Um herói tiradentes

814 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
814
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Um herói tiradentes

  1. 1. Um herói: Tiradentes-Capítulo I Um herói: Tiradentes I Um dia , já faz duzentos anos, D.Antônia disse a seu Domingos:
  2. 2. -Domingos, que é de Joaquim? D. Antônia era mulher de seu Domingos.Tinham eles uma fazenda em São João d'El Rei, na Capitania de Minas Gerais,e nela viviam com seus filhos.Eram sete:cinco meninos e duas meninas. Os dois mais velhos estudavam para padre. O quarto chamava-se Joaquim José. -Domingos, que é de Joaquim? O seu Domingos estava acostumado a ouvir aquela pergunta, porque a mulher lhe fazia muitas vezes no dia, desde que o pequeno Joaquim José começou a andar e pôde dar as suas voltas. - O seu Domingos , que examinava uns minérios, respondeu-lhe impaciente: -Onde há de estar?Rodando por aí.Já o vi ajudando a ferrar cavalos; depois trabucou com o carpinteiro no conserto do carro; esteve no palheiro, lendo o livro que o padrinho lhe trouxe: por
  3. 3. último , estava com os escravos na mineração... Um herói: Tiradentes Capítulo II Joaquim José da Silva Xavier era o nome todo menino e, como se vê , devia ser um diabrete vivo e incansável .Não parava um momento.Muito
  4. 4. curioso, queria aprender tudo.Muito metediço,não havia coisa que não se metesse.Muito ativo, não sabia o que era preguiça.Onde quer estivesse,havia discussão e movimento, porque sabia agitar o seu mundo. Criança ainda, era ele o que resolvia as principais dificuldades da fazenda.Fazer uma conta depressa, escrever uma carta, dar um recado, pegar um cavalo arisco,consertar uma fechadura, tapar uma uma goteira, apanhar lenha, tudo fazia com desembaraço e boa vontade. Era bom , e todos gostavam dele,principalmente os humildes. Um dia, como um escravo chorasse de dor de dente, disse-lhe: -Deixe estar que eu lhe tiro esse malvado.
  5. 5. Dito e feito.Tirou-lhe o dente com uma habilidade grande. Dente aqui, dente ali, acabou por aprender melhor arte do do que o dentista da terra, e, por isso,dentro de pouco tempo, todo mundo passou a chamá-lo Tiradentes.
  6. 6. Um herói: Tiradentes Capítulo III Naquele tempo,não havia escolas superiores em nosso país, a não ser para formar sacerdotes, e o pequeno Joaquim José, não
  7. 7. queria ser padre,resolveu aprender por si as coisas que queria. Observou como os dentistas trabalhavam, comprou livros, praticou e fez-se dentista. O seu padrinho era médico.Pois bem.Joaquim José desandou a frequentar a casa do padrinho,lendo livros dele, discutindo com ele e, dentro em pouco, estava curando tão bem como ele. -Compadre Domingos, dizia o médico, que se chamava Sebastião Ferreira Leitão- o meu afilhado vai longe. O diabo do advinha coisas que eu não sei. -Tem razão,Doutor- respondeu- lhe, certa vez Domingos. Ele merecia bem seguir uma carreira ,mas não posso dispensá-lo. Ele é a alma da fazenda.Entende de mineração, trabalha na carpintaria, faz- se de ferreiro, amassa cavalo bravo. Não podemos
  8. 8. passar sem ele. Os próprios escravos o adoram, por que cuida com carinho. Por causa dele, os meus escravos nunca são castigados. E os seus irmãos pequeninos? Eles lhes serve de mãe, pois substitui a mãe que Deus levou. Um herói: Tiradentes- Capítulo VIII Um herói : Tiradentes
  9. 9. Capítulo VIII Então, Joaquim José começou a trabalhar para livrar o Brasil. Procurou os militares, os advogados, os sacerdotes, os capitalistas, todos quantos podiam compreender a dureza daquela vida.Em Vila Rica, Mariana, São João d' El -Rei, no Rio de Janeiro, ia abrindo os olhos dos brasileiros paraque revoltassem. O Brasil era uma terra fértil e rica: podia viver por si.Os Brasileiros eram inteligentes e trabalhadores: deviam governar-se por si. Vocês sabem o que aconteceu? Dentro de pouco tempo, o governo soube do que se passava , prendeu os que conspiravam , e vocês sabem o resto- Tiradentes foi enforcado. Pensam vocês que ele se acovardou?Nada. Disse toda verdade na cara de seus juizes, contando
  10. 10. porque os brasileiros se haviam revoltado e chamou para si toda responsabilidade da conspiração.Ele foi a melhor testemunha contra si próprio. Um herói; Tiradentes- Capítulo IX- Final
  11. 11. Um herói :Tiradentes Capítulo IX Vejam vocês , como a vida desse homem é bonita e como a sua alma foi igual: em Minas Novas, aos vinte anos, deitou o braço num patrão de escravo que martirizava um pobre preto, e foi preso, perdendo todos os seus bens; em Vila Rica,quando tinha quarenta anos, não se conformou como sofrimento de seu povo, revoltou-se e perdeu a vida. Vocês acham por acaso que o patrão de escravos de Minas Novas continuou a espancar os seus escravos como vinha fazendo, depois da surra que o moço Tiradentes lhe deu?Pensam vocês que governo português continuou a dar o mesmo tratamento que vinha aos brasileiros depois da Inconfidência?Não pensem
  12. 12. assim.Garanto a vocês que o patrão de escravos se lembrou da pancadaria que levou, levou, todas às vezes que teve de levantar o braço contra um escravo. Por sua vez,é certo que o governo português , a partir da Inconfidência começou a tratar o Brasil de maneira melhor e mais humana. E sabem o que mais ? O povo brasileiro começou a sentir que era preciso lutar para tornar independente este grande país que é nossa Pátria. E os brasileiros tornaram o Brasil independente. Só pelo trabalho, só pelo desenvolvimento da indústria, da da agricultura, do comércio , só pela valorização do homem brasileiro, é que nosso povo acabará de fazer a independência do Brasil. Todos nós precisamos de aprender a lição de Tiradentes:
  13. 13. trabalhar pelo Brasil, e, se for preciso morrer pelo Brasil. ( Um Herói: Tiradentes, texto extraído do livro "As mais Belas Histórias- Páginas 50 até 57)

×