SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Curso de Tradutor Intérprete de LIBRAS
                                                           Linguística Geral
                                                      Prof.ª Mariana Correia
                                              Parte 2 – Teorias Linguísticas
                            Chomsky x Vygotsky

                                                        Adair Vieira Gonçalves

      No curto espaço desse artigo, vou tentar diferenciar a corrente inatista,
defendida por Chomsky, linguista americano, e a corrente sócio-interacionista,
defendida por Vygotsky. Para o primeiro, o ser humano é biologicamente
programado e, portanto, as capacidades básicas (pensar) são inatas,
consequentemente, seu desempenho também o é. Vygotsky defende a ideia da
aprendizagem baseada na interação do homem com o meio sociocultural.
Chomsky argumenta em favor das capacidades prontas/potencialmente
determinadas que se manifestariam apenas no amadurecimento.

       Vygotsky, por sua vez, afirma que o conhecimento se constrói
socialmente, na relação com os outros. O homem constitui-se por meio das
interações sociais com o meio (mundo físico e social, incluindo dimensões
interpessoais e culturais) mediados pela linguagem. O aluno amadurece
porque conhece.

      Para o americano, o desenvolvimento humano é pré-requisito para o
aprendizado. De modo contrário, o psicólogo russo acredita que a
aprendizagem acelera o desenvolvimento. Os processos de desenvolvimento
são impulsionados pelo aprendizado.

       E as implicações na sala de aula para as duas concepções de ensino?
Para a primeira, a educação pouco altera aquelas determinações que são
inatas. Para a segunda, as atividades educacionais é que possibilitam o acesso
ao conhecimento formal/científico/institucional.

       Chomsky afirma que os processos de ensino só se realizam quando o
indivíduo estiver pronto para aprender. O sucesso/fracasso, portanto,
dependem do talento/aptidão/dom/ maturidade.

      O russo chega à conclusão que, ao interagir com o conhecimento, o
aluno transforma-se, constrói sentidos. As interações sociais, na escola,
tornam-se vitais no diálogo, na cooperação e troca de informações mútuas, no
confronto de pontos de vista discordantes. O sucesso está em partir do que o
estudante traz e ampliar novos conhecimentos.

       Para Vygotsky, as características humanas não são resultado da
pressão do meio externo, tampouco são inatas. Há, para ele, uma interação do
homem com seu meio sociocultural que deve se basear na interação verbal, no
diálogo com o adulto e, nesse sentido, o desenvolvimento da linguagem e do
pensamento tem origens sociais, externas, nas trocas comunicativas entre os
dois interlocutores.

       Todo conhecimento se constrói socialmente, pela aprendizagem nas
relações. O que queremos com tal discussão? Apenas o de constatar que,
quando o docente trabalha determinadas atividades, exercícios e a forma como
ele vê a avaliação, acaba revelando mais do que acredita: revela como entende
o processo de ensino/aprendizagem e, enfim, como entende o ser humano.

Disponível em:
http://www.folhadaregiao.com.br/Materia.php?id=111734Acessado em:
07/10/2012

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Vygotsky pensamento e linguagem
Vygotsky   pensamento e linguagemVygotsky   pensamento e linguagem
Vygotsky pensamento e linguagemClaudio Santos
 
Vygotsky e a teoria sociohistórica
Vygotsky e a teoria sociohistóricaVygotsky e a teoria sociohistórica
Vygotsky e a teoria sociohistóricaThiago de Almeida
 
Apresentação jean piaget
Apresentação jean piagetApresentação jean piaget
Apresentação jean piagetpibidsociais
 
Psicologia da Educação
Psicologia da Educação Psicologia da Educação
Psicologia da Educação Carlos Caldas
 
Multidiciplinariedade, Interdisciplinaridade E Transdisciplinaridade
Multidiciplinariedade, Interdisciplinaridade E TransdisciplinaridadeMultidiciplinariedade, Interdisciplinaridade E Transdisciplinaridade
Multidiciplinariedade, Interdisciplinaridade E Transdisciplinaridadesilsiane
 
Abordagem Humanista
Abordagem HumanistaAbordagem Humanista
Abordagem HumanistaInes Santos
 
Aprendizagem significativa (Por Carl Rogers)
Aprendizagem significativa (Por Carl Rogers)Aprendizagem significativa (Por Carl Rogers)
Aprendizagem significativa (Por Carl Rogers)Elyabe Rosário
 
O Behaviorismo - Corrente teórica da psicologia [Pavlov & Watson]
O Behaviorismo - Corrente teórica da psicologia [Pavlov & Watson]O Behaviorismo - Corrente teórica da psicologia [Pavlov & Watson]
O Behaviorismo - Corrente teórica da psicologia [Pavlov & Watson]Universidade Federal de Roraima
 
Metodos de Pesquisa em Psicologia
Metodos de Pesquisa em PsicologiaMetodos de Pesquisa em Psicologia
Metodos de Pesquisa em PsicologiaHilma Khoury
 
Educação bancária e educação freireana
Educação bancária e educação freireanaEducação bancária e educação freireana
Educação bancária e educação freireanaEnaireSousa
 
Ss educação conceitos - conceito de educação, sucesso escolar e sistema edu...
Ss educação   conceitos - conceito de educação, sucesso escolar e sistema edu...Ss educação   conceitos - conceito de educação, sucesso escolar e sistema edu...
Ss educação conceitos - conceito de educação, sucesso escolar e sistema edu...Universidade de Coimbra
 
Introdução à psicologia da saúde
Introdução à psicologia da saúdeIntrodução à psicologia da saúde
Introdução à psicologia da saúdeMaria Clara Teixeira
 
John Bowlby e a Teoria do Apego
John Bowlby e a Teoria do ApegoJohn Bowlby e a Teoria do Apego
John Bowlby e a Teoria do ApegoThiago de Almeida
 
Psicologia social exclusao social
Psicologia social exclusao socialPsicologia social exclusao social
Psicologia social exclusao socialDaniele Rubim
 

Mais procurados (20)

Vygotsky pensamento e linguagem
Vygotsky   pensamento e linguagemVygotsky   pensamento e linguagem
Vygotsky pensamento e linguagem
 
Vygotsky e a teoria sociohistórica
Vygotsky e a teoria sociohistóricaVygotsky e a teoria sociohistórica
Vygotsky e a teoria sociohistórica
 
Apresentação jean piaget
Apresentação jean piagetApresentação jean piaget
Apresentação jean piaget
 
Psicologia da Educação
Psicologia da Educação Psicologia da Educação
Psicologia da Educação
 
Multidiciplinariedade, Interdisciplinaridade E Transdisciplinaridade
Multidiciplinariedade, Interdisciplinaridade E TransdisciplinaridadeMultidiciplinariedade, Interdisciplinaridade E Transdisciplinaridade
Multidiciplinariedade, Interdisciplinaridade E Transdisciplinaridade
 
Vygotsky
VygotskyVygotsky
Vygotsky
 
Abordagem Humanista
Abordagem HumanistaAbordagem Humanista
Abordagem Humanista
 
Aprendizagem significativa (Por Carl Rogers)
Aprendizagem significativa (Por Carl Rogers)Aprendizagem significativa (Por Carl Rogers)
Aprendizagem significativa (Por Carl Rogers)
 
O Behaviorismo - Corrente teórica da psicologia [Pavlov & Watson]
O Behaviorismo - Corrente teórica da psicologia [Pavlov & Watson]O Behaviorismo - Corrente teórica da psicologia [Pavlov & Watson]
O Behaviorismo - Corrente teórica da psicologia [Pavlov & Watson]
 
A Psicologia da Aprendizagem
A Psicologia da AprendizagemA Psicologia da Aprendizagem
A Psicologia da Aprendizagem
 
Metodos de Pesquisa em Psicologia
Metodos de Pesquisa em PsicologiaMetodos de Pesquisa em Psicologia
Metodos de Pesquisa em Psicologia
 
Slide apresentação carl rogers
Slide apresentação carl rogersSlide apresentação carl rogers
Slide apresentação carl rogers
 
Educação bancária e educação freireana
Educação bancária e educação freireanaEducação bancária e educação freireana
Educação bancária e educação freireana
 
Psicologia humanista
Psicologia humanistaPsicologia humanista
Psicologia humanista
 
Ss educação conceitos - conceito de educação, sucesso escolar e sistema edu...
Ss educação   conceitos - conceito de educação, sucesso escolar e sistema edu...Ss educação   conceitos - conceito de educação, sucesso escolar e sistema edu...
Ss educação conceitos - conceito de educação, sucesso escolar e sistema edu...
 
Pedagogia Diretiva
Pedagogia DiretivaPedagogia Diretiva
Pedagogia Diretiva
 
Introdução à psicologia da saúde
Introdução à psicologia da saúdeIntrodução à psicologia da saúde
Introdução à psicologia da saúde
 
John Bowlby e a Teoria do Apego
John Bowlby e a Teoria do ApegoJohn Bowlby e a Teoria do Apego
John Bowlby e a Teoria do Apego
 
Psicologia social exclusao social
Psicologia social exclusao socialPsicologia social exclusao social
Psicologia social exclusao social
 
Entrevista clinica em Neuro-psicologica
Entrevista clinica em Neuro-psicologicaEntrevista clinica em Neuro-psicologica
Entrevista clinica em Neuro-psicologica
 

Semelhante a Teorias linguísticas de Chomsky e Vygotsky

Aquisicao da-linguagem-oral-e-escrita
Aquisicao da-linguagem-oral-e-escritaAquisicao da-linguagem-oral-e-escrita
Aquisicao da-linguagem-oral-e-escritaDarlyane Barros
 
Linguagem e-aprendizagem-significativa-marco-antonio-moreira
Linguagem e-aprendizagem-significativa-marco-antonio-moreiraLinguagem e-aprendizagem-significativa-marco-antonio-moreira
Linguagem e-aprendizagem-significativa-marco-antonio-moreiraPROIDDBahiana
 
As teorias linguísticas e de aprendizagem
As teorias linguísticas e de aprendizagemAs teorias linguísticas e de aprendizagem
As teorias linguísticas e de aprendizagemJohnJeffersonAlves1
 
Sujeito, linguagem e aprendizagem (1)
Sujeito, linguagem e aprendizagem (1)Sujeito, linguagem e aprendizagem (1)
Sujeito, linguagem e aprendizagem (1)bbetocosta77
 
UMA CONSCIÊNCIA SÓCIO-HISTÓRICA CONSTITUÍDA PELA LINGUAGEM
UMA CONSCIÊNCIA SÓCIO-HISTÓRICA CONSTITUÍDA PELA LINGUAGEMUMA CONSCIÊNCIA SÓCIO-HISTÓRICA CONSTITUÍDA PELA LINGUAGEM
UMA CONSCIÊNCIA SÓCIO-HISTÓRICA CONSTITUÍDA PELA LINGUAGEMFatima Andreia Tamanini
 
Negociação de significados marco antonio
Negociação de significados marco antonioNegociação de significados marco antonio
Negociação de significados marco antonioFabiano Antunes
 
Gêneros do discurso o que os pcns dizem e o que a prática escolar revela
Gêneros do discurso o que os pcns dizem e o que a prática escolar revelaGêneros do discurso o que os pcns dizem e o que a prática escolar revela
Gêneros do discurso o que os pcns dizem e o que a prática escolar revelaFrancimeire Cesario
 
TCC AS CONCEPÇÕES DE LÍNGUAGEM: Diagnóstico para proposta de intervenção no c...
TCC AS CONCEPÇÕES DE LÍNGUAGEM: Diagnóstico para proposta de intervenção no c...TCC AS CONCEPÇÕES DE LÍNGUAGEM: Diagnóstico para proposta de intervenção no c...
TCC AS CONCEPÇÕES DE LÍNGUAGEM: Diagnóstico para proposta de intervenção no c...Joyce Nascimento
 
Uma teoria social do desenvolvimento e da aprendizagem
Uma teoria social do desenvolvimento e da aprendizagemUma teoria social do desenvolvimento e da aprendizagem
Uma teoria social do desenvolvimento e da aprendizagemVygotsky2011
 
Teoriasocialdodesenvolvimentoedaaprendizagem
TeoriasocialdodesenvolvimentoedaaprendizagemTeoriasocialdodesenvolvimentoedaaprendizagem
TeoriasocialdodesenvolvimentoedaaprendizagemPatrícia Lílian
 
Influência do trato da língua e da linguagem - Aula 02.pptx
Influência do trato da língua e da linguagem - Aula 02.pptxInfluência do trato da língua e da linguagem - Aula 02.pptx
Influência do trato da língua e da linguagem - Aula 02.pptxAnnyGabrielly25
 
Afetividade e aprendizagem a relação professor aluno
Afetividade e aprendizagem a relação professor alunoAfetividade e aprendizagem a relação professor aluno
Afetividade e aprendizagem a relação professor alunoGeisa Gomes
 
Parte 2 a lingua_para_chomsky, Ivani Viotti
Parte 2 a lingua_para_chomsky, Ivani ViottiParte 2 a lingua_para_chomsky, Ivani Viotti
Parte 2 a lingua_para_chomsky, Ivani ViottiMariana Correia
 
Interdisciplinaridade e Educaçao - Unijuí
Interdisciplinaridade e Educaçao - UnijuíInterdisciplinaridade e Educaçao - Unijuí
Interdisciplinaridade e Educaçao - UnijuíJenerton
 
A teoria historico cultural de vygotsky
A teoria historico cultural de vygotskyA teoria historico cultural de vygotsky
A teoria historico cultural de vygotskyDaniella Bezerra
 

Semelhante a Teorias linguísticas de Chomsky e Vygotsky (20)

Aquisicao da-linguagem-oral-e-escrita
Aquisicao da-linguagem-oral-e-escritaAquisicao da-linguagem-oral-e-escrita
Aquisicao da-linguagem-oral-e-escrita
 
Linguagem e-aprendizagem-significativa-marco-antonio-moreira
Linguagem e-aprendizagem-significativa-marco-antonio-moreiraLinguagem e-aprendizagem-significativa-marco-antonio-moreira
Linguagem e-aprendizagem-significativa-marco-antonio-moreira
 
As teorias linguísticas e de aprendizagem
As teorias linguísticas e de aprendizagemAs teorias linguísticas e de aprendizagem
As teorias linguísticas e de aprendizagem
 
Sujeito, linguagem e aprendizagem (1)
Sujeito, linguagem e aprendizagem (1)Sujeito, linguagem e aprendizagem (1)
Sujeito, linguagem e aprendizagem (1)
 
UMA CONSCIÊNCIA SÓCIO-HISTÓRICA CONSTITUÍDA PELA LINGUAGEM
UMA CONSCIÊNCIA SÓCIO-HISTÓRICA CONSTITUÍDA PELA LINGUAGEMUMA CONSCIÊNCIA SÓCIO-HISTÓRICA CONSTITUÍDA PELA LINGUAGEM
UMA CONSCIÊNCIA SÓCIO-HISTÓRICA CONSTITUÍDA PELA LINGUAGEM
 
Negociação de significados marco antonio
Negociação de significados marco antonioNegociação de significados marco antonio
Negociação de significados marco antonio
 
A alfabetização
A alfabetização A alfabetização
A alfabetização
 
Gêneros do discurso o que os pcns dizem e o que a prática escolar revela
Gêneros do discurso o que os pcns dizem e o que a prática escolar revelaGêneros do discurso o que os pcns dizem e o que a prática escolar revela
Gêneros do discurso o que os pcns dizem e o que a prática escolar revela
 
TCC AS CONCEPÇÕES DE LÍNGUAGEM: Diagnóstico para proposta de intervenção no c...
TCC AS CONCEPÇÕES DE LÍNGUAGEM: Diagnóstico para proposta de intervenção no c...TCC AS CONCEPÇÕES DE LÍNGUAGEM: Diagnóstico para proposta de intervenção no c...
TCC AS CONCEPÇÕES DE LÍNGUAGEM: Diagnóstico para proposta de intervenção no c...
 
Uma teoria social do desenvolvimento e da aprendizagem
Uma teoria social do desenvolvimento e da aprendizagemUma teoria social do desenvolvimento e da aprendizagem
Uma teoria social do desenvolvimento e da aprendizagem
 
Teoria De Vygotyski
Teoria De VygotyskiTeoria De Vygotyski
Teoria De Vygotyski
 
Slides
SlidesSlides
Slides
 
Slides
SlidesSlides
Slides
 
Teoriasocialdodesenvolvimentoedaaprendizagem
TeoriasocialdodesenvolvimentoedaaprendizagemTeoriasocialdodesenvolvimentoedaaprendizagem
Teoriasocialdodesenvolvimentoedaaprendizagem
 
SLIDE_Didática_AD1.pptx
SLIDE_Didática_AD1.pptxSLIDE_Didática_AD1.pptx
SLIDE_Didática_AD1.pptx
 
Influência do trato da língua e da linguagem - Aula 02.pptx
Influência do trato da língua e da linguagem - Aula 02.pptxInfluência do trato da língua e da linguagem - Aula 02.pptx
Influência do trato da língua e da linguagem - Aula 02.pptx
 
Afetividade e aprendizagem a relação professor aluno
Afetividade e aprendizagem a relação professor alunoAfetividade e aprendizagem a relação professor aluno
Afetividade e aprendizagem a relação professor aluno
 
Parte 2 a lingua_para_chomsky, Ivani Viotti
Parte 2 a lingua_para_chomsky, Ivani ViottiParte 2 a lingua_para_chomsky, Ivani Viotti
Parte 2 a lingua_para_chomsky, Ivani Viotti
 
Interdisciplinaridade e Educaçao - Unijuí
Interdisciplinaridade e Educaçao - UnijuíInterdisciplinaridade e Educaçao - Unijuí
Interdisciplinaridade e Educaçao - Unijuí
 
A teoria historico cultural de vygotsky
A teoria historico cultural de vygotskyA teoria historico cultural de vygotsky
A teoria historico cultural de vygotsky
 

Mais de Mariana Correia

Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...Mariana Correia
 
Reportagem: "A leitura na era digital"
Reportagem: "A leitura na era digital"Reportagem: "A leitura na era digital"
Reportagem: "A leitura na era digital"Mariana Correia
 
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa   ransom riggsO orfanato da srta peregrine pa   ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggsMariana Correia
 
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)Mariana Correia
 
Questionário dados gerados
Questionário   dados geradosQuestionário   dados gerados
Questionário dados geradosMariana Correia
 
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"Mariana Correia
 
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)Mariana Correia
 
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende BrasilEntrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende BrasilMariana Correia
 
Fallen i fallen (lauren kate)
Fallen i   fallen (lauren kate)Fallen i   fallen (lauren kate)
Fallen i fallen (lauren kate)Mariana Correia
 
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txtSérie Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txtMariana Correia
 
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mataHamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mataMariana Correia
 
Paradigma de avaliação de textos
Paradigma de avaliação de textosParadigma de avaliação de textos
Paradigma de avaliação de textosMariana Correia
 
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentosFormação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentosMariana Correia
 
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradoresMariana Correia
 
Formação 3 - Escola Teresa Francescuti
Formação 3 - Escola Teresa FrancescutiFormação 3 - Escola Teresa Francescuti
Formação 3 - Escola Teresa FrancescutiMariana Correia
 
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinarFormação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinarMariana Correia
 

Mais de Mariana Correia (20)

Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
Bruxos, vampiros, divergentes e zumbis a formação do leitor literário na esco...
 
Reportagem: "A leitura na era digital"
Reportagem: "A leitura na era digital"Reportagem: "A leitura na era digital"
Reportagem: "A leitura na era digital"
 
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa   ransom riggsO orfanato da srta peregrine pa   ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggs
 
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
Lajolo. a moçada está lendo (e gostando de ler)
 
Questionário dados gerados
Questionário   dados geradosQuestionário   dados gerados
Questionário dados gerados
 
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
Testes de compreensão textual: "Le petit prince"
 
Questionário
QuestionárioQuestionário
Questionário
 
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
Geraldi. portos de passagem (prefácio e introdução)
 
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende BrasilEntrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
Entrevista com José Pacheco, Revista Aprende Brasil
 
Fallen i fallen (lauren kate)
Fallen i   fallen (lauren kate)Fallen i   fallen (lauren kate)
Fallen i fallen (lauren kate)
 
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txtSérie Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
Série Fallen 1- Fallen, Lauren Kate txt
 
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mataHamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
Hamilton werneck -_se_a_boa_escola_e_a_que_reprova,_o_bom_hospital_e_o_que_mata
 
Satisfaction
SatisfactionSatisfaction
Satisfaction
 
Formação 5
Formação 5Formação 5
Formação 5
 
Paradigma de avaliação de textos
Paradigma de avaliação de textosParadigma de avaliação de textos
Paradigma de avaliação de textos
 
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentosFormação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
Formação 4 - Avaliação e construção de instrumentos
 
20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb
 
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
0.667326001366389749 paulo freire_e_os_temas_geradores
 
Formação 3 - Escola Teresa Francescuti
Formação 3 - Escola Teresa FrancescutiFormação 3 - Escola Teresa Francescuti
Formação 3 - Escola Teresa Francescuti
 
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinarFormação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
Formação Escola Tereza Francescutti - Níveis de Interação disicplinar
 

Teorias linguísticas de Chomsky e Vygotsky

  • 1. Curso de Tradutor Intérprete de LIBRAS Linguística Geral Prof.ª Mariana Correia Parte 2 – Teorias Linguísticas Chomsky x Vygotsky Adair Vieira Gonçalves No curto espaço desse artigo, vou tentar diferenciar a corrente inatista, defendida por Chomsky, linguista americano, e a corrente sócio-interacionista, defendida por Vygotsky. Para o primeiro, o ser humano é biologicamente programado e, portanto, as capacidades básicas (pensar) são inatas, consequentemente, seu desempenho também o é. Vygotsky defende a ideia da aprendizagem baseada na interação do homem com o meio sociocultural. Chomsky argumenta em favor das capacidades prontas/potencialmente determinadas que se manifestariam apenas no amadurecimento. Vygotsky, por sua vez, afirma que o conhecimento se constrói socialmente, na relação com os outros. O homem constitui-se por meio das interações sociais com o meio (mundo físico e social, incluindo dimensões interpessoais e culturais) mediados pela linguagem. O aluno amadurece porque conhece. Para o americano, o desenvolvimento humano é pré-requisito para o aprendizado. De modo contrário, o psicólogo russo acredita que a aprendizagem acelera o desenvolvimento. Os processos de desenvolvimento são impulsionados pelo aprendizado. E as implicações na sala de aula para as duas concepções de ensino? Para a primeira, a educação pouco altera aquelas determinações que são inatas. Para a segunda, as atividades educacionais é que possibilitam o acesso ao conhecimento formal/científico/institucional. Chomsky afirma que os processos de ensino só se realizam quando o indivíduo estiver pronto para aprender. O sucesso/fracasso, portanto, dependem do talento/aptidão/dom/ maturidade. O russo chega à conclusão que, ao interagir com o conhecimento, o aluno transforma-se, constrói sentidos. As interações sociais, na escola, tornam-se vitais no diálogo, na cooperação e troca de informações mútuas, no confronto de pontos de vista discordantes. O sucesso está em partir do que o estudante traz e ampliar novos conhecimentos. Para Vygotsky, as características humanas não são resultado da pressão do meio externo, tampouco são inatas. Há, para ele, uma interação do homem com seu meio sociocultural que deve se basear na interação verbal, no diálogo com o adulto e, nesse sentido, o desenvolvimento da linguagem e do
  • 2. pensamento tem origens sociais, externas, nas trocas comunicativas entre os dois interlocutores. Todo conhecimento se constrói socialmente, pela aprendizagem nas relações. O que queremos com tal discussão? Apenas o de constatar que, quando o docente trabalha determinadas atividades, exercícios e a forma como ele vê a avaliação, acaba revelando mais do que acredita: revela como entende o processo de ensino/aprendizagem e, enfim, como entende o ser humano. Disponível em: http://www.folhadaregiao.com.br/Materia.php?id=111734Acessado em: 07/10/2012