SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Uma avalanche é um fenómeno natural que se
deve ao deslizamento de neve instável. Quando
uma massa acumulada de neve e gelo se
movimenta de forma rápida e violenta e que , na
normalidade, se desloca para um vale e que
destrói tudo que passa ao seu alcance.
Avalanches
A avalanches podem acontecer por vários motivos,
sedo alguns deles:
O clima;
A inclinação da encosta;
A direcção do declive;
A direcção do vento;
A vegetação;
A quantidade de neve.
Motivos de uma avalanche;
As avalanches podem causar:
Danos de materiais;
Perda humana;
Consequências de uma avalanche
Nota: As consequências são mais fortes quando a avalanche ocorre em zonas
habitadas.
Não praticar ski, caminhadas e snowmobile em vertentes muito
inclinadas ou zonas de avalanches.
Não construir em áreas de risco.
Se alguém ficar preso debaixo da neve, deve-se fazer um bolsão
de ar, furando a neve em torno de seu rosto, lembre-se de
manter a calma e gritar por ajuda.
Medidas de prevenção
Avalanche em Buachaille Etive Mòr em 24 de Janeiro 2009
Um caso de uma avalanche
Localização: Buachaille Etive Mòr
situa-se Glen Coe no Terras Altas
da Escócia , Reino Unido
“Um dos piores desastres nas
montanhas escocesas ao longo
de décadas”
3 Alpinistas Mortos e 1 ferido
grave.
Um caso de uma avalanche - Avalanche em
Buachaille Etive Mòr em 24 de Janeiro 2009
A avalanche foi iniciada por um alpinista que desalojou um enorme lençol
de neve, enviando-o para baixo sobre os nove outros alpinistas que foram
arrastados de 500 pés (150 m) em declive
Os helecopetros: “salvamento 137” e
“Resgate 177”.
Equipe de Resgate em Montanhas de
Glen Coe.
Nível de risco Estabilidade da massa de neve Risco de avalancha
1 - Baixo A neve é muito estável.
A ocorrência de avalanchas é muito improvável, excepto quando
grandes massas caem em encostas extremas. Avalanchas
espontâneas têm consequências menores, normalmente em
segurança.
2- Limitado
Algumas encostas têm alguma instabilidade,
enquanto que na maioria delas há estabilidade da
massa de neve.
Avalanchas podem ocorrer quando há uma forte precipitação ou
abalo mecânico em uma zona específica. Grandes avalanchas
espontâneas são muito raras.
3 - Médio
Em algumas encostas a neve pode estar
moderadamente instável.
Avalanchas podem ocorrer em algumas encostas mesmo com
leves precipitações de neve ou abalos mecânicos. Avalanchas de
tamanho médio o ligeiramente grande podem ocorrer
espontaneamente.
4 - Alto Na maioria das encostas a neve é instável.
Avalanchas devem ocorrer mesmo com pequenas precipitações
de neve ou abalos mecânicos. Em alguns lugares, avalanchas de
tamanho médio e grande são esperadas.
5 - Altíssimo A neve é em sua generalidade instável.
Até mesmo em encostas de pouca inclinação podem ocorrer
avalanchas espontâneas.
Riscos de avalanche
Tabela retira da wikipédia
Avalanches podem alcançar velocidades de 250 quilómetros por hora.
- A maioria das avalanches ocorrem entre 30 e 45 graus, numa encosta que
dá para as direcções norte, leste e nordeste.
- As montanhas, que são densamente florestadas são áreas mais seguras,
onde as avalanches acontecem a menos.
- 89% das vítimas são homens entre as idades de 20 e 29 anos, eles
geralmente são esquiadores, snowmobilers, ou alpinistas.
- Apenas alguns segundos depois de uma avalanche de neve rapidamente se
transforma em gelo, congelando duro como cimento.
Curiosidades
Imagens de avalanches
http://www.youtube.com/watch?v=B0RWLxOFGLY
Vídeo avalanches

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

RISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAISRISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
abarros
 
Os Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e NaziOs Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e Nazi
Rui Neto
 
Ondas de calor e vagas de frio joão lourenço
Ondas de calor e vagas de frio joão lourençoOndas de calor e vagas de frio joão lourenço
Ondas de calor e vagas de frio joão lourenço
8_c_clube
 
Cheias, inundações e secas prolongadas ana e adriana
Cheias, inundações e secas prolongadas ana e adrianaCheias, inundações e secas prolongadas ana e adriana
Cheias, inundações e secas prolongadas ana e adriana
8_c_clube
 
As cheias e as secas
As cheias e as secas   As cheias e as secas
As cheias e as secas
Andriy Russu
 
Vagas de calor
Vagas de calorVagas de calor
Vagas de calor
Mayjö .
 
Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticas
Michele Pó
 
Disponibilidades Hídricas
Disponibilidades HídricasDisponibilidades Hídricas
Disponibilidades Hídricas
acbaptista
 
Riscos e catástrofes naturais 2
Riscos e catástrofes naturais 2Riscos e catástrofes naturais 2
Riscos e catástrofes naturais 2
Maria João Carlos
 
Deslizamentos de terras e avalanches trabalho final
Deslizamentos de terras e avalanches   trabalho finalDeslizamentos de terras e avalanches   trabalho final
Deslizamentos de terras e avalanches trabalho final
8_c_clube
 

Mais procurados (20)

RISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAISRISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
 
As secas
As secasAs secas
As secas
 
Cheias e inundações
Cheias e inundaçõesCheias e inundações
Cheias e inundações
 
Tempestades, secas, ondas de frio e calor trabalho geografia 9ºano
Tempestades, secas, ondas de frio e calor trabalho geografia 9ºanoTempestades, secas, ondas de frio e calor trabalho geografia 9ºano
Tempestades, secas, ondas de frio e calor trabalho geografia 9ºano
 
Os Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e NaziOs Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e Nazi
 
Ondas de calor e vagas de frio joão lourenço
Ondas de calor e vagas de frio joão lourençoOndas de calor e vagas de frio joão lourenço
Ondas de calor e vagas de frio joão lourenço
 
Loucos Anos 20
Loucos Anos 20Loucos Anos 20
Loucos Anos 20
 
Cheias, inundações e secas prolongadas ana e adriana
Cheias, inundações e secas prolongadas ana e adrianaCheias, inundações e secas prolongadas ana e adriana
Cheias, inundações e secas prolongadas ana e adriana
 
As cheias e as secas
As cheias e as secas   As cheias e as secas
As cheias e as secas
 
Vagas de calor
Vagas de calorVagas de calor
Vagas de calor
 
O CLIMA - Meio Natural 9º
O CLIMA - Meio Natural 9ºO CLIMA - Meio Natural 9º
O CLIMA - Meio Natural 9º
 
Ondas De Calor
Ondas De CalorOndas De Calor
Ondas De Calor
 
Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticas
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
A rede hidrográfica
A rede hidrográficaA rede hidrográfica
A rede hidrográfica
 
Disponibilidades Hídricas
Disponibilidades HídricasDisponibilidades Hídricas
Disponibilidades Hídricas
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicas
 
Riscos e catástrofes naturais 2
Riscos e catástrofes naturais 2Riscos e catástrofes naturais 2
Riscos e catástrofes naturais 2
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Deslizamentos de terras e avalanches trabalho final
Deslizamentos de terras e avalanches   trabalho finalDeslizamentos de terras e avalanches   trabalho final
Deslizamentos de terras e avalanches trabalho final
 

Destaque

Vagas de calor e frio
Vagas de calor e frioVagas de calor e frio
Vagas de calor e frio
João Costa
 
Trabalho de geografia secas
Trabalho de geografia   secasTrabalho de geografia   secas
Trabalho de geografia secas
protecaocivil
 
CatáStrofes Naturais
CatáStrofes NaturaisCatáStrofes Naturais
CatáStrofes Naturais
rfzamith
 
Zonas De Vertente Acabado 22[1]
Zonas De Vertente   Acabado 22[1]Zonas De Vertente   Acabado 22[1]
Zonas De Vertente Acabado 22[1]
sandrarodrigues
 
Zonas de vertente 11o Geologia
Zonas de vertente 11o GeologiaZonas de vertente 11o Geologia
Zonas de vertente 11o Geologia
lauramcgomes
 
Geologia: Zonas costeiras e de vertente
Geologia: Zonas costeiras e de vertenteGeologia: Zonas costeiras e de vertente
Geologia: Zonas costeiras e de vertente
CientistasMalucas
 
Riscos e Catastrofes Naturais
Riscos e Catastrofes NaturaisRiscos e Catastrofes Naturais
Riscos e Catastrofes Naturais
marleneves
 
Trabalho de geografia adriano
Trabalho de geografia adrianoTrabalho de geografia adriano
Trabalho de geografia adriano
8_c_clube
 

Destaque (20)

Avalanche
AvalancheAvalanche
Avalanche
 
Avalanche
AvalancheAvalanche
Avalanche
 
Zonas de Vertente
Zonas de VertenteZonas de Vertente
Zonas de Vertente
 
Cheias e inundações
Cheias e inundaçõesCheias e inundações
Cheias e inundações
 
Inundações
InundaçõesInundações
Inundações
 
Presentation on natural disaster - avalanche
Presentation on natural disaster - avalanchePresentation on natural disaster - avalanche
Presentation on natural disaster - avalanche
 
Cheias
CheiasCheias
Cheias
 
Movimentos de Vertente
Movimentos de VertenteMovimentos de Vertente
Movimentos de Vertente
 
Vagas de calor e frio
Vagas de calor e frioVagas de calor e frio
Vagas de calor e frio
 
Trabalho de geografia secas
Trabalho de geografia   secasTrabalho de geografia   secas
Trabalho de geografia secas
 
CatáStrofes Naturais
CatáStrofes NaturaisCatáStrofes Naturais
CatáStrofes Naturais
 
Zonas De Vertente Acabado 22[1]
Zonas De Vertente   Acabado 22[1]Zonas De Vertente   Acabado 22[1]
Zonas De Vertente Acabado 22[1]
 
Zonas de vertente 11o Geologia
Zonas de vertente 11o GeologiaZonas de vertente 11o Geologia
Zonas de vertente 11o Geologia
 
Geologia: Zonas costeiras e de vertente
Geologia: Zonas costeiras e de vertenteGeologia: Zonas costeiras e de vertente
Geologia: Zonas costeiras e de vertente
 
Ambiente e sociedade(trabalho de geografia 9ºano)
Ambiente e sociedade(trabalho de geografia 9ºano)Ambiente e sociedade(trabalho de geografia 9ºano)
Ambiente e sociedade(trabalho de geografia 9ºano)
 
Riscos e Catástrofes
Riscos e CatástrofesRiscos e Catástrofes
Riscos e Catástrofes
 
Plano geo 9º ano 2015 2016
Plano geo 9º ano 2015 2016Plano geo 9º ano 2015 2016
Plano geo 9º ano 2015 2016
 
Riscos e Catastrofes Naturais
Riscos e Catastrofes NaturaisRiscos e Catastrofes Naturais
Riscos e Catastrofes Naturais
 
Áreas de risco condicionantes geomorfológicos - 26/06/2012
Áreas de risco condicionantes geomorfológicos - 26/06/2012Áreas de risco condicionantes geomorfológicos - 26/06/2012
Áreas de risco condicionantes geomorfológicos - 26/06/2012
 
Trabalho de geografia adriano
Trabalho de geografia adrianoTrabalho de geografia adriano
Trabalho de geografia adriano
 

Mais de Mariana Monteiro

Português – 9ºano gramática
Português – 9ºano   gramáticaPortuguês – 9ºano   gramática
Português – 9ºano gramática
Mariana Monteiro
 
O dia em que um sorriso mudou-me o dia
O dia em que um sorriso mudou-me o diaO dia em que um sorriso mudou-me o dia
O dia em que um sorriso mudou-me o dia
Mariana Monteiro
 
Carta de um soldado da 1ºguerra mundial
Carta de um soldado da 1ºguerra mundialCarta de um soldado da 1ºguerra mundial
Carta de um soldado da 1ºguerra mundial
Mariana Monteiro
 
A vida quotidiana na 2º metade do sec xix
A vida quotidiana na 2º metade do sec xixA vida quotidiana na 2º metade do sec xix
A vida quotidiana na 2º metade do sec xix
Mariana Monteiro
 
Arco da cerca do mosteiro de s. martinho de m ire de tibães
Arco da cerca do mosteiro de s. martinho de m ire de tibãesArco da cerca do mosteiro de s. martinho de m ire de tibães
Arco da cerca do mosteiro de s. martinho de m ire de tibães
Mariana Monteiro
 
Carta do cavaleiro da dinamarca
Carta do cavaleiro da dinamarcaCarta do cavaleiro da dinamarca
Carta do cavaleiro da dinamarca
Mariana Monteiro
 

Mais de Mariana Monteiro (20)

Português 11º gramática
Português 11º gramáticaPortuguês 11º gramática
Português 11º gramática
 
A paz mundial e o diálogo inter religioso
A paz mundial e o diálogo inter religiosoA paz mundial e o diálogo inter religioso
A paz mundial e o diálogo inter religioso
 
Relatório de leitura - a lua de joana
Relatório de leitura - a lua de joanaRelatório de leitura - a lua de joana
Relatório de leitura - a lua de joana
 
English 10º
English 10ºEnglish 10º
English 10º
 
Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)
Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)
Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)
 
Obra impossível
Obra impossívelObra impossível
Obra impossível
 
Pequena maldosa
Pequena maldosaPequena maldosa
Pequena maldosa
 
Vencedor do mar
Vencedor do marVencedor do mar
Vencedor do mar
 
Alma cega e apaixonada
Alma cega e apaixonadaAlma cega e apaixonada
Alma cega e apaixonada
 
Português – 9ºano gramática
Português – 9ºano   gramáticaPortuguês – 9ºano   gramática
Português – 9ºano gramática
 
9ºano gramática – português
9ºano gramática – português9ºano gramática – português
9ºano gramática – português
 
In(diferença) social
In(diferença) socialIn(diferença) social
In(diferença) social
 
O dia em que um sorriso mudou-me o dia
O dia em que um sorriso mudou-me o diaO dia em que um sorriso mudou-me o dia
O dia em que um sorriso mudou-me o dia
 
Carta de um soldado da 1ºguerra mundial
Carta de um soldado da 1ºguerra mundialCarta de um soldado da 1ºguerra mundial
Carta de um soldado da 1ºguerra mundial
 
áGua
áGuaáGua
áGua
 
A vida quotidiana na 2º metade do sec xix
A vida quotidiana na 2º metade do sec xixA vida quotidiana na 2º metade do sec xix
A vida quotidiana na 2º metade do sec xix
 
Arco da cerca do mosteiro de s. martinho de m ire de tibães
Arco da cerca do mosteiro de s. martinho de m ire de tibãesArco da cerca do mosteiro de s. martinho de m ire de tibães
Arco da cerca do mosteiro de s. martinho de m ire de tibães
 
Sms envenenado
Sms envenenadoSms envenenado
Sms envenenado
 
Carta do cavaleiro da dinamarca
Carta do cavaleiro da dinamarcaCarta do cavaleiro da dinamarca
Carta do cavaleiro da dinamarca
 
2 da minha janela...
2 da minha janela...2 da minha janela...
2 da minha janela...
 

Catástrofes naturais avalanches

  • 1.
  • 2. Uma avalanche é um fenómeno natural que se deve ao deslizamento de neve instável. Quando uma massa acumulada de neve e gelo se movimenta de forma rápida e violenta e que , na normalidade, se desloca para um vale e que destrói tudo que passa ao seu alcance. Avalanches
  • 3. A avalanches podem acontecer por vários motivos, sedo alguns deles: O clima; A inclinação da encosta; A direcção do declive; A direcção do vento; A vegetação; A quantidade de neve. Motivos de uma avalanche;
  • 4. As avalanches podem causar: Danos de materiais; Perda humana; Consequências de uma avalanche Nota: As consequências são mais fortes quando a avalanche ocorre em zonas habitadas.
  • 5. Não praticar ski, caminhadas e snowmobile em vertentes muito inclinadas ou zonas de avalanches. Não construir em áreas de risco. Se alguém ficar preso debaixo da neve, deve-se fazer um bolsão de ar, furando a neve em torno de seu rosto, lembre-se de manter a calma e gritar por ajuda. Medidas de prevenção
  • 6. Avalanche em Buachaille Etive Mòr em 24 de Janeiro 2009 Um caso de uma avalanche Localização: Buachaille Etive Mòr situa-se Glen Coe no Terras Altas da Escócia , Reino Unido “Um dos piores desastres nas montanhas escocesas ao longo de décadas” 3 Alpinistas Mortos e 1 ferido grave.
  • 7. Um caso de uma avalanche - Avalanche em Buachaille Etive Mòr em 24 de Janeiro 2009 A avalanche foi iniciada por um alpinista que desalojou um enorme lençol de neve, enviando-o para baixo sobre os nove outros alpinistas que foram arrastados de 500 pés (150 m) em declive Os helecopetros: “salvamento 137” e “Resgate 177”. Equipe de Resgate em Montanhas de Glen Coe.
  • 8. Nível de risco Estabilidade da massa de neve Risco de avalancha 1 - Baixo A neve é muito estável. A ocorrência de avalanchas é muito improvável, excepto quando grandes massas caem em encostas extremas. Avalanchas espontâneas têm consequências menores, normalmente em segurança. 2- Limitado Algumas encostas têm alguma instabilidade, enquanto que na maioria delas há estabilidade da massa de neve. Avalanchas podem ocorrer quando há uma forte precipitação ou abalo mecânico em uma zona específica. Grandes avalanchas espontâneas são muito raras. 3 - Médio Em algumas encostas a neve pode estar moderadamente instável. Avalanchas podem ocorrer em algumas encostas mesmo com leves precipitações de neve ou abalos mecânicos. Avalanchas de tamanho médio o ligeiramente grande podem ocorrer espontaneamente. 4 - Alto Na maioria das encostas a neve é instável. Avalanchas devem ocorrer mesmo com pequenas precipitações de neve ou abalos mecânicos. Em alguns lugares, avalanchas de tamanho médio e grande são esperadas. 5 - Altíssimo A neve é em sua generalidade instável. Até mesmo em encostas de pouca inclinação podem ocorrer avalanchas espontâneas. Riscos de avalanche Tabela retira da wikipédia
  • 9. Avalanches podem alcançar velocidades de 250 quilómetros por hora. - A maioria das avalanches ocorrem entre 30 e 45 graus, numa encosta que dá para as direcções norte, leste e nordeste. - As montanhas, que são densamente florestadas são áreas mais seguras, onde as avalanches acontecem a menos. - 89% das vítimas são homens entre as idades de 20 e 29 anos, eles geralmente são esquiadores, snowmobilers, ou alpinistas. - Apenas alguns segundos depois de uma avalanche de neve rapidamente se transforma em gelo, congelando duro como cimento. Curiosidades