Via Sacra da Campanha da Fraternidade 2013. Eis-me aqui, envia-me.

27.811 visualizações

Publicada em

Via Sacra da Campanha da Fraternidade 2013. Eis-me aqui, Envia-me.

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
27.811
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10.413
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
184
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • :: Folheto de Acompanhamento do 03º Domingo do Advento :: 18/12/05. Senha para abrir o arquivo: 'ds' - Depois clicar em: 'Somente Leitura' ---- BOA MISSA! ----
  • :: Folheto de Acompanhamento do 03º Domingo do Advento :: 18/12/05. Senha para abrir o arquivo: 'ds' - Depois clicar em: 'Somente Leitura' ---- BOA MISSA! ----
  • :: Folheto de Acompanhamento do 03º Domingo do Advento :: 18/12/05. Senha para abrir o arquivo: 'ds' - Depois clicar em: 'Somente Leitura' ---- BOA MISSA! ----
  • Via Sacra da Campanha da Fraternidade 2013. Eis-me aqui, envia-me.

    1. 1. Dirigente: Meus irmãos eminhas irmãs, reunimo-nos hojepara meditar sobre os passosde Jesus rumo à sua Paixão,Morte e Ressurreição. Esse é omistério central da nossa fé.
    2. 2. Por isso, a Igreja nos convida,na Eucaristia, a fazermosmemorial desse evento danossa salvação e,especialmente durante aSemana Santa, a rememorá-locom fé e piedade.
    3. 3. De fato, seguimos o mandato dopróprio Senhor: “Fazei isto emmemória de mim”. E comoafirma o Apóstolo Paulo: ”Todasas vezes que assim fazemos,anunciamos a morte do Senhoraté que Ele volte outra vez”.
    4. 4. Iniciemos nossa Via-Sacra, emnome do Pai, do Filho e doEspírito Santo. - Amém!
    5. 5. Leitor(a) 1: Irmãos e irmãs,vamos meditar estes passos deJesus, refletindo sobre ascruzes que pesam sobre anossa juventude hoje. ACampanha da Fraternidade 2013quer nos ajudar a valorizar os
    6. 6. jovens não só como o futuro daIgreja e da sociedade, mascomo o seu presente pleno depotencialidades. Por isso, nossaoração da Via-Sacra seconfigura como a Via-Sacra dajuventude: vamos rezar por
    7. 7. nossos jovens e por nós, paraque eles se abram ao amorsalva-dor de Jesus e para quetenhamos consciência de suaimportância e sejamossolidários em sua caminhada.
    8. 8. Hino da CF 20131- Sei que perguntas,juventude, de onde veio/ Teubelo jeito sempre novo everdadeiro./ Eu fiz brotar emti desde o materno seio/ Essavontade de mudar o mundointeiro.
    9. 9. Estou aqui, meu Senhor, soujovem, sou teu povo! Eu tenhofome de justiça e de amor, Queroajudar a construir um mundo novo.Estou aqui, meu Senhor, soujovem, sou teu povo! Para formar arede da fraternidade, e um novocéu, uma nova terra, a tua vontade.Eis-me aqui,envia-me, Senhor!
    10. 10. 2- Levem a todos meuchamado à liberdade onde aganância gera irmãosescravizados. Quero amensagem que humaniza asociedade/ Falada às claras,publicada nos telhados.
    11. 11. Estou aqui, meu Senhor, soujovem, sou teu povo! Eu tenhofome de justiça e de amor, Queroajudar a construir um mundo novo.Estou aqui, meu Senhor, soujovem, sou teu povo! Para formar arede da fraternidade, e um novocéu, uma nova terra, a tua vontade.Eis-me aqui,envia-me, Senhor!
    12. 12. 3- Para salvar a quem perdeua esperança/ Serei a força,plena luz a te guiar. Por tuavoz eu falarei, temconfiança,/ Não tenhas medo,novo Reino a chegar!
    13. 13. Estou aqui, meu Senhor, soujovem, sou teu povo! Eu tenhofome de justiça e de amor, Queroajudar a construir um mundo novo.Estou aqui, meu Senhor, soujovem, sou teu povo! Para formar arede da fraternidade, e um novocéu, uma nova terra, a tua vontade.Eis-me aqui,envia-me, Senhor!
    14. 14. 1ª Estação Jesus écondenado a morte
    15. 15. Dirigente: Nós vos adoramos evos bendizemos, Senhor Jesus!- Porque, pela vossa santa cruz,remistes o mundo.
    16. 16. Leitor(a) 1: “Por ocasião dafesta, Pilatos costumava soltarum preso que eles mesmos pe-dissem... Quereis que eu vossolte o Rei dos Judeus? Elesabia que os sumos sacerdoteso tinham entregue por inveja...
    17. 17. Eles porém, gritaram:“Crucifica-o!” Pilatos lhes disse:“Que mal fez ele?”. Eles, porém,gritaram com mais força:“Crucifica-o!”... Pilatos, queren-do satisfazer a multidão, soltouBarrabás, mandou açoitar Jesus
    18. 18. e entregou-o para sercrucificado”
    19. 19. Leitor(a) 2- Tal como Jesus,nossa juventude também vemsendo condenada à morte, aoextermínio nas mais diversassituações do cotidiano. Nossosjovens sofrem condenação àmorte quando são excluídos da
    20. 20. sociedade, relegados aoesquecimento, seja por partedas políticas públicas, seja pelaprópria sociedade que osmarginaliza. Milhões de jovenssão levados à morte no tribunalda violência estrutural, quando,
    21. 21. por falta de oportunidade ouexclusão, tem suas vidas esonhos destruídos.
    22. 22. Leitor(a) 3- Diante das situaçõesde morte, somos chamados aafirmar que a vida é mais fortedo que a morte. Nosso Senhor éo enviado da parte de Deus paraensinar o homem a sonhar e alutar por um mundo melhor, que
    23. 23. nossa juventude sempre volte oolhar para Cristo e o tenhacomo modelo para a construçãode uma nova sociedade.
    24. 24. Dirigente: Ó Deus, a cruz deJesus é o sinal do vosso amorpara conosco! Que possamosabraçar a cruz da juventude etransformá-Ia no madeiro davida, assim como a juventudepor meio de seu testemunho e
    25. 25. serviço é chamada a colaborar ea cultivar a vida. Isto vospedimos, em nome de Jesus,Nosso Senhor.- Amém.
    26. 26. Todos: Ó Maria, Filha prediletado Pai, em vossa juventude vosconfiastes totalmente a Deus eproclamastes o triunfo de Deussobre a injustiça, a opressão e aexclusão, olhai por nossosjovens e ajudai-os a sonhar e
    27. 27. empenhar-se por um mundomelhor.
    28. 28. CANTOA morrer crucificado/ teuJesus é condenadoPor teus crimes, pecador.!Pela Virgem dolorosa! VossaMãe tão piedosaPerdoai-me, meu Jesus.
    29. 29. CANTO OPCIONALVitória, tu reinarás, ó cruz, tunos salvarás!Nós vamos à Cidade/ E lá euirei sofrer; Serei crucificado/Mas hei de reviver!
    30. 30. 2ª Estação Jesuscarrega a cruz
    31. 31. Dirigente: Nós vos adoramos evos bendizemos, Senhor Jesus!- Porque, pela vossa santa cruz,remistes o mundo.
    32. 32. Leitor(a) 1- “Carregando a suacruz, ele saiu para o lugar chamadoCalvário (em hebraico: Gólgota) (Jo19,17).
    33. 33. Leitor(a) 2- São muitas as cruzesque nossos jovens experimentampara encontrar a vida que tantoalmejam: a vida feliz. No desejopela felicidade, acabam seenveredando por caminhos que setransformam
    34. 34. Com o tempo, transformam-se emcruz; cruz não de salvação, mas emverdadeiros instrumentos de mortepara si e para os outros.
    35. 35. Leitor(a) 3- Olhar para a vida e oministério de Jesus é ter a certezade que Deus quer a nossa felicidade.“Felizes os corações puros porqueverão a Deus; Felizes os pacíficosporque serão chamados filhos
    36. 36. de Deus” (Mt 5,8-9). Só Deus podedar a verdadeira alegria, mas essa,às vezes, passa pela cruz.
    37. 37. Dirigente: Ó Deus, que por amoraos homens e para nossafelicidade enviastes vosso Filhoao mundo, para se entregar pornós, fazei com que não noscontentemos com uma falsaalegria, mas nos empenhemos
    38. 38. por buscar a alegria que vem deVós. Isto vos pedimos, em nome deJesus, Nosso Senhor.- Amém.
    39. 39. Todos: Ó Maria, causa de nossaalegria, olhai para nossajuventude que caminha nestevale de lágrimas e ajudai-a nodiscernimento e na busca daverdadeira alegria que pode serencontrada só em vosso Filho.
    40. 40. CANTOCom a cruz é carregado/ e dopeso acabrunhado/vai morrer por teu amor.Pela Virgem Dolorosa/ VossaMãe tão piedosa!Perdoai-me, meu Jesus.
    41. 41. CANTO OPCIONALVitória, tu reinarás, ó cruz, tunos salvarás!Brilhando sobre o mundoQue vive sem tua luzTu és um sol fecundoDe amor e de paz, ó cruz!
    42. 42. 3ª EstaçãoJesus cai pelaprimeira vez
    43. 43. Dirigente: Nós vos adoramos evos bendizemos, Senhor Jesus!- Porque, pela vossa santa cruz,remistes o mundo.
    44. 44. Leitor(a) 1- “Carregando a cruz,Jesus saiu pra o lugar chamadoCalvário” (Jo19,17). “Caído dejoelhos, ele rezava” (Lc 22,41).
    45. 45. Leitor(a) 2- Jesus caiu por terra.Eis que uma juventude angustiadacaminha em direção ao Calvário.Nossos jovens caem prostradosdiante das drogas, do erotismo,pornografia e promiscuidade.
    46. 46. Ao se envolverem com taissituações, sempre acabam saindochagados, degradam a imagem deverdadeiros filhos de Deus.
    47. 47. Leitor(a) 3- No evangelho de SãoLucas, Jesus responde à perguntade um jovem sobre como fazer parapossuir a vida eterna. Essa mesmapalavra de Jesus ao jovem doevangelho é dirigida aos jovens dehoje.
    48. 48. Jesus convida-os a viver uma“aventura”, convida-os a segui-Lo,a dar início a um novo caminho dedesapego, que os conduzirá à vidaeterna, isto é, à vida plena, à vidafeliz (cf. Lc 2,34-35).
    49. 49. Dirigente: Ó Deus decompaixão, vinde em auxílio denossa juventude. Estendeivossa mão como se estende aquem está caído; dai força paraque eles possam se levantardiante das quedas que se
    50. 50. apresentam ao longo docaminho. Isto vos pedimos, emnome de Jesus, Nosso Senhor.- Amém.
    51. 51. Todos: Ó Maria, Consoladorados aflitos, que sempre estaisatenta às dificuldades e quedade vossos filhos, ajudai nossosjovens a encontrar a Cristo, averdadeira fonte da alegria e davida.
    52. 52. CANTOPela cruz tão oprimido/ caiJesus desfalecidopela tua salvação.Pela Virgem Dolorosa! VossaMãe tão piedosaperdoai-me, meu Jesus.
    53. 53. CANTO OPCIONALVitória, tu reinarás, ó cruz, tunos salvarás!Vocês não são do mundo/ Domundo os escolhi! Se o mundoos odeia! Primeiro odiou amim!
    54. 54. 4ª Estação Jesus seencontracom sua mãe
    55. 55. Dirigente: Nós vos adoramos evos bendizemos, Senhor Jesus!- Porque, pela vossa santa cruz,remistes o mundo.
    56. 56. Leitor(a) 1- “Simeão disse a Maria,mãe de Jesus: ‘Eis que este meninovai ser causa de queda e elevação demuitos em Israel. Ele será um sinalde contradição.
    57. 57. Quanto a você, uma espada há deatravessar-lhe a alma. Assim serãorevelados os pensamentos de muitoscorações” (Lc 2,34-35).
    58. 58. Leitor(a) 2- O Documento deAparecida nos alerta sobre asprofundas mudanças pelas quaisnossa sociedade vem passando e oseu nível mais profundo é amudança cultural: nossos jovensacabam sendo
    59. 59. afetados por essas mudanças; ficam,muitas vezes, desnorteados, semsaberem qual rumo seguir. O quefazer? As antigas respostas parecemnão responder às novas questões.
    60. 60. Tudo parece sem sentido, semesperança, e mais, a ética aparececomprometida, relativizam-se osvalores essenciais da vida.
    61. 61. Leitor(a) 3- A Igreja, tal comoMaria, abraça a seus filhos, demodo especial a juventude, e, assimcomo a Virgem Maria ia aoencontro do seu divino Filho, a MãeIgreja deseja oferecer aos jovens amesma acolhida que
    62. 62. Jesus teve nos braços de Mãe. AIgreja, na voz do Bem AventuradoJoão Paulo II, convoca toda ajuventude a se tornar “sentinelas damanhã’’,3 “comprometendo-se narenovação do mundo à luz do Planode Deus”.
    63. 63. Dirigente: Ó Deus, vós que soisa esperança que jamaisdecepciona os vossos filhos efilhas, daí a graça de que onosso coração sempre anseie ese empenhe por dias melhores.
    64. 64. Fazei da nossa juventudemensageira da vida, daesperança e da transformaçãodo mundo. Isto vos pedimos, emnome de Jesus, Nosso Senhor.-Amém.
    65. 65. Todos: Ó Maria, Mãe da Igreja eda juventude, olhai para osjovens do mundo inteiro,principalmente por aqueles quese encontram perdidos edesorientados. Ajudai-os a
    66. 66. encontrar Jesus, o porto segurode nossa Salvação.
    67. 67. CANTODe Maria lacrimosa! Noencontro lastimosovê a viva compaixão.Pela Virgem Dolorosa! VossaMãe tão piedosaperdoai-me, meu Jesus.
    68. 68. CANTO OPCIONALVitória, tu reinarás, ó cruz, tunos salvarás!Vocês não são do mundo/ Domundo os escolhi! Se o mundoos odeia! Primeiro odiou amim!
    69. 69. 5ª EstaçãoSimão, o Cireneu, ajuda Jesus acarregar
    70. 70. Dirigente: Nós vos adoramos evos bendizemos, Senhor Jesus!- Porque, pela vossa santa cruz,remistes o mundo.
    71. 71. Leitor(a) 1- “Enquanto levavamJesus para ser crucificado, pegaramcerto Simão, da cidade de Cirene,que voltava do campo, e o forçarama carregar a cruz atrás de Jesus.
    72. 72. Uma grande multidão do povoseguia” (Lc 23,26).
    73. 73. Leitor(a) 2- Há momentos na vidaem que a cruz se torna pesada,quase insuportável, mas, ao longodo caminho, Deus sempre coloca“Cirineus” para nos ajudarem.
    74. 74. Nossa juventude também faz aexperiência amarga do peso da cruzao longo da caminhada, sequelas dapobreza, educação de baixaqualidade, que os deixa abaixo dosníveis de competitividade domercado;
    75. 75. outros sequer tem oportunidade deestudar ou trabalhar; outrosabandonam seus países por nãoencontrar futuro neles. Além disso,cresce o numero de suicídios entrejovens.
    76. 76. Leitor(a) 3- Jesus nos ensina aamar o próximo como Ele nos amou(cf. Jo 15,12). Amar implicacomprometer-se com o outro,ajudar o outro a levar a cruz. Paraamar e comprometer-se, não precisamuito.
    77. 77. A presença e o sorriso podem tornaro fardo do outro mais leve.
    78. 78. Dirigente: Ó Deus, que ainsensibilidade ou a indiferençajamais tome conta do nossocoração; que tenhamos emrelação ao outro e de modoespecial na vida da nossajuventude a mesma atitude que
    79. 79. Simão de Cirene teve emrelação ao vosso Filho acaminho do calvário. Isto vospedimos, em nome de Jesus,Nosso Senhor.Amém.
    80. 80. Todos: Ó Maria, Rainha deamor, despertai o nossocoração para a solidariedade e acompaixão; ensinai-nos a ir emdireção do outro na atitude doserviço como Vós mesma fostesao encontro de Isabel.
    81. 81. CANTOEm extremo, desmaiado /deve auxílio tão cansadoreceber do Cireneu.Pela Virgem Dolorosa, vossaMãe tão piedosaperdoai-me, meu Jesus.
    82. 82. CANTO OPCIONALVitória, tu reinarás, ó cruz, tunos salvarás!Se o grão, que cai na terra/Não morre, fica só, Se morregermina e cresce/ Seu frutoserá maior.
    83. 83. 6ª EstaçãoVerônicaenxuga o rosto de Jesus
    84. 84. Dirigente: Nós vos adoramos evos bendizemos, Senhor Jesus!- Porque, pela vossa santa cruz,remistes o mundo.
    85. 85. Leitor(a) 1- “Ele não tinhaaparência nem beleza para atrair onosso olhar, nem simpatia para quepudéssemos apreciá-Io. Desprezadoe rejeitado pelos homens, homem dosofrimento e experimentado na dor;como
    86. 86. indivíduo de quem a gente esconde orosto” (ls 53,2-4). Uma piedosamulher enxugou o rosto de Jesus.
    87. 87. Leitor(a) 2- Nessa estação,queremos lembrar todos aquelesjovens que assumiram a proposta deJesus para suas vida. Lembramo-nos de todos os jovens que fazemparte de nossas comunidades, queestão
    88. 88. envolvidos nas mais diversaspastorais, movimentos, grupos dejovens, novas comunidades, na vidada Igreja. Esses jovens repetem omesmo gesto de Isaías frente aochamado de Deus, “Eis-me aqui,enviame!”
    89. 89. Leitor(a) 3- Conforme a tradiçãoda Igreja, a Verônica éreconhecida como a mulher queenxuga o rosto de Cristo. Pode-se dizer que os nossos jovensnão só enxugam o rosto deCristo, mas ajudam a manifestar
    90. 90. o rosto de Jesus ao mundo. Porisso, a Igreja não cansa de dizerque os jovens são importantes eque conta com eles para tarefade anunciar a Boa Nova aomundo. Uma Igreja sem jovens éuma Igreja desfigurada.
    91. 91. Dirigente: Ó Deus, vós que soisa nossa fortaleza e continuais arenovar a vossa Igrejachamando os jovens a abraçaro projeto de seu bendito Filho,concedei a todos, mas de modoespecial aos nossos jovens, a
    92. 92. graça de apresentar o rosto deseu Filho ao mundo por meio depalavras e ações, dentro e forada comunidade cristã. Isto vospedimos, em nome de Jesus,Nosso Senhor. Amém.
    93. 93. Todos: Ó Maria, Virgem deNazaré, vós que sois a primeiracristã e oferecestes Cristo aomundo, intercedei por nós, paraque possamos sempre refletir aimagem de vosso Filho neste
    94. 94. mundo tão desfigurado peloódio e pela violência.
    95. 95. CANTOO seu rosto ensanguentadopor Verônica enxugadocontemplemos com amor.Pela Virgem Dolorosa/ vossaMãe tão piedosaperdoai-me, meu Jesus.
    96. 96. CANTO OPCIONALVitória, tu reinarás, ó cruz, tunos salvarás!Pois era necessário um sósofrer por todosE, assim, os separadosFormarem um só Povo.
    97. 97. 7ª EstaçãoJesus cai pela segunda vez
    98. 98. Dirigente: Nós vos adoramos evos bendizemos, Senhor Jesus!- Porque, pela vossa santa cruz,remistes o mundo.
    99. 99. Leitor(a) 1- “Era o maisdesprezado e abandonado de todos,homem do sofrimentoexperimentado na dor, indivíduo dequem a gente desvia o olhar,repelente, dele nem tomamosconhecimento” (Is 53,3).
    100. 100. Leitor(a) 2- A subida ao Calváriovai se tornando cada vez maisinsuportável. As forças vão seesvaindo. Sobre a cruz pesa ospecados de toda humanidade. Jesusnão suporta e cai pela segunda vez.
    101. 101. Jesus cai por terra para levantar oser humano decaído pelo pecado epelo mal.
    102. 102. Dirigente: Ó Deus, olhai portodos aqueles jovens quefizeram como o filho pródigo,saíram em busca da felicidade eacabaram se enveredando porcaminhos que só levam à mortee à destruição como o
    103. 103. relativismo, o individualismo, ohedonismo, o consumismo.Concedei-lhes o retorno à casa,o arrependimento sincero e amudança de vida. Isto vospedimos, em nome de Jesus,Nosso Senhor. Amém.
    104. 104. Todos: Ó Maria, refúgio dospecadores, olhai por todos osnossos jovens que seaventuram pela vida afora nabusca da felicidade, mas queacabam caindo, se perdendo elevando outros a se perder, que
    105. 105. eles possam voltar para osbraços do Pai misericordioso.
    106. 106. CANTOOutra vez desfalecido pelasdores abatidocai por terra o Salvador.Pela Virgem Dolorosa/vossaMãe tão piedosaperdoai-me, meu Jesus.
    107. 107. CANTO OPCIONALVitória, tu reinarás, ó cruz, tunos salvarás! Escutem meuMandamento/ Reparem comoos amei! Por todos eu dei avida! Se amem, assim, vocês!
    108. 108. 8ª Estação Jesusconsola asmulheres
    109. 109. Dirigente: Nós vos adoramos evos bendizemos, Senhor Jesus!- Porque, pela vossa santa cruz,remistes o mundo.
    110. 110. Leitor(a) 1- “Seguia-o umagrande multidão do povo, bemcomo de mulheres que batiamno peito e choravam por ele.Jesus, porém, voltou-se paraelas e disse: “Mulheres deJerusalém, não chorais por
    111. 111. mim! Chorai por vós mesmas epor vossos filhos”.
    112. 112. Leitor(a) 2- Irmãos e irmãs,quantas mães choram hoje aoverem seus filhos semesperança. Mães que sofremdiariamente ao buscarem osfilhos bêbados pelas sarjetas,que se desesperam pelos filhos
    113. 113. entregues às drogas ou vítimasda crescente violência. Jesus secompadece dessas mães, secompadece de quem quer queseja que sofre sobre a terra,mas Ele também nos mostraque quando escolhemos o mal,
    114. 114. provamos a morte e a dor.
    115. 115. Leitor(a) 3- Longe do Senhor anossa vida torna-se triste evazia. O jovem e a jovem quedescobrem o amor restauradorde Jesus, encontram tambémum significado profundo capazde iluminar suas dúvidas, curar
    116. 116. suas angústias, renovar seussentimentos e a força parasuperar as dificuldades da vida.
    117. 117. Dirigente: Ó Deus, a cruz deJesus é o sinal do vosso amorpara conosco! Ajudai-nos asermos sinal desse amor para ojovem e a jovem deste mundoque ainda não conhecem abeleza da fé e a consolação da
    118. 118. esperança cristã. Isto vospedimos, em nome de Jesus,nosso Senhor.- Amém.
    119. 119. Todos: Ó Maria, Mãe da Igreja,despertai no jovem o desejo e asede de Deus e em cada larbrasileiro suscitai pais e mãesresponsáveis, tementes a Deus,exemplos de caridade e serviçofraterno.
    120. 120. CANTODas mulheres piedosasde Sião filhas chorosas,É Jesus consolador. (bis)Pela Virgem dolorosa,Vossa Mãe tão piedosa.Perdoai-me, meu Jesus. (bis)
    121. 121. CANTOVitória, tu reinarás,ó cruz, tu nos salvarás!Se alguém quer ser meu servome siga e, então, verá,esteja onde eu estiver.Meu Pai o honrará!
    122. 122. 9ª EstaçãoJesus cai pela terceira vez
    123. 123. Dirigente: Nós vos adoramos evos bendizemos, Senhor Jesus.- Porque, pela vossa santa cruz,remistes o mundo.
    124. 124. Leitor(a) 1- “Eram na verdade osnossos sofrimentos que elecarregava, eram as nossasdores que levava às costas. E agente achava que ele era umcastigado, alguém por Deusferido e massacrado”.
    125. 125. Leitor(a) 2- Quem nesta vida estálivre de quedas e fracassos? Quandonão sabemos lidar com as derrotasda vida, sentimo-nos vítimas deDeus e do mundo. Jesus ensina anós e a cada jovem, que só o
    126. 126. sofrimento por causa da justiçae do bem é libertador. Elesuscita vida onde a morteimpera.
    127. 127. Leitor(a) 3- O amor de Deusjamais permitirá que o maltriunfe sobre o bem. Ainda queneste mundo experimentemos amiséria humana, a corrupção e ainjustiça, a cruz de Jesus é osinal da nossa libertação. Ele
    128. 128. nos ensinou que segui-lo étomar o caminho da cruz paravencer o mal com o bem.
    129. 129. Dirigente: Ó Deus, levantai-nosnas quedas da vida. Revigorainossos braços cansados efortalecei-nos na luta contra omal. Que nossas relações,iluminadas por vosso amor,sejam cada vez mais
    130. 130. condizentes com a dignidade depessoa que nos concedestes.Isto vos pedimos, em nome deJesus, nosso Senhor.- Amém.
    131. 131. Todos: Ó Maria, Senhora dasDores, dai-nos ficar de pé dianteda cruz, com o coração firme emDeus, que sempre se mostracompassivo com os nossossofrimentos.
    132. 132. CANTOCai terceira vez, prostradopelo peso redobradoDos pecados e da cruz. (bis)Pela Virgem dolorosa,vossa Mãe tão piedosa.Perdoai-me, meu Jesus.
    133. 133. CANTOVitória, tu reinarás,ó cruz, tu nos salvarás!No céu o meu Sinalo Reino anunciará.Saibam que pela cruz,meu amor triunfará!
    134. 134. 10ª Estação Jesus édespido desuas vestes
    135. 135. Dirigente: Nós vos adoramos evos bendizemos, Senhor Jesus!- Porque, pela vossa santa cruz,remistes o mundo.
    136. 136. Leitor(a) 1- “Depois quecrucificaram Jesus, os soldadospegaram suas vestes e asdividiram em quatro partes, umapara cada soldado. A túnica erafeita sem costura, uma peça sóde cima em baixo. Eles
    137. 137. combinaram: ‘Não vamos rasgara túnica. Vamos tirar sorte paraver de quem será. Assimcumpriu-se a Escritura:“Repartiram entre si as minhasvestes e tiraram a sorte sobreminha túnica”.
    138. 138. Leitor(a) 2- Jesus continuadespojado e humilhado em cadajovem que não possui ascondições dignas de vida. Ojovem oprimido pela pobreza,pela falta de oportunidade, deestudos e de trabalho é um grito
    139. 139. levantado ao céu, que nãopassa despercebido diante deDeus, tal como o sangue deAbel, o justo.
    140. 140. Leitor(a) 3: A cruz de Jesus é avitória contra as forçasopressoras deste mundo. Ela écapaz de destruir no coração dodiscípulo fiel a ganância pelopoder, o desejo de domínio e omaterialismo. O seguimento de
    141. 141. Jesus passa pelo dom daentrega de si mesmo, doconsumir-se por amor ao Reinoe ao próximo.
    142. 142. Dirigente: Ó Deus, a cruz deJesus é o sinal do vosso amorpara conosco! Que o jovemdescubra a riqueza deste amor,que se mostra “mais forte que amorte” (cf. Ct 8,6) e nãosucumba às tentações do poder
    143. 143. e da ilusão de vidaexclusivamente nos bensmateriais. Isto vos pedimos, emnome de Jesus, nosso Senhor.- Amém.
    144. 144. Todos: Ó Maria, Mãe dosoprimidos, ensinai-nos asermos generosos edesprendidos dos bensmateriais, a fim de encontraraquela riqueza que “nem a traçacorrói e nem o ladrão rouba”.
    145. 145. CANTODas suas vestes despojadopor algozes maltratadoEu vos vejo, meu Jesus. (bis)Pela Virgem dolorosa,vossa Mãe, tão piedosa!Perdoai-me, meu Jesus. (bis)
    146. 146. CANTOVitória, tu reinarás,ó cruz, tu nos salvarás!Trabalhai pelo Pãoque jamais perecerá,pois tudo um dia passa!Meu Reino não passará!
    147. 147. 11ª Estação Jesus é pregado na cruz
    148. 148. Dirigente: Nós vos adoramos evos bendizemos, Senhor Jesus!- Porque, pela vossa santa cruz,remistes o mundo.
    149. 149. Leitor(a) 1- “Quando chegaramao chamado ‘lugar da caveira’,aí crucificaram Jesus e oscriminosos, um à sua direita eoutro à sua esquerda. Todos osconhecidos de Jesus, assimcomo as mulheres que o
    150. 150. acompanhavam desde aGalileia, ficaram a distância,olhando essas coisas”.
    151. 151. Leitor(a) 2- Irmãos e Irmãs, “oscatólicos são formados namística da cruz... Não vemos emJesus alguém que nos dáapartamentos, casas, empregoou carro. Ele nos dá dignidadepara administrar a nossa vida,
    152. 152. sejamos ricos ou pobres. Jesusnunca prometeu livrar alguémda dor e da cruz. Ele mesmopediu e o cálice não lhe foitirado. Mas disse que devemostomar nossa cruz e fazer comoEle”.
    153. 153. Leitor(a) 3: Devemos nosesforçar para que nossosjovens tenham um encontropessoal com Jesus Cristo, quepossam ser atentos aos falsosprofetas, que apresentam umareligião de contos de fadas,
    154. 154. descompromissada com oReino de Deus, com o amor aopróximo e aos pobres destemundo.
    155. 155. Dirigente: Ó Deus, a cruz deJesus é o sinal do vosso amorpara conosco! Fortalecei-nosnesse amor, para que nãosejamos omissos em nossasresponsabilidades naconstrução de um mundo
    156. 156. melhor. Dai-nos a graça deencontrar o Cristo em cadapobre sobre a terra e com Elelutar contra os falsos discursosreligiosos. Isto vos pedimos, emnome de Jesus, nosso Senhor.Amém.
    157. 157. Todos: Ó Maria, Sede daSabedoria, fortalecei a nossa fé,a fim de não nos enganarmospelos caminhos fáceis destemundo, pelas promessasilusórias de vida e felicidadesem compromisso.
    158. 158. CANTOSois por mim na cruz pregadoinsultado, blasfemadoCom cegueira e com furor. (bis)Pela Virgem dolorosa,vossa Mãe tão piedosa!Perdoai-me, meu Jesus. (bis)
    159. 159. CANTOVitória, tu reinarás,ó cruz, tu nos salvarás!O que pedir em meu nome,Meu Pai os atenderá,pois volto de onde vim!Meu Espírito os guiará.
    160. 160. 12ª Estação Jesusmorre na cruz
    161. 161. Dirigente: Nós vos adoramos evos bendizemos, Senhor Jesus!- Porque, pela vossa santa cruz,remistes o mundo.
    162. 162. Leitor(a) 1- “Então Jesus deuum forte grito: ‘Pai, em tuasmãos entrego o meu espírito’.Dizendo isso, expirou. Ocenturião viu o que tinhaacontecido e glorificou a Deus,dizendo: ‘De fatal Esse homem
    163. 163. era justo!”.
    164. 164. Leitor(a) 2- A Igreja, nossa Mãe,no Sagrado Tríduo Pascal,mostra-nos, de modo solene,Cristo crucificado, parareconhecermos nele o Autor daVida, que “por sua mortedestruiu a nossa morte”. Cada
    165. 165. um de nós, olhando para esteCristo crucificado por amor anós, compadeçamo-nos tambémdas inúmeras vezes em que avida de nossos jovens é ceifadaantes do tempo, seja por forçade terceiros ou muitas vezes por
    166. 166. suas próprias escolhas.
    167. 167. Dirigente: Ó Deus, a cruz deJesus é o sinal do vosso amorpara conosco! Que o sofrimentoaceito e a entrega de amor devosso Filho nos ajudem asermos educadores na fé,promotores do bem comum,
    168. 168. testemunhas de um “reino deverdade e vida, reino desantidade e graça, reino dejustiça, amor e paz”. Isto vospedimos, em nome de Jesus,nosso Senhor. - Amém.
    169. 169. Todos: Ó Maria, Rainha dosMártires, ensinai nossasfamílias a viverem o amor e a fécomo fundamentos da paz e daverdadeira vida.
    170. 170. CANTOPor meus crimes padecestesmeu Jesus por mim morrestes.Oh que grande é minha dor (bis)Pela Virgem dolorosa,vossa Mãe tão piedosa.Perdoai-me, meu Jesus. (bis)
    171. 171. CANTOVitória, tu reinarás,ó cruz, tu nos salvarás!No vale das sombras,todo mundo passará,mas eu venci a morte.Quem crê ressuscitará.
    172. 172. 13ª Estação Jesus édescido da cruz
    173. 173. Dirigente: Nós vos adoramos evos bendizemos, Senhor Jesus!- Porque, pela vossa santa cruz,remistes o mundo.
    174. 174. Leitor(a) 1- ‘Junto à cruz deJesus estavam de pé sua mãe ea irmã de sua mãe, Maria deCléofas, e Maria Madalena.Jesus, ao ver sua mãe e, ao ladodela, o discípulo que ele amava,disse à mãe: ‘Mulher, eis o teu
    175. 175. filho’. Depois disse ao discípulo:‘Eis a tua mãe!’ A partir daquelahora, o discípulo a acolheujunto de si”.
    176. 176. Leitor(a) 2- A dor de Maria nessemomento, ao receber o filhomorto nos braços, é como a dorde tantas mães, que veem seusfilhos despedaçados pelaviolência, pelo narcotráfico,pelos sistemas opressores
    177. 177. deste mundo. A mãe tem ocoração “transpassado pelamesma espada” que atravessa oseu filho.
    178. 178. Leitor(a) 3: A Virgem Maria éinvocada como “Advogadanossa”. Confiemos ao seucoração maternal os jovensbrasileiros, para que encontremnela o porto seguro nastempestades da vida. Que a Mãe
    179. 179. das mães sustente com suaintercessão as famílias que seencontram em crises, divisões efalta de amor.
    180. 180. Dirigente: Ó Deus, a cruz deJesus é o sinal do vosso amorpara conosco. Fortalecei-nosnesse amor, para que possamoscompletar a paixão de Cristoatravés de atitudes. Alimentai anossa esperança para que não
    181. 181. desanimemos em nossas lutasdiante das situações de morte.Isto vos pedimos, em nome deJesus, nosso Senhor.-Amém.
    182. 182. Todos: Ó Maria, nosso PerpétuoSocorro, iluminai os jovens,fortalecei as famílias e indicai-nos o caminho da vida.
    183. 183. CANTODo madeiro vos tirarame à Mãe vos entregaram!Com que dor e compaixão. (bis)Pela Virgem dolorosa!Vossa Mãe tão piedosa.Perdoai-me, meu Jesus. (bis)
    184. 184. CANTOVitória, tu reinarás,ó cruz, tu nos salvarás!Vejam a minha Mãe.Ela os acompanhará.É mãe de vocês também,no perigo os protegerá.
    185. 185. 14ª Estação Jesus ésepultado
    186. 186. Dirigente: Nós vos adoramos evos bendizemos, Senhor Jesus!- Porque, pela vossa santa cruz,remistes o mundo.
    187. 187. Leitor(a) 1- “Em verdade, emverdade, vos digo: se o grão detrigo que cai na terra não morre,fica só. Mas, se morre, produzmuito fruto” . “José deArimatéia depositou o corpo deJesus num túmulo que estava
    188. 188. cavado na rocha e rolou umapedra sobre a porta do túmulo”.
    189. 189. Leitor(a) 2- Quando nossasociedade exclui os jovens,limita suas condições dedesenvolvimento integral,sepulta-os, marginaliza-os. Édever de cada um de nósconjuntamente com o Estado
    190. 190. suscitar espaços eoportunidades para que cadajovem possa exercer seuprotagonismo de pessoahumana e cidadão.
    191. 191. Leitor(a) 3- Irmãos e irmãs,sejamos solidários para comesses jovens, seguindo oexemplo de Jesus, estendamosnossas mãos a eles,incentivemos seus propósitoséticos, seus sonhos e ideais de
    192. 192. justiça e fraternidade.
    193. 193. Dirigente: Ó Deus da esperança,fortalecei nossos jovens nesseamor, para que produzam frutosque alimentem a esperança naressurreição e na construção deum mundo mais igualitário efraterno. Isto vos pedimos, em
    194. 194. nome de Jesus, nosso Senhor.- Amém.
    195. 195. Todos: Ó Maria, Virgem daEsperança, ajudai-nos a nuncadesanimar na luta pelo bem,pela paz e pela promoção dadignidade humana.
    196. 196. CANTONo sepulcro vos puseram!Mas os homens tudo esperam!Do mistério da paixão. (bis)Pela Virgem dolorosa,Vossa Mãe tão piedosa,Perdoai-me, meu Jesus. (bis)
    197. 197. CANTOVitória, tu reinarás,ó cruz, tu nos salvarás!Aumenta a confiançado pobre e do pecadorConfirma nossa esperança!Na marcha para o Senhor.
    198. 198. 15ª Estação JesusRessuscito u
    199. 199. Dirigente: Nós vos adoramos evos bendizemos, Senhor Jesus!- Porque, pela vossa santa cruz,remistes o mundo.
    200. 200. Leitor(a) 1- “Por que buscaisentre os mortos aquele quevive? Não está aqui.Ressuscitou! Lembrai-vos doque ele vos falou, quando aindaestava na Galileia: ‘É necessárioo Filho do Homem ser entregue
    201. 201. nas mãos dos pecadores, sercrucificado e, no terceiro dia,ressuscitar’”.
    202. 202. Leitor(a) 2- A ressurreição deJesus é a certeza que o amor deDeus “é mais forte do que amorte” (cf. Ct 8,6). De fato,exclama o Apóstolo, “ondeabundou o pecado,superabundou a graça de Deus”
    203. 203. Não existe miséria infinita, pormaior que seja, que não possasempre ser recoberta por umamisericórdia infinita.
    204. 204. Leitor(a) 3- O jovem e a jovemque descobrem essaMisericórdia têm as suas vidasrestauradas. Compreendem quenão podem se contentar comum amor que é menor do que ode Deus. O encontro com
    205. 205. Aquele que foi crucificado eressuscitou faz do jovem umapessoa nova, capaz agora deenxergar o mundo e as pessoasatravés dos olhos do próprioDeus.
    206. 206. Dirigente: Ó Deus da vida, vindeao encontro de cada jovem como vosso amor restaurador. Quea fé na ressurreição do vossoFilho nos ajude a transformareste “mundo dilacerado pordiscórdias”. Isto vos pedimos,
    207. 207. em nome de Jesus, nossoSenhor.- Amém.
    208. 208. Todos: Ó Maria, Rainha doscéus e da terra, dai-nos porvossa preciosa intercessãocontemplar a Deus face a face,junto de vós na eternidade.
    209. 209. CANTOMeu Jesus por vossos passosrecebei em vossos braçosA mim, pobre pecador. (bis)Pela Virgem dolorosa!Vossa Mãe tão piedosaPerdoai-me, meu Jesus. (bis)
    210. 210. CANTOVitória, tu reinarás,ó cruz, tu nos salvarás!À sombra dos teus braçosA Igreja viveráPor ti no eterno abraçoO Pai nos acolherá.
    211. 211. Dirigente: Irmãos e Irmãs, aoconcluir nossa Via-Sacra,peçamos ao Senhor que acontemplação dos mistérios desua Paixão Redentora possagerar em nós frutos deconversão pessoal e social. Que
    212. 212. valorizemos a vida de nossosjovens e incentivemo-los aoencontro de fé e amor a Jesus,nosso Salvador. Para isso,vamos rezar com fé, amor e
    213. 213. confiança a oração que Elemesmo nos ensinou e a oraçãoda Campanha da Fraternidade.
    214. 214. Pai nosso ...
    215. 215. ORAÇÃO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2013Pai santo, vosso Filho Jesus,conduzido pelo Espírito eobediente à vossa vontade,aceitou a cruz como prova deamor à humanidade.
    216. 216. Convertei-nos e, nos desafiosdeste mundo, tornai-nosmissionários a serviço dajuventude.
    217. 217. -Para anunciar o Evangelhocomo projeto de vida, enviai-nos, Senhor;-para ser presença geradora defraternidade, enviai-nos, Senhor;
    218. 218. -para ser profetas em tempo demudança; enviai-nos, Senhor;-para promover a sociedade danão violência, enviai-nos,Senhor;
    219. 219. -para salvar a quem perdeu aesperança, enviai-nos, Senhor;-para construir uma sociedadefundada na cultura da vida,enviai-nos, Senhor.
    220. 220. Dirigente: O Senhor nosabençoe, nos guarde e nosproteja! De todo mal Ele noslivre e nos conceda a sua paz!Que Ele volte para nós o seurosto misericordioso e nosconduza à vida eterna, em nome
    221. 221. do Pai, do Filho e do EspíritoSanto.-Amém.
    222. 222. Formatação: Vanessa – Paróquia São Vicente

    ×