a
_ r . 
r.  v 3
e( »7 _z _ 
_ x/ 
.  : A
! à ' _ * ' g'
- Í .  a  _. 
ç_ /  u f

_O1

1'!  O Í-"Í

/ / uno RECOMENDADO
l ...
9155?? ) llà3á7aãlt7z~ V6'? ll; l¡'? l'~l; l
: :gy vrçàífn “fm .   .  '_ l _u-  4'?  ' e
1°. .  : t.. *:. '.'. ^.~. ?- f' ...
k*
- Olá!  - disse ele sorridente -  “bu  j
Diz-me por que estás assim!  Ó s,    
.   .  â 0D,  A
Não queres brincar comigo? ...
.". ( , i7 _Hi7 ;  1-" ri r: 

'u l th? ! r l _ M:   tlflli: 

lct l:  :.  .tim -çr Lmtslvn; 

. If : :fin 'LH-m : rr"ll. ...
Bem triste o nosso amiguinho
Ao seu cantinho regressa; 
Foi então que uma banana

Muito sábia lhe confessa: 

- És ainda m...
_if . =_:  iílsê-? tliitlàlqliâfâlâíêl
  rfíiêlrllãâuilêlrílr* : task-g ? ftttraiee
 ; ãleíiiiiíiírtgr  ? ,(ͧli, íli"í1f~...
luís¡ f. »l_íl l
. Êlrt-jriq( L_ _L_
t. ? _

l Í 'Í  u” (é

, n 4"":  l! -

pl , (V. ¡ Í (f. 

: :lim
l ter
¡ J Í ' , r
i. '~*? r:r'ir s '= Iv“. 'i= !'I. 'r= 
u. - : ji-. mvn r _r rir:  :: bruta 'lê

qui:  :V155 'larga . írN/ ?Vrrã

ÍM:  'n' ...
* , lv'. ›_' j!  if" f:  r ; cr u i , r
'wifi i. : : w: t. - : ln
lift : i f** lite riu( . 

, raw me: : :  ~a rr-*m*

^ ....
I
v,  s
'r x
, _
As feridas te curamos
E mais te quero contar. 
Basta uma simples maçã

Para o médico afastar! 

Por exemplo as laranjas
A ...
Se queres ficar hidratada W r  .  '7 ~
Come muita melancia.  j;  

E para seres bem saudável  
Bastam três frutas por dia....
t(  a ^
[É  As amendoas e as passas
 / * '   Dão-te também energia. 

V  Come sempre frutas secas
u¡

E correrás todo o di...
n . 
I .  x
- . .r
. t.
J
a J O . 
1 '
z l(
»z x
.  .lt
.  _ í! 
1,4
JÔ. . ; Ã
 u
: rx n _
g, 
x e
s. ; . 
 à
_ J
,  l
.  ...
Somos muitos como vês
E saúde te oferecemos. 
O que tens e' de ingerir

As vitaminas que temos. 

A menina já sorria

Com ...
Quando a mãe percebeu
Que era a filha que assim ria
Nada conseguiu dizer

E pensou que era magia. 

Afastou-se a sorrir
Ta...
-j '7')(~ t_ x_ 7:3' fiat/ Y_
V 1/ I .  x I ; / / ' 'VK  _ 
'Ç / n l  JN "i*7›? › '7/"5 *I
.  x »fp/ í   , ,.
, -~ ; - * _...
Ameninaquenogostavadefruta 140225101941-phpapp01
Ameninaquenogostavadefruta 140225101941-phpapp01
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ameninaquenogostavadefruta 140225101941-phpapp01

163 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
163
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ameninaquenogostavadefruta 140225101941-phpapp01

  1. 1. a _ r . r. v 3 e( »7 _z _ _ x/ . : A ! à ' _ * ' g' - Í . a _. ç_ / u f _O1 1'! O Í-"Í / / uno RECOMENDADO l A! n_ ' N ' l l ¡ z 1 PLANO NACIONAL ~s os LEITURA ÁJ 'r _e r x¡ À/ ' o. , /l/ *T “xe e . / x r i1” x , §› l' $ Í b_ Í “ à¡ T Õ Ã» (ze/ “ ^ xr e e_ › › A J . X f' ~~: ' y _ w Lp . . T) j - 44"' f_ , "' / 'A"'›'. _ _Wv-M"" , F xr "/ . '* , y z . * @OM k K ' *- ” . ___ , , (J
  2. 2. 9155?? ) llà3á7aãlt7z~ V6'? ll; l¡'? l'~l; l : :gy vrçàífn “fm . . '_ l _u- 4'? ' e 1°. . : t.. *:. '.'. ^.~. ?- f' *u* 'n ' ¡ ànêllv- a l*: ;:¡: a¡n; =›; :;rs; a;. Íllf/ llfíiilâlflê-: XÊ: zêíliêllíífâlííãlêl. fc, :um 'lTI _F_ sisal-img; ›lñíãíâilãêkãgíàã¡ãlãírífãl' íííaíçsluícsaáalllxsêl; séslu: n:mta
  3. 3. k*
  4. 4. - Olá! - disse ele sorridente - “bu j Diz-me por que estás assim! Ó s, . . â 0D, A Não queres brincar comigo? b Não queres olhar para mim? t 'i q “ s r as . A menina joaninha '° _ - Era como se chamava - l q: 5, . *lo Quando viu o moranguinho 6/4» l¡ _à Ficou ainda mais brava. - Não quero falar contigo, Desaparece daqui! Não gosto nada de fruta, E muito menos de ti!
  5. 5. .". ( , i7 _Hi7 ; 1-" ri r: 'u l th? ! r l _ M: tlflli: lct l: :. .tim -çr Lmtslvn; . If : :fin 'LH-m : rr"ll. '.'li': : . làlfõ 9?i°3lrl__'r: a ; quartil _zrçih-"íg, für "nlcrili, _m . ç, ir; lrtifãl: , . lar tléfEi-F Ílill? vi? ) ímã! "ltrálrê 5 , Wit
  6. 6. Bem triste o nosso amiguinho Ao seu cantinho regressa; Foi então que uma banana Muito sábia lhe confessa: - És ainda muito jovem Não fiques preocupado; Pois daqui a bocadinho Alguém fica ao nosso lado.
  7. 7. _if . =_: iílsê-? tliitlàlqliâfâlâíêl rfíiêlrllãâuilêlrílr* : task-g ? ftttraiee ; ãleíiiiiíiírtgr ? ,(ͧli, íli"í1f~i; ' “Er” 7"-'-ç. ~»-_-: ":. r.«c_. .-~. .¡ “llêllfrfflál«éflã i"¡_#tí<í: :'l; i7:i“leí9;- a lríliíêir: ríáilítlgilãll_* rttetgfâ; ?irrf Jgrzii ; lili . í*li; $›ie* ~. x ç¡ JJ
  8. 8. luís¡ f. »l_íl l . Êlrt-jriq( L_ _L_ t. ? _ l Í 'Í u” (é , n 4"": l! - pl , (V. ¡ Í (f. : :lim l ter ¡ J Í ' , r
  9. 9. i. '~*? r:r'ir s '= Iv“. 'i= !'I. 'r= u. - : ji-. mvn r _r rir: :: bruta 'lê qui: :V155 'larga . írN/ ?Vrrã ÍM: 'n' l; ;lrllszntc-'b', j: !¡_'7*¡». ' 'lc , tv/ alt rr: ;-r. ';! !¡i”~r. '^r: ;&', 'n; ~i. ii*: _.-, :vigiar a "°i«_, r;. ›: lvñ; -,_›. >›; j¡_r; ingjc- : :tátil “ra . nana ; Í', ':"r: ' ? le rallFÚl-aík, E? ;w x l “ »
  10. 10. * , lv'. ›_' j! if" f: r ; cr u i , r 'wifi i. : : w: t. - : ln lift : i f** lite riu( . , raw me: : : ~a rr-*m* ^ . iram : _ ! um tir-riu' E_ m! ! tr: _rryrs 'arm à' E 'lata Icjrvjhr ! irlegj : r: : mn . _:rl«". '.lÍ= “ = 'rf vrziêf vw' ¡(4! z' , ' __ j " 'l r í I . . _ , , u! 1 Dn! J «. l ln' . e . x _. ,_ lu t* l ' l e. , _ x ã s i à é r l' ' . Í
  11. 11. I v, s 'r x , _
  12. 12. As feridas te curamos E mais te quero contar. Basta uma simples maçã Para o médico afastar! Por exemplo as laranjas A crescer te ajudarão; O alperce e a papaia São ótimos para a visão.
  13. 13. Se queres ficar hidratada W r . '7 ~ Come muita melancia. j; E para seres bem saudável Bastam três frutas por dia. x Eis que um verde abacate interrompe calmamente: *°~. -¡. - Tens nozes e avelãs / À- a¡ j Que desenvolvem a mente.
  14. 14. t( a ^ [É As amendoas e as passas / * ' Dão-te também energia. V Come sempre frutas secas u¡ E correrás todo o dia. Estamos ainda nos sumos Que frescos podes beber. Nas compotasenos bolos, b§ _Ã t Só precisas de escolher. '* e i: e
  15. 15. n . I . x - . .r . t. J a J O . 1 ' z l( »z x . .lt . _ í! 1,4 JÔ. . ; Ã u : rx n _ g, x e s. ; . à _ J , l . x . t. s Í _ _ L , . e › _ . f r . .r . u. x L
  16. 16. Somos muitos como vês E saúde te oferecemos. O que tens e' de ingerir As vitaminas que temos. A menina já sorria Com tanta animação. Tanta cor tanta alegria Tanta fruta ali à mão. As cerejas atrevidas Corriam-lhe entre os dedos, O moranguinho feliz Sussurrava-lhe segredos. Na casca do coco viu Uma floresta encantada. Depois de comer pinhões Desatou à gargalhada. 17
  17. 17. Quando a mãe percebeu Que era a filha que assim ria Nada conseguiu dizer E pensou que era magia. Afastou-se a sorrir Também a cantarolar. E aquela novidade A correr ao pai foi dar. E foi assim que a joana Naquele dia aprendeu A descobrir o milagre Que a natureza nos deu.
  18. 18. -j '7')(~ t_ x_ 7:3' fiat/ Y_ V 1/ I . x I ; / / ' 'VK _ 'Ç / n l JN "i*7›? › '7/"5 *I . x »fp/ í , ,. , -~ ; - * _g/ i?! / t. X 1. 3 . l , l ' 5 . z, L. â-. _ Faz como a Joana e come muita ERLWA, para teres energia e seres sAuoÁvELL. .

×