B-ON
Biblioteca do Conhecimento Online
MTA E-Business
Dr. Vasco Marques
(2010) Mariana Pinto Ferreira
História
• A idealização da b-on começou a ser pensada
no ano de 1999;
• Em 2001, o Observatório das Ciências e
Tecnologia...
História
• 2005 viu editoras como a Annual Reviews,
American Institute of Physics, Applied
Mathematics e outras entrar no ...
História
• Hoje a b-on congrega:
– 22.000 periódicos científicos internacionais;
– 18.000 ebooks;
– 19 fornecedores de con...
Objectivos
• Alguns dos objectivos desta enorme base de
dados científica online passam por:
– Garantir o acesso a artigos ...
Fontes
• Para tal, a b-on tem ao dispor das instituições
diversas fontes de conhecimento:
– Bases referenciais:
Fontes
– Periódicos científicos:
Fontes
– Bases de Texto Integral:
Fontes
– Catálogos das Bibliotecas:
Fontes
– Motores de Pesquisa:
Periódicos Científicos
• Todas estas fontes congregam alguns dos
melhores periódicos científicos do mundo.
Como referido a...
Vantagens
• O acesso a informação concreta e correcta
sobre temas científicos;
• Uma maior partilha dos mais recentes
avan...
Desvantagens
• Apenas as instituições públicas ou
universidades (e seus órgãos) têm acesso a
esta base de dados;
• Os util...
Conclusões
• A b-on veio, sem dúvida, revolucionar o
acesso a informação científica em Portugal,
tendo vindo a crescer e a...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A biblioteca do conhecimento on line - mta e-business

384 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

A biblioteca do conhecimento on line - mta e-business

  1. 1. B-ON Biblioteca do Conhecimento Online MTA E-Business Dr. Vasco Marques (2010) Mariana Pinto Ferreira
  2. 2. História • A idealização da b-on começou a ser pensada no ano de 1999; • Em 2001, o Observatório das Ciências e Tecnologias iniciou a negociação com as principais editoras; • O ano de 2004 viu a disponibilização de 2.500 publicações de seis editoras; • Em 2005, eram já mais de 16.500 as publicações de textos integrais colocadas à disposição;
  3. 3. História • 2005 viu editoras como a Annual Reviews, American Institute of Physics, Applied Mathematics e outras entrar no seu seu sistema; • Ainda em 2005, a b-on começou a subscrever duas bases de dados em texto integral. A Academic Search Premier e a Business Source Premier; • Em 2007, o serviço, antes pago pelas instituições de ensino superior, passou a ser financiado;
  4. 4. História • Hoje a b-on congrega: – 22.000 periódicos científicos internacionais; – 18.000 ebooks; – 19 fornecedores de conteúdos; • Actualmente são descarregados mais de quatro milhões de artigos por ano;
  5. 5. Objectivos • Alguns dos objectivos desta enorme base de dados científica online passam por: – Garantir o acesso a artigos científicos internacionais por parte da comunidade académica; – Estimular a comunidade para o consumo de conteúdos científicos; – Promover a gestão da informação sobre a produção científica nacional; – Estimular a cooperação entre as entidades do sistema académico e científico nacional; – ...
  6. 6. Fontes • Para tal, a b-on tem ao dispor das instituições diversas fontes de conhecimento: – Bases referenciais:
  7. 7. Fontes – Periódicos científicos:
  8. 8. Fontes – Bases de Texto Integral:
  9. 9. Fontes – Catálogos das Bibliotecas:
  10. 10. Fontes – Motores de Pesquisa:
  11. 11. Periódicos Científicos • Todas estas fontes congregam alguns dos melhores periódicos científicos do mundo. Como referido anteriormente, cerca de 22.000, que agora são quantificados por área temática: Economia e Gestão – 2462 Engenharias – 2004 Física – 727 Matemática – 702 Materiais e Metalúrgica – 413 Química – 1638 Tecnologias da Informação – 1276 Telecomunicações – 319 Agricultura – 896 Artes e Humanidades – 2922 Ciências da Informação – 228 Ciências da Sáude – 4668 Ciências da Terra – 626 Ciências da Vida – 2162 Ciências do Ambiente – 795 Ciências Sociais – 2708 Direito – 819
  12. 12. Vantagens • O acesso a informação concreta e correcta sobre temas científicos; • Uma maior partilha dos mais recentes avanços na investigação nacional e internacional; • Uma base de dados à qual a comunidade académica pode ter acesso e que facilita a aquisição de informação; • Uma forma rápida e eficaz de publicar artigos para que possam ser lidos em qualquer parte do mundo;
  13. 13. Desvantagens • Apenas as instituições públicas ou universidades (e seus órgãos) têm acesso a esta base de dados; • Os utilizadores têm de estar autenticados; • O facto de alguns dos periódicos incluídos serem pagos e como tal negarem o acesso a textos integrais; • Navegação pouco intuitiva; • Alguns temas estarem menos explorados que outros;
  14. 14. Conclusões • A b-on veio, sem dúvida, revolucionar o acesso a informação científica em Portugal, tendo vindo a crescer e a melhorar ao longo dos anos, sendo hoje uma das poucas bases de conhecimento online em Portugal; • No entanto, deveria ter mais atenção a determinadas temáticas e permitir, de uma forma mais simples, a participação de toda a comunidade académica;

×