O slideshow foi denunciado.
Gestão de Recursos eOutsourcing (e-SCM)Juliana Perez Ruggiro JacobiniTâmara Patrícia Filgueira de Melo
2                                                                                     14/4/2011         Apresentação      ...
3                                                    14/4/2011Contextualização• Em 1954, General Electric contratou Arthur...
4                                     14/4/2011Conceitos• Decisão organizacional de transferir parte ou  toda a função do ...
5                                                    14/4/2011Evolução da terceirização de TIAno   Foco da terceirização  ...
6                                                   14/4/2011Tipos de terceirização• Terceirização Geral  ▫ Terceirização ...
7                                        14/4/2011Tipos de relacionamentos de terceirização• Full-sourcing (1-1);• Co-sour...
8                                                       14/4/2011Motivos para terceirização de TI              (Corbett ap...
9                                                 14/4/2011Benefícios             (Cruz apud FERREIRA, 2005, p. 19)
10                                                      14/4/2011Dificuldades e obstáculos                                ...
11                                                   14/4/2011Fatores críticos de sucesso (decisão)1.   Terceirização como...
12                                                14/4/2011Fatores críticos de sucesso(relacionamentos)• Alinhamento e vis...
13                        14/4/2011Não é mais......porque ou o que?   E sim.....como melhorar os        relacionamentos?
14                                                     14/4/2011eSourcing Capability Model (eSCM)• Criado para aumentar a ...
15                                     14/4/2011Modelo Capability• Combinação de competência e capacidade• Define a condiç...
16                                       14/4/2011Propósitos do modelo• Guiar os provedores de serviço: melhoria da  capac...
17                                     14/4/2011eSCM for Service Providers (eSCM-SP)• Modelo baseado em melhores práticas ...
18                                              14/4/2011  eSCM-SP: Ciclo de vida (práticas)• Ongoing (contínuo);  ▫ Motiv...
19                                14/4/2011eSCM-SP: Áreas de capacidade1.  Gestão do Conhecimento;2.  Gestão de Pessoas;3....
20                                               14/4/2011eSCM-SP: Níveis de capacidade• Nível 1: Provendo Serviços (Provi...
2114/4/2011
22                                14/4/2011eSCM for Clients (eSCM-CL)• Fornecer um padrão único de  avaliação dos forneced...
23                             14/4/2011eSCM-CL: Ciclo de vida• Ongoing;• Initiation;            • Análise:               ...
24                                         14/4/2011eSCM-CL: Áreas de capacidade• São 17 áreas de capacidade com maior foc...
2514/4/2011
Comparativo              26
27                                 14/4/2011Acompanhamento e medições           Balanced Scorecard:  medição do desempenho...
28                                14/4/2011Cloud Computing (nuvem)     Reportagem Jornal da Globo 2006
29                                 14/4/2011CUIDADO!!!!!!!1. Estratégia da empresa;2. Modelo de governança;3. Atenção aos ...
30                                                                                          14/4/2011Referências•   BERGAM...
31                                         14/4/2011“A internet não muda o mundo,  quem muda o mundo são aspessoas. A inte...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Gestão de Recursos e Outsourcing (e-SCM)

3.495 visualizações

Publicada em

Apresentação realizada por Tâmara Patrícia e Juliana Perez na disciplina de Sistemas de Gerenciamento e Tomada de Decisão do prof. Manoel Veras no PPGA da UFRN

Publicada em: Negócios

Gestão de Recursos e Outsourcing (e-SCM)

  1. 1. Gestão de Recursos eOutsourcing (e-SCM)Juliana Perez Ruggiro JacobiniTâmara Patrícia Filgueira de Melo
  2. 2. 2 14/4/2011 Apresentação Histórico; Motivos paraINTRODUÇÃO DESENVOLVIMENTO Conceitos; terceirização Fatores Benefícios críticos de Evolução ; sucesso Dificuldades (decisão e Tipos (Millar e obstáculos FOCO relacionamen e Hyder). tos); Cuidado!!! Amadurecim CONCLUSÃO E REF. ento da eSCM • Estratégia decisão da empresa • eSCM-SP • Modelo de • eSCM-CL Governança • Atenção aos contratos.
  3. 3. 3 14/4/2011Contextualização• Em 1954, General Electric contratou Arthur Andersen para operar o computador que processava a folha de pagamento e estoque da empresa. (Klepper; Jones apud BERGAMASHI, 2004, p. 10)• Acesso a novidades tecnológicas, ciclos de desenvolvimento de produtos mais curtos.• Hyder (apud PLIOPLIS et al, 2005) afirma que a terceirização de TI é a escolha certa para organizações que procuram desenvolver sua área tecnológica.
  4. 4. 4 14/4/2011Conceitos• Decisão organizacional de transferir parte ou toda a função do sistema de informação para provedores externos de serviços de modo a atingir os objetivos organizacionais (Grover, 1998) ;• Processo de transferir parte ou todas as funções de sistema de informação de uma organização para um provedor externo (Lee, 2001) ;
  5. 5. 5 14/4/2011Evolução da terceirização de TIAno Foco da terceirização Abordagem Gerenciamento de serviços e60 Hardware instalações Instalações ou gerenciamento da70 Software operação Padronização de hardware e80 Gerenciamento de customizações software90 Solução total Gerenciamentos dos ativos
  6. 6. 6 14/4/2011Tipos de terceirização• Terceirização Geral ▫ Terceirização seletiva: onde uma área ou função é escolhida. Ex: datacenter. ▫ Terceirização de valor agregado: quando se quer oferecer um nível de suporte ou serviço que a estrutura da empresa é incapaz de oferecer. ▫ Terceirização co-operativa: áreas ou funções executadas conjuntamente.• Terceirização de transição: migração de uma plataforma tecnológica para outra.• Terceirização de processos de negócio (BPO).• Contrato de benefícios de negócio – pagamentos em troca de benefícios.
  7. 7. 7 14/4/2011Tipos de relacionamentos de terceirização• Full-sourcing (1-1);• Co-sourcing (2-1);• Multi-sourcing (10-1);• Best-of-breed consortium (aliança);• Joint Venture (10-1;1-1);• In-sourcing.Compartilhamento de riscos
  8. 8. 8 14/4/2011Motivos para terceirização de TI (Corbett apud BERGAMASHI, 2004, p. 28)
  9. 9. 9 14/4/2011Benefícios (Cruz apud FERREIRA, 2005, p. 19)
  10. 10. 10 14/4/2011Dificuldades e obstáculos Estudo com 125 empresas brasileiras (Bernstorff apud FERREIRA, 2005, p. 19)
  11. 11. 11 14/4/2011Fatores críticos de sucesso (decisão)1. Terceirização como estratégia de TI (alinhamento estratégico);2. Custos em terceirização de TI (seleção, contratação transição);3. Contratos e gestão de fornecedores de serviços de TI (Cuidado!!!!);4. Riscos de operações de TI terceirizadas;5. Benchmarking; e6. Perfil dos profissionais de TI em serviços terceirizados.
  12. 12. 12 14/4/2011Fatores críticos de sucesso(relacionamentos)• Alinhamento e visão: ambas as partes, cliente e fornecedor, conseguem atingir as suas metas e objetivos de negócio?• Satisfação dos stakeholders: os usuários estão satisfeitos com os processos terceirizados?• Relação custo/benefício: o escopo do serviço e seu preço atingem os objetivos de negócio, agregando valor à organização?• Contrato e relacionamento: o gerenciamento do contrato e do relacionamento de terceirização atende às necessidades de cliente e fornecedor?
  13. 13. 13 14/4/2011Não é mais......porque ou o que? E sim.....como melhorar os relacionamentos?
  14. 14. 14 14/4/2011eSourcing Capability Model (eSCM)• Criado para aumentar a probabilidade de sucesso nos relacionamentos entre clientes e fornecedores de serviços de TI; ▫ Information Technology Services Qualification Center (ITsqc) da Carnegie Mellon University (CMU) e contando com a participação de empresas como: Accenture, EDS, IBM Global Services e Satyam Computer Services• Dividido em duas partes: 1. Visão do fornecedor: eSCM for Service Providers (eSCM-SP); e 2. Visão dos clientes dos serviços de TI: eSCM for Clients (eSCM-CL)
  15. 15. 15 14/4/2011Modelo Capability• Combinação de competência e capacidade• Define a condição de um fornecedor que domina as competências necessárias para prover um determinado serviço, com a disponibilidade de recursos para atender às demandas de um contrato” (Hyder)
  16. 16. 16 14/4/2011Propósitos do modelo• Guiar os provedores de serviço: melhoria da capacidade ao longo fornecimento do serviço;• Municiar os clientes critérios objetivos para avaliar a capacidade dos provedores;• Fornecer um padrão que pode ser usado pelos provedores de serviço como um diferencial competitivo.
  17. 17. 17 14/4/2011eSCM for Service Providers (eSCM-SP)• Modelo baseado em melhores práticas (84): ▫ Práticas de política; ▫ Práticas de procedimento; ▫ Práticas guia; ▫ Práticas de programa; ▫ Práticas de planejamento; ▫ Outras práticas.• Distribuídas em três dimensões: Ciclo de Vida de Fornecimento, Áreas de Capacidade e Níveis de Capacidade.
  18. 18. 18 14/4/2011 eSCM-SP: Ciclo de vida (práticas)• Ongoing (contínuo); ▫ Motivação da equipe, revisão de desempenho, gestão de conhecimento e infra-estrutura....• Initiation (iniciação): práticas para preparar a execução do serviço; ▫ Entendimento dos requisitos, acordo com responsabilidades,...• Delivery (execução): capacidade de executar o serviço; ▫ Gestão de custos, planejamento e acompanhamento,...• Completion (encerramento) ▫ Transferência do conhecimento crítico
  19. 19. 19 14/4/2011eSCM-SP: Áreas de capacidade1. Gestão do Conhecimento;2. Gestão de Pessoas;3. Gestão de Desempenho;4. Gestão de Relacionamento;5. Gestão de Tecnologia;6. Gestão de Ameaças;7. Transferência do Serviço;8. Contratação;9. Projeto e Elaboração do Serviço; e10. Execução do Serviço.
  20. 20. 20 14/4/2011eSCM-SP: Níveis de capacidade• Nível 1: Provendo Serviços (Providing Services);• Nível 2: Atendendo aos Requisitos Consistentemente (Consistently Meeting Requirements);• Nível 3: Gerenciando o Desempenho Organizacional (Managing Organizational Performance);• Nível 4: Agregando valor pró-ativamente (Proactively Enhancing Value);• Nível 5: Mantendo a Excelência (Sustaining Excellence).
  21. 21. 2114/4/2011
  22. 22. 22 14/4/2011eSCM for Clients (eSCM-CL)• Fornecer um padrão único de avaliação dos fornecedores;• Diminuição do risco de relacionamento;• Estruturado como o eSCM-SP, mas com 95 práticas.
  23. 23. 23 14/4/2011eSCM-CL: Ciclo de vida• Ongoing;• Initiation; • Análise: ▫ identificar• Delivery; potencial terceirização• Completion
  24. 24. 24 14/4/2011eSCM-CL: Áreas de capacidade• São 17 áreas de capacidade com maior foco em:1. Gestão estratégica; 10. Análise das2. Gerenciamento da oportunidades; Governança; 11. Terceirização3. Gestão de assemelhada; relacionamentos; 12. Planejamento da4. Gerenciamento de valor; terceirização;5. Gestão da mudança 13. Avaliação do provedor; organizacional; 14. Acordos de terceirização;6. Gestão de pessoas; 15. Transferência do serviço;7. Gestão do conhecimento; 16. Gestão dos serviços;8. Gerenciamento da 17. Encerramento do tecnologia; contrato.9. Gestão de riscos;
  25. 25. 2514/4/2011
  26. 26. Comparativo 26
  27. 27. 27 14/4/2011Acompanhamento e medições Balanced Scorecard: medição do desempenho nas perspectivas: • financeira, • cliente, • processos internos, e • aprendizado ou crescimento. Site: Seis Sigma, Cobit, PDCA, IDEAL, TQM, etc. CMMI,etc.
  28. 28. 28 14/4/2011Cloud Computing (nuvem) Reportagem Jornal da Globo 2006
  29. 29. 29 14/4/2011CUIDADO!!!!!!!1. Estratégia da empresa;2. Modelo de governança;3. Atenção aos contratos: 1. Economia burra; 2. Puxa-saco 3. Ameaça da mesmice 4. Crueldade na negociação 5. Falta de controle 6. Métricas impraticáveis
  30. 30. 30 14/4/2011Referências• BERGAMASHI, Sidnei. Modelos de gestão da terceirização de tecnologia da informação: um estudo exploratório. Disponível em:< http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-17062005-075636/pt-br.php >. Acesso em: 13 mar 2011.• FERREIRA, André Machado Dias. Estudo dos aspectos avaliados em decisões de terceirização da tecnologia da informação. Disponível em:< www.teses.usp.br/.../Dissertacao_AndreMDFerreira_EPPRO_EdRevOK.pdf>. Acesso em: 13 mar 2011.• FERREIRA, Luciene Braz. Terceirização em TI sob os aspectos de estratégia, tomada de decisão e análise de investimentos – Estudo de Múltiplos Casos em Três Organizações Franqueadas da Coca-Cola do Brasil. Disponível em: < http://bdtd.bczm.ufrn.br/tedesimplificado//tde_arquivos/6/TDE-2007-02-28T052130Z- 560/Publico/LucieneBF.pdf >. Acesso em: 13 mar 2011.• INFORMATION TECHNOLOGY SERVICES QUALIFICATION CENTER. Disponível em: <www.itsqc.org>. Acesso em: 23 mar 2011.• PEREZ, Gilberto. Avaliação e escolha de fornecedores de serviços de tecnologia da informação: um estudo de casos múltiplos. Disponível em:< http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-09052004-000431/pt-br.php >. Acesso em: 13 mar 2011.• PLIOPLIS, Sílvia Torini; SANTOS NETO, Nelson Alves dos. O estado da prática do modelo eSCM. Disponível em: <http://bdjur.stj.gov.br/xmlui/bitstream/handle/2011/16963/Estado_Pr%c3%a1tica_Modelo_Nelson%20Alves%20dos%2 0Santos%20Neto_S%c3%adlvia%20Torini%20Plioplis.pdf?sequence=1>. Acesso em: 10 abr 2011.• PRADO, Edmir Parada Vasques. Tecnologia da informação e sistemas: uma avaliação da terceirização de serviços em organizações do setor privado. Disponível em:< http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-04052007-153014/pt-br.php >. Acesso em: 13 mar 2011.• SOARES, Hebertt de Farias. Importação de tecnologia gerencial para gestão do fornecimento de serviços de TI: um estudo sobre a aplicabilidade do modelo eSourcing Capability Model ao contexto institucional brasileiro. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-07102008-115552>. Acesso em: 01 abr 2011.• SOUZA NETO, Manoel Veras de. Outsourcing: os dez maiores erros cometidos pelas áreas de TI. Disponível em:<http://gestaodati10.blogspot.com/search/label/Recursos%20e%20Outsourcing>. Acesso em: 08 abr 2011.
  31. 31. 31 14/4/2011“A internet não muda o mundo, quem muda o mundo são aspessoas. A internet só muda as pessoas” Mario Quintana (apud TAURION, 2009, p. 22)

×