Conceitos em ecologia e ecossistemas

890 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
890
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
120
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conceitos em ecologia e ecossistemas

  1. 1. Conceitos em Ecologia e Ecossistemas
  2. 2. Conjunto de condições que afetam a existência, desenvolvimento e bem- estar dos seres vivos. Meio Ambiente
  3. 3. Artificiais Naturais
  4. 4. Litosfera Hidrosfera Atmosfera Biosfera
  5. 5. Ecossistema = Biótopo (fatores abióticos) + Comunidade (seres vivos)
  6. 6. Hábitat – lugar onde o organismo vive (“morada”) Nicho Ecológico – papel que o organismo exerce no ecossistema (“profissão”)
  7. 7. Fluxo de Energia nos Ecossistemas A ENERGIA FLUI DE PRODUTORES PARA DECOMPOSITORES  UNIDIRECIONAL
  8. 8. PRODUTORES:  AUTOTRÓFICOS:  FOTOSSÍNTESE  QUIMIOSSÍNTESE CONSUMIDORES:  HETEROTRÓFICOS:  HERBÍVOROS  CARNÍVOROS  OMNÍVOROS DECOMPOSITORES:  SAPRÓFAGOS:  FUNGOS  BACTÉRIAS  ACTNOMICETOS
  9. 9. TEIA ALIMENTAR Um conjunto de cadeias alimentares. NÍVEL TRÓFICO Posição do organismo numa cadeia alimentar. PLANTA > HERBÍVORO > CARNÍVORO 1º Nível Trófico 2º Nível Trófico 3ºNível Trófico
  10. 10. Relações Ecológicas Intra-específicas Desarmônicas Harmônicas competição canibalismo colônias sociedades Inter-específicas Desarmônicas Harmônicas mutualismo simbiose inquilinismo parasitismo competição amensalismo predatismo comensalismo
  11. 11. RELAÇÕES INTRAESPECÍFICAS Entre indivíduos da mesma espécie
  12. 12. RELAÇÕES ECOLÓGICAS HARMÔNICAS SOCIEDADE COLÔNIA Os indivíduos de uma sociedade têm independência física uns dos outros. Insetos sociais: Abelhas, cupins e formigas. Ligados uns aos outros, sendo-lhes impossível a vida quando isolados do conjuntos.
  13. 13. RELAÇÕES ECOLÓGICAS INTRAESPECÍFICAS DESARMÔNICAS CANIBALISMO Canibal é o indivíduo que mata e come outro da mesma espécie. Ex.: ocorre com escorpiões, aranhas, peixes, planárias, roedores, etc. COMPETIÇÃO Prejuízo para os seres envolvidos.
  14. 14. RELAÇÕES INTERESPECÍFICAS Entre espécies diferentes
  15. 15. MUTUALISMO PROTOCOOPERAÇÃO As duas espécies envolvidas são beneficiadas, porém, cada espécie só consegue viver na presença da outra, associação permanente e obrigatória entre dois seres vivos de espécies diferentes. Ex: Líquens, micorrizas, tubo digestivo de ruminantes. Trata-se de uma associação bilateral, entre espécies diferentes, na qual ambas se beneficiam; contudo, tal associação não é obrigatória, podendo cada espécie viver isoladamente. Ex: Caranguejo-eremita, pássaro-palito e crocodilo, anu e gado, insetos polinizadores.
  16. 16. Inquilinismo Comensalismo Associação em que apenas uma espécie (inquilino) se beneficia, procurando abrigo ou suporte no corpo de outra espécie (hospedeiro), sem prejudicá-lo. Ex: Pepino-do-mar As epífitas são plantas que crescem sobre outras plantas sem parasitá-las, usando-as apenas como suporte. Ex.: as orquídeas e as bromélias. É uma associação em que uma das espécies — a comensal — é beneficiada, sem causar benefício ou prejuízo ao outro (não-comensal). Ex:Tubarão e rêmora
  17. 17. PARASITISMO O parasitismo é caracterizado pela espécie que se instala no corpo de outra, dela retirando matéria para a sua Relação Hospedeiro/Parasita. PREDATISMO O predatismo é o ato de um animal capturar outro para alimentar-se. O predador e a presa pertencem a espécies diferentes. Relação Presa/Predador.
  18. 18. AMENSALISMO (antibiose) Relação na qual uma espécie bloqueia o crescimento ou a reprodução de outra espécie, denominada amensal Ex: maré vermelha, antibióticos, etc. Prejuízo para a espécie inibida, com ou sem benefício para a espécie inibidora. COMPETIÇÃO Prejuízo para ambas as espécies.
  19. 19. CICLOS BIOGEOQUÍMICOS Ciclo da água; Ciclo do carbono; Ciclo do nitrogênio.

×