura oficial das produção de grãos, assegura sustentabi- pela Coordenadoria de Relações com a atendendo a demanda da sociedade. Além desses programas, a audiências públicas foi feita dia 20 de lidade durante todo o ano ao agricultor, Comunidade, sob a orientação do Ao final de cada assembleia, secretaria trabalha na elaboração de junho, na Vila Sanção, pelo prefeito o que possibilita em curto prazo a Gabinete do Prefeito, com a seguinte foi produzido um relatório com o projetos para captação de recursos que Darci José Lermen, que esteve acompa- industrialização da produção por metodologia: resultado final do processo. A partir vão implementar a agricultura familiar, nhado de vários secretários municipais, intermédio da Cooper. vereadores, lideranças comunitárias, 1- Levantamento de informações sobre disso, um grupo de trabalho, composto numa parceria entre Prefeitura Piscicultura - Um programa assessores e a comunidade rural. as regras de discussão do PPA, Lei por integrantes das secretarias de Municipal, Banco do Brasil e Banco da que também vem gerando expectativa Orçamentária Anual (Loa) e do Plano Planejamento e Gestão (Seplan), Amazônia. Naquela oportunidade, entre os agricultores é a piscicultura. Diretor Participativo (PDP); Fazenda (Sefaz) e Procuradoria Geral do lideranças da zona rural apresentaram Utilizando pouca mão-de-obra, a Município (PGM), elaborou um esboço na assembleia várias reivindicações 2- Exposição dos programas já discuti- criação de peixes nos açudes e represas de projeto de lei com os respectivos ligadas à saúde, agricultura, educação e dos e selecionados pelo governo, com não conflita com as demais atividades anexos orçamentários, que foi encami- transporte, para serem inseridas na oportunidade para esclarecimentos; desenvolvidas numa propriedade rural. nhado à Câmara Municipal no final de proposta orçamentária em benefício 3- Indicação pelos participantes de Pelo contrário, é um complemento agosto. aos agricultores daquela região. programas que serão prioridades (por muito proveitoso que une produção e As assembleias seguintes meio de formulário); preservação ambiental, pois torna ocorreram nos bairros Rio Verde (dia desnecessária a derrubada da floresta. 13 DEMOCRACIA Revista InterAÇÃO - Setembro/2009 Revista InterAÇÃO - Setembro/2009 AGRICULTURA 14

×