Cassio Alessandro

635 visualizações

Publicada em

Pesquisa sobre a Guiana Francesa

Publicada em: Educação, Tecnologia, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
635
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cassio Alessandro

  1. 1. A Guiana Francesa (em francês Guyane française, oficialmente apenas Guyane) é um departamento ultramarino da França (département d'outre -mer , em francês) na costa atlântica da América do Sul (e, como tal, é o principal território da União Europeia no continente). Ocupa uma superfície de 86.504 km², limitada ao norte pelo Oceano Atlântico , a leste e a sul pelo Brasil e a oeste pelo Suriname (junto à fronteira com este país está a cidade de Saint- Laurent-du-Maroni ). Sua capital e principal cidade é Caiena ( Cayenne). GUIANA FRANCESA
  2. 2. Colônia francesa até 1946, desde então a Guiana Francesa é um departamento ultramarino francês. Como parte integral da República Francesa, a Guiana Francesa é representada no Senado e na Assembleia Nacional da França, seus cidadãos participam das eleições para presidente da República Francesa. Como parcela do território francês tanto quanto as partes da República Francesa localizadas no continente europeu, a Guiana Francesa é considerada parte da União Europeia, e a moeda local é o Euro Vicente Yáñez Pinzón foi o primeiro explorador da costa das Guianas, em 1500. Iludidos pela mítica cidade do ouro (Eldorado), numerosos aventureiros buscaram inutilmente fortuna na região. HISTORIA
  3. 3. Depois, Caiena foi tomada pelos holandeses que, expulsos em 1664, voltaram a assentar-se em 1676. O Tratado de Breda, de 1667, legitimou a posse do território pela França, e o Tratado de Utrecht fixou as fronteiras com o Brasil em 1713 Na expedição colonizadora de Kourou (de 1763 a 1765), morreram cerca de 14.000 pessoas, a maioria europeus. A revolução francesa pouco repercutiu na colônia, onde a escravidão foi abolida em 1794 e restabelecida em 1802. Em 1809, a Guiana foi ocupada pelos portugueses, e devolvida em 1817. A abolição definitiva da escravatura, em 1848, arruinou as plantações, situação agravada com o descobrimento de jazidas de ouro em 1855, pois a escassa mão-de-obra abandonou a agricultura. O problema dos limites com o Brasil foi resolvido definitivamente quando o barão do Rio Branco provou que "o rio de Vicente Pinzón", delimitador da fronteira, era o Oiapoque.
  4. 4. Quanto à questão do Amapá, foi solucionada em 1900 por laudo arbitral do presidente do Conselho Federal da Suíça. Com isso, terminaram as investidas francesas na fronteira. Os habitantes tornaram-se cidadãos franceses em 1848 e desde 1887 têm representação na assembleia. Em 1946, a Guiana tornou-se departamento da França.
  5. 5. A economia da Guiana Francesa é baseada principalmente na pesca e na extração mineral. O departamento registra notável imigração ilegal, principalmente de brasileiros, haitianos, surinameses, atraídos pela possibilidade de obter renda em Euros. Na segunda metade do século XX, a Guiana Francesa desenvolveu uma economia florescente, estimulada pela atividade no centro espacial de Kourou, conhecida por hospedar a base de lançamento de foguetes e satélites da Agência Espacial Europeia (ESA). O aluguel da base de lançamento rende dividendos à administração local. ECONOMIA Tem estatuto de região administrativa, assim como os departamentos ultramarinos de Martinica, Guadalupe e Reunião.
  6. 6. Capital Caiena 4°93'N 52°33'W Cidade mais populosa Caiena Língua oficial francês Governo Região e departamento ultramarino da República Francesa - Préfet [1] Jean-Pierre Laflaquière Área - Total 86.504 km² (º) - Água (%) 2 População - Estimativa de 2007 209.000 hab. (º) - Censo 2005 190.842 - Urbana 81,5% (2003) [1] hab. (º) - Densidade 2,5 hab./km² (º) Moeda euro (EUR) Clima Equatorial
  7. 7. ARTE E CULTURA O mais interesante do país são as diferentes culturas indígenas e aquelas surgidas da mestiçagem. Poderá conhece-las se penetrar nestes mundos. A cultura francesa deixa-se ver nas cidades misturadas com o Carnaval, a música caribenha e as esculturas de madeira locais.

×