2 metodostec-aula-02--tipos de pesquisa e método cientifico

1.114 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

2 metodostec-aula-02--tipos de pesquisa e método cientifico

  1. 1. Uma análise conceitual 1
  2. 2. A divisão das ciências  Ciências matemáticas ou lógico-matemáticas  Lidam com o conhecimento dos números e da lógica  Ciências naturais  Lidam com os fenômenos da natureza (biologia, química, física)  Ciências humanas ou sociais  Lidam com o homem e suas relações sociais 2
  3. 3. A classificação da ciência do ponto vista da investigação  Ciências não empíricas (Lógica e Matemática)  São as que comprovam suas proposições sem recorrer a experiência  Ciências empíricas (Naturais e Humanas/Sociais)  Exploram, descrevem, explicam e formulam predições sobre os acontecimentos do mundo que nos rodeia  Suas proposições devem ser confrontadas com os fatos e só tem validade se verificadas experimentalmente 3
  4. 4. Metodologia, método e técnica  Metodologia  É o estudo dos métodos de investigação e prova  Método  Comportamentos e instrumentos empregados na seleção e elaboração de técnicas de pesquisa  Técnica  São os comportamentos e os instrumentos empregados na realização de operações de pesquisa 4
  5. 5. Tipos de métodos  Indutivo  Parte-se de dados particulares conclui-se uma realidade universal  Todos os cães observados tinham coração. Logo, todos os cães têm coração  Dedutivo  Premissas verdadeiras levam a uma conclusão verdadeira  Todos mamífero tem coração. Ora, todos os cães são mamíferos. Logo, todos os cães têm um coração 5
  6. 6. Tipos de métodos  Método hipotético-dedutivo  Conhecimento prévio; Problema; Conjecturas; Falseamento (momento da experimentação)  Método dialético  A filosofia descreve a realidade e a reflete, portanto a dialética busca, não interpretar, mas refletir acerca da realidade.  A dialética é a história das contradições. 6
  7. 7. Tipos de métodos  Método histórico  Pesquisa das raízes das formas de vida social para relacionar com o presente  Método comparativo  Estudo das semelhanças e diferenças entre diversos tipos de grupos  Método monográfico  Casos estudados em profundidade podem ser considerados representativos de muitos outros ou de todos. Busca-se generalizações 7
  8. 8. Tipos de métodos  Método estatístico  Redução de fenômenos sociais a termos quantitativos e a manipulação estatística para comprovação dos fenômenos entre si  Método tipológico  Compara fenômenos sociais para criar modelos ideais  Ex. estudo de todas as democracias atuais e do passado para estabelecer características ideais de democracia 8
  9. 9. Tipos de métodos  Método funcionalista  Método de interpretação  Estuda a sociedade do ponto de vista da função de suas unidades, como um sistema organizado de atividades  Ex. averiguação da função dos usos e costumes para assegurar a identidade cultural de um grupo 9
  10. 10. Tipos de métodos  Método estruturalista  Visa a construção de modelos sobre a realidade vivenciada  O modelo possibilita a análise da realidade concreta de diversos fenômenos sociais 10
  11. 11. A aplicação dos métodos na ciência  As ciências naturais privilegiam a observação e a experimentação  A experimentação é a observação controlada 11
  12. 12. A aplicação dos métodos na ciência  Abalo do positivismo  Microfísica  Mesma realidade observada por pontos de vistas diferentes pode ter formas diferentes  Macrofísica  A teoria de relatividade de Einstein  As ciências sociais têm a dificuldade de serem analisadas por meio de determinismos 12
  13. 13. A aplicação dos métodos da ciência  Dificuldades para lidar com o humano a partir de métodos das ciências naturais  Dificuldade de observação e experimentação da consciência humana, da sociedade e da história  Dificuldade de estabelecimento de leis objetivas e gerais  Dificuldade de ofertar uma explicação científica ao que é contingente livre (razão, vontade e liberdade humana) 13
  14. 14. Pesquisa  Pesquisa pode ser entendida como  Coleta de dados, sistematização dos mesmos para uma descrição da realidade  Estudo e produção de quadros teóricos de referência, que estariam na explicação da realidade  Descrever restringe-se a constatar o que existe  Explicar consiste em desvendar porque existe 14
  15. 15. Tipos de Pesquisa  Exploratórias  proporcionar maior familiaridade com o problema, com vistas a tomá-lo mais explícito ou a constituir hipóteses  Descritivas  descrição das características de determinada população ou fenômeno ou, então, o estabelecimento de relações entre variáveis  Explicativas  identificar os fatores que determinam ou que contribuem para a ocorrência dos fenômenos; aprofunda o conhecimento da realidade, pois explica a razão, o porquê das coisas 15
  16. 16. Pesquisa e Observação  A observação ocupa um lugar privilegiado nos trabalhos de pesquisa  O registro da observação deve ser bastante fidedigno para que o descrito seja identificado  Possibilita um contato pessoal e direto do pesquisador com o fenômeno pesquisado  Ver para crer 16
  17. 17. Pesquisa e Observação  Auxilia na descoberta de novos problemas  Permite coleta de dados em situações em que são impossíveis outras formas de comunicação (observação de bebês)  Auxilia no confronto do  Captado na realidade  Esperava encontrar 17
  18. 18. Pesquisa e Observação  Depende muito da visão de quem observa  Permite que se chegue mais perto da “perspectiva” dos sujeitos observados  Busca-se perceber a visão de mundo dos sujeitos observados  Busca-se o significado que os sujeitos atribuem ao mundo que o cerca 18
  19. 19. Atividade prática  Observe seu relógio de pulso atentamente  Descreva-o por escrito em seu caderno 19
  20. 20. Atividade prática  Observe novamente seu relógio e descreva-o seguindo este método de registro de observações  Tipo: (analógico ou digital)  Tamanho  Formato  Cor: (predominante)  Material: (metal, plástico, couro)  Marca: (fabricante)  Modelo: (nome comercial)  Adereços: (calculadora, luz, termômetro, etc.)  Detalhes: (cravejado de pedras, desenhos, etc.) 20

×