O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Relações ecológicas, Cadeias e Teias Alimentares

5.143 visualizações

Publicada em

Slides abordando Relações Ecológicas e Níveis tróficos, bem como Cadeias e teias alimentares e suas respectivas pirâmides. Slides ainda incluem contagem de tempo interativa para aplicação de questões durante a ministração do conteúdo.

Publicada em: Educação

Relações ecológicas, Cadeias e Teias Alimentares

  1. 1. RELAÇÕES ECOLÓGICAS
  2. 2. Classificação Geral  Relações harmônicas: Ninguém é prejudicado;  Relações desarmônicas: Alguém é prejudicado;  Relações interespecíficas: Entre espécies diferentes;  Relações intra-específicas: Dentro da mesma espécie.
  3. 3. Relações Harmônicas interespecíficas  Simbiose: Ambas as espécies são beneficiadas e tem caráter obrigatório;  Protocooperação: Ambas as espécies são beneficiadas e sem caráter obrigatório.
  4. 4. Relações Harmônicas Intra-Específicas  Colônia: Existe ligação física (anatômica) entre os indivíduos;  Sociedade: Não existe ligação física (anatômica) entre os indivíduos.
  5. 5.  Comensalismo: Ocorre quando um indivíduo se alimenta do resto dos alimentos do outro;  Inquilinismo: Quando um indivíduo “mora” no outro sem prejudicá-lo. Relações Harmônicas interespecíficas
  6. 6. Relações desarmônicas intra-específica  Competição intra-específica: indivíduos da mesma espécie competindo entre si por alimentos, fêmeas etc...  Canibalismo: Relação negativa onde um indivíduo se alimenta de outro da mesma espécie.
  7. 7. Relações desarmônicas interespecíficas  Predatismo: Retirada de um indivíduo da população para alimentar outro indivíduo de espécie diferente.  Parasitismo – Quando um ser se alimenta de outro de espécie diferente sem retirá-lo de imediato da população.
  8. 8.  Competição interespecífica: Indivíduos de espécies diferentes competindo por abrigo, alimento, etc...; Relações desarmônicas interespecíficas  Amensalismo: Uma população libera substância químicas para inibir o estabelecimento / crescimento de outras.
  9. 9. Esclavagismo: Indivíduos de uma determinada espécie escravizando outros de outras espécies. Relações desarmônicas interespecíficas
  10. 10. Escrever um exemplo das seguintes relações ecológicas: 1. Simbiose; 2. Comensalismo; 3. Competição intra-específica; 4. Parasitismo; 5. Esclavagismo.
  11. 11. Resumão
  12. 12. Cadeias Alimentares
  13. 13. PRODUTORES: Indivíduos capazes de fixar a energia luminosa sob a forma de energia química. São chamados autótrofos.  Dividem-se em: * Produtores fotossintetizantes; * Produtores quimiossintetizantes. CADEIA ALIMENTAR Níveis tróficosNíveis tróficos
  14. 14. • Consumidores: São organismos que não produzem seu alimento (heterótrofos) e nutrem-se dos produtores (direta ou indiretamente). • Consumidores Primários (C1): são os herbívoros e parasitas de plantas verdes. CADEIA ALIMENTAR Níveis tróficosNíveis tróficos
  15. 15. • Consumidores secundários (C2): São os carnívoros que se alimentam de herbívoros. CADEIA ALIMENTAR Níveis tróficosNíveis tróficos
  16. 16. • Consumidores terciários (C3): São os carnívoros que se alimentam consumidores secundários. CADEIA ALIMENTAR Níveis tróficosNíveis tróficos
  17. 17. • Consumidores quaternários (C4): são os carnívoros que se alimentam consumidores terciários. CADEIA ALIMENTAR Níveis tróficosNíveis tróficos
  18. 18. • Decompositores: Decompõem matéria orgânica morta em inorgânica, num processo natural de reciclagem de matéria. CADEIA ALIMENTAR Níveis tróficosNíveis tróficos
  19. 19. CADEIA ALIMENTAR Numa CADEIA ALIMENTAR o NÍVEL TRÓFICO é a posição do organismo na cadeia. PLANTA > HERBÍVORO > CARNÍVORO 1º Nível Trófico 2º Nível Trófico 3º Nível Trófico
  20. 20. CADEIA ALIMENTAR • Quando se constrói uma cadeia alimentar, as setas indicam sempre o trajeto do alimento.
  21. 21. Construa uma cadeia alimentar com 4 níveis tróficos!!
  22. 22. Capim Grilo Sapo Cobra Seriema Fungos e bactérias Hábito alimentar Grau de consumo Nível trófico (NT) Produtor Produtor Herbívoro Carnívoros Consumidor primário Consumidor secundário Consumidor terciário Consumidor quaternário 1° NT 2° NT 3° NT 4° NT 5° NT São classificados como decompositores A classificação de onívoro não aparece, no hábito alimentar, para os animais representados em cadeias, mas somente em teias alimentares.
  23. 23. TEIA ALIMENTAR É um conjunto de cadeias alimentares interconectadas, geralmente representado como um diagrama das relações entre os diversos organismos. Nas teias aparecem os organismos onívoros.
  24. 24. TEIA ALIMENTAR
  25. 25. Decompositores TEIA ALIMENTAR Produtor Consumidor primário Consumidor secundário Produtor Consumidor primário Consumidor primário e secundário Consumidor terceário
  26. 26. Fluxo de energia nas cadeias alimentaresFluxo de energia nas cadeias alimentares Aumentodoníveltrófico Diminuiçãodaenergiadisponível
  27. 27. Porque com o aumento do nível trófico na cadeia alimentar, há uma diminuição da energia pro nível trófico seguinte?
  28. 28. Pirâmides alimentares Pirâmides de biomassa (g/mPirâmides de biomassa (g/m22)) ALFAFA=8t BOI=1t HOMEM=7OKg PIRÂMIDE DIREITA FITOP.= 4g/m² ZOOPLÂNCTON= 20g/m² PIRÂMIDE INVERTIDA
  29. 29. Pirâmides alimentares Pirâmides de númerosPirâmides de números CAPIM GAFANHOTO PARDAL COBRA PIRÂMIDE DIREITA ÁRVORE CUPINS PARASITAS PIRÂMIDE INVERTIDA
  30. 30. Pirâmides alimentares Pirâmides de energia (Kcal)Pirâmides de energia (Kcal) PRODUTOR CONS. PRIM. CONS.SEC. ENERGIA DISSIPADA EM FORMA DE CALOR Observação: NÃO EXISTE PIRÂMIDE INVERTIDANESTE CASO.
  31. 31. Porque não há pirâmide de energia invertida?

×