SISTEMA DE TRATAMENTO DE
INSUMOS E ESTOCAGEM DE
MATÉRIA PRIMA
TRATAMENTO DOS EFLUENTES
Para o tratamento biológico dos efluentes temos à disposição
dois métodos diferentes:
 o tratame...
PRÉ-TRATAMENTO
O pré-tratamento é feito por meio de métodos físicos,
químicos ou biológicos, ou por uma combinação destes
TRATAMENTO BIOLÓGICO
Tratamento Aeróbio
 O processo mais utilizado é o
de lodo ativado.
Tratamento Anaeróbio
 São utiliz...
TRATAMENTO DO LODO
O manuseio e desidratação do lodo em excesso é uma das
etapas mais caras no tratamento de efluentes líq...
TRATAMENTO DA ÁGUA NUMA
CERVEJARIA
Fases principais para efetuar o tratamento de
água:
 Floculação,
 Decantação,
 Filtr...
PROCESSO DE TRATAMENTO
O tratamento da água pode ser feito para atender finalidades:
 Higiênicas
 Estéticas
 Econômicas...
ESQUEMA ILUSTRATIVO
CONSIDERAÇÕES FINAIS
 O objetivo do tratamento de efluentes consiste na remoção da
poluição presente pelo uso de processo...
CONTROLE DE ESTOQUE DENTRO DO
PCP
A parte mais delicada e mais importante do
planejamento da produção, diz respeito ao pla...
MÉTODOS DE CONTROLE DE
ESTOQUE
 POR INVENTÁRIO PERIODICO: Consiste em contar, periodicamente, os
saldos existentes. Ocasi...
AFINAL, O QUE É ESTOQUE?
“Estoque é a composição de materiais em processamento, materiais
semiacabados, materiais acabados...
VANTAGENS DE INSTALAR
ESTOQUES
 Assegurar o consumo regular de um produto em caso de a sua
produção ser irregular;
 Gera...
CUSTOS DE ESTOQUES
 Custos variáveis:
Estão relacionados com os estoques,
temos: custos de operação e
manutenção dos equi...
Em relação aos custos associados à gestão de estoques, estes
podem ser separados em três áreas principais:
 Custos de man...
CLASSIFICAÇÃO DOS ESTOQUES
 Estoque de produtos em processo
Este tipo de estoques baseia-se essencialmente em todos
os ar...
 Estoque de matéria-prima e materiais auxiliares
Nestes estoques encontramos materiais secundários, como
componentes que ...
 Estoque operacional
É um tipo de estoque destinado a evitar possíveis
interrupções na produção por defeito ou quebra de ...
 Estoque de produtos acabados
É o estoque composto pelo produto que teve seu processo
de fabricação finalizado.
Os diferentes tipos de estoque são as principais razões para o
desequilíbrio entre a taxa de fornecimento e de demanda.
 ...
CONSIDERAÇÕES FINAIS
A boa administração dos estoques é de vital importância
para a saúde financeira das empresas, uma vez...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sistema de Tratamento de insumos e estocagem de matéria-prima em cervejarias

2.686 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.686
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema de Tratamento de insumos e estocagem de matéria-prima em cervejarias

  1. 1. SISTEMA DE TRATAMENTO DE INSUMOS E ESTOCAGEM DE MATÉRIA PRIMA
  2. 2. TRATAMENTO DOS EFLUENTES Para o tratamento biológico dos efluentes temos à disposição dois métodos diferentes:  o tratamento de efluentes anaeróbio  o tratamento de efluentes aeróbio
  3. 3. PRÉ-TRATAMENTO O pré-tratamento é feito por meio de métodos físicos, químicos ou biológicos, ou por uma combinação destes
  4. 4. TRATAMENTO BIOLÓGICO Tratamento Aeróbio  O processo mais utilizado é o de lodo ativado. Tratamento Anaeróbio  São utilizadas principalmente bactérias anaeróbias
  5. 5. TRATAMENTO DO LODO O manuseio e desidratação do lodo em excesso é uma das etapas mais caras no tratamento de efluentes líquidos. Isto é particularmente verdadeiro para sistemas de tratamento aeróbios que produzem grandes quantidades de lodo. O lodo deve ser desidratado para reduzir custos com transporte e custos com energia caso ele seja seco ou incinerado
  6. 6. TRATAMENTO DA ÁGUA NUMA CERVEJARIA Fases principais para efetuar o tratamento de água:  Floculação,  Decantação,  Filtração,  Desinfecção (cloro ou dióxido de cloro)
  7. 7. PROCESSO DE TRATAMENTO O tratamento da água pode ser feito para atender finalidades:  Higiênicas  Estéticas  Econômicas/qualidade Instalações:  Revestimento resistente a álcalis e ácidos,  E as instalações hidráulicas e elétricas, resistentes a vapores de produtos químicos.
  8. 8. ESQUEMA ILUSTRATIVO
  9. 9. CONSIDERAÇÕES FINAIS  O objetivo do tratamento de efluentes consiste na remoção da poluição presente pelo uso de processos químicos (redução de Demanda Química de Oxigênio, os nutrientes, os patógenos e as substâncias tóxicas); físicos (visa a retirada do material particulado em suspensão) e biológicos (a remoção da carga orgânica solúvel presente).
  10. 10. CONTROLE DE ESTOQUE DENTRO DO PCP A parte mais delicada e mais importante do planejamento da produção, diz respeito ao planejamento e controle do estoque. É fato notório que a dificuldade de obtenção da matéria-prima no prazo necessário, na quantidade e qualidade desejadas, cria sérios problemas aos responsáveis pelo planejamento da produção.
  11. 11. MÉTODOS DE CONTROLE DE ESTOQUE  POR INVENTÁRIO PERIODICO: Consiste em contar, periodicamente, os saldos existentes. Ocasiona facilmente esquecimentos, erros de contagem e roubos.  POR INVENTÁRIO PERMANENTE: Este método é totalmente satisfatório para o acompanhamento do PCP Consiste em manter fichas nas quais se lançam as entradas e saídas, e atualiza-se o saldo dos materiais diariamente.
  12. 12. AFINAL, O QUE É ESTOQUE? “Estoque é a composição de materiais em processamento, materiais semiacabados, materiais acabados, que não são utilizados em determinado momento na empresa, mas que precisam existir em função de futuras necessidades, uma vez que a acumulação de estoques em níveis adequados é uma necessidade para o normal funcionamento do sistema produtivo.” CHIAVENATO (1991)
  13. 13. VANTAGENS DE INSTALAR ESTOQUES  Assegurar o consumo regular de um produto em caso de a sua produção ser irregular;  Geralmente, na compra de grandes quantidades beneficia-se de uma redução do preço unitário;  A existência de estoque pode-se justificar apenas pela legítima preocupação em fazer face às variações de consumo;  Para prevenção contra atrasos nas entregas, provocados por avarias durante a produção, greves laborais, problemas no transporte, etc...  Armazenamento de produtos, se a produção for superior ao consumo, em alturas de crise poderá contribuir para evitar tensões sociais.
  14. 14. CUSTOS DE ESTOQUES  Custos variáveis: Estão relacionados com os estoques, temos: custos de operação e manutenção dos equipamentos, manutenção dos estoques, materiais operacionais e instalações.  Custos fixos: Onde temos: equipamentos de armazenagem e manutenção, seguros, benefícios a funcionários e folha de pagamentos e utilização do imóvel e mobiliário.
  15. 15. Em relação aos custos associados à gestão de estoques, estes podem ser separados em três áreas principais:  Custos de manutenção de estoques;  Custos de pedido;  Custos de falta.
  16. 16. CLASSIFICAÇÃO DOS ESTOQUES  Estoque de produtos em processo Este tipo de estoques baseia-se essencialmente em todos os artigos solicitados necessários à fabricação ou montagem do produto final, que se encontram nas várias fases de produção.
  17. 17.  Estoque de matéria-prima e materiais auxiliares Nestes estoques encontramos materiais secundários, como componentes que irão integrar o produto final.
  18. 18.  Estoque operacional É um tipo de estoque destinado a evitar possíveis interrupções na produção por defeito ou quebra de algum equipamento.
  19. 19.  Estoque de produtos acabados É o estoque composto pelo produto que teve seu processo de fabricação finalizado.
  20. 20. Os diferentes tipos de estoque são as principais razões para o desequilíbrio entre a taxa de fornecimento e de demanda.  Estoque isolador: tem como objetivo compensar as incertezas inerentes a fornecimento e demanda.  Estoque de ciclo: ocorre quando um ou mais estágios na operação não podem fornecer todos os itens que produzem simultaneamente.  Estoque de antecipação: É o estoque usado para compensar diferenças de ritmo de fornecimento e demanda.
  21. 21. CONSIDERAÇÕES FINAIS A boa administração dos estoques é de vital importância para a saúde financeira das empresas, uma vez que grande parte do capital das empresas estão nos materiais envolvidos na produção, sendo comum representarem 50% de todo o seu capital. Assim reduções no montante estocado se traduzem na liberação de grande volume do capital necessário ao andamento do negócio como um todo.

×