SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
Salvador: Uma cidade
  afrodescendente
Afrodescendência?

• Afro = Advindo da África


  • Descendência = Provem de uma mesma
    geração
Logo, Afrodescendente significa:
       • Advindo da ÁFRICA
Por que Salvador recebeu o
         título de
          Capital
    Afrodescendente ?
Herança Africana
• Trazidos de vários pontos da África, entre os
séculos XVI e XIX, os negros chegaram à Bahia na
condição de escravos e trouxeram na bagagem seus
costumes e crenças.

• Com mais de 80% da população afrodescendente,
Salvador é considerada a cidade mais negra do
mundo fora do continente africano.
Religião
       Os negros africanos, ao
       chegarem à Bahia, na
       condição de escravos,
       trouxeram na bagagem
       suas crenças e rituais com
       músicas, danças e
       comidas sagradas. Mas
       como eram proibidos de
       cultuar sua religião,
       encontraram no
       sincretismo com o
       catolicismo uma forma de
       preservar as tradições
       africanas. Assim
       desenvolveu-se o
       candomblé, a religião
       afro-brasileira que
       influenciou profundamente
       a cultura baiana.
Gastronomia
A culinária baiana é
caracterizada pelo tempero
exótico à base de azeite de
dendê, leite de coco,
gengibre e pimenta,
heranças da cultura
africana. O acarajé, o
caruru e o vatapá são
pratos típicos, de fama
internacional, que podem
ser degustados nos
tabuleiros das baianas, nas
ruas de Salvador. Em
cerimônias religiosas, nos
terreiros de candomblé,
alguns pratos são
preparados para serem
ofertados aos orixás.
Capoeira: Dança ou luta ?
                  A capoeira é outra
                  expressão da história
                  e cultura negra na
                  Bahia. Mistura de luta
                  e dança, seus
                  movimentos e cantos
                  cadenciados são a
                  memória viva da
                  busca de um povo
                  pela liberdade. Hoje,
                  a capoeira rompe
                  fronteiras e
                  preconceitos,
                  conquistando o
                  mundo com sua
                  identidade
                  afro-baiana.
Música
Os blocos afro são entidades culturais
que representam, através da música e
da dança, a cultura negra na Bahia. O
som percussivo dos tambores, que
nasce da tentativa de reproduzir a
música africana, teve forte influência
do samba trazido pelos africanos
escravos. Hoje o ritmo é considerado
genuinamente baiano. Formados, na
sua maioria, por jovens negros da
periferia de Salvador, os blocos afro
exercem também um importante
papel de inclusão social através da
arte. Os mais expressivos são Filhos
de Gandhy, Olodum, Ilê Aiyê,
Muzenza, Malê Debalê e Cortejo
Afro.
Línguagem
     A influência africana no
     português do Brasil, que em
     alguns casos chegou também à
     Europa, veio do iorubá, falado
     pelos negros vindos da Nigéria e
     notada principalmente no
     vocabulário relacionado à
     culinária e à religião e também
     do quimbundo angolano, em
     palavras como caçula, cafuné,
     moleque,maxixe e samba, entre
     centenas de outros vocábulos.
Bairro N° 1
 em população negra da cidade de
            Salvador

                 Pernambués
       Total de 53.580 pessoas negras.


 Pesquisa do IBGE de 28/03/2012 revela uma surpresa, a
Liberdade não está nem entre os cinco bairros com maior
            número de negros em Salvador.
•   2°lugar - Itapoã (com 52.206 negros)
•   3° lugar - Brotas (49.804)
•   4° lugar - Paripe (46.505)
•   5° lugar - Fazenda Grande do Retiro (46.476)
•   6° lugar - São Cristóvão (45.505)
•   7° lugar - Beiru/Tancredo Neves (43.523)
•   8° lugar - São Caetano (43.162)
•   9° lugar - Periperi (42.717)
•   10° lugar - Boca do Rio (38.447)
•   11° lugar - Liberdade com (35.704).
Existindo o preconceito ...

     •   Genocídio
     •   Desemprego
     •   Extrema pobreza
     •   Violência
     •   Racismo
     •   Discriminação social
Mudanças
• Aprovação de ações que assegurem os
  direitos dos negros;
• Criação de um fundo internacional;
• Instauração de um observatório que compile
  dados estatísticos sobre a população negra;
• Fundação de um centro histórico para a
  preservação da memória da escravidão;
• Constituição de um fórum permanente de
  afrodescendentes nas Nações Unidas.
Estamos de Olho...
“Os afrodescendentes ainda
são os que mais sofrem com o
desemprego, a extrema
pobreza e a violência, que tem
vitimado tantos jovens nas
nossas periferias urbanas.
Reverter este quadro é o
objetivo maior da declaração
de Salvador, que hoje
aprovamos”, disse Dilma
Rousseff
Fontes
•   http://www.bahia.com.br/atracao/dia-dia-da-negra-bahia

•   http://www.webartigos.com/artigos/da-africa-ao-brasil-sou-maculele/20823/

•   http://www.colegiolacordaire.conexaopitagoras.com.br/CF//antenado/especiai
    s/cultura_afro/cultura.html

•   http://g1.globo.com/bahia/noticia/2012/03/bairro-da-liberdade-nao-e-o-mais-
    negro-de-salvador-aponta-ibge.html

•   http://www.ibahia.com/detalhe/noticia/liberdade-perde-para-pernambues-o-
    titulo-de-bairro-mais-negro-de-salvador/

•   http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2011/11/salvador-ba-e-declarada-
    capital-negra-da-america-latina.html
Créditos


   Produção: Marcus Bittencourt

Como avaliação parcial da disciplina
  Geografia aplicada ao Turismo

  Curso Técnico em Hospedagem
      Turma 3912 Ano 2012

Imagens: Internet (Google Imagens)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOSCONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOSValéria Vanessa
 
Dia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência NegraDia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência NegraPaulo Medeiros
 
Cores e textos sagrados ppt
Cores e textos sagrados pptCores e textos sagrados ppt
Cores e textos sagrados pptDaniel Torquato
 
Educação para as Relações Étnico-Raciais
Educação para as Relações Étnico-RaciaisEducação para as Relações Étnico-Raciais
Educação para as Relações Étnico-RaciaisJeca Tatu
 
Culinária afro brasileira
Culinária afro brasileiraCulinária afro brasileira
Culinária afro brasileirapratesclaudio
 
Plano de aula quilombolas- francisca roseane
 Plano de aula quilombolas- francisca roseane Plano de aula quilombolas- francisca roseane
Plano de aula quilombolas- francisca roseaneRoseane Ribeiro
 
Trabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiro
Trabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiroTrabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiro
Trabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiroHudson Giovanni
 
Formação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroFormação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroferaps
 
Educação, raça e gênero.
Educação, raça e gênero.Educação, raça e gênero.
Educação, raça e gênero.Fábio Fernandes
 

Mais procurados (20)

Cultura africana
Cultura africanaCultura africana
Cultura africana
 
Capoeira
CapoeiraCapoeira
Capoeira
 
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOSCONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS
 
Dia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência NegraDia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência Negra
 
ARTES: PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA - ENSINO FUNDAME...
ARTES: PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA - ENSINO FUNDAME...ARTES: PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA - ENSINO FUNDAME...
ARTES: PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA - ENSINO FUNDAME...
 
Cultura negra
Cultura negraCultura negra
Cultura negra
 
Cores e textos sagrados ppt
Cores e textos sagrados pptCores e textos sagrados ppt
Cores e textos sagrados ppt
 
Consciencia negra
Consciencia negraConsciencia negra
Consciencia negra
 
Educação para as Relações Étnico-Raciais
Educação para as Relações Étnico-RaciaisEducação para as Relações Étnico-Raciais
Educação para as Relações Étnico-Raciais
 
Culinária afro brasileira
Culinária afro brasileiraCulinária afro brasileira
Culinária afro brasileira
 
Plano de aula quilombolas- francisca roseane
 Plano de aula quilombolas- francisca roseane Plano de aula quilombolas- francisca roseane
Plano de aula quilombolas- francisca roseane
 
Diversidade etnica
Diversidade etnicaDiversidade etnica
Diversidade etnica
 
Religiões de matriz africana
Religiões de matriz africanaReligiões de matriz africana
Religiões de matriz africana
 
Trabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiro
Trabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiroTrabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiro
Trabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiro
 
Comidas Tipicas
Comidas Tipicas Comidas Tipicas
Comidas Tipicas
 
Região Nordeste
Região NordesteRegião Nordeste
Região Nordeste
 
Formação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroFormação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiro
 
Educação, raça e gênero.
Educação, raça e gênero.Educação, raça e gênero.
Educação, raça e gênero.
 
A Formação do Povo Brasileiro
A Formação do Povo BrasileiroA Formação do Povo Brasileiro
A Formação do Povo Brasileiro
 
Culinaria afro brasileira
Culinaria afro brasileiraCulinaria afro brasileira
Culinaria afro brasileira
 

Semelhante a Salvador, a capital afro-brasileira

Cultura Afro Brasileira B Roxo
Cultura Afro Brasileira B RoxoCultura Afro Brasileira B Roxo
Cultura Afro Brasileira B RoxoANA CRISTINA
 
Apresentação maria dos negros
Apresentação maria dos negrosApresentação maria dos negros
Apresentação maria dos negrosHérika Diniz
 
Cultura afro-brasileira
Cultura afro-brasileiraCultura afro-brasileira
Cultura afro-brasileiraVictor Mattos
 
Influência Africana
Influência AfricanaInfluência Africana
Influência Africanagrupo102017
 
A influê (1).pdf
A influê (1).pdfA influê (1).pdf
A influê (1).pdfabnermaday
 
5.lucrativo comércio de seres humanos
5.lucrativo comércio de seres humanos5.lucrativo comércio de seres humanos
5.lucrativo comércio de seres humanosvaldeck1
 
Salvador, cidade mais negra do Brasil
Salvador, cidade mais negra do BrasilSalvador, cidade mais negra do Brasil
Salvador, cidade mais negra do Brasilgrupo102017
 
5.lucrativo comércio de seres humanos
5.lucrativo comércio de seres humanos5.lucrativo comércio de seres humanos
5.lucrativo comércio de seres humanosvaldeck1
 
Raizes_Culturais_Brasileiras__Africanos__ensino_basico.pdf
Raizes_Culturais_Brasileiras__Africanos__ensino_basico.pdfRaizes_Culturais_Brasileiras__Africanos__ensino_basico.pdf
Raizes_Culturais_Brasileiras__Africanos__ensino_basico.pdfMaria Claudia F.Graca
 
Atividades os povos africanos topico 4 historia fund
Atividades os povos africanos topico 4 historia fundAtividades os povos africanos topico 4 historia fund
Atividades os povos africanos topico 4 historia fundAtividades Diversas Cláudia
 
Atividades os povos africanos topico 4 historia fund
Atividades os povos africanos topico 4 historia fundAtividades os povos africanos topico 4 historia fund
Atividades os povos africanos topico 4 historia fundAtividades Diversas Cláudia
 

Semelhante a Salvador, a capital afro-brasileira (20)

_África.ppt
_África.ppt_África.ppt
_África.ppt
 
Africanidades Brasil
Africanidades BrasilAfricanidades Brasil
Africanidades Brasil
 
Cultura Afro Brasileira B Roxo
Cultura Afro Brasileira B RoxoCultura Afro Brasileira B Roxo
Cultura Afro Brasileira B Roxo
 
Cultura afro
Cultura afroCultura afro
Cultura afro
 
Apresentação maria dos negros
Apresentação maria dos negrosApresentação maria dos negros
Apresentação maria dos negros
 
Afro religiosidade
Afro religiosidadeAfro religiosidade
Afro religiosidade
 
Os africanos
Os africanosOs africanos
Os africanos
 
Cultura afro-brasileira
Cultura afro-brasileiraCultura afro-brasileira
Cultura afro-brasileira
 
Influência Africana
Influência AfricanaInfluência Africana
Influência Africana
 
A influê (1).pdf
A influê (1).pdfA influê (1).pdf
A influê (1).pdf
 
Cultura Afro-Brasileira - (EIA) - Manuela Pessoa Amorim
Cultura Afro-Brasileira - (EIA) - Manuela Pessoa AmorimCultura Afro-Brasileira - (EIA) - Manuela Pessoa Amorim
Cultura Afro-Brasileira - (EIA) - Manuela Pessoa Amorim
 
5.lucrativo comércio de seres humanos
5.lucrativo comércio de seres humanos5.lucrativo comércio de seres humanos
5.lucrativo comércio de seres humanos
 
Salvador, cidade mais negra do Brasil
Salvador, cidade mais negra do BrasilSalvador, cidade mais negra do Brasil
Salvador, cidade mais negra do Brasil
 
Capoeira Forum
Capoeira ForumCapoeira Forum
Capoeira Forum
 
5.lucrativo comércio de seres humanos
5.lucrativo comércio de seres humanos5.lucrativo comércio de seres humanos
5.lucrativo comércio de seres humanos
 
Raizes_Culturais_Brasileiras__Africanos__ensino_basico.pdf
Raizes_Culturais_Brasileiras__Africanos__ensino_basico.pdfRaizes_Culturais_Brasileiras__Africanos__ensino_basico.pdf
Raizes_Culturais_Brasileiras__Africanos__ensino_basico.pdf
 
Atividades os povos africanos topico 4 historia fund
Atividades os povos africanos topico 4 historia fundAtividades os povos africanos topico 4 historia fund
Atividades os povos africanos topico 4 historia fund
 
Atividades os povos africanos topico 4 historia fund
Atividades os povos africanos topico 4 historia fundAtividades os povos africanos topico 4 historia fund
Atividades os povos africanos topico 4 historia fund
 
1VE CULTURA GUSTAVO
1VE CULTURA GUSTAVO1VE CULTURA GUSTAVO
1VE CULTURA GUSTAVO
 
Cultura negra
Cultura negraCultura negra
Cultura negra
 

Último

Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceRonisHolanda
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...DominiqueFaria2
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 

Último (20)

“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 

Salvador, a capital afro-brasileira

  • 1. Salvador: Uma cidade afrodescendente
  • 2. Afrodescendência? • Afro = Advindo da África • Descendência = Provem de uma mesma geração
  • 3. Logo, Afrodescendente significa: • Advindo da ÁFRICA
  • 4. Por que Salvador recebeu o título de Capital Afrodescendente ?
  • 5. Herança Africana • Trazidos de vários pontos da África, entre os séculos XVI e XIX, os negros chegaram à Bahia na condição de escravos e trouxeram na bagagem seus costumes e crenças. • Com mais de 80% da população afrodescendente, Salvador é considerada a cidade mais negra do mundo fora do continente africano.
  • 6. Religião Os negros africanos, ao chegarem à Bahia, na condição de escravos, trouxeram na bagagem suas crenças e rituais com músicas, danças e comidas sagradas. Mas como eram proibidos de cultuar sua religião, encontraram no sincretismo com o catolicismo uma forma de preservar as tradições africanas. Assim desenvolveu-se o candomblé, a religião afro-brasileira que influenciou profundamente a cultura baiana.
  • 7. Gastronomia A culinária baiana é caracterizada pelo tempero exótico à base de azeite de dendê, leite de coco, gengibre e pimenta, heranças da cultura africana. O acarajé, o caruru e o vatapá são pratos típicos, de fama internacional, que podem ser degustados nos tabuleiros das baianas, nas ruas de Salvador. Em cerimônias religiosas, nos terreiros de candomblé, alguns pratos são preparados para serem ofertados aos orixás.
  • 8. Capoeira: Dança ou luta ? A capoeira é outra expressão da história e cultura negra na Bahia. Mistura de luta e dança, seus movimentos e cantos cadenciados são a memória viva da busca de um povo pela liberdade. Hoje, a capoeira rompe fronteiras e preconceitos, conquistando o mundo com sua identidade afro-baiana.
  • 9. Música Os blocos afro são entidades culturais que representam, através da música e da dança, a cultura negra na Bahia. O som percussivo dos tambores, que nasce da tentativa de reproduzir a música africana, teve forte influência do samba trazido pelos africanos escravos. Hoje o ritmo é considerado genuinamente baiano. Formados, na sua maioria, por jovens negros da periferia de Salvador, os blocos afro exercem também um importante papel de inclusão social através da arte. Os mais expressivos são Filhos de Gandhy, Olodum, Ilê Aiyê, Muzenza, Malê Debalê e Cortejo Afro.
  • 10. Línguagem A influência africana no português do Brasil, que em alguns casos chegou também à Europa, veio do iorubá, falado pelos negros vindos da Nigéria e notada principalmente no vocabulário relacionado à culinária e à religião e também do quimbundo angolano, em palavras como caçula, cafuné, moleque,maxixe e samba, entre centenas de outros vocábulos.
  • 11. Bairro N° 1 em população negra da cidade de Salvador Pernambués Total de 53.580 pessoas negras. Pesquisa do IBGE de 28/03/2012 revela uma surpresa, a Liberdade não está nem entre os cinco bairros com maior número de negros em Salvador.
  • 12. 2°lugar - Itapoã (com 52.206 negros) • 3° lugar - Brotas (49.804) • 4° lugar - Paripe (46.505) • 5° lugar - Fazenda Grande do Retiro (46.476) • 6° lugar - São Cristóvão (45.505) • 7° lugar - Beiru/Tancredo Neves (43.523) • 8° lugar - São Caetano (43.162) • 9° lugar - Periperi (42.717) • 10° lugar - Boca do Rio (38.447) • 11° lugar - Liberdade com (35.704).
  • 13. Existindo o preconceito ... • Genocídio • Desemprego • Extrema pobreza • Violência • Racismo • Discriminação social
  • 14. Mudanças • Aprovação de ações que assegurem os direitos dos negros; • Criação de um fundo internacional; • Instauração de um observatório que compile dados estatísticos sobre a população negra; • Fundação de um centro histórico para a preservação da memória da escravidão; • Constituição de um fórum permanente de afrodescendentes nas Nações Unidas.
  • 15. Estamos de Olho... “Os afrodescendentes ainda são os que mais sofrem com o desemprego, a extrema pobreza e a violência, que tem vitimado tantos jovens nas nossas periferias urbanas. Reverter este quadro é o objetivo maior da declaração de Salvador, que hoje aprovamos”, disse Dilma Rousseff
  • 16. Fontes • http://www.bahia.com.br/atracao/dia-dia-da-negra-bahia • http://www.webartigos.com/artigos/da-africa-ao-brasil-sou-maculele/20823/ • http://www.colegiolacordaire.conexaopitagoras.com.br/CF//antenado/especiai s/cultura_afro/cultura.html • http://g1.globo.com/bahia/noticia/2012/03/bairro-da-liberdade-nao-e-o-mais- negro-de-salvador-aponta-ibge.html • http://www.ibahia.com/detalhe/noticia/liberdade-perde-para-pernambues-o- titulo-de-bairro-mais-negro-de-salvador/ • http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2011/11/salvador-ba-e-declarada- capital-negra-da-america-latina.html
  • 17. Créditos Produção: Marcus Bittencourt Como avaliação parcial da disciplina Geografia aplicada ao Turismo Curso Técnico em Hospedagem Turma 3912 Ano 2012 Imagens: Internet (Google Imagens)