Gessica E Nilda

323 visualizações

Publicada em

Pesquisa sobre o Uruguai

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
323
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gessica E Nilda

  1. 1. A economia do Uruguai é caracterizada por um setor agrícola orientado para a exportação, com uma força de trabalho bem educada, com altos níveis de investimentos sociais. Pastagens para rebanhos de bovinos e ovinos cobrem cerca de 80% da área do país. Carne, lã e pele de bovinos e ovinos são os principais produtos de exportação. Apesar da ausência de recursos naturais o Uruguai apresenta um elevado padrão de vida. Porém, após ter crescido 5% anualmente durante os anos de 1996-1998, em 1999-2002 a economia sofreu uma queda de crescimento, influenciada principalmente pelos efeitos dos problemas econômicos de seus países vizinhos, Argentina e Brasil. Economia
  2. 2. A Constituição da República garante a liberdade de cultos existindo, no país, a prática de diversas religiões. Mas a religião católica, historicamente presente em todo seu território, continua predominando entre os uruguaios. Segundo o Ministério de Turismo y Deporte, 56,2% são católicos, 38,3% não religiosos, 2% protestantes, e 1,7% judeus. Religião
  3. 3. As tradições gaúchas têm grande importância no folclore de ambos os países. A taxa de analfabetismo é quase nula e a imprensa é livre e atuante. São inúmeras as instituições culturais, públicas e privadas, sobretudo em Montevidéu. Cultura
  4. 4. POPULAÇÃO: Total: 3,3 milhões (2000), sendo europeus ibéricos e meridionais 88%, eurameríndios 8%, afro-americanos 4% (1996). Densidade: 18,73 hab./km2. População urbana: 91% (1998). População rural: 9% (1198). Crescimento demográfico: 0,7% ao ano (1995-2000). Fecundidade: 2,4 filhos por mulher (1995-2000). Expectativa de vida M/F: 70,5/78 anos (1995-2000). Mortalidade infantil: 18 por mil nascimentos (1995-2000). Analfabetismo: 2,2% (2000). IDH (0-1): 0,825 (1998).

×