Pim finalizando

11.724 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.724
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
263
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pim finalizando

  1. 1. UNIP – UNIVERSIDADE PAULISTACURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAISCLOPAY DO BRASIL LTDAPIM – PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINARJUNDIAÍ2013
  2. 2. UNIP – UNIVERSIDADE PAULISTACURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAISNOME: R.A.CARLA BRACCO GLOVASTISK B81810-7HUMBERTO DO NASCIMENTO B62GIB-8MARCUS VINICIUS POUZA B77CAI-3NATHÁLIA ZAMARRO PRADO B75682-9CLOPAY DO BRASIL LTDAPIM – PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINARJUNDIAÍ2013
  3. 3. UNIP – UNIVERSIDADE PAULISTACURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAISCLOPAY DO BRASIL LTDAPIM – PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINARAUTORESCarla BraccoGlovatiskiHumberto do NascimentoMarcus Vinícius PouzaNatháliaZamarro PradoJUNDIAÍ2013Projeto Integrado Multidisciplinarentregue à UNIP – UniversidadePaulista, para avaliação esemestral no Curso Superior deTecnologia em ProcessosGerenciais.Prof.: WilliamEstevão
  4. 4. RESUMOO projeto integrado multidisciplinar (PIM) do curso de gestão em processosgerenciais aborda o levantamento de informações da indústria denominada “Clopay– PlasticProducts, que atua no ramo de filmes plásticos de propileno e nos trazinformações importantes sobre sua constituição, fundação, história, característicasadministrativas, ramo de atividade, tecnologias utilizadas, administração de recursosmateriais e patrimoniais e, formas de administração.Palavra(s) Chave(s): plástico, propileno.
  5. 5. ABSTRACTThe integrated multidisciplinary project (IMP) of managerial processesmanagement course covers the information industry survey called "Clopay PlasticProducts in propylene plastics films industry and brings important information aboutits Constitution, Foundation, story, administrative features, business, technologies,materials and property resource management and Administration Forms.Keywords: plastic, propylene.
  6. 6. SUMÁRIOINTRODUÇÃO...........................................................................................................091. DESCRIÇÃO DA ORGANIZAÇÃO.......................................................................101.1 Denominação e forma de constituição...........................................................101.2 Dados e fatos relevantes da origem da organização......................................101.3 Natureza e ramo de atuação...........................................................................111.4 Informações sobre o porte da empresa...........................................................111.5 No Brasil..........................................................................................................121.6 Principais equipamentos.................................................................................121.7 Principais produtos..........................................................................................121.8 Principais clientes............................................................................................121.9 Principais concorrentes...................................................................................121.10 Principais Fornecedores..................................................................................131.11 Organograma..................................................................................................142. REVISÃO BIBLIOGRAFICA............................................................................152.2 Comunicação Empresarial..............................................................................152.2.1 História da Comunicação................................................................................152.2.2 Meios de Comunicação...................................................................................162.2.3 Estratégia de Comunicação............................................................................162.2.4 Comunicação na Clopay.................................................................................172.2.5 Comunicação Interna......................................................................................18
  7. 7. 2.2.6 Comunicação externa.....................................................................................192.2.7 Tipos de documentos......................................................................................202.2.8 Feedback.........................................................................................................212.3 Técnicas de informática...................................................................................212.3.1 O papel dos sistemas de informação no ambiente de negócios.....................212.3.2 Equipamentos.................................................................................................232.3.3 Sistemas operacionais....................................................................................242.3.4 Rede de computadores e internet...................................................................242.3.5 Armazenamento de dados e segurança de arquivos......................................252.3.6 Diagrama de Rede...........................................................................................262.4 Recursos materiais e patrimonias...................................................................272.4.1 Programa Mestre de produção........................................................................272.4.2 Planejamento de necessidades de materiais..................................................292.4.3 Compras..........................................................................................................312.5 Economia e mercado.....................................................................................322.6 Matemática aplicada .....................................................................................342.6.1 Fração.............................................................................................................352.6.2 Regra de três...................................................................................................352.6.3 Regra de três composta..................................................................................352.6.4 Porcentagem...................................................................................................373 CONCLUSÃO..................................................................................................37
  8. 8. 4 BIBLIOGRAFIA................................................................................................47
  9. 9. 9INTRODUÇÃOPretende-se com este trabalho analisar a estrutura administrativa da indústriade filmes plásticos, baseando-se nas disciplinas aplicadas durante o primeirosemestre do curso, para demonstrarmos o grau de aproveitamento que obtivemos eao mesmo tempo, ampliarmos nossos conhecimentos através de pesquisas.A empresa analisada é a „ ClopayPlasticProducts do Brasil ‟ da qual um dosautores é colaborador.Os dados obtidos foram coletados diretamente na empresa, momento em quetivemos a oportunidade de realizar entrevistas com diretores, gerentes e demaiscolaboradores.A escolha da Clopay foi feita pensando sobre a evolução do mundo e dasgrandes invenções e descobertas. E dessas invenções, uma das maisrevolucionárias foi o plástico, de tecnologia inovadora, que está sempre emdesenvolvimento, e que com a sua descoberta, passou a proporcionar mais confortoem nossas vidas.Ao final deste projeto, o leitor conhecerá de maneira detalhada a empresaapresentada e as particularidades do produto de sua venda, em âmbito nacional.
  10. 10. 101. DESCRIÇÃO DA ORGANIZAÇÃO1.1. Denominação e forma de constituição.Clopay - PlasticProductsSituada à Rua Gustavo Henrique Meerson, nº 70,Parque Industrial III - Jundiaí – SP (Fazenda Grande)CEP 13213-0851.2. Dados e fatos relevantes da origem da organização.A história da Clopay começou em 1930, numa época de desemprego recordee fracassos comerciais. A maioria das empresas não pensavam em termos de visão,possibilidades, ou inovação, pensavam meramente em sobrevivência (lucro).Felizmente, Clopay não era como a maioria das empresas. Em vez disso, ocompromisso da Clopay à inovação já era evidente.Em 1950, Clopay abraçou a revolução dos plásticos, que ainda estava em suainfância. A empresa entrou no campo de extrusão de plástico em uma baseexperimental e, dentro de um ano, havia se comprometido a campo em tempointegral.No início dos anos 60‟ foi o boom da construção, por conta da guerra, e ocompromisso da Clopay para o mercado consumidor nunca foi tão forte. A Clopayexpandiu-se com as compras de Baker-Aldor-Jones (fabricantes de aço, fibra devidro e portas de alumínio) e Francis Products, Inc. (fabricantes e distribuidores deportas basculantes e equipamentos relacionados).Na década de 1970, Clopay continuou a se expandir na Europa e nos EstadosUnidos.A década de 1980 trouxe mais do mesmo para Clopay em termos dededicação à expansão. Em 1985, a planta da Clopay em Nashville, Tennessee,abriu. Um ano depois, Clopay foi adquirida pela Griffon, Que é a atual dona da rede.Na década de 1990, quando outras empresas estavam apenas começando adescobrir "mercados emergentes", a Clopay já estava bem desenvolvida.Em 1998, eles continuaram a expandir as suas capacidades através daaquisição de BöhmeVerpackungsfolienGmbH, fabricante de embalagens plásticasespeciais e filmes para o mercado europeu.E em 2001, a Clopay do Brasil foi adicionado à família global da Clopay. Esteé o principal fabricante brasileiro de higiene plástico e filmes especiais.
  11. 11. 11Em 2004, Clopay tornou-se o maior produtor mundial de filmes respiráveismicro porosas.Muitas coisas mudaram desde o seu começo humilde em 1930, mas umacoisa permanece constante nessa empresa. A Clopay é uma empresa que sempreaguarda com expectativa a próxima possibilidade.1.3. Natureza e ramo de atuação.A Clopaydo Brasil - Produtos Plásticos tem linhas de produção de altavelocidade e custos-eficazes, capazes de executar tanto materiais finos quanto decalibre pesado. Fabrica uma variedade de produtos que servem a higiene, saúde emercados industriais e é amplamente conhecida por sua expertise na extrusão defilme fundido e revestimento de extrusão de ambos, não respiráveis e micro porosa,filmes respiráveis e compósitos.1.4 Informações sobre o porte da empresa.Empresa de médio porte com3 unidades de negócio, sendo:América do Nortecom 45% das Vendas, Europa com 45% das Vendas e América Latina com 10% dasVendas. Comoito fabricas, sendo: três nos Estados Unidos, duas na China, uma naAlemanha e mais dois escritórios contábeis, um na Turquia e um no Brasil.Capacidade: 5 bilhões de m² de filmes e 2,5 bilhões de m² em filmesimpressos.Mercado de atuação: Descartável - Higiene, Descartável - Médica, Materiaisespeciais para indústria.1.5 No Brasil:São aproximadamente 200 funcionários, onde para a contratação é exigido nomínimo o ensino médio completo para a linha de produção onde abrange 60% dosfuncionários, para os demais departamentos é exigido cursos técnicos e/ousuperiores, que por sua vez, são divididas em: Vendas, departamento de RecursosHumanos, Financeiro, T.I., Comercio Exterior, Custos, Contábil & Fiscal, Processos,Compras Desenvolvimento de Produtos, PCP, Qualidade, Logística, Industrial,Extrusão, Doctor, Flexografia, Manutenção, Segurança do Trabalho e também contacom serviços terceirizados na área de Limpeza, Portaria, Restaurante e Transporte
  12. 12. 12Fretado. E Cada setor conta com um responsável pela área e por sua vez são todoscoordenados por um Diretor Geral.1.6 Principais equipamentos.Máquinas Extrusoras B1, B2, B3 e B4 – Derretem o Polímero e transforma em FilmePlástico.Máquina Impressora Flexiografica – Imprimi e corta a arte individual de cadacliente.Máquina Doctor – RebobinadeiraMáquina Bel – Faz a laminação do filme.1.7 Principais produtos.A Clopay do Brasil produz filmes plásticos em polietileno e polipropileno. Alémdos filmes lisos e coloridos considerados commodities, a empresa fabrica filmesespeciais impressos, laminados, respiráveis e estriados.1.8Principais clientes.P&GJohnson e Johnson3MTyparAveryDennisonSCADu PontKimberly-ClarkOntex1.9Principais concorrentes.Tredegar CorporationSoft FilmPlastarProvidenciaCanguru
  13. 13. 131.10 Principais fornecedores.Fornecedores de Resinas (Polímeros)Dow Química BBraskenQuartorFornecedores de tubetes, pigmentos e tintasCedartosCromexTupawerSan Química
  14. 14. 141.11 OrganogramaDiretorGeralDiretordeOperaçõesGerentedeOperaçõesAuxiliarAdministrativoJrTécnico emSegurança doTrabalhoGerentedeManutençãoCoordenador deProjetosPlanejador deManutençãoAlmoxarifeCoordenador daQualidadeCoordenador de Ass.TécnicaTécnico da QualidadeAnalista da QualidadeGerentedeManufatura Líderes de ProduçãoCoordenador deProdução Líderes de OperaçãoAnalista de ProcessosCoordenador deProcesosEngenheirodeProcessosAssistente de ProcessosGerentedeLogisticaCoordenador deOperações LogísticasSepervisor de LogísticaAnalista de LogísticaOperador LogísticoOperador deEmpilhadeiraCoordenador dePCP Analista ComercialDiretorFinanceiroGerentede T.I Analista de Sistemas PLCoordenadorFiscal & ContabilAnalista Fiscal PLAssistente FiscalCoordenador deCustosAnalistaFinanceiroPLAnalista deComércioExterior SRDiretorde MRK EVendasExecutivodeVendasGerenteemDesenvolvimentodo ProdutoTécnico emDesenvolvimento do ProdutoAnalista emDesenvolvimentode ProdutoGerentedeSuprimentosAssistente deComprasCoordenador deRecursosHumanosAprendiz deRecursos HumanosAnalista deRecursos HumanosPLAssistente deTreinamento
  15. 15. 152REVISÃO BIBLIOGRAFICA2.2 Comunicação Empresarial2.2.1 História da ComunicaçãoA História da Comunicação evoluiu no mesmo ritmo da história dahumanidade, pois sempre foram passadas de um para o outro, de tal forma aexpandir as descobertas. Os meios de comunicação são extensões do nosso corpo,e nossas mensagens, do nosso sentir e pensar, o rádio e o lápis, extensões donosso falar e pensar e dos nossos dedos, respectivamente. Uma prensa reproduzinfinitamente a ideia colocada numa matriz, o telefone enviam imagens e mensagenspara qualquer lugar do mundo, a internet nos conecta ao mundo, a um show deinformações.Significa que de onde estamos podemos receber som, imagem e mensagemde pontos remotos em relação ao nosso. Cada um de nós pode ser um repórter,redator, editor, apresentador, mesmo que seja de um infojornal.Não há uma decisão em nossas vidas que não tenha refletido, mesmo queremotamente, o eco dessas mensagens.Na pré-história, a comunicação era feita através de gestos, posturas,grunhidos, sem que o homem rudimentar soubesse correlacionar objetos e seu uso,com a mensagem que desejava passar, e quando se aprendeu a fazer essa relação,repassava aos demais através da repetição.Após esse período, os sumérios foram os percussores da escrita cuneiforme,e com o passar do tempo e aperfeiçoamento desta técnica, surgiu a tipografia,dando início à era da Comunicação Social.Desde os primórdios da humanidade até os dias atuais, a comunicaçãoevoluiu de tal forma que nos dias atuais é impossível controlar a propagação de umamensagem que é lançada nos meios de comunicação disponíveis.Celular, internet, smartphones são cada vez mais comuns na vida daspessoas, facilitando assim a comunicação entre as pessoas, mesmo que estejamem lugares distantes e incomuns.
  16. 16. 162.2.2 Meios de ComunicaçãoA comunicação humana pode ser feita de diferentes formas. Diversos meiossão utilizados pela humanidade para que ocorra a troca de informação, ideias,sentimentos e pensamentos.Os mais diversos meios de comunicação:Telefone;Rádio;Carta;Fax;Telegrama;Jornal;Livro;Revista;Cinema;Teatro;Televisão;Cartazes;Comunicação direta via rádio;Mensagens sms;E-mail;Internet;Intranet;Mensagens instantâneas (Tipo MSN Messenger);Chamadas telefônicas por sistemas on-line.Os diversos meios de comunicação vieram para facilitar o dia a dia daspessoas, em qualquer circunstância, que se comunicam.2.2.3 Estratégia de Comunicação
  17. 17. 17Como, porque, quando e com quem se comunicar é parte da estratégia daempresa, e depende da decisão do administrador, ciente de que a comunicaçãocontribui para a missão desta organização.No ambiente atual, uma empresa que não se comunica com um amplo nívelde interessados pode acabar prejudicando suas perspectivas financeiras. Grandesempresas, como Coca Cola e IBM, com a política há muito tempo estabelecida deevitar contato com a mídia, aprenderam que essa estratégia pode causar impactonegativo nas vendas e no ambiente de negócios impelidos pelas informações – e seadaptaram.Organizações preocupadas com uma missão, visão e valores precisamdesenvolver sua estratégia baseada na derivação desses valores. A Clopay doBrasil procura manter uma comunicação aberta em todos os níveis da empresa,tanto no acesso aos operários como no acesso à direção.Como indica a figura abaixo, o clássico modelo de estratégia decomunicações é circular, de modo que possa ser constantemente melhorada..A empresa objeto de estudo deste Projeto trabalha com este modelo de estratégia,para comunicar-se interna e externamente.2.2.3 Comunicação na Clopay do BrasilMetas deOrganizaçãoPlanejarComunicaçõesAgirAvaliarFigura 1Fonte: CORRADO, Frank M. – „ A força da comunicação‟, São Paulo, Makron Books, 1994
  18. 18. 18Na Clopay, a tanto a comunicação interna quanto externa, não são feitas porum setor específico para o assunto, mas sim por cada setor da empresa, desde queatenda às necessidades e seguindo o fluxo determinados:Ascendente;Descente;Horizontal.O principal canal de comunicação é a escrita, utilizando o e-mailexcessivamente na comunicação interpessoal e interfuncional, pois desta formaentende-se que toda e qualquer conversa, solicitação, informativo e ações ficamregistradas.O setor administrativo é responsável pela parte de planejamento estratégicoda área de comunicação interna e externa da empresa.A principal ação da organização é o planejamento. Um bom planejamento fazcom que a comunicação interna flua de uma melhor maneira, e a externa ser maiseficiente.A empresa tem como conduta procurar dirimir qualquer tipo de comunicaçãoque interfira na relação interpessoal entre colaboradores. No que se refira àcomunicação informal, o meio conhecido como „Radio Peão‟ é tratado como umaforma natural de conversação dentro da empresa.A Clopay do Brasil acredita que informações úteis possam ser noticiadasatravés desse meio dentro da empresa, como satisfação do colaborador,reclamações com relação à gestão administrativa ou benefícios, podem chegar aoconhecimento da gerência, e aprimorar métodos e processos, e melhorar orelacionamento com os funcionários.Numa visão geral, organização procura se comunicar de maneira clara e estarsempre aberta à opiniões e sugestões dos diversos setores da empresa.2.2.4 Comunicação InternaUm sistema de comunicação é bom quando não se nota que ele existe. Umaorganização se comunica de forma perfeita, quando os empregados se comunicamde maneira contínua com os escalões superiores, inferiores e de mesmo nível de
  19. 19. 19organização; e quando os empregados e gerentes contam a mesma história daempresa para os clientes, os acionistas, o governo, a comunidade e outros públicos.Nessa citação de CORRADO, Frank M. – „A força da comunicação‟, o autordescreve como seria o modelo ideal para comunicação na empresa.A Clopay do Brasil adota esse modelo de comunicação interna. O escritóriofoi planejado para que diversas áreas se integrem, mas cada setor tem sua áreaespecífica, delimitada por paredes divisórias. A diretoria também se apresenta nomesmo modelo, facilitando o acesso aos interessados, permanecendo de maneiraacessível a qualquer colaborador.Para integração e comunicação entre funcionários, departamentos e setores,observamos que no setor administrativo a empresa os faz através da intranet.Uma vez que a cultura organizacional é semiaberta, o departamento de pessoalinterage diretamente, repassando informações deliberadas pelo departamentocompetente, utilizando os seguintes recursos:Quadro de avisos;Boletins informativos;Ligações através dos ramais;Chamada de conexão direta via rádio;E-mails.Além disso, a empresa pratica a comunicação verbal. É comum asinformações serem passadas por um diretor ou pessoa responsável por determinadosetor dentro da empresa. A Clopay acredita que a relação interpessoal se fortalececom atitudes como essa.2.2.5 Comunicação ExternaA área Comercial utiliza um recurso de CRM² para analisar os clientes ereplicar informações aos representantes para que promovam de forma simples(banners, e-mails) a divulgação dos insumos fabricados em feiras específicas ouvisitas de forma presencial junto aos clientes.A Clopay do Brasil utiliza as seguintes ferramentas nesta forma decomunicação:
  20. 20. 20E-mails;Telefonia fixa;Chamada de conexão direta via rádio;A comunicação externa também está presente em negociações comfornecedores, assuntos administrativos e fiscais, além do contato diretamente com ocliente para solução de qualquer tipo de problema.A empresa procura criar um ambiente receptivo para a propaganda. Comoseu público alvo é empresas que utilizam os insumos da Clopay para produzir seusprodutos, a comunicação externa da empresa é mais direcionada em fidelizar osatuais clientes, e captar novas grandes empresas.A organização também mantém um plano de ação em caso de crises comclientes. No caso de problemas com produção, tipo atrasos e qualidade, a empresaé incisiva em suas ações.De imediato, entra em contato com seu cliente via telefone para prestar umaexplicação inicial.Vai até a empresa cliente, explanar sobre o problema e apresentar uma solução.Age com rapidez para solucionar o problema do cliente e evitar que o perca para umconcorrente.A Clopay prioriza o bom relacionamento com seus clientes e age de maneirapara que isso aconteça constantemente.2.2.6Tipos de documentosA empresa utiliza documentos do tipo memorando, circular, folhetos e carta.Grande parte desses documentos é repassada via e-mail.Documentos impressos e assinados são utilizados com frequência, pois namaioria das situações é exigida a impressão do mesmo.Com a tecnologia de informação atual, grande parte dos documentos tornou-se eletrônicos, e são legalmente validados através de uma assinatura digital, aceitapor órgãos do governo, instituições financeiras, entre outros.Para comunicação externa, usa o e-mail como ferramenta de comunicaçãocom seus clientes já fidelizados para receber pedidos, confirmação de entrega dosseus produtos, entre outras.
  21. 21. 21Além disso, a empresa procura manter uma relação próxima com seusclientes fidelizados e os candidatos a se fidelizarem. O setor comercialfrequentemente efetua visitas para demonstração de portfólio, novos produtos.Alteração na negociação com clientes, em produtos, ou outro item previamenteacordado, são feitos através apêndice nos contra já estabelecidos.2.2.7FeedbackO recurso Feedback é amplamente utilizado, feito de forma constante paraobter informações que possam ser úteis para melhorias em processos, atendimentose demais setores.O Feedback é considerado uma ferramenta que auxilia na resolução deproblemas, melhorias para situações aparentemente parecidas no futuro, canal decomunicação com o cliente, realizar pesquisas de satisfação, detectar falhas ematendimento e servir como base de informações em processos de melhorias emudanças dos processos já estabelecidos empresa, sempre visando atender ocliente de uma maneira melhor e mais eficiente.A Clopay do Brasil faz questão de dar feedback para manter uma relação deconfiança, qualidade e de fidelização com seus fornecedores, uma vez que osmesmos também são responsáveis pela qualidade dos insumos que produz.2.3 Técnicas de Informática2.3.1 O Papel dos sistemas de informação no ambiente de negóciosOs negócios de hoje não são os mesmos de antigamente na economia global.Atualmente, as empresas estão gastando cada vez mais com softwares e hardwarespar a informatizar, otimizar e melhorar cada vez mais os processos dentro dasorganizações, além de uma boa parte do orçamento também custear consultorias eserviços de gestão.Para rever o resultado desses investimentos, basta observar o mundo aoredor. Cada vez mais as pessoas comandam suas empresas através de sistemas,vários setores antigamente manuais hoje em dia são totalmente informatizados.A tecnologia avançada dois dias de hoje está às mãos de empreendedores,administradores e gestores antenados com a renovação mundial no que se refira àcomandar uma empresa.
  22. 22. 22O que torna os sistemas de informação tão essenciais hoje em dia? Porqueas empresas estão investindo tanto em tecnologias avançadas?A intenção das empresas é atingir seus importantes objetivos organizacionais:Excelência operacional;Novos produtos, serviços e modelos de negócio;Relacionamento mais estreito com clientes e fornecedores;Melhor tomada de decisões;Vantagem competitiva;Sobrevivência.O que é um sistema de informação? Um sistema de informação pode serdefinido tecnicamente como um conjunto de componentes inter-relacionados quecoletam (ou recuperam), processam, armazenam e distribuem informaçõesdestinadas a apoiar a tomada de decisões, a coordenação e o controle de umaorganização.A Clopay do Brasil utiliza diversos sistemas para controlar e otimizar oprocesso de produção de seus insumos, além desses sistemas auxiliar oscolaboradores na detecção e resolução de problemas.Os sistemas de informações ao muito mais que computadores. Paracompreender os sistemas de informação, a empresa precisa conhecer suasdimensões mais amplas: a organização, a tecnologia e as pessoas, bem como seupoder de fornecer soluções para os desafios e problemas no ambiente empresarial.
  23. 23. 23Além da utilização dos sistemas de informação, é imprescindível acapacitação ampla dos colaboradores, para pleno uso da tecnologia empregada àfavor da empresa.A Clopay acredita que mais do que a tecnologia avançada na suaorganização, profissionalizar os colaboradores através de treinamentos edesenvolvimento frequente das funções exigidas pelos sistemas que usam.2.3.2 EquipamentosA Empresa utiliza cerca de 30 computadores do tipo PC (PersonalComputers) baseada em processadores Intel de diversos modelos, com quantidadevariável de memória RAM e armazenamento em disco, juntamente com monitoresde LED de 18,5‟ (polegadas), teclados em português brasileiro e mouse.O servidor de aplicações e arquivos é uma maquina diferenciada, com umaarquitetura interna mais elaborada para garantir a eficiência e disponibilidade de seufuncionamento. É uma máquina com custo superior e recursos avançados.Atualmente, esse serviço é terceirizado, além da manutenção, atualização eresponsabilidade legal dos sistemas instalados contratualmente.SistemasdeInformaçãoOrganizaçõesTecnologiaPessoasFigura 2.Fonte: LAUDON, Kenneth C. & Jane P. – „Sistemas de Informação Gerenciais‟, São Paulo, PearsonPrentice Hall, 2007.
  24. 24. 24No ambiente administrativo, a Clopay do Brasil conta com uma impressoramultifuncional de médio porte para cada setor específico, afim de evitarcongestionamento no uso para impressões.Todos os equipamentos tecnológicos são constantemente atualizados,visando eficiência dos sistemas utilizados, proteção de dados, proteção contraarquivos suspeitos e indesejados, invasões e outros.A Clopay utiliza aparatos tecnológicos atuais e funcionais, além dedesenvolvidos para que funcionem perfeitamente em ocasiões, inclusive, decongestionamento de informações.2.3.3 Sistemas OperacionaisO servidor de aplicações e arquivos utiliza o sistema Windows Server 2008com licença para 30 usuários simultâneos.Os microcomputadores de uso dos colaboradores utilizam o sistemaoperacional Windows em suas versões XP e Seven, e de forma geral o pacote deferramentas Microsoft Office em sua versão 2007.No servidor existem aplicações de banco de dados como o SQL Server 2005e o Firebird 2,1, armazenando informações de sistemas ERP como o SAP BusinessOne e Odin, respectivamente, que são utilizados como ferramenta de gestão emtodos os microcomputadores.A Clopay procura estar sempre atenta à tendências de mercado, e estásempre atualizado seus sistemas, banco de dados, profissionalizando e capacitandofuncionários, visando permanecer no mercado de forma competitiva.2.3.4Rede de Computadores e InternetA rede interna de computadores é do tipo Estrela, onde cada computador éligado a um Switch através de um cabo de conexão RJ-45.A internet está disponível na rede através de um roteador com balanceamentode carga, ou seja, com duas conexões de internet nele ligadas, para dividir a cargade informação entre todas as conexões, evitam sobrecarregamento e lentidão nossistemas de gerenciamento. As conexões de internet são do tipo ADSL fornecidaspela empresa Vivo.
  25. 25. 25Um firewall determina o nível de segurança da rede, bloqueando qualquertentativa de invasão nos sistemas, e delimita o conteúdo que podem ser visualizadospor colaboradores.2.3.5 Armazenamento de Dados e Segurança de ArquivosO servidor é responsável pelo armazenamento de todos os arquivos utilizadospelos usuários e seus e-mails.A segurança contra vírus é assegurada por antivírus, evitando danos aosarquivos dos usuários, e um sistema de backup noturno faz a compactação dosdados e envia uma cópia dos mesmos pra uma unidade de armazenamento remota,garantindo que, mesmo em situações extremas, as informações permaneçamseguras.
  26. 26. 262.3.6 Diagrama de RedeFigura 3.Fonte: LAUDON, Kenneth C. & Jane P. – „Sistemas de Informação Gerenciais‟, São Paulo, Pearson Prentice Hall, 2007.– Baseado em dados fornecidos pela empresa.
  27. 27. 272.4 RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS2.4.1Programa Mestre de ProduçãoO Programa Mestre de Produção é uma continuação do planejamentoagregado da produção, mas com um horizonte menor de planejamento,normalmente o programa mestre de produção é um planejamento para os próximos2 a 6 meses, portanto é um plano de médio a curto prazo.O programa mestre de produção é mais detalhado que o planejamentoagregado de produção, pois considera o mix de produtos a ser fabricado e nãosomente o volume de produção, com isso o foco é direcionado à produção e àsnecessidades do cliente quanto à quantidade e prazo de entrega no período.Na empresa, os dados que são utilizados como entradas para elaboração doplano mestre são originários das demandas (previsões, pedidos de clientes,carteiras etc) e recursos (estoques, mão-de-obra, máquinas e fornecedores).Com esses dados os pedidos dos clientes são agrupados em lotes edistribuídos durante as semanas e são determinas as quantidades de recursos ecapacidade que será necessário no período para atendimento das necessidades docliente. Além dos pedido de clientes, há ainda o planejamento de materiais declientes com estoques administrados pela Clopay do Brasil, chamados de SMI(Supplier Management Invetory), ou “Estoque Administrado pelo Fornecedor” etambém pelo sistema Kambam, onde a Clopay visualiza diariamente o estoque docliente e só envia material quando o estoque atinge o ponto de reposição doproduto. Esse sistema é utilizado para grandes clientes, portanto devem sermantidos estoques de materiais na empresa para atendê-los.Portanto, o PPCP (Planejamento, Programação e Controle da Produção) daempresa trabalha com dois ambientes de produção, a produção para estoque (MTS– make-to-stock), onde os produtos são produzidos para estoque para pedidosposteriores do cliente, ou expedição de material quando houver ponto de reposiçãono estoque do cliente. E o outro ambiente é a produção sob pedido (MTO – make-to-order), a produção é liberada após a emissão do pedido pelo cliente. Para algunsclientes a produção só é liberada após o pedido do cliente e para outros sãoproduzidos estoques para pedidos posteriores.No primeiro caso, o planejamento trabalha com previsões que muitas vezesapresentam erros ou variações de demandas, com isso pode haver desperdícios de
  28. 28. 28materiais ou de recursos, como o tempo de armazenagem, ou falta de materiais. Naempresa, esse tipo de ambiente de PPCP agiliza o atendimento ao cliente, poiseleva o nível de serviço ao cliente, mas há o risco de produção de produtos quetenham baixa rotatividade em estoque, ou falte material em estoque.Enquanto o segundo ambiente, produção sob pedido é mais eficiente noplanejamento de materiais, pois o pedido é firme e com data de entregadeterminada, não há desperdícios. Mas como já ocorreu na Clopay do Brasil essetipo de ambiente dificulta em alguns casos o atendimento as necessidades do clienteno tempo definido, pois não há produtos para pronta entrega.O segundo tipo de ambiente é mais utilizado em ambientes de produção deempresas japonesas, onde são adotadas as filosofias Just-in-time e Kanban.O programa mestre de produção da empresa é uma interface entre amanufatura e o mercado, onde são gerenciadas as disponibilidades de produtospara entrega ao cliente.Quanto a capacidade, o programa mestre de produção minimiza o tempo deociosidade das máquinas e o estoque excessivo. Apesar do programa mestre serelaborado mensalmente, diariamente ele é revisado para atender as alterações dedemandas.O programa mestre da produção é realizado em uma planilha onde sãocolocados os lotes de acordo com as capacidades e restrições de cada máquina emrelação a determinados produtos.Por exemplo, alguns produtos só podem ser produzidos em determinadasmáquinas, portanto, os lotes desses produtos são alocados nas máquinas comrestrições de acordo com o prazo de atendimento ao cliente e depois são alocadosos lotes que podem ser produzidos em qualquer máquina, mas é necessário analisartambém em qual máquina a performance do produto é melhor para aumentar aprodutividade e não exceder a capacidade da máquina com produtos que poderiamser produzidos em outras máquinas.O programa mestre da produção é elaborado para cada máquina e ficadisponível para a determinação de seqüência e período pela programação erequisição de materiais através do MRP (Planejamento de Necessidades deMateriais).
  29. 29. 29Devido o grande número de mudanças na demanda e pedido de clientes, oprograma mestre da produção da empresa abrange um período curto, podendo serde apenas algumas semanas.Nessa etapa também são planejados os testes de desenvolvimento deprodutos ou matéria-prima para devida preparação e planejamento das atividadescom antecedência. Normalmente esses testes devem ser realizados durante o dia ea semana útil.Um programa mestre de produção bem elaborado auxilia no planejamentodas atividades da manufatura e das áreas de suporte.2.4.2Planejamento de Necessidades de MateriaisO Planejamento de Necessidades de Materiais, ou MRP (MaterialRequirements Planning) é uma técnica para converter a previsão de demanda de umitem para uma programação de necessidades de materiais para solicitação aosfornecedores.Como dados de entradas para o Planejamento de Necessidades de Materiaistemos o programa mestre de produção, controle de estoques, lista de materiais eprogramação da produção.O programa mestre de produção e a programação de produção informamquais produtos serão produzidos e em que período, essa informação define quandopedir o material, quanto e quais materiais devem ser solicitados.O controle de estoque é necessário para análise da quantidade de materialque será pedido, pois avalia a necessidade bruta e desconta a quantidade emestoque, assim serão pedidos somente os materiais que não há em estoque.A lista de materiais contém as informações de composição do produto, ouseja, quais materiais são utilizados para a produção de determinado produto. Essalista permite analisar quais materiais devem ser pedidos ao fornecedor para aprodução.O Planejamento de Necessidades de Materiais, na Clopay do Brasil, éelaborada após a conclusão do plano mestre de produção e da programação deprodução da semana seguinte. Normalmente, o MRP é realizado no meio dasemana.Nessa planilha há todos os itens que serão produzidos na semana seguintecom as respectivas quantidades, todos esses itens são explodidos em necessidades
  30. 30. 30de materiais. O procedimento para cálculo e as unidades utilizadas para pedido dasnecessidades das principais matérias-primas estão descritas na tabela 1.Cálculo de Matéria-PrimaMatéria-Prima Unidade Procedimento para cálculoResina KgPorcentagem de uso da resina naformulação do produtoMasterbatch(resinas compigmentos)KgPorcentagem de uso do masterbatchna formulação do produtoTubos PçsDivisão da quantidade total do lotecom o peso de cada bobinaTintas e Solventes KgDivisão da quantidade total do lotecom a quantidade utilizada por cadakg de material produzidoApós a explosão de necessidades de materiais, o MRP define quando serãorealizadas as datas de entregas dos materiais, conciliando com as datas deprodução definidos no programa mestre de produção e programação de produção.Para pedir a necessidade líquida, o MRP calcula as necessidades brutas dematerial e desconta a quantidade em estoque, assim só serão pedidas asquantidades de materiais que são necessários (necessidades líquidas).Essas necessidades líquidas são processadas e requisitadas à área decompras que realiza a negociação e compra dos materiais.A explosão de materiais é realizada com base nos documentos comestruturas dos produtos. Na Ficha Técnica do Produto é possível buscar aformulação que está descrita detalhadamente na lista de formulações que éTabela 1.
  31. 31. 31controlada pela área de Processos e na Ficha também podemos buscar informaçõesdo peso da bobina e código das matérias-primas.O MRP da empresa é elaborado em todas as semanas sempre com pedidospara as semanas seguintes, o lead time do fornecedor em média é de 7 dias.Para alguns materiais como resinas e masterbatches, o Planejamento deNecessidades de Materiais é realizado uma vez por mês com revisões semanaiscom base no Forecast de Vendas, os pedidos são explodidos em necessidades quesão alocados também nas datas necessárias de entregas. Pelo grande volume demateriais e por ter um lead time de entrega maior, os fornecedores desses materiaisexigem que sejam realizadas programações mensais para planejamento deprodução do fornecedor.A programação mensal de necessidades de materiais também é necessária,pois há contratos e negociações de preços com esses fornecedores, assim com umvolume maior de materiais a facilidade de negociação e realização de comprasestratégicas são maiores.Atualmente, está sendo implantado na empresa um módulo de ERP paraMRP, do Logix, com isso o Planejamento de Necessidades de Materiais serárealizado pelo sistema integrado e também será possível calcular o lote econômicode compra e minimizar os custos com compras.2.4.3 ComprasA área de compras é subordinada à área de Supply Chain e se relaciona coma área produtiva através de negociações de preço e prazo de materiais com osfornecedores e também na emissão de pedidos.A requisição de materiais produtivos é preenchida pela área de PPCP, queemite a requisição para compras com as aprovações da gerência e se necessário dadiretoria.Ao receber a requisição, a área de compras emite um pedido interno à áreade Recebimento e um pedido ao fornecedor.O lead time de entrega do fornecedor varia de acordo com o tipo de material,o lead time médio é de 7 a 10 dias. Por exemplo, para fornecimento de tubos o leadtime é de 5 a 7 dias.Normalmente, no início de fornecimento de materiais, a área de compras atuaintensamente para definir contratos e negociações de preços e prazos.
  32. 32. 32As importações de materiais são de responsabilidade da área de importaçãoe exportação, portanto, a área de compras atua como suporte dessa área paranegociar preços dos produtos importados e acompanhar o andamento das entregas.O lead time para importação varia entre 30 a 45 dias.A gestão de fornecedores é de responsabilidade da área de compras queacompanha o desempenho dos fornecedores baseado nas performances deentrega, quantidade e qualidade de fornecimento. Com esse acompanhamento aárea de compras avalia o desempenho do fornecedor e toma algumas decisões quepode resultar no corte de fornecimento do fornecedor que apresenta desempenhobaixo nas avaliações. Essas avaliações são realizadas com regras definidas noprocedimento de Desempenho e Avaliação de Fornecedores.A área de compras é uma área fundamental para suporte da produção, poisela negocia os fornecimentos de materiais produtivos e improdutivos para a fábrica.2.5 Economia e MercadoMapa 1.Fonte: ClopayPlasticProducts
  33. 33. 33A ClopayPlasticProducts é uma empresa globalizada pois possui industrias em4 continentes, podemos afirmar que uma característica importante dessa busca pelaexpansão pelo planeta é devido barateamento do processo produtivo.Muitas empresas nos dias de hoje, produzem suas mercadorias em váriospaíses com o objetivo de reduzir os custos. Optam por países onde a mão-de-obra, amatéria-prima e a energia são mais baratas.Um produto por exemplo, pode serprojetado nos Estados Unidos, produzido na China, com matéria-prima do Brasil, ecomercializado em diversos países do mundo.A ClopayPlasticProducts veio a se instalar na América Latina maisprecisamente em Jundiaí sua indústria foi construída em 2005 e inclui uma unidadede produção, dois armazéns e dois laboratórios de testes sendo eles físico e químico.Os ativos de produção incluem linhas de extrusão, sendo algumas com impressãoem linha, um laminador, uma impressora flexografia de 8 cores, com capacidade delaminação adesiva in-line, e linhas de Rebobinadeiras. A planta emprega 189colaboradores e opera em turnos de 12 horas. A planta inclui as funções de RH,Segurança do trabalho, qualidade, treinamento (T&D), produção, processos, logística,manutenção, planejamento e desenvolvimento (P&D), finanças, vendas, compras,atendimento ao cliente e Tecnologia da Informação.A Clopay do Brasil Ltda. detêm moderna tecnologia de produção de filmesplásticos de Polietileno com impressão e outros filmes em desenvolvimento, atravésdo processo de Extrusão plana. A extrusão Plana é um processo de transformaçãode grânulos poliméricos em filmes planos, onde o filme passa por rolos emboçados(calandra) mudando suas características físicas, em seguida passa pela unidade detratamento corona a fim de torna-lo aderente a tintas ou adesivos e após sãobobinados formando o produto final.Com 11 anos de atuação no mercado brasileiro, a Clopay do Brasil Ltda.,possui uma expressiva unidade fabril em Jundiaí, equipada com os mais avançadosrecursos tecnológicos.Todo esse alto investimento na unidade de Jundiaí se deve ao crescimentoeconômico do Brasil, pois nosso País possui uma economia aberta ao mercadointernacional, ou seja, nosso país vende e compra produtos de diversos tipos paradiversas nações. Fazer parte da globalização econômica apresenta muitasvantagens.
  34. 34. 34As vantagens é o acesso aos produtos internacionais, muitas vezes maisbaratos ou melhores do que os fabricados no Brasil. Por outro lado, estes produtos,muitas vezes, entram no mercado brasileiro com preços muitos baixos, provocandouma competição injusta com os produtos nacionais e levando empresas à falência egerando desemprego em nosso país. Isso vem ocorrendo atualmente com a grandequantidade de produtos chineses (brinquedos, calçados, tecidos, eletrônicos o quenão é o caso da Coplay, pois no ramo de suas atividades não existe contrabando)que entram no Brasil com preços muito baixos.Outra questão importante no aspecto econômico é a integração do Brasil nomercado financeiro internacional. Investidores estrangeiros passam a investir noBrasil, principalmente através da Bolsa de Valores, trazendo capitais para o país.O Brasil é um País com potencial, mas apesar de termos esse grandedesenvolvimento ocorrendo nos últimos anos, precisamos de maior investimento porparte do Governo Federal no sentido de melhorar a estrutura de nossas estradas,portos, aeroportos, ferrovias precisamos melhorar toda a cadeia de transportesfalando de um modo geral.Porque se continuar o crescimento acelerado da maneira que está, irá“sufocar” o crescimento, pois esses problemas irão cada vez mais aumentar o preçodos produtos para o comprador final.Mas apesar de todos estes desafios economicamente falando, o Brasil é umPais com grandes expectativas de crescimento para os próximos anos e muitasempresas estão investindo alto assim como a CoplayPlasticProducts.2.6Matemática AplicadaA matemática é de suma importância não só no ambiente de trabalho, mastambém em nossas vidas.Nas áreas de administração, compras, vendas, logística, T.I., recursoshumanos, ou qualquer outra da empresa, é necessária ter muito planejamento,organização e controle. Portanto, é indispensável que o operador tenha habilidadeem lidar com números. Muitas vezes ele deverá preparar orçamentos para projetos,planejar e controlar pesquisas, além de resolver situações que envolvam cálculosestatísticos.O trabalho em muitas das vezes está diretamente ligado com a exatidão dos
  35. 35. 35números, tanto para encontrar como para resolver um erro, e por isso ele precisa terdomínio da matemática para ser bem sucedido.2.6.1FraçãoA fração surgiu no Egito, por volta de 3000 a.C., desde então as frações vemsendo usada para a resolução de diversos tipos de problemas.2.6.2Regra de três.A história da regra de três também é antiga, os gregos e os romanos jáconheciam as proporções, mas não as aplicavam nas resoluções de seusproblemas. Na idade média, os árabes revelaram ao mundo a regra de três. Nosséc. XIII, o italiano Leonardo de pisa difundiu os princípios dessa regra em seu livroLíber Abaci.Exemplo: se 8m de tecido custam R$ 156,00, qual o preço de 12m de tecido?Tecido (m) Preço (R$)8 120,0012 xObserve que as grandezas são diretamente proporcionais, aumentando ometro do tecido aumenta na mesma proporção o preço a ser pago.8/12=156/x → 8x=12.156 → 8x = 1876 → x = 1876/8 → x = 234Figura 4.Fonte: Google imagens.
  36. 36. 362.6.3 Regra de três composta.A regra de três composta é utilizada em problemas que possuem mais deduas grandezas direta ou inversamente proporcionais.A seguir, devemos comparar cada grandeza com aquela onde está oX.Observe que:Aumentando o número de horas de trabalho, podemos diminuir o número decaminhões. Portanto a relação é inversamente proporcional (seta para cimana 1ª coluna).Aumentando o volume de areia, devemos aumentar o número de caminhões.Portanto a relação é diretamente proporcional (seta para baixo na 3ª coluna).Devemos igualar a razão que contém o termo x com o produto das outrasrazões de acordo com o sentido das setas.Montando a proporção e resolvendo a equação temos:Logo, serão necessários 25 caminhões.2.6.4 Porcentagem.A porcentagem é uma medida de razão com base 100. É um modo deexpressar uma proporção ou uma relação entre 2 valores (um é a parte e o outro é ointeiro) a partir de uma fração cujo denominador é 100, ou seja, é dividir um númeropor 100.Figura 5.Fonte: Material disponibilizado em sala de aula.
  37. 37. 373 CONCLUSÃOConcluímos ao final deste projeto que a ClopayPlasticProducts é umaempresa que funciona desta maneira: sempre integrada com todos os setores.A escolha desta empresa nos foi de grande proveito, pois conseguimosabsorver ainda mais o conhecimento que obtivemos em sala de aula, pois a Clopayé uma empresa completa em todos os sentidos que estudamos.Possui uma administração aberta a quem for necessário e utiliza métodosconvencionais e funcionais. Dentro de nossos ensinamentos, possui uma maneirade administrar completa, dentro das limitações que encontram no dia a dia.A empresa comunica-se interna e externamente de forma ativa e sempre quenecessário, procurando expor sua mensagem com clareza.Possui um rigoroso controle do processo de produção e produtos fabricados,além de sempre controlar o financeiro da empresa, garantindo assim sua saúdeempresarial.Finalizando, os autores deste projeto aprenderam ainda mais com a empresa,e acreditam que as visitas à organização, pesquisas, orientação e demais recursosusados para a confecção deste, atingiram o objetivo pedido.
  38. 38. 384 BIBLIOGRAFIABAHIA, Benedito Juarez – „ Introdução à Comunicação Empresarial‟, Mauad, 1995CHIAVENATO, Idalberto – „Introdução à Teoria Geral da Administração‟, 3ª Ed.,Campus, 2004CORRADO, Frank M. – „ A força da comunicação‟, São Paulo, Makron Books, 1994.DIAS, Marco Aurélio – „ Administração de Materiais – uma abordagem logística‟, 4ªEd., São Paulo, Atlas, 1993GONTIJO, Silvana - „ Livro de ouro da Comunicação‟, Rio de Janeiro, Ed. Ediouro,2004.LAUDON, Kenneth C. & Jane P. – „ Sistemas de Informação Gerenciais‟, São Paulo,Pearson Prentice Hall, 2007.SINCLAYR, Luiz; SILVA, Roberto L. da – „Economia e Mercados‟, Ed. 19ª, SãoPaulo, Saraiva, 2007AGUSTINI, Carlos Alberto Di; ZELMANOVITS, Nei Schilling – „Matemática Aplicadaà Gestão de Negócios‟, Ed 1ª, São Paulo, FGV, 2008

×