3 metodostec-elaboracao, desenvolvimento e envio dos artigos cientificos

758 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

3 metodostec-elaboracao, desenvolvimento e envio dos artigos cientificos

  1. 1. ELABORAÇÃO DE PROJETO CIENTÍFICO
  2. 2. Seleção do Tema Levantamento bibliográfico Estudos prévios Dúvidas clínicas
  3. 3. Palavra-Chave scolha da
  4. 4. SCIELO http://www.scielo.org/php/index.php
  5. 5. O estado da arte na atividade científica indica um ambiente altamente competitivo, onde cada vez mais os cientistas são avaliados por suas competências. Esse processo de avaliação tem se pautado quase exclusivamente na qualidade da pesquisa científica. COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTÍFICO
  6. 6. Antigamente, a qualidade científica de um pesquisador era inferida do número de seus artigos publicados. Na década de 60, no século passado, Garfield elabora o conceito de fator de impacto, que mede o impacto de cada revista científica no meio acadêmico. • Advento da Internet e meios computacionais. • Avaliar a qualidade do cientista, uma vez que a publicação em revistas de alto fator de impacto refletiria a qualidade da pesquisa realizada. Assim, a somatória do fator de impacto das revistas onde estão os artigos de determinado autor servia com um dos índices confiáveis, o qual ainda é usado nas avaliações da pós–graduação. COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTÍFICO
  7. 7. COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTÍFICO Nessa análise, a capacidade de publicar em revistas científicas competitivas foi gradualmente sendo substituída pela importância relativa dos artigos do autor no meio científico. Já no final do século passado, se começa a olhar com mais atenção para as citações que cada artigo recebe.
  8. 8. COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTÍFICO Esse número de citações faz parte, inclusive, do currículo Lattes dos pesquisadores brasileiros. Conceitualmente, esse número reflete, com certa objetividade, o uso que a comunidade científica de determinada área está fazendo da produção científica de um autor.
  9. 9. COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTÍFICO Os principais sites internacionais de indexação de revistas científicas fornecem esses dados para cada autor, indicando o número de citações que cada um de seus artigos recebeu (atualizado semanalmente). Para essa busca, os dois sites mais utilizados no mundo são o ISI – web of science e o Scopus.
  10. 10. web of science http://www.isiwebofknowledge.com/
  11. 11. web of science http://www.isiwebofknowledge.com/
  12. 12. Scopus http://www.scopus.com/scopus/home.url
  13. 13. O artigo científico pode ser: · Original: trabalhos resultantes de pesquisa científica apresentando dados originais de descobertas com relação a aspectos experimentais ou observacionais de característica médica, bioquímica e social e inclui análise descritiva e/ou inferências de dados próprios. Podem ser: relatos de caso, comunicação ou notas prévias. · Revisão: síntese crítica de conhecimentos disponíveis sobre determinado tema, mediante a análise e interpretação de bibliografia pertinente que discuta os limites e alcances metodológicos, permitindo indicar perspectivas de continuidade de estudos naquela linha de pesquisa, ou seja, são trabalhos que têm por objeto resumir, analisar, avaliar ou sintetizar trabalhos de investigação já publicados, revisões bibliográficas, etc. COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTÍFICO
  14. 14. O artigo científico pode ser: · Revisão: a) revisão expositiva: expõe um tema a partir de análise e síntese de várias pesquisas e requer para isso maturidade intelectual; b) revisão questionadora: objetiva identificar quais as perspectivas para o futuro imediato da pesquisa sobre o tema em revisão; c) revisão histórica: documenta o desenvolvimento da pesquisa em determinada área d) revisão opinativa: esclarece a respeito de um determinado tema e, a partir da assunção de que há um conjunto de opiniões formadas, pretende mudá-las. COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTÍFICO
  15. 15. COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTÍFICO ESTRUTURA DO ARTIGO O artigo possui a seguinte estrutura: 1.Título 2. Autor (es) 3. Resumo e Abstract 4. Palavras-chave; 5. Conteúdo (Introdução, desenvolvimento textual e conclusão) 6. Agradecimento 7. Referências.
  16. 16. COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTÍFICO TÍTULO : Deve compreender os conceitos-chave que o tema encerra, e ser numerado para indicar, em nota de rodapé, a finalidade do mesmo. AUTOR (ES): O autor do artigo deve vir indicado do centro para a margem direita. Caso haja mais de um autor, os mesmos deverão vir em ordem alfabética, ou se houver titulações diferentes deverão seguir a ordem da maior para a menor titulação. Os dados da titulação de cada um serão indicados em nota de rodapé através de numeração ordinal.
  17. 17. COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTÍFICO RESUMO e ABSTRACT: Texto, com uma quantidade predeterminada de palavras, onde se expõe o objetivo do artigo, a metodologia utilizada para solucionar o problema e os resultados alcançados. O Abstract é o resumo traduzido para o inglês, sendo que alguns periódicos aceitam a tradução em outra língua. PALAVRAS-CHAVE: São palavras características do tema que servem para indexar o artigo, até 6 palavras.
  18. 18. RESUMO • Objetivo: simples ou composto • Material e métodos: 1. características da amostra 2. metodologia completa 3. Análise dos dados • Resultados: numérico, com porcentagens e correlações • Conclusão: resposta aos objetivos
  19. 19. COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTÍFICO INTRODUÇÃO: O objetivo da Introdução é situar o leitor no contexto do tema pesquisado, oferecendo uma visão global do estudo realizado, esclarecendo as delimitações estabelecidas na abordagem do assunto, os objetivos e as justificativas que levaram o autor a tal investigação para, em seguida, apontar as questões de pesquisa para as quais buscará as respostas. Deve-se, ainda, destacar a Metodologia utilizada no trabalho. Em suma: apresenta e delimita a dúvida investigada (problema de estudo - o quê), os objetivos (para que serviu o estudo) e a metodologia utilizada no estudo (como).
  20. 20. COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTÍFICO Material e método (Metodologia): A descrição dos métodos deve ser o mais detalhada possível numa sequência cronológica, para que a experiência possa ser repetida com os mesmos resultados obtidos. Consequentemente deve ser redigido com os verbos no pretérito, considerando que se está relatando o que já foi feito. Deve incluir referencial teórico, o tipo de pesquisa, as variáveis, instrumentos utilizados, técnica de coleta, a tabulação e análise de dados de acordo com a especificidade do tema. Desenvolve a ideia anunciada na introdução.
  21. 21. COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTÍFICO Resultados: É a apresentação dos dados e resultados obtidos após a utilização da metodologia, de forma objetiva, clara e sucinta. Pode-se utilizar de tabelas, gráficos, quadros e outras ilustrações para facilitar a exposição dos resultados. Discussão: É a interpretação e análise crítica dos resultados obtidos em relação à metodologia utilizada. É feita a comparação dos resultados alcançados com os resultados obtidos pelos autores da revisão bibliográfica. OBS: Os resultados e discussão podem também aparecer sob uma só seção, como: Resultados e discussão.
  22. 22. COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTÍFICO Conclusão: É a parte final do trabalho em que são apresentas as conclusões correspondentes aos objetivos e hipóteses. Deverá ser concisa, exata e convincente, onde o autor deverá expor um novo conhecimento ou reformulação de um conhecimento existente e ainda sugerir outros estudos para respostas daquilo que não se obteve explicação. É a descrição do que foi apresentado na introdução e exposto em material e método, resultados e discussão
  23. 23. COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTÍFICO REFERÊNCIAS: Conjunto de elementos que identificam as obras consultadas e/ou citadas no texto. As referências devem ser apresentadas em uma única ordem alfabética, independentemente do suporte físico (livros, periódicos, publicações eletrônicas ou materiais audiovisuais) alinhadas à esquerda, em espaço simples, e um espaço simples entre elas.
  24. 24. Obrigado pela atenção!!!

×