ORAÇÃO                                                                                                          3         ...
TEMA 02                                                                                                           5       ...
FONTES104                                                                      BibliografiaARQUIDIOCESE DE CAMPINAS : ANO ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Estudo - Ano da Fé: ficha-02

715 visualizações

Publicada em

Estudo - Ano da Fé: ficha-02

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
715
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudo - Ano da Fé: ficha-02

  1. 1. ORAÇÃO 3 Pedindo a Graça da Fé ARQUIDIOCESE DE CAMPINAS : ANO DA FÉ : CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA Papa Paulo VIORAÇÃO Senhor, faze que minha fé seja humilde, Senhor, eu creio; eu quero crer em Ti. Eu que não se fundamente em meu pensamento, eTe louvo pelo dom da fé e reconheço que estou nem em meu sentimento; mas que me submetaainda longe de ter a mesma fé de Abraão e Sara, sempre ao Espírito Santo, à tradição e àde Tobit, de tantos profetas e reis; e o quanto autoridade do magistério da Igreja.sonho em experimentar também a mesma fé da Obrigado Senhor, creio que estás meVirgem Maria. renovando e já me sinto fortalecido no corpo, no Renova em mim o dom da fé recebido no espírito e na alma, porque, como a Virgem Maria,Batismo, confirmado na Crisma e reanimado em professo "que tudo é possível para aquele quecada Eucaristia. Que eu viva alicerçado na Tua crê." Amém.Palavra e que por ela me sinta exortado àfidelidade. PROFISSÃO DE FÉ Diante de tua presença, professo que Símbolo Niceno-Constantinopolitanocreio, mas aumenta a minha fé. Senhor, faze que minha fé seja total, sem Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso,reservas; que ela penetre no meu pensamento e criador do céu e da terra, de todas as coisasna minha maneira de julgar as coisas divinas e visíveis e invisíveis.as coisas humanas Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Senhor, faze que minha fé seja livre, Filho unigênito de Deus, nascido do Pai antes dequero aceitar livremente Tua vontade com todas todos os séculos:as renúncias e deveres que ela comporta. Deus de Deus, luz da luz, Deus Senhor, Tu dissestes que felizes são os verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado, nãoque crêem sem ter visto. Dá-me a graça de crer, criado, consubstancial ao Pai; por ele todas asmesmo nos momentos em que não vejo caminho coisas foram feitas.ou solução, reconhecendo que Tu és o caminhoe solução, sempre! E por nós, homens, e para a nossa salvação, desceu dos céus: e se encarnou pelo Senhor, faze que minha fé seja forte. Que Espírito Santo no seio da virgem Maria, e se fezeu possa caminhar sobre ás águas revoltas e em homem.Teu Nome eu possa remover montanhas; dá-mea fé que não vacila, que é garantia de vida eterna Também por nós foi crucificado sobe que proclama Teu poder, agindo, curando e Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado.libertando. Ressuscitou ao terceiro dia conforme as Escrituras e subiu aos céus,onde está sentado à Que eu não tema a oposição daqueles direita do Pai.que contestam a fé, a atacam, a recusam e anegam; mas que minha fé se fortifique na E de novo há de vir em sua glória, paraexperiência íntima da verdade, que ela resista ao julgar os vivos e os mortos; e o seu reino nãodesgaste da crítica, que ela ultrapasse as terá fim.dificuldades cotidianas. Creio no Espírito Santo, Senhor que dá a Dá-me a cada dia a graça de pronunciar vida e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e oTeu Nome com a fé que não só alimenta a minha Filho é adorado e glorificado: ele que falou pelosesperança, mas que já vê acontecer; que é profetas.poder. Que eu permaneça com os olhos fixos no Creio na Igreja, una, santa, católica eTeu coração traspassado, para que, Te vendo, eu apostólica. Professo um só batismo parareceba a salvação e a anuncie a todos. remissão dos pecados. E espero a ressurreição Senhor, faze que minha fé seja alegre, dos mortos e a vida do mundo que há de vir.que ela dê paz e alegria à minha alma, que ela Amém.me torne disponível para rezar a Deus e paraconversar com os irmãos. Senhor, fazer que minha fé seja atuante eque seja também contínua busca de Ti, umcontínuo testemunho, um contínuo alimento deesperança.
  2. 2. TEMA 02 5 Deus Vem ao Encontro do Homem: ARQUIDIOCESE DE CAMPINAS : ANO DA FÉ : CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA A RevelaçãoINTRODUÇÃO: 4. Deus vem ao encontro do homemSanto Agostinho é um dos santos mais notáveis Deus, além disso, por amor, revelou-se aoque a Igreja já teve, e um dos homens mais homem, vindo ao seu encontro; desta forma, lhesábios do cristianismo. Depois de uma vida oferece uma resposta definitiva às perguntas queseparada de Deus foi batizado, chegando a ser se faz sobre o sentido e o fim da vida humana.bispo da cidade de Hipona, no norte da África. E Deu-Se a conhecer em primeiro lugar, aosescreveu muito e tem um livro especialmente primeiros pais, Adão e Eva, depois da queda pelosugestivo: As Confissões, onde conta a sua pecado original, não os abandonou masconversão e proclama o desejo de Deus inscrito prometeu a salvação e ofereceu a sua aliança.no coração da criatura: "Tu és grande, Senhor, e Logo, com Abraão, elegeu o povo de Israel. Pormuito digno de louvor: grande é o teu poder, e fim, Deus se revelou plenamente enviando o seutua sabedoria não tem medida. E o homem, próprio Filho, Jesus Cristo.pequena parte da tua criação, quer louvar-Te. Tu 5. Jesus Cristo, Palavra de Deus Paimesmo o incitas a isso, fazendo que encontresuas delícias em seu louvor, porque nos fizestes, Jesus Cristo é o Filho de Deus que se fezSenhor, para ti e nosso coração está inquieto até homem. É a palavra única, perfeita e definitiva deque descanse em ti". Deus Pai. Jesus Cristo já disse tudo o que Deus queria dizer a nós homens, de maneira que já háIDEIAS PRINCIPAIS: não existirá outra Revelação depois de Cristo.1. O desejo de Deus no coração humano 6. As fontes da Revelação: Sagrada EscrituraO desejo de Deus está inscrito no coração do e Tradiçãohomem, que foi criado por Deus e para Deus ; A Revelação de Deus pode ser encontrada naDeus não deixa de atrair o homem para si, e só Sagrada Escritura e na Tradição divina. Aem Deus encontra a paz, a verdade e a alegria, sagrada Escritura é a Palavra de Deusque não cessa de buscar. O homem é um ser transmitida por escrito, e consta nos livrosreligioso. Como dizia São Paulo na cidade de inspirados por Deus que formam a Bíblia: 45Atenas, " em Deus vivemos, nos movemos e livros do Antigo Testamento ( antes da vinda deexistimos" (Atos 17,28). Jesus Cristo à terra) e 27 do Novo Testamento. A2. O esquecimento ou negação de Deus Tradição é a revelação divina encomendada porMas o homem pode esquecer-se de Deus, e Cristo e o Espírito Santo aos Apóstolos, einclusive recusá-Lo ou negar Sua existência. transmitida íntegra, de viva voz à Igreja.Motivos? A ignorância, o rebelar-se contra o mal 7. A Igreja, custodia e intérprete do depósitoque se sofre ou se vê, as preocupações do da fémundo e das riquezas, o mau exemplo de alguns Cristo confiou à sua Igreja a Revelação de Deus,que se chamam cristãos, as idéias contrárias à contida na Sagrada Escritura e na Tradição. Areligião... e a atitude do pecador que - por medo - este tesouro nós o chamamos de depósito da fé.se oculta de Deus e foge de seu chamado. Cristo o confiou à Igreja para que o custodie,Nenhum desses pretextos justifica o interprete, professe e pregue a todo mundo. Estaesquecimento ou a negação de Deus . é a doutrina cristã, que a Igreja não cansa nunca3. É possível conhecer a existência de Deus de ensinar aos homens e mulheres de todas aspor meio da razão natural idades e de todas as épocas.O homem pode conhecer a existência de Deus 8. Conhecer a Bíbliapor dois caminhos: um, natural, e o outro A Igreja tem grande veneração pela Sagradasobrenatural. O caminho natural para conhecer a Escritura, destacando os quatro evangelhos queDeus tem como ponto de partida a criação, quer ocupam um lugar verdadeiramente privilegiado,dizer, as coisas que nos rodeiam. Somente com pois o seu centro é Jesus Cristo. Na Missa,a luz da razão, o homem sabe que nem as coisas depois de ler o Evangelho, o sacerdote o beijanem ele tem em si mesmos a razão de ser, em sinal de veneração e respeito. É lógico queporque tiveram princípio e terão fim: são seres todo cristão procure conhecer a Sagradacontingentes, seres criados e dependentes. Por Escritura, especialmente os Evangelhos, e queisso, através do que foi criado, o homem pode dedique um tempo para ler e meditar a Palavrachegar ao conhecimento da existência de Deus, de Deus. Como diz São Jerônimo: "desconhecerCriador, Ser necessário e eterno, causa primeira a Escritura é desconhecer a Cristo".e fim último de tudo.
  3. 3. FONTES104 BibliografiaARQUIDIOCESE DE CAMPINAS : ANO DA FÉ : CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA • Material baseado no livro "Curso de Catequesis" do Editorial Palavra, Espanha, de autoria de Jayme Pujoll e Jesus Sanches Biela, traduzido para o português por Dom Antônio Carlos Rossi Keller. • Catecismo da Igreja Católica, promulgado pelo Beato João Paulo II em 1992. • Compêndio do catecismo da Igreja Católica, promulgado pelo Papa Bento XVI em 2005. • Carta Apostólica do Papa Bento XVI sob forma de "Motu Proprio" Porta fidei com a qual se proclama o Ano da Fé, 11 de outubro de 2011. • Nota com indicações pastorais para o Ano da Fé, Santa Sé, 6 de janeiro de 2012. • Decreto da Penitenciaria Apostólica com o qual se concedem indulgências por ocasião do Ano da Fé,14 de setembro de 2012. SETOR IMPRENSA Arquidiocese de Campinas Arcebispo Metropolitano Dom Airton José dos Santos Direção Padre Rodrigo Catini Flaibam Editora Chefe Bárbara Beraquet, MTb 37.454 Jornalista e Repórter Wilson Antonio Cassanti, MTb 32.422 Apoio Mariana Ignácio Maristela Domingues Nathália Trindade João do Carmo Costa Rua Lumen Christi, 02, Jardim das Paineiras 13092-320, Campinas, SP, Brasil Tel. +55 (19) 3794.4650 asscom@arquidiocesecampinas.com www.arquidiocesecampinas.com

×